Log In

Reviews

Review: CSI – Miscarriage of Justice

Pin it

CSI - Miscarriage of JusticeSérie: CSI
Episódios: Miscarriage of Justice
Temporada:
Número do Episódio: 196 (9×14)
Data de Exibição nos EUA: 19/2/2009
Data de Exibição no Brasil: 4/5/2009
Emissora no Brasil: AXN

Não demorou nada nada para que Ray Langston se visse as voltas com um julgamento e nada como colocar um CSI no banco das testemunhas para vermos sua resistência à pressão – toda vez que um CSI depõe em um tribunal o episódio acaba sendo realmente bom.

Nesse caso foi melhor ainda porque a investigação toma um rumo realmente diferente do inicial e tem um final surpreendente. Até acabei por descontar a aparência de que o trabalho da perícia foi bem mal feito da primeira vez – na verdade o que menos aconteceu foi a avaliação das evidências, foi até estranho ver um CSI no banco sem poder falar sobre arma do crime, balística ou digitais. Se formos olhar de modo mais crítico fica claro que os furos da primeira investigação apenas serviram para permitir uma segunda investigação com um maior senso de urgência, com mais pressão, afinal, uma coisa é investigar antes de um processo iniciar outra coisa é ter de fazê-la durante o julgamento.

E eu não esperava pelo que vinha após o suicídio do assistente parlamentar, eu pensei que ele havia chegado o limite para inocentar o homem a quem era dedicado, o que, de certa forma, foi o que aconteceu afinal.

Podemos ver um lado mais leve de Ray, ou mais sentimental, quando ele acaba se aproximando da filha da vítima, o que acabou fazendo com que ele levasse ainda mais a sério a necessidade de investigar toda prova que aparecesse. Sim, envenenamento mais tiros pode ter sido algo demais, mas ele não teria se aproximado da garota se assim não fosse.

Engraçado que as motivações para mulheres cometerem seus crimes sejam muito mais variadas que no caso dos homens – que sempre matam por “amor” ou dinheiro – mas acho mais interessante também, afinal, mulheres são seres extremamente complexos. No final das contas eu só posso dar razão ao comentário de Catherine: não seria mais fácil ela ter matado o marido de uma vez?
CSI - Miscarriage of Justice
E de novo uma cena final muito boa: a equipe toma uma bebida depois de um trabalho muito difícil e discute as reais intenções da assassina. Um lado meu poderia até acreditar que a arma foi deixada ali sem intenção, ou, como Ray disse, primeiro foi sem intenção e depois ela resolveu deixar as coisas seguirem outro curso. Mas alguém tão revoltada com uma perda, e uma perda tão grande, com certeza ia querer mais vingança do que simplesmente matar a amante do marido.

Texto publicado originalmente no weblog Só Seriados de TV.

Séries citadas:

2 Comments

  1. Paulo Serpa Antunes

    Este foi o primeiro episódio de CSI com o Langston que eu não gostei. Como assim? Ele acabou de chegar e já está sendo testemunha?

    Se este episódio fosse em duas partes – na primeira a investigação e na segunda o julgamento teria sido muito mais interessante.

  2. Rodrigo Xavier

    O episódio foi até bem legal, tirando a overdose de Langston, que é compreensível pra tentar fazer o público gostar do novo personagem. O que não me agrada é ele parecer saber mais de perícia que os veteranos, o que aconteceu durante toda esta temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account