Log In

Reviews

Review: Criminal Minds – Retaliation

Pin it

Criminal Minds - Retaliation

Série: Criminal Minds
Episódios: Retaliation
Temporada:
Número dos Episódios: 102 (5×11)
Data de Exibição nos EUA: 16/12/2009
Data de Exibição no Brasil: 12/4/2010
Emissora no Brasil: AXN

O Homem está mais preparado para vingar do que beneficiar, porque a gratidão é um fardo e a vingança um prazer. – Tacitus

Olha, eu juro que pensei que eles iam pisar na bola dessa vez. Quando eu vi o prisioneiro fingindo que estava passando mal e Prentiss com aquela cara de nada para, depois, atirar enquanto saía pelo pára-brisa do carro eu achei que eles iam errar a mão.

Mas foi só o susto inicial: com Retaliation os dramas pessoais dos membros da equipe voltam para o segundo plano e temos um belo caso a ser investigado.

E, se posso dizer isso, a teoria de que a garantia de uma boa história está em um bom vilão precisava de mais provas, eis aqui que temos Lee Tegersen arrasando no papel de Dale, bandido nada atormentado que tem um plano muito claro do que quer e que usa o policial Joe Muller e seu família para isso – como Joe Muller temos Tim Guinne e confesso que foi um problema para mim engoli-lo como policial todo controlado para salvar sua família, acho que Tim já interpretou personagens fracos demais antes.

Acho que não passou despercebido a ninguém que Prentiss tenha ficado novamente como foco, mas considerei uma escolha sábia: com o foco longe do líder da equipe em campo a passagem de bastão de volta para Hotch aconteceu de maneira muito mais natural.

Criminal Minds - Retaliation

E, justamente por isso, é tão interessante a cena final, em que Morgan se coloca a disposição do amigo, agora pai solteiro. Se pensarmos bem, com exceção de Garcia – foi sem preço ver Morgan usando a caneta com plumas coloridas preenchendo relatórios – é mais aberta sobre seus sentimentos e dificuldades, o resto é todo meio travado nesse assunto.

Então esses pequenos gestos se tornam grandiosos e nos dão uma exata medida de como são importantes uns para os outros, afinal, passam tanto tempo juntos encarando a morte de frente que não existe a possibilidade de se apegar – por mais que alguns julguem isso um problema.

* * *

Texto foi publicado originalmente no weblog Só Seriados de TV.

Séries citadas:

13 Comments

  1. mazinha

    Esse foi o episódio da Prentiss…adorei. Achei muito natural mesmo a maneira como foi conduzida a volta do Hotch para a liderança parece que agora a equipe aos poucos vai se ajeitando novamente…a S5 de CM está ótima…Vida longa a CM…

  2. Thais Afonso

    Eu adoro a Prentiss e acho que ela está um pouco deixada de lado. Nada que esteja prejudicando a série, pelo contrário, já que a qualidade continua muito alta. E o drama de Hotch foi incrível, um dos melhores plots da série. Mas fiquei mega feliz com esse episódio focado nela e realmente, o vilão também ajudou muito.

  3. Célia Regina

    Estou vivendo um caso de amor com Criminal Minds. O AXN está reprisando a primeira temporada. Daí fica bem fácil perceber como a série evolui nesses anos todos. A Elle, antecessora da Prentiss era péssima; o Gideon não faz falta. A interação da equipe é bem melhor do que antes.
    Criminal Minds é totalmente singular. Não existe nada parecido. Uma série policial em que os “csi” ficam em segundo plano: o que vale é as mentes de nossos heróis que fora treinados para pensarem como os criminosos.
    Fiquei tão encantada que fui pesquisar no site do FBI e realmente existe a BAU.
    Eu trabalho na caça aos corruptos e gostaria de ter uma equipe tão brilhante.
    O episódio foi bom o s bastante, sem ser tão espetacular. Normal! Acabamos de passar por momentos muito fortes. É preciso suavizar um pouco.

  4. Marcelo Luciano

    O fato do Gideon nao fazer falta é que ele foi substituto à altura, por um personagem tambem forte e com uma historia anterior no FBI e na UAC – Rossi foi nada mais que um dos criadores da unidade.
    E falando de ator, Joe Mantegna é muito mais conhecido que Mandin Patkin (eh assim mesmo que se escreve). Então, como a qualidade do ator nao caiu a do personagem tambem não.
    Mas, creio eu, seria muito interessante que uma hora dessa, acontecesse um epsodio com a presença pela menos do Gideon. Seria otimo saber como ele anda e o que faz…..
    Dizer que ele nao faz falta eh um pouco exagerado. Ele faz falta sim…

  5. mazinha

    Concordo com você Marcelo, eu sinto saudade do Gideon (ele faz falta sim), mas acho que ele aparecer na série novamente vai ser dificil pois quando o Mandy Patinkin pediu para sair da série o elenco ficou muito magoado,inclusive quando foi para gravar a ultima participação dele, ele teve que fazer isso sozinho, e com equipe contratada pois ninguém quis gravar com ele (foi feio), na época eu fiquei preocupada, achei que seria o fim de CM, mas a série só melhorou de lá pra cá.

    Ou seja, quando a série é boa, os persongens que vão embora fazem falta, deixam saudade, mas não tiram o brilho dela…CM é muito mais que um persongem…é A SÉRIE.

  6. Tati Siqueira

    Esse episodio foi um caso de amor e odio…….sei lá……não sei se assisti o episodio com sono e cansada pesou….ou se eu que não entendi direito o episodio.

    Ele foi gancho de algum outro episodio?O que tinha a ver a filha com a historia? Ai……sei lá ainda estou em duvida…..rsrsrsrsrs

  7. Flávia

    Adoro o Mandy Patinkin desde os tempos de Chicago Hope, adorava ele em Dead Like Me e acho que o Gideon faz muita falta sim, era um belo personagem – mas que não volta mesmo, também li essa história de que a saída dele não foi amistosa, o Shemar Moore chegou a dar declarações falando mal dele.
    Apesar disso, Criminal Minds cresceu muito nos últimos tempos, está cada vez melhor.

  8. Simone Fernandes Miletic

    Na época da saída dele falaram muito isso sim, mas o pessoal do elenco desmentiu que a saída tivesse sido da forma que foi veiculada – essa história de que ele gravou sozinho e tudo o mais.

    Mandy já havia deixado um seriado por causa de um tratamento contra o câncer (Dead Like Me, alguns também atribuem o final do seriado a sua saída, mas não tem relação) e também se especulou que o câncer teria retornado.

    A única declaração do ator é que ele não se sentia mais confortável com o papel, pois os roteiros cada vez mais pesados e com cenas mais violentas o afetavam, ao invés de continuar se sentindo mal ele optou por voltar ao teatro e a comédia, sempre importantes em sua vida.

    Se avaliarmos bem, a saída dada para o personagem no seriado acabou sendo por motivo semelhante.

    No episódio seguinte a este, que foi ao ar ontem, existe uma referência bem legal ao personagem.

    Tati: esse foi daqueles episódios que dão umas voltas, você se perde fácil, mas ainda assim eu gosto, coisa de paião né?

  9. Marcelo Luciano - Ipatinga - MG

    O episodio de ontem foi legal. A premissa e a historia muito boa. O triste para mim, fa de Jornada nas Estrelas – NG, foi ver o eterno comandante-capitão-almirante William T. Riker faz o papel de uma pessoa mesquinha e suja….
    Mas a participação de Jonatan Frakes foi muito interessante…

  10. Tati Siqueira

    Acho que foi isso Si…….mais paixão é paixão e amo Criminal de qualquer jeito…..

  11. Fernando dos Santos

    Eu gosto da Prentiss e acho o Lee Tegersen um dos atores mais competentes da tevê americana.No entanto achei o episódio apenas regular.
    A premissa de fato era interessante mas a execução me pareceu um tanto burocrática, achei o ritmo meio arrastado em alguns momentos.

  12. Marcelo Luciano - Ipatinga - MG

    Realmente, alem do Gideon, a Elle também faz falta. Pena que, personagem de seriado de TV nao é vida real. A gente se habitua tanto a isso que as vezes acha, que é possivel eles voltarem em participação especial.
    Seriam muito bom se eles voltassem, ou aparecessem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account