Log In

Reviews

Review: Criminal Minds – Memoriam

Pin it

Criminal Minds - Memoriam
Série: Criminal Minds
Episódio: Memoriam
Temporada:
Número do Episódio: 72 (4×07)
Data de Exibição nos EUA: 12/11/2008
Data de Exibição no Brasil: 25/8/2009
Emissora no Brasil: AXN

Gilbert Parker:

Não há refúgio da memória e do remorso nesse mundo. Os espíritos de nossos feitos tolos nos assombram, com ou sem remorso.

A principal vantagem de escrever sobre um episódio sem ter visto os seguintes é que você pode realmente falar sobre o que sentiu quando viu aquilo, sem que sua opinião seja afetada pelo que já sabe a mais. Pois foi isso que aconteceu quando eu falei sobre The Instincts. Eu jamais imaginaria o que estava por vir.

Primeiro de tudo fica a questão de minha comparação entre Spencer e Goren, de Law & Order: Criminal Intent: no final das contas o pai de Spencer não era um criminoso. Na verdade ele apenas não aguentou conviver com o que sabia sobre a morte do verdadeiro assassino do amigo de Spencer. Mas os dois continuam fazendo parte de minha lista de preferidos, bem como continuo considerando os dois bastante parecidos.

A mãe de Spencer era quem carregava o grande segredo, mesmo que ela não tenha ajudado a matar o verdadeiro criminoso, ela se sentia responsável. Apesar de a explicação da partida do pai de Spencer não ter sido das mais convincentes, justamente por ela não ter feito nada de errado. De tudo deste excelente episódio fica a excelência de interpretação de Matthew Gray Gubler, o Spencer, e de Jane Lynch, como Diane Reid. O episódio é dos dois.

Criminal Minds - MemoriamMas, é claro, temos de destacar o quanto os roteiristas foram habilidosos em colocar o restante da equipe trabalhando com Spencer de maneira tão eficiente – eu particularmente adorei as cenas em que Spencer volta para seu quarto e dá de cara com Morgan e Rossi assistindo The Young And The Restless e depois, quando ele está jogando e uma prostituta se aproxima e Morgan e Rossi o “salvam”, enquanto ele deixa 2 mil dólares de presente para ela.

E que dupla melhor JJ poderia escolher para padrinhos de seu Henry? Não tenho dúvida alguma de que Spencer e Garcia vão fazer um excelente trabalho. Só podemos esperar que, agora que Spencer sabe de tudo, ele também consiga superar os fantasmas do passado que lhe traziam tantos pesadelos.

Séries citadas:

10 Comments

  1. Luciano Cavalcante

    O ator que faz o Morgan, trabalhou em “The Young an The Restless”.

  2. francisco koller

    Quando um seriado é escrito com inteligência e sem dramalhão, o que temos é um ótimo roteiro e desempenho de todos os atores. Já gostava de Spencer Reid desde o início do seriado. Agora sou entusiasta. E Jane Lynch? Que grande atriz.

  3. Tati Siqueira

    só posso dizer – MARAVILHOSO – amei o epísodio do começo ao fim.
    Si, vai advinhar assim lá na mega sena……kkkkkkkkkkk

  4. DIMAS

    “Apesar de a explicação da partida do pai de Spencer não ter sido das mais convincentes, justamente por ela não ter feito nada de errado.”
    Permita-me discordar dessa assertiva. Como assim, ela não fez nada de errado? Ela suspeitou que o rapaz fosse um pedófilo e responsável pelo assassinato do garoto e o que ela faz? Não chama a polícia e sim o pai do garoto e o leva até a casa do suspeito e ao vê-lo sair do carro com o taco de baseball, ela não faz nada para impedi-lo. E se o rapaz fosse inocente? Havia provas concretas e suficientes contra ele? Nesse ponto o pai do Spencer teve motivos sim, para abandonar o casamento, partindo-se do pressuposto que ele é uma pessoa honesta e íntegra, como viver com uma pessoa que foi cúmplice em um assassinato, que fez “justiça com as próprias mãos”? Não concordo que tenha forçação do roteiro.
    Um grande abraço,

  5. Debora

    Eu sou suspeita a falar .. mais foi impecavel a atuação Matthew Gary Gubler..exelente do começo ao fim..
    Teve suspense ação e emoção ..o que mais uma serie precisa ?rs
    Sem contar o episodio de ontem .. que com certeza vai gerar muitos comentarios .. Lá está ele novamente .. Spencer brilhante juntamente com Rossi devendaram toda a teia .. criada por um louco ..rs Maravilhoso.!

  6. Simone Fernandes Miletic

    Dimas,
    O roteiro não fala que ela levou o homem até lá, o que ele fala é que ela tinha desconfiado dele e comentado com o vizinho, que, após a morte do filho, pesquisou o passado do criminoso e concluiu que ele tinha sido o assassino.
    Ele leva ela até lá e, realmente, ela poderia ter tentado impedir que ele o matasse, mas ela é mãe, ela estava aterrorizada pela idéia de ver seu filho ferido, ela entende o que ele estava sentindo. Quem sabe o que faria em uma situação como essa?
    O Pai de Spencer fala que partiu porque sabia do assassinato e ajudou a encobrir e não conseguiu conviver com este segredo. Eu entendo o problema de conviver com a idéia de saber quem cometeu um crime não deve ser fácil, mas, mais uma vez, ela não fez nada de errado. Por que ele não levou a família junto quando partiu, já que o segredo guardado era do velho amigo?

  7. Claudemir Antonio Zamproni

    Espetacular episódio, espetacular temporada: grandes tramas, grandes interpretações e grandes convidados. Imperdível!

  8. Daniele

    Eu também adorei!!!
    Quando eu assistí não gostei da desculpa do pai do Spencer ter saído de casa assim, achei tão fraquinha….mas lendo aqui os comentários concordo com o Dimas pelo fato que nem todos conseguem conviver com um segredo deste tipo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account