Log In

Reviews

Review: Criminal Minds – The Fight

Pin it

Criminal Minds - The Fight

Série: Criminal Minds
Episódios: The Fight
Temporada:
Número dos Episódios: 110 (5×18)
Data de Exibição nos EUA: 7/4/2010
Data de Exibição no Brasil: 24/5/2010
Emissora no Brasil: AXN

O mais difícil review de Criminal Minds que já escrevi. É isso. Uma ótima descrição.

Não teve citação, nem no início, nem no fim. Com exceção de Hotch e Prentiss, todos os demais membros da equipe apareceram muito pouco. E, mais, quando apareceram, não apareceram acompanhados dos demais membros da equipe.

E, o mais estranho de tudo, o episódio foi encerrado com garrafas de cerveja sendo erguidas no alto em comemoração a um caso solucionado.

Isso parece um episódio de Criminal Minds para vocês?

O propósito principal de The Fight foi apresentar uma outra equipe que também integraria a BAU. Esta equipe é liderada por Sam Cooper (interpretado por um Forest Whitaker incrivelmente magro) e conta com uma bonitona esperta (Beau Garrett) e um atirador de elite com sotaque irresistível e ego equivalente (Matt Ryan).

A investigação toda acaba afetada pelo clima de corrida, é preciso em quarenta minutos integrar parcialmente as duas equipes, fazer a investigação e nos convencer a assistir ao novo seriado que derivará disso. Bom, infelizmente esses episódios que dão origem a novas séries nem sempre funcionam bem, na verdade os que funcionam são exceções que confirmam a regra.

Criminal Minds - The Fight

Se gostei do episódio? Ele não foi ruim, a história por detrás dos crimes era interessante e ainda contava com Jason Wiles no papel de vítima da vez (bons tempos de Third Watch). Se vou assistir ao novo seriado? Não sei. Ao que parece, apesar de filho do sucesso, ele deve ter jeito próprio, na linha do que foi feito de NCIS para NCIS:Los Angeles. No caso em questão não funcionou.

Resta esperar e ver se Forest Whitaker realmente valerá o ingresso.

Séries citadas:

20 Comments

  1. Victor Pacheco

    Eu achei um saco… a nova equipe não é interessante, não tem carisma nenhum, o Forest Whitaker parecia estar drogado a maior parte do episódio e um cara ser apelidado de “Profeta” automaticamente despertou minha antipatia, não sei porque.

  2. cleide

    não sei porque mas o Cooper me lembrou o Gideon
    vou dar uma oportunidade a esse spinoff, gosto deste tipo de série e a melhor spinoff EVER é NCIS que derivou de JAG

    minha impressão foi que esse time novo de BAU tem um comportamento bem diferenciado

    e realmente … Whitaker estava incrivelmente magro, será que ele pode me dar a dica para esse emagrecimento??? hehehe

  3. claudia

    Eu adoro o Forest, mas estava estranho …ele esta muito magro.
    Gostei do episodio, o cara, não sei o nome agora salvando a Prentiss de levar um tiro , foi demais.
    Vamos esperar pra ver!

  4. Lu

    Eu acho que ainda daria uma olhada no spin off. (ainda que o spin off the NCIS seja uma das coisas mais esquisitas que eu já vi). Eu gosto do trabalho do Whitaker.

    A minha dúvida é se a série dele vai conter o clima sombrio de que a série necessita. CM é uma série pesada, como SUV. Não rima muito com cerveja no fim do expediente.

    O episódio foi até legal, mas muito confuso. Deveria ter sido duplo, pra trabalhar melhor o caso, os personagens. E eu achei o careca que seria a versão da Garcia totalmente sem graça. Mas o inglês compensa pelo charme, a la DiNozzo. Prefiro ver a série antes de decidir. Quem sabe melhora.

  5. Lu

    *Correção:

    É a versão LA de NCIS que é esquisita. Eu adoro Gibbs e cia.

  6. Amanda Darling

    No começo que comecei a assistir, pensei que não fosse muito gostar do episodio, mas por incrivel que pareça até achei o episodio bem legal. Acho que foi por causa da interação entre a Prentiss e o Britânico bonitão, me diverti em quase todas as cenas entre os dois e, que trouxe um tom descontraido pra série.

    Amo NCIS, mas NCIS LA é uma das coisas mais estranhas que eu ja assisti, não desceu.

    Vou tentar assistir o spin-off de Criminal Minds, vamos ver se esse agrada

  7. bia mafra

    Concordo com a simone quando diz que foi dificil, e eh dificil dizer hoje se gostei ou nao.
    comecei com antipatia pela equipe, ninguem tinha carisma nenhum, nem o whitaker, de quem sempre gostei, mas no final acabei gostando deles.
    Mas não entendi uma coisa, em criminal minds, os papeis sao bem definidos, temos a jj responsavel pela comunicaçao, garcia, especialista em computadores, o morgan em crimes obsessivos, a morgam em crimes sexuais (tudo bem que nem sempre eh tao separadinho assim), o reid, especialista em… humm… tudo, o chefe e o visionário. tá, dá para entender o que cada um faz numa sessão de profilers.
    agora o que um ex-presidiário, um atirador de elite e a sabichona lá que não sei o que faz estão fazendo no BAU? fora o whitaker, ninguem parece estar realmente em sincronia, mas foi como eu disse para o meu marido, criminal foi me ganhando espaço aos poucos, entao vou dar uma chance para eles tambem.

  8. Célia Regina

    Eu sou a única que gosta de NCIS LA? Será? Acho que não vou gostar da nova série…tirando o Forrest, ator premiado, o resto não mostrou nenhum carisma.

  9. Thais Afonso

    Eu achei o episódio bem ruizinho. Nem parecia backdoor pilot. O clima foi muito diferente, e até a qualidade técnica parecia um pouco abaixo do normal. Mas é claro que estou disposta a conferir, porque é CM.

  10. juan carlos

    Dica da Tv aberta:
    Com o fim da 1ª temporada de O Exterminador do Futuro na quinta-feira, a partir de sexta GREYS ANATOMY ocupa o horário nobre deo SBT

  11. claudia braga

    Eu até que gostei do pessoal novo, o epi foi muito corrido, também acho que devia ser duplo.
    com certeza vou conferir essa nova série e depois formalizar minha opinião.
    adoro CM, adoro o Whitaker e aquele atirador largadão realmente é um charme!!

  12. Eduardo

    Não gostei do episódio, teve muita ação que pareceu forçada, os personagens ficaram excluídos, e isso definitivamente, não é a cara de CM. E gostei muito menos da ideia do spin-off

    Mas não posso basear o fato de que ele será bom ou não baseado em um só episódio, portanto vou dar uma chance pra tentar acompanhar.

    Só que esse novo time, eu também não gostei, com exceção do britânico que pareceu até interessante. “O Profeta” foi a coisa mais ridícula que eu já vi.

    Um dos motivos pelo qual eu gosto de CM é o carisma da equipe, a interação da equipe, e todos nós estamos acostumados com Garcia fazendo suas brincadeiras, Reid pirando de uma maneira que ninguém consegue entender (a não ser ele)… e isso com certeza vai faltar no spin-off. Os personagens de uma série também sustentam ela, não vai bastar somente ter boas histórias, como o CM original.

    Agora também não custa dar uma chance pra ver ao invés de muitos americanos que já criticaram pesadamente.

  13. bia mafra

    gente, agora que eu vi, eu falei a morgan em crimes sexuais, nao eh, era aquela que saiu. a prentiss eu não sei a especialidade.

  14. Tati Siqueira

    Gostei e não gostei…….rsrsrrss…..tudo muito rápido, personagens estranhos; Mas é CM, então terá chance.

  15. fernanda

    mas NCIS:LA não é mais assistida que NCIS, como
    não funcionou???

  16. mazinha

    Ao contrario do que foi falado no review teve citação sim no começo….algo como “se você ama até doer, não ha por que ter mais dor, so mais amor” mais ou menos isso, eu também prefiro ver o spin off antes de opinar…eu gosto muito de NCIS:LA, embora NCIS seja mais atrativa, mas cada uma tem sua personalidade, não da para ficar comparando….mas prefiro aguardar e ver.

    Com relação a magreza do Whitaker acho que ele esta fazendo a mesma dieta do Sean Murray (o McGee de NCIS) que também emagreceu muuuuito desde a 1ª temporada….sniff, achava ele tão fofo…rsrsrsr

  17. Fernando dos Santos

    Eu gostei deste episódio.Pra mim a equipe do Forest Whitaker estreiou em grande estilo.
    Não sei quem dirigiu mas o sujeito soube imprimir um ritmo bem intenso com muita adrenalina do início ao fim.
    Eu só não entendi muito bem qual diferença entre o foco da equipe do Sam em relação ao da turma do Hotch.Nos NCIS a diferença é mais clara.A equipe de DC faz um trabalho mais cerebral enquanto os de LA atuam de forma mais operacional se envolvendo em situações de ação com mais frequência.

    P.S.:Simone, se não me engano teve citação no começo.Acho que era a voz da Prentiss lendo uma frase de Madre Teresa se não me falha a memória.

  18. Roberta

    Eu gostei do episódio sim. O Forest é um ator e tanto, carismático e parece que será bem dono da nova série. A equipe é nova, ainda precisa de tempo pra acostumar, mas gostei do inglês e do Profeta. Achei interessante colocarem os mebros da nova equipe atuando com os antigos. Até um telefonema pra Garcia feito pelo Cooper!
    Vou ver a série com certeza! Se conseguirem manter a metade do nível de Criminal Minds, já será uma das melhores da tv.
    Agora, se eles podiam ir no bar beber e dançar (episódio 14 da segunda temporada), porque não tomar umas pra comemorar o sucesso e fazer aquela social? Não entendi o espanto, Simone.

  19. gessy

    Celia, gosto de NCIS LA tbém!!!
    Agora sobre esse episódio mesmo amando Forest não me apeguei a trupe nova… falta algo, quem sabe se aprimorando eu mude de ideia.
    Por hora só gostei do inglês…mas isso não é parâmetro nenhum… o sotaque me compra na hora!hehe

  20. Adriana

    Eu estranhei um pouco no início mas amei justamente por esse episódio diferente . O mundo muda,as situações mudam, nada vai ser totalmente igual SEMPRE. Ser SEMPRE quadradinho e só querer as coisas do mesmo jeito sempre  faz com que as pessoas se apeguem e as vezes cheguem às raias do sofrimento por algo que realmente não tem tanta importancia assim .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account