Log In

Reviews

Review: Friday Night Lights – The Giving Tree

Pin it

Friday Night Lights - The Giving TreeSérie: Friday Night Lights
Episódio: The Giving Tree
Temporada:
Número do Episódio: 47 (3×10)
Data de Exibição nos EUA: 10/12/2008
Data de Exibição no Brasil: 12/6/2009
Emissora no Brasil: Sony

Estamos nos playoffs e os Panthers precisaram jogar fora-de-casa, longe da sua torcida. Mas este foi o menor dos obstáculos. Além da luta contra o time rival, eles tiveram que também duelar com a arbitragem, que estava completamente a favor do time local. E isso rendeu muita discussão, fazendo o técnico Eric Taylor perder a cabeça e ser expulso. E não era pra menos: os jogadores do outro time jogavam até grama nos olhos de alguns Panthers, enquanto estes ainda armavam a formação de shotgun para dar prosseguimento a mais um ataque. Com Eric Taylor fora da partida, quem assumiu o controle do time foi o seu técnico-assistente, Wade Aikman. E ele tomou as decisões certas, com os jornalistas já anunciando a nova estrela do Texas, o que pode também criar uma concorrência com Coach Taylor.

Mas o episódio foi muito além disso. O que é crucial em Friday Night Lights é que ela não é apenas uma série sobre um time de futebol americano. Vai muito além. Os dramas familiares fazem parte deste programa e eles são tão reais que fazem qualquer um se arrepiar. As histórias se parecem tanto com a nossa realidade, que podemos nos enxergar nas discussões entre os pais e filhos. E, dessa vez, o episódio foi movido basicamente pela transa entre Matt e Julie, que foram flagrados por ninguém menos que o pai de Julie, Eric Taylor. O silêncio entre os dois, assim que ambos entram no carro para saírem da casa de Matt, foi mais importante do que qualquer mero diálogo que pudesse vir em seguida. Mostrou, de uma maneira simples, o quanto o próprio pai não sabia o que fazer naquela situação, porque ele nunca imaginou ter que passar por aquilo e, principalmente, porque ele ainda achava que Julie era uma simples garotinha.

E a jornada para que houvesse a conversa entre eles foi ainda mais impressionante. Enquanto Julie pensava no castigo que receberia por ter transado com Matt, seus discutiam qual seria a melhor maneira de conversar com ela, explicar sobre o uso da camisinha, sobre as doenças que podem ser transmitidas, sobre as responsabilidades que começariam a partir deste instante. Dessa forma, a cena com o diálogo entre mãe (Tami) e filha (Julie) foi tão espetacular que não consigo descrever aqui nesta resenha. Enquanto Tami chorava e tentava explicar à sua filha o passo importante que ela havia dado, Julie percebeu a preocupação da sua mãe e procurou passar segurança à ela, mostrando que, tanto ela quanto Matt, tinham usado os preservativos e que, acima de tudo, os dois se amavam e estavam apaixonados. São discussões que acontecem em qualquer família em um determinado momento, não só quando se tem a primeira transa, mas sim quando estamos prestes a dar um passo importante nas nossas vidas e os nossos pais são os nossos melhores conselheiros, porque são eles que nos ajudarão a nos guiar nesta nova fase, nas empreitadas da nossa vida.

Friday Night Lights - The Giving TreeAlém disso, o episódio ainda contou com o retorno da amizade entre Tyra e Landry. Ele percebeu, no entanto, que Tyra só o procurava quando estava precisando da sua ajuda. E ela sabia que Landry a amava, que ainda era apaixonado por ela. E ele estava disposto a ajudá-la nas provas, sendo o seu tutor. Mas o egoísmo de Tyra, principalmente quando esqueceu o rapaz e resolveu ter um caso com o cowboy Cash, ficou muito mais em evidência para Landry, que não esconde os sentimentos que tem por ela. E foi por isso que Tyra tentou se redimir, talvez pelo próprio egoísmo ou tentando resgatar a amizade que ela tinha com Landry e que, logo depois, se transformou em um relacionamento. Pensando nisso, ela ajuda a sua banda a tocar em um clube alternativo em Dillon.

E as discussões familiares que marcaram este episódio continuaram. Na verdade, ele começou dessa forma. Buddy Garrity sempre foi um investidor. Como os negócios não estavam indo muito bem, ele resolveu investir o seu dinheiro em um shopping center que seria construído em Dillon. No entanto, o negócio faliu e ele perdeu todo o dinheiro que havia investido, inclusive a grana que seria para pagar a faculdade da filha, Lyla. Até então, ela andava sumida das tramas principais, fazendo mais um papel de figurante. Aqui, ela também proporciona uma das melhores cenas de toda esta temporada ao discutir com o seu pai sobre o futuro. E quando Buddy tentou culpar à sua ex-esposa sobre os seus próprios fracassos, foi o motivo que a série deu para se chegar ao clímax, com a filha falando algumas verdades para o pai.

Episódio sensacional de uma série que só cresce, criando tramas reais e sendo muito mais um drama adulto do que um mero programa teen. Na verdade, está muito além disso. Além até mesmo do que um mero seriado sobre um time de futebol americano, sobre um esporte que é a paixão nacional dos americanos, como é o futebol para nós, brasileiros. Questões que envolvem as famílias tem sido abordadas desde a primeira temporada, ainda quando o Smash estava na série. De lá pra cá, os temas ficaram mais intensos e a série começou a ter alternativas dentro de um determinado episódio. O resultado disso pode ser visto nesta incrível terceira temporada que, até o momento, se mantém perfeita e coesa. Depois de um segundo ano realmente irregular, o que vemos em Friday Night Lights são famílias que enfrentam os mesmos problemas que qualquer outra.

Texto publicado originalmente no weblog Sob a Minha Lente.

Séries citadas:

12 Comments

  1. Chelsea

    Eu também estou interessada em saber quando comeca a quarta. Estou hiper curiosa pra saber o rumo de tudo. Este é um dos melhores episódios da temporada, sem dúvidas.

    Gi, segui seu conselho e vi O Pacto. O Tim tá realmente delicia nele. Beijos amiga

  2. Giselle

    Puxa vida !!!
    Não consegui ver este episódio.Estava viajando e na droga do hotel não tinha tv cabo.
    Estava louca por este review. Queria saber muito o que aconteceu neste episódio.
    Pelo o que eu li parece que foi ótimo.
    Vou ver se eu consigo achar este episódio no you tube . Gostaria muito de ver esta cena da Julie com a Tami.

    Chelsea
    Sabia que vc ia gostar do Tim neste filme.
    A cena na piscina é a melhor ehehehe !!!
    O filme não é lá estas coisas mas tem o Taylor né ? ahahahaha !!!
    Beijos !!!!

  3. Chelsea

    Gi, vc pq vc nao baixa? Só pude acompanhar a terceira temporada gracas a internet, já que to no exterior. Tem em vários sites e é bem melhor que ver no Youtube, nao?

    O filme é bem fraquinho mesmo, mas tem o Taylor na piscina! Só isso já vale o tempo vendo aquilo.

  4. marília

    AMO ESSA SÉRIE.

    é tão boa, tão boa, que parece que não existe.

    mas, ô amigo Vinicius, vamo adiantar a publicação dos reviews, né?

    sobre o epi: FANTASTICO! coach Taylor é tudo. e vc esqueceu de mencionar a cena excelente entre matt e landry no vestiário falando sobre o flagra! hilária!

    e a tyra é um caso sério. Ela faz parte do rol de personagens tipo Abby (e.r) e meredith (greys) sofrem, ficam chatas, fazem escolhas erradas, cavam seus buracos, têm oportunidaddes de serem felizes e jogam fora. E eu simplesmente me apego e sofro junto e vou da raiva ao amor num segundo! O episódio da semana passada teve uma cena dela com a mãe, que puxa vida, foi de chorar!

    Girls, me digam qnd é que Tim Riggins não está fantástico?

  5. Chelsea

    Gente, acabei nem falando do episódio (assisti já faz um tempo, entao, to lembrando aos poucos) e, realmente, a primeira cena, do Coach entrando na casa do Matt, eu ri muito. Mas a conversa da Tami e da Jules foi um dos pontos altos da trama, digo que pode ter sido uma das cenas mais fortes que a série já teve. Parecia, realmente, uma conversa de mae e filha. Mas Matt e Landry conversando, foi muito bom; o Landry só fala coisa pra assustar o Matt, mui amigo dele. Da família McCoy me recuso a falar qualquer coisa.

    Marilia, vc levantou um ponto importante. Até agora nao achei nada. Entao… Fico triste só de pensar que logo acaba a temporada e a gente vai ficar sem falar isso em reviews por meses! É tao bom falar com meninas que entendem de FNL e Tim! Beijos meninas

  6. marília

    pois é. o cara é top de linha!!!

    aliás, FNL é cheia de homens lindos de verdade!

  7. João da Silva

    Bom episódio. E aquela ruivinha, chamada Madison (interpretada por Whitney Hoy), é lindíssima.

  8. marília

    Vinicius eu juro que não consigo decifrar se vc está sendo irônico ou não. juro.

    então vou responde de forma que sirva para hipótese de ser ironia ou resposta séria mesmo.

    p.s eu nada tenho contra ironia.

    bom, é pq tá tipo, uma semana de atraso. eu sei qe vc tem vida e tal, nem sei se vc acompanha pela tv como eu ou não. Enfim, pra gente, leitores, é melhor pegar fresquinho na mesma semana, né?
    e de qq maneira é só um pedido. do qual me acho completamente pq entro nesse site umas 4 x por dia, então digamos que eu dou uma força, né?

    um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account