Log In

Reviews

Review: CSI – Living Legend

Pin it

cena de Living LegendSérie: CSI
Episódio: Living Legend
Temporada:
Número do Episódio: 150
Data de Exibição nos EUA: 23/11/2006
Data de Exibição no Brasil: 25/01/2007
Emissora no Brasil: Sony

A ambigüidade do título já denuncia, e olhos atentos percebem logo qual é a resposta da charada do episódio em questão, mas o divertido quebra-cabeça em torno do mafioso Mickey Dunn vale a hora na frente da telinha.

Dunn é um daqueles criminosos que a polícia nunca conseguia encarcerar, até o dia em que conseguem liga-lo a um assassinato. O mandado de prisão é expelido, e ele desaparece, transformando-se em uma lenda.

Robert Daltrey faz um excelente trabalho no papel de Mickey, empático e divertido, como na cena em que já depois de preso flerta com Catherine Willows. Helgenberger faz sua parte gerando um momento tocante sobre Sam Braun. E capitão Brass aparece sagaz como sempre.

Nós somos policiais, não caça-fantasmas.

Os outros fazem muito bem sua parte, mas não tem tanto espaço. Grissom e sua perspicácia resolvendo o caso como já é de costume; Warrick proferindo a melhor fala do episódio:

Você tinha 16 anos, estava quente e pronta, e ele te deu o bolo?

cena de Living LegendO que acontece em Vegas pode até ficar em Vegas, mas o que acontece no passado por vezes volta para nos assombrar. Que o digam alguns empregados de hotel ligados a Dunn que são executados por personagens de filmes de terror, numa rima interessante com as máscaras de inocência que os próprios usavam até então.

“Monstros” podem até não morrer, mas invariavelmente acabam ofuscados por novos monstros, e a violência se renova em um ciclo vicioso, alimentado por todos os lados (como na cena em que um paparazzi invade o necrotério para fotografar o suposto esqueleto de Mickey Dunn).

Essa é a vida.

Uma pena que na vida, nem sempre a justiça leve a melhor como em CSI.

Séries citadas:

É estudante de comunicação. Não vive sem The Good Wife, Parks and Recreation e 30 Rock. Ah, e Gossip Girl, que apesar do bom senso, ainda nao conseguiu largar.

30 Comments

  1. Rodolfo Milet

    Realmente estava faltando um review dos episódios de CSI e concordo com o texto da Thais :)
    Roger Daltrey estava impecável.

  2. Paulo Antunes

    Enfim um colunista de séries policiais!!! Valeu Thaís, bem vinda ao grupo!

  3. Thiago Sampaio

    A quinta feira tá bombada: 4 séries com review!

    E esse episódio foi uma viagem, cara. Famosos em filme de terror? Máscaras de látex? Mmm…

  4. Cristiano (Highlander_Master)

    Foi um ótimo episódio. Mas tipo, se não fosse um ator conhecido, acho que as pessoas não matariam tão rapido o enigma do episódio, mas independente disso, foi engraçadissimo o episodio. A melhor parte foi a Catherine mostrando pro Mickey a bala retirada do corpo dele. A cara que o Roger fez foi genial…

    “Nós somos policiais, não caça-fantasmas.” “Você tinha 16 anos, estava quente e pronta, e ele te deu o bolo?” Duas frases tão boas assim, que vai ficar sendo lembrada por vários anos no mesmo episodio? Dá-lhe C.S.I!!

    Alguém tem idéia de quanto foi a audiência desse episódio nos Eua? Foi um baita episodio!!

    “Essa é a vida.

    Uma pena que na vida, nem sempre a justiça leve a melhor como em CSI. ”
    É uma pena mesmo que a vida não imite a ficção, e que a bandidagem vence bem mais. E as vezes (Muitas vezes) os advogados é que decidem. E normalmente pro lado errado da questão…

  5. Jane

    olá

    Gostei muito da sua meteria muito bem colocada , facil de entender .
    Sempre fico feliz quando alguem fala de csi …..

    Parabens …..

  6. Marcos Almeida

    Eu adorei esse episódio. A parte final então, com o depoimento dele e depois no hospital foram ótimas.

    E uma dúvida: se Sam Braum morreu (eu ainda tenho minhas dúvidas – hehehe), a Cathy como única herdeira não ficaria com tudo? Os outros filhos dele estão mortos ou presos…mas ela não é reconhecida, muito embora um teste de dna resolva a questão.

  7. Marcos Almeida

    Eu adorei esse episódio. A parte final então, com o depoimento dele e depois no hospital foram ótimas.

    E uma dúvida: se Sam Braum morreu (eu ainda tenho minhas dúvidas – hehehe), a Cathy como única herdeira não ficaria com tudo? Os outros filhos dele estão mortos ou presos…mas ela não é reconhecida, muito embora um teste de dna resolva a questão. Eu tipo fico imaginando o fim de CSI com a Cathy como dona de cassino…hauahuahua.

  8. Laura Graziela Gomes

    Valeu Thais, muito boa crítica! Parabéns a você a ao Teleséries!

  9. digo_haha

    deixei de ver csi no episódio do lobisomen, na temorada passada.

    mas adorei essa review *.*
    sério, tá tão bem escrita que dá vontade de ver o episódio.

    bem vinda ao clube !

  10. Lígia

    Hey Thais, mais uma garot pra equipe do teleséries o/ .. seja bem-vinda!

    Bem eu nem li a review, pq ainda não cheguei nesse episódio e n quero estragar a surpresa ;D
    Um dia chego lá…

    bjuzz***

  11. Rubens

    Cristiano, seriado policial (como CSI) é quase sempre facil de “matar” as charadas. Basta voce observar se tem um personagem que nao faz parte da serie que aparece demais e/ou é um ator mais conhecido (mesmo que apenas da tv). Pronto! Ele é o assassino!

  12. Rubens

    Marcos Almeida, a Lei sobre Heranças e sucessoes é diferente nos EUA, e nao dá essa garantia absurda e sem sentido que a lei brasileira dá aos filhos. Lá, basta que o morto tenha um Testamento escrito, que mesmo filhos legitimos podem ser simplesmente deserdados e ficarem sem nada.

  13. Cristiano (Highlander_Master)

    O Rubens falou: “Cristiano, seriado policial (como CSI) é quase sempre facil de “matar” as charadas. Basta voce observar se tem um personagem que nao faz parte da serie que aparece demais e/ou é um ator mais conhecido (mesmo que apenas da tv). Pronto! Ele é o assassino!”

    Pois é, quando é um ator conhecido, eu já lamento o episodio de inicio, pq eu já matei. Bom são os episodios que tem mas de um conhecido, aí não dá pra matar logo, pelo menos não assim tão facil.

  14. Marcos Almeida

    Rubens, não quis entrar no mérito da questão (já que me afastei de Direto há mais de 4 anos – hehehe). O que me referi foi que Sam Braum tinha um carinho especial pela Cathy e já havia até presenteado ela com um “chequinho” de US$ 250 mil doláres. O que quis dizer é que pela ordem natural das coisas ela ficaria com tudo, até porque testamentos sempre podem ser contestados…mas no geral mesmo o que eu adoraria ver num final de CSI é a Cathy como dona de cassino. Ia ser ótimo!

  15. Vanessa

    O péssimo desse episódio foi a maquiagem, muito mal feita… foi meio ridículo ninguém desconfiar que aqueles 3 eram a mesma pessoa… até o Grissom precisou de um computador para descobrir isso. Meio difícil de engolir. Na primeira cena já dava para saber.

  16. Paula Guacelli

    Parabéns Thaís!!!

    Adorei os comentários sobre os episódios.

  17. rodrigo

    adorei o texto mais por favor dia 7 fevereiro nao esqueça de fazer os review de csi miami no rio!!!!

  18. Jussara

    Nossa q legal, nunca tinha visto review de CSI aqui, espero q continuem escrevendo!!! ;)

  19. Eba! Review de CSI! Bem vinda Thais. As tiradas do Warrick com a Willows são sempre ótimas.
    Agora está faltando review de Law&Order: Special Victims Unit e Battlestar Galactica.

  20. Alprado

    Valeu, Thais. Realmente faltava um review destes, o episódio foi ótimo e o Roger Daltrey muito bem, se saiu maravilhosamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account