Log In

Reviews

Review: ER – Reason to Believe

Pin it

cena de Reason to Believe
Série: ER
Episódio: Reason to Believe
Temporada: 13ª
Número do Episódio: 275
Data de Exibição nos EUA: 16/11/2006
Data de Exibição no Brasil: 25/01/2007
Emissora no Brasil: Warner

Não tinha como ER entrar tão mal em 2007 como com esse episódio. Me dêem uma razão pra acreditar que esse conto de fadas resultou num bom roteiro. Me dêem uma razão pra acreditar que Neela ainda tem conserto. Me dêem razão pra acreditar que essa temporada é das melhores do seriado. Me dêem uma razão pra acreditar que Reason to Believe foi mesmo um episódio de ER

Um detalhe peculiar no episódio são seus dois roteiristas: Zabel e Gemmil. Geralmente, episódios escritos em dupla obtêm bons resultados, mas não foi o que aconteceu aqui. O fato é que esse 8ª episódio pareceu um filme de Sessão da Tarde. E daqueles horríveis. As crianças de rua, lideradas pelo Frodo, me fizeram lembrar algo que odeio em ER: o melodrama barato quando usam crianças.

Mas dessa vez foram longe demais. Tomar Neela como uma Dama Azul usando o batido clichê de usar as lâmpadas com auréola foi muito barato. O cenário de terror que é um PS aos olhos de uma criança com essa trilhazinha pop me fez torcer o nariz. Fora o fato de Neela ter se perdido completamente nessa temporada. A personagem ficou horrível e não sei que direção devem dar à ela, agora que tem o amado Tony Gates ao seu lado. Sinceramente: sou só eu, ou Gates foi uma aquisição desnecessária ao show?

cena de Reason to BelieveA única coisa boa nesse episódio foi Pratt. Quer dizer que foi pra isso que o amigo de Clark Kent saiu de Smallville, né? Bem, brincadeiras à parte, a cena foi muito chocante. Eu sabia que ele não estaria sozinho, mas não ter uma garota lá dentro foi… forte. Pena que a repentinas mudanças de atitude de Pratt meio que estragaram o momento, culminado novamente numa cena pop, quando numa cena meio… mal feita, ele traz o irmão Chaz de volta pra casa (observem que pelo movimento de braços de Mekhi, a cena em off foi pessimamente interpretada). Pelo menos Gates quebrou a cara, e eu gostei – mas isso não é 100% bom. Clichê ambulante, McGates vive molhado, já foi socado…. é um personagem forçado demais. Mas o soco valeu a pena, assim como a cena com Meg no fim do epi, afinal gosto de ver vizinhança do hospital, mesmo com diálogos inúteis.

E não seria um episódio de Zabel se não tivesse Lubby, né? Olha, o que é demais enjoa… Precisa ter sempre essa briga de meio episódio entre os dois, com essas reconciliações fofas? =p Abby encontrou alguém no bar, e compartilhou uma longa cena. Como o ator é meio conhecido (Vermes Malditos, ow) pode ser que volte. Capanga de Ames? É possível, já que com um bilhete o carpinteiro vencedor do Globo de Ouro deixou Kovac nervosinho.

Não teve Ray. De novo. Um episódio sem Morris é um episódio sem graça. Mas teve a Hope… que é uma graça. Que mulher, viu? Não faz o biótipo magra demais e tem carne suficiente pra desviar até o olhar do pastor. Se melhorarem um pouco os textos dela, quem sabe fique tanto tempo quando Maggy Doyle (Jorja Fox, CSI), convidada por três temporadas mas que nunca entrou no elenco. Teve a Kerry de reporter. E o que foi aquela cena?!? A menina não engasgou nem um minuto e já teve a traquéia cortada no refeitório com uma faca suja de comida? Foi um exagero! A cena foi pra mostrar que Kerry “é o cara”, mas forçaram demais. Só que a produtora dela vale a pena. Formariam
um casal simpático.

Este foi um episódio completamente descaracterizado dos padrões de ER. Pouco a pouco ele vem usando fórmulas do vencedor do Globo de Ouro, Grey’s Anatomy… e se quando Grey’s dava uma de ER eu falava atravessado, não criticar o movimento inverso seria hipocrisia minha. Simplesmente não gostei desse episódio.

Não gostei de ver Neela danda uma de Meredith. Daqui a pouco, bêbada, a indiana vai dormir com Barnett, Pratt, Morris (mas vai parar durante no maior choro) e até com Kovac. Abby verá tudo numa cena com melodia pop e o ambiente de trabalho ficará tenso, Gates consolará Abby e ambos terão um caso. Vão descobrir fotos de Sam quando posou nua. Shane West (Ray) vai admitir que é gay e Mekhi será expulso do programa por ser tão homofóbico quando Pratt. Gates vai ser o melhor médico do departamento e Kovac vai se restringir a encontrar (sempre) Neela e Abby no elevador. Pra completar, o final de temporada será com a festa da formatura da afilhada de Gates e Abby decidindo com quem vai ficar: Gates ou Kovac. Se você leu isso e achou bizarro, ótimo. Se foi concordando com a cabeça e gostando, tá vendo o show errado. Mas se ER virar isso mesmo, não faria por merecer três episódios extras e esse destaque do “falso aumento de audiência”.

Semana que vem o episódio será um pouco melhor – qualquer coisa seria melhor que isso. Abby tera mais um dia de heroína no episódio-com-acidente-do-dia-de-ação-de-graças. Até a próxima quinta então.

P.S.: Eu peço que, ao comentarem os episódios, evitassem falar sobre eventos que não passaram ainda na Warner. Nem todos baixam os episódios. Obrigado.

Séries citadas:

72 Comments

  1. Paulo Antunes

    Thiago que azedume!
    Foi fraco, mas não achei tão ruim assim.

    Agora tua comparação com o Frodo foi oportuníssima, eu pensei a mesma coisa. Podiam ter feito uma caracterização menos exagerada pra esta metáfora de uma história de fantasia.

  2. Simone Miletic

    A história da Neela e do Ray prometia no fim da temporada passada… Nessa a história foi simplesmente ignorada.
    Neela nem luto sofreu, o que nos faz pensar porque tanta preocupação em não ficar com o Ray no ano passado.
    E esse projeto de Dr. Ross chamado Gates me dá nos nervos.
    Poxa… e eu adoro esse seriado.

  3. Ana

    Ok, o episódio foi péssimo!!!
    Em quem o Gates foi inspirado? Porque ele é péssimo!!! E eu crente que ia acontecer alguma coisa entre a Neela e o Ray…

  4. Bruno

    “Sinceramente: sou só eu, ou Gates foi uma aquisição desnecessária ao show?”

    Não, eu tb achei desnecessário

  5. Cesar

    Também achei o episódio fraco, mas nada que fosse definitivamente ruim. É daqueles episódios que, ao final, parecem não ter acontecido. O que é pior, pois a indiferença é pior que a raiva.

    Mais dois episódios assim e eu troco ER por CSI (que vejo apenas na reprise).

  6. Mônica

    O episódio foi fraco, não péssimo. Também não gostei muito do Gates ter entrado pro time. Prefiro o Ray.
    Quanto ao luto da Neela, bom, já tem uns seis meses que o Michael morreu, ao menos essa é a idade do Joe, não é? Ele nasceu pouco depois do Michael ter morrido.
    A Neela é jovem e bonita, tem mais é que encontrar outra pessoa mesmo.

  7. claudia braga

    Thiago não perde a oportunidade de alfinetar Grey´s….Essa sua comparação aí em cima já é batida, tá na hora de arranjar outro assunto.

  8. Leonardo

    Episódio péssimo demais. Roteiro sem rumo, sem atração. Neela já encheu o saco. E o Gates nem se fala. No final do epi, fiquei arrependido de não ter assistido o inédito de ‘CSI’…

  9. Guilherme

    Thiago,
    me mijei de rir com a historinha ER/Grey’s …especialmente a história da Neela bêbada, e o Kovac no elevador…auhauahauahuahuaha

    Brincadeiras de lado, o episódio foi bem fraco… não me prendeu a atenção, e achei muito forçado.
    Torço pra que o Gates morra tragicamente num acidente de helicóptero, ou com câncer de cérebro, e que a Neela se junte com o Ray, que eu acho o unico jeito de consertar o personagem dela….

  10. paulo fiaes

    er deveria se inspirar nos passado dele e nao em greys, sao series com objetivos diferente. se er buscar no seu passado, a pergunta para o sucesso, vai encontrar a resposta. bom, eu dormi mais do que vi o ep. entao domingo eu vou ver de novo e comento

  11. Bruna

    Oi.
    Também não gostei muito desse episódio não.
    Odeio quando o Morris não aparece!
    Porque quando não é ele que traz graça é a Abby, e nesse epi a Abby não foi engraçada!
    Ae senti muita falta do Morris.
    Cadê o Ray??
    Ele ainda faz parte do elenco?
    Figurante total.
    Ele deve ta morrendo de raiva do gates, porque depois que o Gates apareceu o Ray sumiu.

    O próximo epi parece ser bom.

    É esperar para ver né?

    Beijos

  12. Aline

    Huhauahuahuahua. Morri de rir com o GA/ER crossover. LOL.

    Mas sério, sem querer ser chata mas já sendo, tudo bem vc não estar gostando muito dessa temporada e o Gates estar te irritando (ele me irrita um pouco também) mas mesmo eu adorando Morris e Pratt, vc só fala que os episódios ficam bons com eles e mete o pau nos Luby, e mete o pau na Neela e fala mal de GA e fala que ER não é mais o mesmo… toda semana… eu sei q eu tenho a opção de não ler… mas é só uma crítica construtiva, não leve a mal…

  13. Thiago Sampaio

    Eu sei, eu sei… Tô reparando isso, Aline
    Vou pegar leve. Mas… os últimos 4 reviews foram muuuuito positivos. E a Neela tá péssima nessa temporada XD

  14. Vanessa

    Gente, vcs não perderam nada vendo ER… CSI foi pior. Pior e mais ridículo episódio da temporada… o grande vocalista do The Who merecia coisa melhor…

  15. claudia braga

    Eu de novo
    Thiago, eu gosto muito das suas reviews, dos seus comentários tanto de ER como de outras séries, acompanho sempre esse blog, realmente vc entende mesmo do que fala. Eu só não gosto é do jeito que vc desbanca GA, faz parecer a maior besteira do planeta…rsrsrs
    Eu ainda tô na reprise de ER (12a.) não posso falar nada sobre a 13a.
    Vejo CSI e não achei o episódio ruim, achei bem legal.

  16. Géssica

    Quero o Ray por favor!! Deixaram o personagem/ator totalmente de lado.
    Cncordo com vc Tiago…péssimo episódio, fraco e a Neela mais cansativa imposivel.Tava até que gostando do Gates mais tá me cansando numa rapidez mortal.

  17. Vanessa

    Não acho que quem conversou com Abby seja capanga de Ames. Vendo com atenção, esse episódio deixou no ar o alcoolismo da Abby. E como o ator é conhecido, deve voltar. Outra coisa: Luka sempre ficou em negação em relação a esse problema. Lembro da temp. 8 qdo Abby foi morar com ele por uns tempos e mergulhou na bebida. Mesmo com todas as evidências e a pressão de Carter ele se recusava a acreditar que ela era alcóolatra. Acho que vem problemas com a Abby nesse sentido.

  18. Nanda Lessa

    Um ep fraco…aliás, todo epi envolvendo mto a Neela eu já tenho predisposição a ñ gostar! kkkkkkkkk
    Ela é a personagem mais chata d todo elenco..¬_¬’
    Ñ teve graça, mas dei uma boa gargalhada c/ o Pratt descobrindo o irmão no banheiro c/ outrO..
    O que teve d bom nesse ep foi a Kerry fazendo a matéria, exagerado e até meio clichê..mas gostei.
    E as mãos dadas de Abby e Luka no final… ta bom, eu admito! Sou uma Lubby kkkkkkk

  19. Thá

    epi fraaaacoooooo ainda espero por um bom epi de er. o azedume tem toda razão.
    na cena heroína da weaver, ela teve toda a razão de agir tão rápido, afinal 1 minuto sem oxigênio já causa muito estrago no cérebro. se bem que ela podia ter tentado um pouquinho mais antes de fazer aquela crico fingidíssima…

  20. Mica

    A neela não tem conserto. Ok, tem, mas…Ela entrou com um papel prá lá de sem graça, cresceu muito depois, e agora está se tornando um ser meio…descaracterizado.
    Aliás Thiago, concordo com tudo o que vc falou. E sinto a maior falta do Ray, pq ele foi outro que cresceu muito na última temporada, só para ‘morrer’ nesta. E, apesar de eu não odiar o Gates, não gosto do que estão fazendo com ele, a Neela e o próprio personagem. Aliás, não gosto nem das cenas dele com o Pratt. O Pratt eu já odeio desde sempre, mas essas discussões dos dois já me encheram. O Gates pode ser muito impulsivo e tem mesmo que parar de achar que é Deus, mas o Pratt era muito, muito, muito pior antes…e só melhorou pq passou a ser médico de verdade. Não peço que ele passe a mão na cabeça do Gates, mas passe a agir como alguém que já passou pela mesma experiência, cresceu e pode dar algo de valor para o colega, ao invés de agir como se ele fosse o todo poderoso certinho, e o Gates o encarnação do médico irresponsável.

    Aff! Quero a Neela e o Ray de volta. Quero um pouco de paz na vida do Kovac…não aguento mais ver a cara de preocupado dele.

  21. Carol

    Thiago… Eu até achei esse episódio legalzinho… Não tá maravilhoso, mas não tá uma porcaria, como vc disse!

    Ok, que a Weaver cortando a garota na mesa do colégio com a faca suja de comida foi muito forçado, pra não dizer ridiculo ¬¬’

    Quero o Ray de volta já! E quero ele com a Neela, no maior estilão roomies 12ª temporada. Engolir esse Gates não dá! Ele é muito chato e eu amei ver o soco que o Pratt deu nele!

    Thiago, achei que vc odiasse a pobre Hope, mas ela é bem legal!
    “Não faz o biótipo magra demais e tem carne suficiente pra desviar até o olhar do pastor”
    oskoakakokopaso. o do pastor e pelo visto o seu tbm xD (e de todos os meninhos fãs de ER)

    Putz Thiago! Não precisa crucificar Grey’s desse jeito! Minha impressão é que sempre que vc tem uma chance vc desce o pau em GA! Podia maneirar um pouco né, cara, tem gente que gosta! Eu adoro ver GA e não vejo nenhuma semelhança com ER ¬¬’ E a única coisa em ER que me lembra Grey’s são as musiquinhas de agora (pode ser q nos próximos epis tenha uma coisa muuuuuito Grey’s que nem vc falou do McCnãoseioque, mas como eu nãi nenhum, não posso falar). Mas poo, maneira aí nas suas críticas.

    Mas enfim, não foi o pior de ER e nem chegou perto de ser!

    beijos pra vcs =D

  22. Valéria

    ok achei aquela miniatura do Frodo extremamente irritante, ainda não engulo esse casalsinho meia boca q estão a todo custo tentando nos emprurrar garganta abaixo Neela/Gates. Sinceramente falando a Neela ainda não tem força suficiente pra levar um episódio nas costas (Pq pra mim pareceu q esse seria um episódio dela e do Gates claro). Tinha esperanças na 12ª temporada q a Neela caisse na real e ficasse com o Ray afinal era evidente q ele carregava um trem por ela e de repente do nada aparece esse esboço do dr Ross mal acabado e vira o grande amor da vida dela? fala sério Gates/Neela é o casal mais ridiculo q temos o desprazer de aturar em ER. Concordo plenamente com o Thiago qdo ele diz q o Gates é um personagem desnecessário e eu ainda não vi o pq dele estar em ER (só se for porque o Stamos é amigo pessoal de um dos produtores como aouvi dizer), tentaram nesse episodio repetir o mesmo q fizeram com a Abby a algumas temporadas atras, qdo a garotinha acha q ela é um anjo, ficou sem graça com a Neela.
    gostei da parte Lubby e o luka tem toda a razão de estar nervoso afinal ele ja desconfia de q o Ames ainda vai dar muita dor de cabeça.

    Achei o episódio meio paradinho mais assistivel… Por enquanto tenho gostado da 13ª temporada tirando o Gates nada a reclamar…

    PS: Não assisto a Greys até tentei mais mais não consegui passar de 3 episódios, odiei então não posso falar sobre comparações entre as séries.

  23. Claudia

    Eu achei super engraçada a comparação “viajada” com GA. Realmente, assisto as duas séries, gosto muito de ambas mas realmente a única semelhança é o fato de se passarem em hospitais. Concordo que ER tem que manter seu estilo, mas é normal esse tipo de alteração numa série que já esteve no topo e já não está mais lá, principalmente quando o topo é ocupado por outra série médica.
    Agora, ainda não entendi a bronca com a Neela. A Parminder Nagra é uma ótima atriz e a personagem ficou bem cativante sob meu ponto de vista. Não é a Abby mas dá conta. Só colar com o Pratt, ficar um pouco mais marrenta, largar Gates, Ray e outros sem sal que dá um up no seriado.
    Na minha opinião, tá nas mãos dos dois, Rasgotra e Pratt, ah, Sam tb promete.

  24. camilla

    acho um barato seus comuntários!!!
    tanto na comunidade quanto aqui. claro que as vezes não concordo, mas sempre me divirto… principalmente por comentar assuntos sem dar muita importância sabendo que terá muita importância no futuro. mais uma vez ótima critica. esperando a próxima.

  25. Danilo

    Eu não vi o episodio pq estava viajando, então não tenho muito a dizer. Mas sera q eu sou o unico q gosta da Neela? Acho ela um otimo personagem, tbm não gosto dela com o Gates, mas acho q ela e o Ray ainda tem futuro, veja quanto tempo Abby e Luka levaram para se acertar. Ela começou com uma estudante sem graça até causar a morte de um paciente pq disseram para ela q ela deveria ter atitude, de lá pra cá ela evoluiu muito passando para um apoio para abby, depois q Susam saiu. Acho q ela vai ter mais exposição nessa temporada, e se o final dessa tempora repetir o q vem acontecendo no final das ultimas temporadas ( terminar com diverssos desfeichos para temporada seguinte) tem grandes chances de ser ela o pivo (como foi com a Sam nessa ultima).

  26. Karla

    gente.. eu odiei o epi tb.. axei um lixao..
    axu o gates um xato, a neela a mais xata d todas.. sempre odiei ela.. desdi q entro na serie…
    atualmente so maus lubby hehehehe, morris e ray q morreo e eskeceram d avisa….
    nao vi o d hj.. vamo v pra v c presto neh.. soh gravei…
    bjinhhuxx!!!

  27. Sil

    Alguém pode, por gentileza me informar o nome da banda e/ou nome da musica que toca nas chamadas da nova temporada? Obrigada.

  28. Morgana

    ALGUÉM SABE O NOME DA MÚSICA E QUEM CANTA AS MÚSICA DA CHAMADA DA NOVA TEMPORADA?! ESTOU A UM TEMPÃO PROCURANDO E NÃO ENCONTRO….
    PLEASE….

  29. Erica

    O nome da música tema da nova temporada do ER é OPEN YOUR EYES da banda SNOW PATROL.

    Vcs encontrarão a versão live no You Tube.

    Bjussss….

  30. Neil

    I spend most of my free time online for pleasure. I know all websites, and this is the one about real events that really took place in the world.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account