Log In

Reviews

Review: Friday Night Lights – After the Fall

Pin it

Friday Night Lights - After the Fall

Série: Friday Night Lights
Episódio: After the Fall
Temporada:
Número do Episódio: 52 (4×02)
Data de Exibição nos EUA: 4/11/2009
Data de Exibição no Brasil: 10/7/2010
Emissora no Brasil: AXN

A cada novo episódio sou surpreendido por esta série fantástica. Quem poderia imaginar que esta quarta temporada continuaria mantendo a qualidade das anteriores? Mesmo porque, alguns atores que eram tidos como principais saíram e estamos vivenciando um novo recomeço. Porém, o mais impressionante é que esta estória de recomeçar tudo novamente parece ter tido um efeito positivo. Friday Night Lights continua se reinventando, apesar das composições estéticas continuarem presentes.

O modo de filmagem simula um aspecto de realidade que não é visto atualmente, pois a câmera surge sempre balançando. Além disso, a maneira como o zoom retrocede e enquadra de forma brusca e o jeito com que a direção sempre busca planos-objetos que nos colocam em um visual ainda mais intimista, traduzem um pouco de como a série não perdeu as suas características estéticas.

Todos estes elementos estão lá presentes, mas Friday Night Lights ainda consegue surpreender. Isso sim é algo que realmente merece ser pontuado antes que se fale qualquer coisa que tenha acontecido neste episódio, que foi tão bom quanto o primeiro. Aliás, como a série ainda fala sobre recomeços, nada melhor do que dois capítulos em sequência que conseguiram exprimir isso de uma maneira tão eficaz.

Sobre o episódio, após ter desistido do jogo, Coach Taylor se viu em uma situação difícil. Mesmo tomando uma decisão que, naquele momento parecia correta dada a situação dos seus jogadores, os atletas se sentiram traídos. E com razão. Treinaram durante três semanas, batalharam mesmo sem ter nenhum equipamento, ou condições, e deram o máximo dentro de campo. Em um jogo, seja ele de futebol americano ou de qualquer outro esporte, tudo o que a torcida quer ver é a vontade dentro de campo dos seus jogadores. E isso não faltou aos garotos do East Dillon, por mais que eles estivessem sangrando, quebrados e perdendo o jogo de zero.

Eles sabem que deveriam ter terminado aquela partida porque, no final do dia, perdendo ou ganhando, tudo pelo qual você está lutando e defende é a sua honra enquanto homem. Por isso, Eric Taylor teve que tentar reunir toda a equipe novamente. E ganhou um reforço de última hora: a sensação do Dillon Panthers, Luke Cafferty. E esta é uma estória que ainda poderá render bastante nesta temporada, diga-se de passagem. Os investidores não ficaram satisfeitos com a decisão de Tami Taylor em transferir o garoto para o outro colégio, já que ele era uma peça fundamental para o jogo ofensivo do Dillon Panthers. A torcida também desaprovou, obviamente, vaiando a diretora quando ela foi dar as boas-vindas para os jogadores do Dillon Panthers para esta temporada.

E também por isso a série já nos apresentou a primeira discussão entre Tami e Eric. Como estes dois atores, Connie Britton e Kyle Chandler, conseguem ser tão verdadeiros? A maneira como eles discutem sobre os assuntos que atingem a família são reais o suficiente para que o espectador fique aflito em saber a resolução daquilo que eles estão discutindo. Enquanto Tami acusava o seu marido de ter mentido para ela sobre Luke, ele se defendia e dizia que nem ao menos tinha um time para treinar, pois todos haviam lhe dado as costas, inclusive Landry Clarke.

Ambos tiveram uma longa discussão sobre isso, e os dois atores mostraram a perfeita sintonia que já estamos acostumados a ver. Ao contrário de algumas outras séries do gênero, a família Taylor realmente parece uma família. Recheada de problemas, é verdade. Mas e qual a família que não passa por momentos difíceis? O mais importante é que o roteiro nunca se esqueceu disso e eles continuam nos brindando com cenas intensas, dramáticas e emocionantes. A discussão foi um desses momentos de intenso drama, mas o final estava nos reservando a reconciliação, mostrando a maneira como Eric e Tami são realmente cúmplices um do outro, de uma relação amorosa que só cresceu conforme o tempo.

E como de costume, o Coach Taylor também nos proporcionou uma dessas cenas memoráveis que a série possui. Ele contou com a ajuda de Vince para reunir todo o time novamente. E muitos podem se perguntar: por que ele não desiste? Ele fala sobre isso no episódio, dizendo que ele poderia arrumar um trabalho em algum outro lugar. Mas quando se refere a Vince e ao restante dos jogadores, ele deixa claro o quanto o futuro deles são incertos. E ele está ali para ajudar, mas também precisa da colaboração deles para quem um novo recomeço seja traçado.

Friday Night Lights - After the Fall

Na cena em questão, quando ele pede que todos queimem os antigos uniformes, a trilha sonora da banda Explosions in the Sky funciona perfeitamente para o momento, que é tomado por um discurso de Eric Taylor baseado em desculpas e também no pedido de uma nova oportunidade para fazer com que este time possa ter uma jornada de vitórias. Friday Night Lights é sensacional nestas cenas, principalmente por ter continuado com a mesma qualidade de antes. Não há o que reclamar, apenas esperar o próximo momento em que ela conseguirá nos impressionar novamente e nos fazer emocionar com estes personagens tão bem construídos, que podem se parecer com qualquer um de nós.

* **

Adaptado de texto publicado originalmente no weblog Sob a Minha Lente.

Séries citadas:

12 Comments

  1. Chelsea

    Esse episódio nao é o mais marcante, mas tenho certeza que ele será um dos mais importantes pro rumo da série, daqui em diante.
    Coach mostra que, pelo que acredita, ele jogou tudo fora: um emprego estável, boas condicoes de trabalho, e um time já formado. E, pelo que deu pra ver, nao é apenas a cidade e as escolas que foram divididas, o casamento do Coach também está dividido, e tudo o que aconteceu no passado pode respingar no futuro (tá, quem fez errado foram os investidores, mas o Coach era o técnico na época e nao fez nada pra impedir).
    Tim, se realmente resolver ajudar o Coach, talvez ganhe um excelente rumo na história. Estava vendo as temporadas anteriores e, sempre quando o Tim tem uma ótima história é por causa do Coach (época que ele morou com os Taylor ou até mesmo quando foi expulso do time e, pra tentar se redimir, treinou o Santiago, mostrando ali que pode ter potencial pra treinador).
    Matt, coitado, cada vez mais fundo do poco. Nem o artista que arranjaram pra ele era um cara legal. As coisas nunca sao boas pro Matt.
    Landry tem uma mega queda por garconetes. Acho que essa nova menina, Jess, pode ser a próxima Tyra na vida dele(garconete, usa ele de gato e sapato, etc).
    McCoy, a cada dia que passa, me dá mais vontade de socar(ambos).
    Só uma coisa interessante: Com que camisa os Lions vao jogar? Eles tem pouca renda, pra nao dizer nenhuma, e ter queimado as camisas foi um gesto legal, simbólico, mas meio burro, se levarmos em consideracao que o time nao tem verba.
    Muito boa a review e aguardemos ansiosos semana que vem.

    PS.: Meninas, Tim lindo como sempre, né?
    Bjs

  2. Vinicius Silva

    Os comentários finais da Chelsea e da Gisele me divertem demais aiusushuhsiuaiushuhs

    Daqui a pouco surgem elas falando do Tim aiushiuhusi

  3. Vincent

    Friday Night Lights é uma série fantástica e o episódio foi ótimo, mas não sei porquê tenho sempre a sensação que o Eric Taylor vai abrir a porta de casa e se deparar com um gato em cima do jornal, hahaha.
    Sobre essa divisão na cidade, me lembrou um fato que ocorreu no meu colégio, quando a direção resolveu dividir as turmas do ensino médio em A e B.
    A turma A seria para os melhores alunos, enquanto a turma B seria para os alunos com notas baixas. Não preciso nem dizer que muitos pais ficaram revoltados com tal medida, alegando discriminação. A conclusão do caso foi que a diretoria reviu a decisão e medida foi cancelada.

  4. Vicente

    Realmente a cãmera ainda balança, mas ao menos não tanto quanto na primeira temporada que chegava a me deixar tonto…

  5. Giselle

    E eu tô aqui Vinicius ahahaha !!!
    O Tim fica pro final vamos lá então.
    Achei este episódio ótimo.
    Aquela cena final da fogueira foi muito boa.
    Também destaco a cena do Luke com a Tami .
    Por falar em Tami fiquei com uma peninha dela sendo vaiada .
    Sobre a discussão do Coach com a Tami vc tem razão o Kyle Chandler e a Connie Britton são verdadeiros mesmo. Por isto os dois mereceram as indicações pro Emmy.
    Estou gostando da Julie nesta temporada . Mudou bastante está mais madura.
    E o Landry ? Adoro ele ehehehe !!!
    Sinto que vou gostar do Luke e definitivamente não gosto da Becky. Que garota chata !!!!
    E o Tim ? Well, lindo como sempre ahahaha !!!
    Espero que ele ajude o Coach e não se meta em encrenca.

    Chelsea
    E ele dormindo na caminhonete tava fofo demais ahahahahaha !!!
    bjs !

  6. Vinicius Silva

    @Giselle, @Chelsea e @Vicente

    Essa divisão da cidade foi uma das melhores maneiras que a série encontrou de se reinventar. Porque mexe exatamente com o preconceito e o fato das duas áreas sofrerem investimentos difusos: enquanto um lado recebe apoio do governo, o outro é completamente esquecido (e isso se percebe pela escola e também pelo Carrol Park – um episódio que ainda vai ser exibido e que mostrará a violência do East Dillon).

    Não somente a Julie melhorou nesta temporada, mas acredito que o próprio Matt voltou a se reencontrar. Na temporada passada, achei o personagem dele meio perdido (apesar dos bons momentos que ele consegue alcançar no final com aquela cena da sua avó).

    A cena da fogueira é boa pelo impacto, mas é realmente uma atitude estúpida, né? Os caras não têm dinheiro e vão queimar os uniformes? Que loucura é essa!! Mas vale o impacto, vale a representatividade que aquilo teve para os jogadores (uma demonstração de que eles estariam unidos).

    É isso, beijos e abraços aí para vocês!

  7. Flávia

    Foi uma atitude estúpida do ponto de vista prático, mas foi meio que a última cartada co Coach Taylor para recuperar a confiança dos garotos. Um ato de desespero mesmo. Então acho que foi válido, apesar de provavelmente ter repercussões mais na frente.
    Essa é uma das poucoas séries em que os diálogos, as atuações, as relações entre as pessoas parecem reais. Nada soa falso, cafona, exagerado. É tocante sem passar do ponto. Fico mais encantada a cada temporada… Ah, meninas, sou mais o Coach do que o Tim! Mas deve ser porque já sou uma trintona…

  8. Lara Lima

    Vou concordar com a Flávia….muito mais o Coach do que Tim Riggins… XD

  9. Chelsea

    Sério Lara e Flávia?
    Nao dá, o Tim arrebenta comigo sempre. Mas, apesar de ser muito Tim, tenho que confessar que amo o Matt, com aquela carinha de cachorro que ele faz. Mas o Coach também é legal,apesar de eu encará-lo demais como “pai”. Eu li uma entrevista duma mulher num jornal dos EUA uma vez que dizia o seguinte: “As mulheres querem se casar com um homem como o Coach Taylor, namorar um cara como Matt Saracen, mas dormir com um cara como Tim Riggins” e achei 300% realidade. Concordam?

  10. Lara Lima

    Bom, namorar com o Matt eu dispenso Chelsea….ahuahsushusha mas dormir com o Tim e/ou casar com o Coach estamos aí! ahsushuahsushauhssa Brincadeira. Falando sério…acho o Kyle mais bonito mesmo…e mais homem…e sei lahh…. prefiro..ahsuhsuahsuhau XD

  11. Flávia

    Ah, gente, mas o Matt é o personagem que mais me interessa na série. Fico doida para saber o que ele vai fazer da vida, morro de medo dele desperdiçar o talento dele e ficar amargurado. Matt é o mais fofo. E o Zach Gilford dá um show, é ótimo ator. Quanto a namorar, casar ou dormir, ainda fico com o Coach… :o)

  12. Giselle

    Vinicius
    Sim, concordo contigo.
    Foi um atitude estúpida mas achei boa porque mostrou que o grupo está fechado com o Coach.

    Chelsea
    Ótima esta frase hein ? ahahaha !!!
    Quem não quer dormir com o Tim não é mesmo ?

    Lara e Flávia.
    O Kyle também é maravilhoso. Bonitão !!!
    Mas ainda prefiro o Tim.
    Acho o Taylor Kitsch lindo demais !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account