Log In

Reviews

Review: Criminal Minds – Demonology

Pin it

Criminal Minds - DemonologySérie: Criminal Minds
Episódios: Demonology
Temporada:
Número dos Episódios: 82 (4×17)
Data de Exibição nos EUA: 11/3/2009
Data de Exibição no Brasil: 3/10/2009
Emissora no Brasil: AXN

Sabe algo que me deixa feliz em relação a Criminal Minds? Quando percebo o cuidado dos roteiristas em mostrar as histórias dos personagens desta equipe de agentes. Pensem comigo: se você não tivesse visto um David Rossi completamente envolvido e emotivo há apenas um episódio atrás, você acreditaria em seu apoio à Prentiss num momento como esse?

Se, num primeiro instante, parece estranha a escolha de Rossi para esse “papel” – a escolha natural seria Garcia ou JJ – quando avaliamos bem o fato de ser ele a se envolver e se preocupar, em ser ele a levar os casos para o lado pessoal, fica claro que seria ele a perceber o tormento pelo que passava a agente.

Por outro lado, fiquei chateada com o comportamento de Morgan. Primeiro pensei que sua dificuldade em aceitar a possibilidade do crime e o envolvimento do padre pudesse estar relacionada à sua própria relação com a igreja durante sua infância. Só que esse paralelo não veio e o que ficou foi Morgan simplesmente desacreditando a colega e, pior, tratando-a muito friamente. Confesso que o xinguei mais de uma vez ao longo do episódio.

Entre pontos positivos e negativos, no final das contas, foi um excelente episódio. Mais por contar a história da juventude de Prentiss do que pelo crime em si. Apesar de ter adorado a premissa da investigação, da morte por exorcismo – mesmo católica praticante, gosto bastante quando esses temas são abordados de maneira inteligente – achei que faltou um algo, fosse no assassino, que mesmo sendo interpretado pelo ótimo Carmen Argenziano, fosse na justificativa das mortes em si.

Outra coisa positiva em Criminal Minds, quando comparado a outros seriados procedurais: os pequenos detalhes que são colocados de forma quase imperceptível e que podem fazer diferença episódios a frente: foi assim nos episódios que precederam Penelope ou quando formos sendo apresentados ao passado atormentado de Spencer.

Criminal Minds - DemonologyMas, dessa vez, eu não peguei em nenhum episódio anterior alguma pista sobre essa parte do passado de Prentiss. Sabíamos sobre a carreira de sua mãe e suas viagens, mas não sobre ela pessoalmente.

Não nessa linha, mas ainda um detalhe que quase passa despercebido, mas faz toda a diferença no rumo tomado dentro da historio: quando Hotch chama Prentiss de Emily, acho que pela primeira vez, ele quer que ela se sinta acolhida, ali ele meio que deixa de ser chefe. Achei muito legal.

Page deu um show de interpretação e a cena final, com ela em meio a neve, foi de pura poesia.

Séries citadas:

10 Comments

  1. Daniele

    Eu perdi este episódio…q pena! Adoro ler as reviews aqui e poder comentar….vou ter q agora procurar na net.

  2. Tati Siqueira

    O que dizer de mais um episodio maaravilhoso? – Fantastico, excelente, primoroso. Criminal este ano (ok ano passado) arrasou…..e Si não foi só vc que xingou o Morgan……..ele foi bem chato neste episodio.

  3. Lu

    Eu gostei de saber mais sobre a Prentiss, mas eu não gostei muito desse episódio. O tema era até interessante… mas o caso em si não foi tão bem elaborado.

    Ótima review, a propósito.

  4. Fernando dos Santos

    Eu também fiquei com a sensação que faltou algo.O episódio me pareceu um tanto “parado demais”, senti falta daquele clima de tensão contínua presente nos melhores episódios da série.
    Demonology eu incluo na lista de episódios menores da temporada.

  5. Andrea

    Embora tenha gostado, no final das contas, aquele grupo todo foi à Espanha só pra matar o padre? Que ligação tinham os mortos/exorcizados? E como o “amigo perdido” da Emily conheceria aquele noivo aparentemente todo certinho??

    Ah e o detalhe do nariz sangrando da Emily tem duas interpretações pra mim: 1- personagem com câncer; 2- dar um medinho que foi o demo mesmo que estava por perto, o que, se foi a intenção deles, foi um pouco ridículo. Deixa isso pro Supernatural.

  6. ju

    Estranho, achei o episódio o mais fraco da temporada. Mas foi bom mesmo assim.

  7. Fernando dos Santos

    Quase esqueci de comentar uma informação dita no episódio e que achei interessante.A certa altura um padre fala para o Rossi que anualmente são realizados extra-oficialmente cerca de 400,500 exorcismos.Fiquei impressionado ao ver o quanto existem pessoas ignorantes a ponto de pensar que algo como esquizofrênia seja na verdade possessão demoniaca.

  8. DIMAS (Goiânia)

    Não gosto do Morgan. Deveriam ter aproveitado a deixa da indicação dele para outro cargo e defenestrá-lo da equipe. O perfil dele destoa do restante do grupo e talvez se encaixe melhor na equipe do CSI Miami …

  9. Débora

    Que maldade Dimas colocar o Morgan no CSI Miami é quase prisão perpetua … rs tadinho !
    Gostei do episodio mas não do tema ..E falando em CSI em algum momento a Emily lembrou a insupostavel Sara(csi vegas)..
    Não tinha entendido o nariz sangrando …
    Acho que estragou o fim da cena que estava bem emotivo lagrimas combinariam bem mais.

  10. DIMAS (Goiânia)

    Querida Débora, para onde você mandaria o Morgan? Eu estou revendo os episódios da 1ª temporada e ele era mais intuitivo (até falava em voz alta, tentando “ler” as ações do criminoso). Hoje ele é impulso e no estilo “resolvo na porrada”. Pena …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account