Log In

Reviews

Review: Criminal Minds – P911

Pin it

Cena de P911Série: Criminal Minds
Episódio: P911
Temporada:
Número do Episódio: 24
Data de Exibição nos EUA: 27/9/2006
Data de Exibição no Brasil: 13/2/2007
Emissora no Brasil: AXN

O segundo episódio de Criminal Minds na temporada não perde muito tempo em fechar o arco de Fisher King II: começa quatro meses depois dos acontecimentos do último episódio, e a única referência a ele é quando Elle chega a Unidade de Análise de Comportamento – UAC e reencontra Reid. Ainda não consegui decidir se gostei ou não, mas foi uma boa saída utilizar a passagem de tempo para ir em frente em um novo caso.

A cena inicial do episódio, em preto e branco, nos mostra um garoto brincando com seu boneco, um pequeno soldado, dizendo que é um bom garoto, e pedindo para ser solto.

Vemos, então, Amanda Gilroy, da Divisão de Crimes Contra a Infância em Maryland, assistindo ao mesmo vídeo. Amanda chama sua chefe, afirmando que o garoto do vídeo é Peter. Amanda teria chegado ao vídeo através de um contato em um chat chamado Hugz e o menino está sendo leiloado. Katie Cole, chefe de Amanda, pede que liguem para Aaron Hotchner.

Na UAC o time assiste ao vídeo de Peter, enquanto Reid saca suas estatísticas: 40.000 imagens pornográficas de crianças são colocadas todas as semanas na Internet, sendo que em médio 20 dessas são novas caras.

Gideon explica que, um ano atrás, Peter apareceu em diversos sites de pedófilos, na época uma nova cara e mesmo tendo sido muito procurado nada foi descoberto. Nesta época Katie Cole era membro da BAU, uma das primeiras “profilers” (juro que procurei um termo em português, mas não achei). Peter foi o nome dado por Katie para identificá-lo.

Morgan demonstra conhecer a fama de Katie, no momento exato em que esta entra na sala:

Verdade? Eu ouvi dizer que ela é uma peste!.

Enquanto Garcia tenta localizar o servidor de origem (como JJ bem diz: não se preocupe com a papelada, nós temos Garcia), Morgan questiona Kate porque agora seria diferente da outra investigação, ao que ela responde que agora existe um ponto de partida: o chat em que a imagem foi obtida e que quer que a equipe vá com ela até a companhia responsável em Ohio.

No avião a equipe discute os perfis de pedófilos, tentando identificar em que classificação o “desconhecido” se encaixa, aprendemos que a venda de uma criança ocorre porque o pedófilo perdeu o interesse, já que são específicos quanto a seus interesses de idade e aparência e que, caso não consiga vendê-lo é provável que o mate. A equipe decide por não divulgar fotos na mídia, já que ao descobrir que está sendo perseguido o “desconhecido” pode, simplesmente matar o garoto.

Em Ohio, a equipe entra na empresa responsável pelo chat, mandando todos paparem o que estiverem fazendo, enquanto Kate solicita o acesso à base de dados. Após mostrar o que acontece quando crianças usam o chat da empresa Online Listing, o dono declara que fará o que puder para ajudar. Pausa para frase de efeito Gideon:

Quando um garoto está sendo vendido em um de seus sites fazer o que puder não é bom o bastante.

Garcia não consegue identificar a trilha de Hugz, mas identifica o cartão de crédito utilizado para pagar a conta: Graham Rose. Verificando as conexões deste cartão a equipe descobre um segundo vídeo, mostrando um garoto um pouco mais velho.

O garoto aparece amarrado a uma cadeira, uma voz ao fundo diz que ele é um mau garoto e que quer vê-lo lutar. Com o endereço encontrado por Garcia a equipe chega à casa do garoto e descobre que ele se vende pela Internet. Seu pai, Graham Rose, está na prisão.

Enquanto conversam com Kevin, Katie tenta invadir seu computador. Hotch diz ao garoto que eles querem ajudá-lo, mas o garoto diz que tudo que faz é consensual, e que se fora preso ele alegará ignorância, já que é menor de idade. Também diz que nunca deixará aquele quarto e ninguém poderá pegá-lo. Ao ver as cicatrizes do rapaz Gideon percebe que ele já foi bastante abusado e usa isso para convencer o garoto a falar: “Você pode jamais pegar seu pai, mas pode pegar o cara que está machucando este garoto.”

Após pensar por um momento Kevin passa a Katie o backup dos arquivos relacionados a Peter, e o nome do “desconhecido”: Mehtevas, cliente de Kevin há seis meses. Mehtevas deve ser da cidade, já que marcou diversos encontros com Kevin. Após ser convencido por Hotch e Katie, Kevin marca um encontro com o cliente.

Após pegarem Methevas, na realidade Mr. Rawlings, diretor de uma escola, a equipe entra em seu escritório. Para descobrir a senha do computador Morgan diz a Reid para fazer aquelas “coisas de gênio”, e ele não decepciona: Methevas na realidade é SAVE THEM.

Enquanto tentam contatar o responsável pelo vídeo Garcia reconhece a jaqueta colocada pelo menino como de um grupo semelhante aos escoteiros, e tenta descobrir algum endereço ligado a este.

Com acesso ao computador eles conseguem contato com Manchild, mas neste momento ele já sabe que Methevas foi preso através da televisão e derruba o acesso de todos ao vídeo.

Garcia seleciona um endereço entre os possíveis, e é bom que esteja certo, pois o endereço é longe e o tempo curto. JJ passa uma história à mídia de maneira a evitar que Manchild fuja, dando-lhe alguma segurança.

O endereço a uma igreja e uma escola, e a equipe se divide para conseguir informações. Uma foto do grupo fornecida pelo reverendo tem o menino, cujo nome seria Charlie. Na escola a equipe chega ao nome Charlie Sparks, mas esse nome não existe em nenhum outro registro.

O filme ao vivo mostra a contagem zerando, o “desconhecido” batendo o martelo e o menino chamando por seu pai.

Reid ainda tenta entender o que aconteceu, o que fez com que o “desconhecido” tenha mudado suas atitudes, como o local onde o menino está preso, já que pedófilos deste tipo dificilmente mudam algo em sua rotina. Gideon percebe que na primeira investigação eles devem ter chegado perto do culpado, isso foi o que fez com que as atitudes mudassem.

Garcia recebe a missão de cruzar as informações do arquivo de maneira a identificar-se o “desconhecido”. Onze suspeitos são selecionados e um a um descartados, restando apenas Michael Earlson.

Cena de P911Vemos o “desconhecido” deixar sua casa, carregando o menino em um tipo de contêiner colocando-o em seu carro, ao sair de casa ele é fechado por vários carros do FBI. Morgan salta de seu carro atrás do suspeito, impedindo sua fuga. O garoto é encontrado dentro do container, chamando por seu pai.

Após descobrirem o verdadeiro nome do menino a equipe localiza sua mãe, que é trazida para UAC.

Gideon e Katie levam a mãe de Peter ao quarto. Gideon pede que ela não fale que é sua mãe, para não assustá-lo e ela se aproxima perguntando o nome do boneco:

Seu nome é Jack e ele é um soldado. Ele me protege.

Ela cumprimenta o boneco, finalmente perguntando se ela pode pegá-lo, ele hesita, então ele acredita que pode confiar nela, o bastante para entregar-lhe o boneco.

Apesar de considerar o episódio muito bom achei que as atitudes de Hotch foram muito mecânicas, o que não se espera de uma pessoa que é pai e investiga um caso como esses. Também achei que Garcia apareceu muito pouco, além dos contatos de Morgan com ela terem sido bastante frios, como se ainda não tivesse sido perdoada por ter deixado o Fisher King invadir os computadores. Ela traz um humor que faz com que retomemos o fôlego durante as investigações.

Mas, com certeza, esse foi mais um ótimo episódio do seriado, ficando entre os “top 5”.

7 Comments

  1. Edu

    Parabéns pelo texto, Simone! Eu assisti ao episódio e, lendo o seu review, lembrei de todos os detalhes da trama.
    Já que estamos falando de Criminal Minds, vamos fazer uma enquete, qual é o seu personagem favorito?
    Eu tenho dois: Reid e o Hotch.
    Um pela genialidade e o outro pelo estilo!
    (Claro que o Gideon tb merece destaque, pelo seu espírito paternalista!!!)

  2. Simone Miletic

    Oi Edu,

    Eu adoro o Reid e a Garcia.

    Acho que o Gideon fica fora da competicação, ele meio que dá o tom da série.

  3. Rô Floripa

    Eu adorei este episódio. Achei melhor que o da abertura da temporada. Ele é bem didático e doloroso até, mostrando os mecanismos desta praga da pedofilia online. Eu achei um ep muito triste e por ser um tema tão difícil achei correto não ter aqueles toques de humor da Garcia com a equipe.

  4. Prue**

    Oi Simone….vim jogar confete em vc hahahahah to adorando seus comentarios sobre a serie viu????? textos ótemos!!!!!
    Amo essa serie desde o primeiro capitulo….com certeza a Garcia ainda nao foi perdoada…alias percebi uma farpa em todos,deu a impressão, não sei se proposital,mas todos estavam meio estranhos com todos….ninguem tava muito a vontade..parece q o q rolou afastou a equipe e todos estão pisando em ovos….mas espero q isso passe,afinal a passagem de tempo foi grande…
    Tambem adoro o Reid…acho o personagem dele interessantissimo…..mas o Gideon é master hahahaha…apesar de nao ter concordado com ele no primeiro episodio…ele ainda é meu personagem favorito….por toda a complicação q ele carrega….
    Concordo qto ao Hotch…alias sempre achei ele meio mecanico..não sei se querem mostrar ele caxias…certinho….mas nao colou com esse assunto tão delicado q é pedofilia…..
    Adorei esse episodio….melhor q o anterior com certeza!!!

  5. Simone Miletic

    Prue,

    Obrigada pelos elogios!

    Você sabe que quase escrevi no texto que tive a impressão que a integração do grupo diminui, não estavam tão entrosados, mas achei que era coisa da minha cabeça… Agora que você falou tbm acho que foi isso mesmo e, como você, espero que passe logo.

  6. Leonidas

    Na realidade este episódio foi muito morno, considerando o que ainda virá pela frente, mas de qualquer forma muito melhor que um monte de porcaria que eu tenho assistido ultimamente… Valeu, ótimo comentário…

  7. Rafaelly

    Gideon é como o Grissom de CSI!Entra na lista dequaluer um pq dão o tom da série, então não entram na competição!
    Sendo assim escolho o Reid,pois gosto de todos ali.Só não vejo muita graça na JJ.E tb adoro quando a Elle trabalha com o Morgan.Acho q formam uma bela dupla!Morgan e Garcia…outra dupla maneira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account