Log In

Reviews

Review: Doctor Who – The Sound of Drums

Pin it

Doctor Who - The Sound of Drums
Série: Doctor Who
Episódio: O Rufar dos Tambores (The Sound of Drums)
Temporada:
Número do Episódio: 40 (3×12)
Data de Exibição no Reino Unido: 23/6/2007
Data de Exibição no Brasil: 19/12/2007
Emissora no Brasil: People+Arts

A primeira vez que assisti The Sound of Drums gostei apenas moderadamente do episódio. Mas nas vezes seguintes apreciei muito mais. Talvez porque minhas expectativas para o que fosse acontecer eram outras. Quando reassisti, pude analisar os fatos com outros olhos. Utopia continua sendo o meu preferido na trilogia final, mas The Sound of Drums definitivamente não deixa a desejar. E se alguém tinha alguma dúvida de que o Mestre era ‘o personagem’ do final da temporada o episódio dessa semana comprovou que o Mestre veio para roubar o show. Literalmente.

John Simm fez um trabalho estupendo como Mestre. Confesso que gostei tanto, que logo depois fui assistir Life on Mars só para conhecer melhor o trabalho do ator. E não me decepcionei.

É claro que um personagem bem escrito facilita a vida do ator, e escrever bem é algo que Russel T. Davies faz sem sombra de dúvida. Mas há certas nuances que apenas um grande ator consegue trazer para o personagem. Eu ainda não conhecia o Mestre, já que não tive a felicidade e oportunidade de assistir as temporadas clássicas, entretanto a forma como o Mestre nos foi apresentado nesses dois episódios conseguiu me fazer simpatizar com o personagem.

Os fãs mais antigos diziam-se preocupados com o ressurgimento do Mestre, já que ele supostamente deveria estar morto definitivamente, entretanto a explicação apresentada pareceu agradar tanto aos antigos quanto aos novos fãs. O Mestre não voltou simplesmente e apareceu no fim do universo como mágica. Ele foi trazido de volta pelos Senhores do Tempo para lutar na última guerra, mas escolheu fugir, e seu pavor foi tamanho, que só parou quando chegou ao fim de tudo. Imagino que nunca passou pela cabeça dele que Gallifrey pudesse ser destruída e os Senhores do Tempo dizimados.

E foi muito bom poder ouvir a conversa entre o Mestre e o Doutor. Eu sei que o desejo de poder e domínio no Mestre é grande, mas eu pude ver a dor em seus olhos ao saber que da grandiosidade que fora Gallifrey e de todo o poder e sabedoria que tiveram os Senhores do Tempo, só restaram ele e o Doutor.

E já que mencionei Gallifrey, foi particularmente elucidativa (e tocante) a explicação que o Doutor deu à Martha e ao Jack sobre seu planeta natal e seu povo. Afastados de suas famílias aos oito anos de idade, as crianças Gallifreyanas eram levadas para olhar dentro do vórtex temporal e aprender a magnitude do universo e a nunca mexer com ele. Infelizmente (ou não) o Mestre enlouqueceu e o Doutor fugiu – e continua fugindo. Ironicamente, os dois Senhores do Tempo que vivem a alterar a linha temporal, seja por um motivo ou por outro.

Uma coisa que eu gostaria de saber é o verdadeiro nome deles. O Mestre escolheu o seu nome, assim como o Doutor, mas um Senhor do Tempo tem algum nome de nascença?

Deixando de lado toda essa análise sobre o Mestre e o Doutor, falemos de coisas mais práticas.

O episódio traz o trio de volta para o século XXI onde descobrem que o Mestre assumiu o nome de Harold Saxon e, não apenas foi eleito Primeiro Ministro, como também está casado (para total espanto do Doutor). Parece que todo Senhor do Tempo precisa de uma companheira leal ao seu lado. E eu, suspeitíssima que sou, devo dizer que adoro Harold e Lucy Saxon juntos. Ela parece tão tolinha e manipulável, mas foi a mulher que o Mestre escolheu para estar ao seu lado, a quem confidenciou seus planos e que teve estrutura para permanecer com ele e ainda sentir prazer nas sandices do marido. Acho que não é tão tolinha quanto parece.

O Mestre anuncia ao mundo que uma raça alienígena que se autodenomina Toclafane apresentou-se a ele e quer fazer contato amigável com a Terra. Nesse meio tempo, explode o apartamento de Martha e prende toda a família da garota. É claro que Martha coloca toda a culpa no Doutor (por ter ‘prendido’ o Mestre entre a Terra do século XXI e o fim do universo) e foi então que fiquei muito irritada. Em nenhum momento durante a temporada inteira Martha demonstrou qualquer carinho pela família (com exceção da sua quase morte pelo sol ‘vivo’) e agora culpa o Doutor quando ela mesma não parou para dar atenção a eles e tentar resolver a situação de desconfiança que havia se criado. Tudo bem que ela não sabia que a família estava recebendo informações de Saxon, mas isso não é desculpa.

Por exemplo, se tivesse se dado ao trabalho de ouvir a mensagem de Tish na secretária, teria sabido que a irmã trabalhava para Saxon e poderia ter evitado muita coisa. Desculpem-me os fãs de Martha, mas nunca consegui engolir o egoísmo da personagem. Pelo menos ela se redime um pouco no último episódio.

E então, caçados como criminosos, o Doutor, Jack e Martha resolvem pesquisar um pouco para descobrir como o Mestre acabou se tornando Primeiro Ministro. Acho legal o site de Saxon que eles vêem, porque esse site foi realmente criado pela BBC e qualquer um tem acesso a todos os links, vídeos e depoimentos.

E é nesse momento que Jack decide contar que trabalha para Torchwood, para desgosto total do Doutor (compreensível, já que ele culpa a instituição por perder Rose). E de nada adianta as tentativas de Jack de convencê-lo de que Torchwood está diferente e que ele a reconstruiu como uma forma de honrar ao Doutor.

A repórter Vivien Rook (que tentou alertar Lucy Saxon da mentira que era o seu marido e pagou com a própria vida) havia enviado um documento para Torchwood informando que Harold usou a rede Archangel para manipular a população e assim o Doutor teve uma idéia de como mostrar ao povo como realmente era o novo Primeiro Ministro.

Achei legal que o Jack ainda guarde a chave da TARDIS, e ainda mais legal a explicação do filtro de percepção. Essa pequena cena disse mais sobre os sentimentos de Jack pelo Doutor do que o episódio inteiro.

Doutor para Martha:

É como quando você gosta de alguém e essa pessoa nem sabe que você existe.

E Jack olha para a garota:

Você também, hum?

Se alguém ainda tiver alguma dúvida depois disso, eu jogo a toalha.

Encurtando a história, a bordo do Valiant, um porta aviões nos céus, o Mestre permite que o Presidente dos Estados Unidos (furioso porque Saxon ignorou o protocola da UNIT, criado em 1968) seja o primeiro a falar com os Toclafanes. Entretanto, as pequenas bolas metálicas não aceitam qualquer outro que não seja o mestre e matam o Presidente a sangue-frio (supondo que eles tenham sangue). Saxon assume o controle e ainda prende o Doutor e Jack, que juntamente com Martha haviam se transportado para o Valiant.

Doctor Who - The Sound of DrumsEm uma cena que eu considerei de muito mau gosto, o Mestre, usando de uma chave de fenda laser, combina a tecnologia de Lazarus com uma amostra de tecido genético do Doutor (a mão que furtou de Jack) e o envelhece em 100 anos.

Certo da vitória, Saxon observa enquanto a TARDIS canibalizada em uma máquina de paradoxo, permite que 6 bilhões de Toclafanes adentrem a Terra e comecem a destruição.

Jack entrega à Martha o seu manipulador de vórtex e o Doutor dá à futura médica alguma instrução misteriosa. Ela se transporta para a Terra e vê os Toclafanes invadindo o planeta. O destino da humanidade está nas mãos de Martha Jones.

***********

Como já mencionei os meus pensamentos mais profundos no início do texto, quero finalizar com algumas coisinhas que achei interessantes:

* O Mestre diz que mandou a equipe de Jack (Torchwood 3) para uma busca inútil no Himalaia. Fico me perguntando o que os quatro estarão pensando lá longe sem o Jack.

* Saxon apareceu no cenário mundial logo após a queda de Harriet Jones. Para os que não lembram, quem deu início a queda de Harriet foi o Doutor no especial de natal de 2005 (The Christmas Invasion), quando ela deu a ordem para Torchwood destruir a nave alienígena que veio invadir a Terra, mas que havia feito um acordo com o Doutor e estava se retirando pacificamente.

* No anúncio que Saxon faz ao povo ele menciona os acontecimentos com os Slitheen, Cybermen e Sycorax.

* Saxon está assistindo Teletubies (uma fascinação antiga do Mestre com programações infantis).

* As jornalistas que aparecem na TV também aparecem em outros episódios, proporcionando uma sensação gostosa de continuidade.

* Downing Street nº 10 foi recentemente reconstruída, já que tudo foi pelos ares no episódio Aliens of London. Gosto particularmente da cena em que Saxon faz as caretas para os outros membros do gabinete e coloca a máscara de gás. O homem é brilhante!

* Mas o melhor mesmo, foi o Doutor dizendo que não estava ali para matar o Mestre, mas para salvá-lo. Isso diz tudo.

Séries citadas:

Michele Reis Martins, a Mica, é advogada e mantém o blog Esperando o Esperado. Fã de Arquivo X, Highlander, Buffy, Doctor Who e sci fi em geral.

32 Comments

  1. Paulo Antunes

    Não vi o episódio, só vi as screencaps :), e achei o John Simm a cara do Tony Blair!!!

  2. Mica

    Paulo….vc se deu conta que o episódio só passará hoje às 18h, né? ^_^.

    E de fato há uma semelhança entre os dois, hehehe.

  3. Olga Nogueira

    Me surpreendi com a publicação da review antes do episódio. Outro dia aconteceu de publicarem a review de One Tree Hill, sendo que o Fox life não havia exibido o episódio e sim uma reprise. Acho que isso acontece porque o pessoal não acompanha pela TV e sim baixando os episódios. Então, leio como preview e tudo bem. Hoje quando assistir Dr Who estarei atenta a certos detalhes que talvez não notasse se não tivesse lido antes.

  4. Cristiano Vieira

    Quando toca a música Life on Mars eu choro. Quando vocês verem o último episódio, vão concordar comigo. Que série ducacete!

  5. Regina

    Ja faz algum tempo que vi a trilogia final de Doctor Who, gostei muito de todos os episodios. Em Utopia por causa do reencontro entre Jack e o Doutor. E as respostas que aguardavamos sobre Jack.
    Em O rufar dos Tambores, foi legal ver Jack e O Doutor trabalhando lado a lado. E quando o Doutor fica sabendo que Jack trabalha no Torchwwod, foi uma cena muito legal. E no ultimo episodio O Ultimo Senhor do Tempo, varias informacoes bem interesantes.

    Nota 10 para esses episodios.

  6. Mica

    Na verdade, eu só mandei o review antes do episódio ir ao ar porque ando chegando tarde do trabalho e não consigo assistir o episódio pela TV desde Blink :-(
    O da semana que vem então, eu já estarei viajando e terei que enviar o review para o editor ainda essa semana.

    Se bem que cheguei em casa na metade do episodio e estou assistindo agora ^_^. Depois comentamos mais.

  7. Mica

    Alguém aí também adora o biquinho do John Simm? ^_^. Lembro que quando o assisti depois em Life on Mars tomei o maior susto. Ele está muito diferente. Por isso virei fã.

    Também gosto muitíssimo da Gugu Mbatha-Raw (sabe Deus como se pronuncia esse nome, mas é a Tish, irmã da Martha). Eu já a conhecia do quinto ano de Spooks (ela interpretava a Jenny, babá-namorada do Adam) e cá entre nós, dos Jones, ela é a minha preferida. Eu teria sido muito mais feliz se fosse ela a acompanhante do Doutor e não a Martha, mas…o que não se pode remediar, remediado está.

    Acho legal algumas cenas desse episódio. O céu se abrindo e os bilhões de Toclafane entrando com a música de fundo é uma delas. Também o ‘tah-dam!’ que Saxon faz ao se intrometer no meio do discurso do Presidente Winters.
    Vixe, tanta coisa que nem me lembro! E isso pq acabei de assistir…

    Ah! Também foi interessante saber que Saxon foi Ministro de Defesa e foi responsável pela construção do Valiant.

    E, é claro, o comentário de Martha que achava que o Mestre fosse um tipo de ‘irmão secreto’ do Doutor ou algo do tipo. (Você anda vendo muita TV, foi a resposta, hehehe)
    Sempre tive a teoria de que o Mestre e o Doutor foram amigos de verdade em algum ponto, mas a capacidade do Doutor de sempre se intrometer querendo consertar a situação (vejam bem, nem sempre isso acaba sendo a coisa certa, como já bem vimos) acabaria batendo de frente com a necessidade do Mestre de sempre se intrometer para tentar dominar e destruir.
    Tudo bem que a série não menciona como começou a rixa entre eles, mas…nada me impede de teorizar, não é?

    Gosto das cenas de Gallifrey e do pequeno Mestre. Interessante a roupa cerimonial dos Time Lords. Como será que era a vida na academia? Quantos anos será que eles viviam lá? Os Time Lords voltavam para suas famílias? O Mestre mencionou uma vez que já foi pai (uma filha já apareceu na série clássica, não? Alguém aí sabe?)…ele já foi casado?
    Fiquei pensando em todas essas coisas enquanto via a cena.

  8. João da Silva

    Ótimo episódio, principalmente por mencionar a UNIT que já apareceu nas temporadas antigas de Doctor Who, e por mencionar Torchwood e o que os colegas do Harjenss foram mandados para uma missão nos Himalaias. Mas achei um tanto quanto forçado o presidente americano ser morto.

  9. João da Silva

    E achei também muito forçado o Mestre ter matado todos os membros do gabinete dele, no início do episódio.

    Uma correção na minha mensagem anterior:

    Harjenss = Harkness

  10. fabricio

    gostaria de saber onde posso ver episodios da serie sem ser pela tv i se sao legendados ou nao,ou entao um lugar q mostre a lista de episodios com reviews
    obigado!!!!!!!!

  11. fabricio

    gostaria de saber onde posso ver episodios da serie sem ser pela tv i se sao legendados ou nao,ou entao um lugar q mostre a lista de episodios com reviews
    obigado!!!!!!!!!!!

  12. Olive

    Eu achei o episódio bem legal! Aliás estou adorando Doctor Who! E o ator David Tennant é muito bom! Outro dia alguém disse que o ator não era o seu Doctor preferido. Não vi os outros, a não ser um episódio com “não sei quem Ecclestone” ( desculpem não lembro nome do ator), lembro de não ter gostado por isso não me interessei em acompanhar a série. Mas eu acho difícil alguém ser melhor queo David. Adoro as caras que faz e suas tiradas! Será que o People+ Arts vai reprisar a temporada?

  13. Olga Nogueira

    Dr Who consegue ter as idéias mais fantásticas de todos os tempos!!! Aquele dispositivo que o Dr, Jack e Martha colocaram no pescoço para andar no meio do povo sem serem notados foi genial: não os tornava invísíveis mas sim ignoráveis!!!!! Não eram vistos porque eram totalmente ignorados pelos outros!!!!! Muuuuuito bom!!!

  14. Luis Trigo

    Otimo review Mica.

    Só uma dúvida, quando Jack fala de Torchwood, ele menciona que a reduziu a 6 pessoas, não seriam 5?
    E a cena dos teletubbys foi cortada.
    Para quem gosta de filmes de terror os toclafanes lembram muito as esferas da serie Phamtom.
    E o porta-avião voador, emprestado da SHIELD ou da série Capitão Escarlate?
    Já a cena da morte do presidente americano não achei forçada, achei uma boa crítica politica aos americanos.Espero que não censurem quando passar nos EUA.

  15. Darth Cesar

    Gostei do episodio, mas achei Utopia melhor e Blink melhor ainda, como não consegui ver o inicio do episodio, fiquei na duvida como que o Dr. e Cia voltaram do fim do universo.
    Bom mesmo foi ver o conto do Dr. s/ o srs. Do tempo, tenho as mesmas curiosidades Mica… Quanta a Martha o que me surpreendeu foi o Mestre falar c/ ela e se surpreender com a presença do Dr., o que ele esperava? Quando o Dr. começou a envelhecer, pensei que era o fim do ator atual na serie, pois pelo que entendi, existe uma justificativa para a aparência do dr. mudar da serie classica pra esta. A morte do presidente americano é claro que é uma critica, mas numa situação como aquela, o Tony Blair é que não ia liderar alguma coisa e já que os bixinhos gostavam do Mestre, podia ser o Lula que ia pra cucuia igual.
    O inicio foi meio corrido, mas o fim foi perfeito com a Martha presenciando o genocídio humano, me lembrei do Helo em Caprica, e ontem passou Torchwood as 21:00, tomará que seja algo fixo.

    Feliz Natal e um prospero ano novo a todos!

  16. Luis Trigo

    Darth Cesar

    O Tony Blair não seria o presidente americano, mas sim o Mestre.

    Eles voltaram usando o dispositivo de viagem temporal que o Jack tinha.Ele não o usava na série Torchwood porque ele funcionou uma ultima vez trazendo Jack do ano 200100 para o século 19,e queimou. O Doutor o consertou a toque de caixa,e eles conseguiram retornar ao século 21.

  17. Olga Nogueira

    Luis, eu achei o porta-aviões voador muito legal. Me fez lembrar das estações espaciais tão maravilhosas que temos em Babylon 5 e em Deep Space Nine. Lugares tão apaixonantes, cheios de segredos, de tramas, mil corredores, mil cantos …

  18. ~vivi

    Ah Mica, se não fosse o seu Review colocado aqui antecipadamente eu teria perdido o horário de assistir! Saí correndo, obrigada. (:
    Sabe, eu sou novata em Dr. Who e fiquei em dúvida em como o Mestre saiu do final dos tempos e chegou na Grã-Bretanha e foi eleito. Eu me perco nessas viagens temporais, ele estava lá no século XXI o tempo todo? Lembro que no penúltimo episódio do Torch, tinha cartazes de “Vote Saxon” ou algo assim naquela casa abandonada, acho que a Mica até comentou. Mas enfim, não entrou na minha cabeça mesmo huahuahua o_O
    E eu achei o Mestre tão com cara de Primeiro-Ministro! John é um ator fantástico realmente, completamente insano, é magnífico vê-lo perturbado pelos tambores.
    Ahhh e só eu achei engraçado quando no final o Mestre diz para a Martha e o Jack “olha, a garota e a aberração, só não sei quem é quem” xD
    E chega de tagarelar, mas antes tenho que dizer quanta imaginação o Russel T. Davis tem. As chaves pra alterar a percepção, a maneira como o Mestre fez uma lavagem cerebral em todos com a telefonia… Ele inventa coisas doidas e tem uma explicação ótima pra todas elas, incrível.

  19. Luis Trigo

    Vivi

    O Doutor “travou” a TARDIS em dois tempos o século 21 e o final dos tempos. Assim o Mestre não podia se mover tão livremente quanto o Doutor.
    Quando o Mestre chegou no nosso tempo, mais ou menos em 2006, ele arquitetou um plano para tomar o poder na Grã Bretanha.Falsificou uma identidade, arrumou uma esposa de boa família, e conseguiu um cargo de Ministro da Defesa.
    Desenvolveu o sistema Arcanjo, uma rede de satélites de comunicação de celulares, que na verdade fazia controle mental na população.
    E em 2008 ele se elege 1º ministro da GB.
    A ação do episódio se passa logo após ele assumir o cargo.
    Apesar de não ser muito notado, Torchwood se passa em 2008. Os cartazes que vimos, era a campanha que o Sr.Saxxon fazia para se eleger.

  20. Mica

    Olive, eu sou uma das que diz que o Tennant não é o meu Doutor (inclusive disse no review do episódio passado). Sou completamente louca pelo Christopher Eccleston e acho que nunca terá um Doutor que eu goste tanto quanto ele. Mas adoro o Tennant também (e agora que conheci o quinto Doutor no especial Time Crash, posso dizer que ele é maravilhoso também). Eu sei lá, tenho a sensação (pelo menos para mim) que o Nono Doutor atraía uma confiança mais imediata. Ele era menos eufórico e ululante que o décimo, e ao mesmo tempo mais insano e imprevisível.

    Todo mundo explicou as situações tão bem que eu estou até orgulhosa ^_^. Para falar a verdade, fazer o review desses três episódios está me deixando com gostinho de quero mais, hehehehe.

    Vivi, também achei legal a hora que o Mestre comenta que não sabe quem é a aberração e quem é a garota. Cá entre nós, eu também não, hohoho.

    Uma das grandes sacadas de Doctor Who nessa temporada é que enquanto tudo se desenvolvia o Mestre já estava aqui, só que não havia se manifestado para o Doutor ainda. Como ele sabia a hora que poderia mostrar quem era? Porque ele precisava ter certeza que o Doutor iria para o fim do universo para poder trazê-lo de volta, então…como saber até quando teria que se esconder? Ou ele nunca se escondeu, apenas faltou oportunidade de encontrar o Doutor mesmo?

    Acho legal o negócio da chave, porque é basicamente o mesmo sistema da TARDIS e do elevador ‘invisível’ que a Torchwood usa.
    E por falar em Torchwood, o Jack comenta que se reduziram a 06, porque existe a Torchwood 2, que na verdade é um carinha em Glasgow (eu acho que é esse o lugar, não lembro mais. Ele menciona no episódio 01).

    Mas o que mais me encanta no universo de Doctor Who, é a coerência com a série clássica (foram inúmeras temporadas), e a conexão com Torchwood e The Sarah Jane Adventures. Uma série não depende da outra, mas fica claro que elas se passam num mesmo universo, como se fosse a vida real.

    E para finalizar…cortaram a cena do teletubies? :-( Eu também vi que eles cortaram o último grito de RUN que o Mestre dá para o Doutor ao telefone.

    Só uma peguntinha: alguém sabe o nome da música que toca no final? Na hora que a máquina de Paradoxo entra em ação?

  21. Luis Trigo

    Mica

    Voodoo Child por Rogue Traders (que contêm a frase:”… aqui vem os tambores…”).

  22. João da Silva

    Cortaram mesmo a cena dos Teletubbies. E a Torchwood 2 fica mesmo em Glasgow.

  23. Luis Trigo

    Mica

    Kylie Minogue vai fazer um papel no especial de natal “Voyage of the Damned” do Dr Who. Que será exibido dia 25 na BBC de Londres.
    No quarto ano teremos a volta do personagem Donna Noble (especial de natal de 2006).
    E Martha Jones vai participar de 3 episódios de Torchwood, e depois voltar a Dr Who.

  24. Mica

    Yeap, I know Luiz. Inclusive tenho acompanhado diariamente o calendário do site oficial de Doctor Who da BBC ^_^ (e cá entre nós, sempre me ferro nos joguinhos).
    Eu não falei nada sobre a martha ou a donna para não soltar nenhum spoiler nem nada (se bem que todo mundo deve saber).
    E é por isso que o povo que acompanha pelo People & Arts deveria dar um jeitinho de baixar pela internet pelo menos os especiais de natal (no caso, o The Runaway Bride), pois teriam uma oportunidade de conhecer a Donna, já que sabe Deus se o People & Arts irá exibi-lo.
    Btw, o Jack também volta para a quarta temporada de Doctor Who.

  25. Mica

    Ah!! Obrigada pelo nome da música ^_^.

    Eu queria conhecer esse tal de homem de Glasgow, hehehe.

  26. Mica

    Vixe…agora você me pegou. Quem é que fala como o Sean Connery? O carinha de TW2? Juro que não lembro disso.

  27. fabricio

    Gui Barranco mano valeu de verdade!!! eu amo essa serie e naum assisti um monte de episodios
    fica com deus!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account