Log In

Reviews

Review: CSI – Who & What

Pin it

CSI - Who & What
Série: CSI
Episódio: Who & What
Temporada:
Número do Episódio: 171 (8×06)
Data de Exibição nos EUA: 8/11/2007
Data de Exibição no Brasil: 17/3/2008
Emissora no Brasil: AXN

Who and What é um episódio especial de CSI que, devido a exibição em emissoras distintas de CSI e Without a Trace no Brasil, recebeu uma exibição menos que adequada e deve deixar algumas pessoas mais que confusas. Começando em Las Vegas e terminando em New York com a comutação dos chefes de equipe Jack Malone e Gil Grissom, essa excelente iniciativa, com um excelente resultado, infelizmente não funcionou tão bem em terras tupiniquins. A parte posterior, Where and Why, foi ao ar há mais de um mês (na reprise. Como inédito, faz bem mais tempo).

O melhor do crossover foi sem dúvida a dinâmica de Grissom e Jack Malone. Os dois são completamente opostos e sua interação foi hilária em alguns momentos. Conseguir nos fazer rir dentro de um episódio tão sombrio é uma das coisas que CSI faz tão bem, e da qual eu nunca me canso. Pelo contrário, sempre quero mais.

Até mesmo pelos nomes dos episódios entendemos que há diferenças muito grandes entre os dois líderes. Diferenças na natureza de seus trabalhos e seus objetivos finais, diferenças no modo de agir e principalmente de pensar. Malone é muito prático. E em meio aos CSI fica até meio deslocado, mas quando o trabalho dele é encontrar rapidamente uma pessoa desaparecida (principalmente se for seqüestro, já que segundo as estatísticas americanas as primeiras horas são fatais), você consegue imaginar ele sendo como o Grissom?

Grissom esquentadinho liderando uma equipe cuja tarefa é longa e desgastante (porquê só na série que resultados de DNA e vestígios saem em dois minutos) também não ia dar certo. Os dois são os homens certos nos lugares certos. Uma evidência dessa dissidência entre os dois, é um diálogo curtinho:

Gil Grissom:

I’ve learned that sometimes you can go faster by going slow.

Jack Malone:

Yeah, well, I like to go faster by going fast.

Lembro que a Si (colunista de Criminal Minds), fazendo sua revisão de Go to Hell em seu blog Só Seriados de TV mencionou que o episódio não tinha deixado cenas ou diálogos que marcavam pela inteligência ou pelo sarcasmo. Lembrei especialmente disso nessa review porquê achei que esse episódio teve uma quantidade incrível de diálogos inteligentes (o acima incluso).

CSI - Who & WhatE o caso, um seqüestro longo e aparentemente aleatório relacionado a mortes cruéis, de certa maneira vem atingindo de frente todo mundo. Sara destacadamente sentiu-se desconfortável, cada vez mais se afastando daquele mundo. Como CSI notoriamente não liga muito pra continuidade, pelo menos foi bom eles tratarem do trauma de Sara como deveria. Uma coisa gradual e contínua, mas que em nenhum momento se apoderou da storyline fazendo o show fugir de sua linha. E Jorja Fox tem atuado extremamente bem esse plot de Sara.

No geral foi um episódio conciso, com boa participação de quem apareceu e quem não apareceu não chegou a fazer falta. É difícil para um show sobre investigação criminal criar um bandido que age aleatoriamente, porquê a investigação fica muito difícil e dependendo da saída, o roteiro pode acabar implausível. Mas o padrão que o bandido usava foi muito bem introduzido e melhor ainda foi vê-lo usando esse mesmo padrão pra enganar todo mundo.

Se os escritores estão de parabéns, os diretores de fotografia também não podem deixar de serem mencionados. A fotografia em tons verdes, especialmente no começo, serviu para criar uma certa tensão melancólica. E é impressão minha ou foi a mesma cor adotada em Burn Out (episódio da sétima temporada sobre duas crianças desaparecidas)?

Eu pensei em colocar aqui um resumo da segunda parte do crossover, mas vi que era inviável. O review ficaria gigantesco. Também não vou contar como terminou simplesmente. Isso seria spoiler. Apenas vou pedir pra que vejam a segunda parte, até mesmo pra entender melhor tudo o que aconteceu na primeira.

Séries citadas:

É estudante de comunicação. Não vive sem The Good Wife, Parks and Recreation e 30 Rock. Ah, e Gossip Girl, que apesar do bom senso, ainda nao conseguiu largar.

10 Comments

  1. Alessandra

    Alguém sabe se a Warner vai reprisar novamente esta segunda parte?

  2. Carol

    Este episódio foi ótimo, a interação entre o Grissom e o Malone é uma coisa interessante de se ver e a cena na sala do Grissom mostra como os dois são pessoas distintas.

  3. bruno

    nao vejo Without a Trace mais quando soube desse crossover, entao fui baixar, tava com ele faz mais de um mês, e vi no mesmo dia que passou o episodio no axn.

  4. Simone Miletic

    Thatha,

    Realmente os diálogos desse episódio foram marcantes. E eu achei que Grissom acabou por influenciar um pouco o jeitão do Malone. Não sei se você também acompanha Without a Trace, mas ele deu uma mudada depois desse episódio.

    E você está certa quanto ao uso da cor verde em Burn Out.

    Beijos

  5. Thais Afonso

    Alessandra, eu realmente não sei quando a Warner vai passar de novo, mas eles devem passar de novo. Eles não tem muitos inéditos nas mãos.

    Si, eu vejo Without a Trace, mas ando meio perdida na cronologia por causa da Warner. Nem reparei com relação ao Malone, mas tanta coisa tem passado despercebida…

  6. Tatiana

    Eu assistir os dois em conjuntos, pois baixei esse episodio de CSI na net, quem assistiu primeiro na Warner ficou a ver navios,o contexto estava em CSI e a resolução em Without.

  7. Luly*

    Tatiana,

    eu sou um exemplo, fiquei totalmente a ver navios! vi 1º without a trace e até entendi, mas agora fui ver o CSI, embolei tudo! Nem entendi muito não! rsrs

  8. Ivonete

    E o caderno de tv do Estado de SP, sempre muuuito informativo, falou sobre esse episódio de CSI em sua última edição e dizia que “provavelmente” haveria uma visita de Grissom a Nova York, que já aconteceu, já foi ao ar e até reprisou! Esse pessoal do Estado que escreve sobre séries é uma piada!!

  9. Patricia

    Pelo amor de Deus, alguém sabe me dizer se jack Mallone morre no 14º capítulo da 6ª temporada de Whitout a trace? Minha vizinha tem tv a cabo, mas quase não assiste e eu to morrendo de curiosidade!!!

  10. Luciana

    Patrícia
    Assisti segunda o episódio e Jack Malone não morreu…
    Levou o tiro, foi para a UTI, e está se recuperando ao lado se seus parceiros enquanto continuam resolvendo vários casos.
    Samantha Spade, que a princípio queria que o pai de seu filho assinasse uma procuração, agora deu uma chance de se conhecerem melhor.

    Agora, uma pergunta: Como se baixa os episódios do crossover???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account