Log In

Reviews

Review: Criminal Minds – Children of the Dark

Pin it

Criminal Minds - Children of the Dark
Série: Criminal Minds
Episódio: Children of the Dark
Temporada:
Número do Episódio: 49 (3×04)
Data de Exibição nos EUA: 17/10/2007
Data de Exibição no Brasil: 7/3/2008
Emissora no Brasil: AXN

No meio da noite famílias mortas em suas casas. Não existem sinais de invasão. Enquanto os pais são mortos de maneira cruel, os filhos são mortos como se tivessem sido colocados para dormir. Os assassinos? Apenas dois garotos.

Assistimos ao assassinato que nos choca pela simplicidade com que acontece: eles abrem a porta para um estranho com um gato atropelado em seus braços e em questão de minutos estão sendo mortos por este estranho e seu amigo, que os trata como se eles merecessem punição, enquanto colocam os filhos para assistir ao assassinato de seus próprios pais.

Esta é a terceira família a ser morta. Todas as famílias moravam em vizinhanças agradáveis. Todos nas casas foram mortos, inclusive animais de estimação. Apenas dinheiro e jóias foram roubados. Nada mais liga as famílias. Entre o primeiro crime e o segundo 20 dias, entre o segundo e o terceiro apenas nove.

A dupla de assassinos janta em um restaurante chinês e escolhem de forma completamente aleatória uma nova família para atacar. Pela conversa dos dois percebemos que a dupla se reveza na escolha das vítimas.

Enquanto escolhem a quem atacar, um dos dois, o mais nervoso, se irrita com um homem falando alto ao celular. Ele liga um aparelhinho em seu bolso e o celular pára de funcionar. O aparelhinho é usado nos crimes para impedir que as vítimas chamem por ajuda. Será que ele é fácil de ser encontrado? Os cinemas podiam fazer um bom investimento.

O mais quieto dos desconhecidos, o mesmo que não tinha coragem de encarar as vítimas no assassinato que vimos, acaba por escolher uma família entre os freqüentadores do restaurante e, após segui-los até em casa, a estratégia do gato atropelado é novamente utilizada. Dessa vez, no entanto, um membro da família sobrevive ao crime: Carrie, a adolescente que brigou com seus pais no restaurante despertando a atenção dos assassinos.

Os membros da equipe recebem a notícia sobre a sobrevivente enquanto discutem o perfil possível dos assassinos: dois homens brancos, 20 e poucos anos, com carreiras criminais, criativos. Mas de diferentes personalidades, um reservado e frio, o outro hesitante.

No hospital, cabe a Prentiss e JJ entrevistarem Carrie, que teria sobrevivido porque no momento da injeção o assassino não teria acertado a veia. A questão é se ele teria feito isso de propósito ou não, já que ele foi tão meticuloso todas as outras vezes.

A menina ainda consegue descrever os homens que entraram em sua casa, apesar de muito confusa e abalada. JJ ainda pergunta se ela quer parar, mas ela faz questão de ajudar a polícia e pegar quem matou seus pais. Ela finaliza contando que um dos assassinos ficava lhe chamando de Lucy.

Com as informações do crime, os assassinos se tratam como irmãos, mas são de diferentes raças, acesso fácil a substâncias controladas, possivelmente com outros crimes na ficha, ajudam Garcia a reduzir a lista de suspeitos. Carrie é quem identifica Ervin, o responsável pelas injeções, entre as fotos apresentadas, permitindo que a equipe o prenda em seu local de trabalho.

Antes de ser preso Ervin ainda envia flores para Carrie, iguais as que ele viu na casa da família, e a equipe da BAU consegue rastrear a compra feita com o cartão de mais um homem assassinado.

Hotchner e Prentiss ainda vão até a casa onde Ervin foi criado, podendo presenciar alguns exemplos do que o rapaz passou ali quando criança. Lá eles ficam sabendo que Ervin foi separado de sua irmã caçula, Lucy, nome pelo qual ele chamou Carrie.

Na delegacia a equipe opta por usar Carrie para obter informações dele, o que deixa JJ bastante desconfortável. É Prentiss que acompanha a garota à sala de interrogatório.

Ervin tem todas as características de uma criança que foi criada dentro do sistema de apoio a abandonados, provavelmente sofrendo abusos e assumindo que todas as famílias abusam de suas crianças, motivo pelo qual ele colocava as crianças para “dormir” depois de elas terem seus pais mortos.

Ele conta como a mãe adotiva torturava-o e que seu irmão, Gary, sofreu ainda mais que ele e por isso quer defender outras crianças de sofrerem a mesma coisa.

O que Ervin diz (mais a intuição de Hotch que anda afiadíssima) leva a equipe a acreditar que Gary tentará se vingar de sua mãe adotiva. Mas Gary opta por pegar os atuais filhos adotivos do casal, ainda na escola, ao invés de ir para a casa.

Ele segue com as crianças para uma lanchonete próxima, onde conversa com os dois sob o olhar atento da polícia e do FBI. Depois de falar ao telefone com Hotch ele liberta as duas crianças, separadamente, e se entrega, facilmente. Ali Hotch pressente que algo está errado e até eu, mais bobinha, sabia que o problema estava ali, no garoto que foi libertado e seguiu para casa de carona com Morgan.

Quando chegam à casa, Morgan entrega ao garoto, Tyler, seu cartão dizendo que se ele precisar de qualquer coisa ele apenas precisa ligar. O menino hesita um momento e então entra na casa, deixando Morgan e Prentiss com cara feia, mas eles nada podem fazer.

Ainda na lanchonete, Reid e JJ tomam um café. Reid é quem ouve o atendente comentando sobre a arma. Mas nenhuma arma foi encontrada com Gary e nem na lanchonete. Bingo, eu e a torcida do Corínthias estávamos certos!

Morgan é avisado por Hotch quando ainda está na casa e corre, enquanto houve os tiros serem disparados. Na sala a Sra. Manwaring está deitada no chão, mas Tyler apenas atirou nas fotos penduradas na parede, que mostravam as crianças felizes. Ele apenas repete que é tudo mentira.

Criminal Minds - Children of the DarkEnquanto arrumam as coisas na delegacia, Prentiss diz para Hotchner que irá levar Carrie com ela. A conversa dos dois, sobre ser objetivo e ainda assim ser humano é muito legal, mostra a maturidade de ambos. Hotch conta que a família de Carrie cuidará dela. Já no avião, JJ diz para Prentiss que acha uma boa idéia ela e crianças.

Devo dizer: os crimes daquela família, que adotou crianças apenas pelo dinheiro que ganhariam e não por ter qualquer amor para oferecer me assusta mais que os crimes dos psicopatas. Até porque, são bem mais comuns de acontecer e bem mais próximos.

6 Comments

  1. Thais Afonso

    Eu adorei a atitude da Prentiss nesse episódio e a conversa dela com Hotch. É impressão minha ou os dois estão tendo tanto destaque que o resto tá meio que ficando como pano de fundo?

  2. Tatiana

    Sabe, fique aqui a pensar com meus botões o que deve pasar pela cabeça de algumas pessoas que além de matar a sangue frio, ainda poe crianças(nessa hora se acontece-se comigo, eu preferia morrer junto com meus pais)para assistir, sangue totalmente frio(freezer).Mais criminal está se saindo cada vez melhor e bem estruturada(como sempre).
    :)

  3. Mel

    Esse episódio foi muito bom mesmo.

    Hei, vocês lembram que um dia Jason Gideon existiu?
    Juro que nao senti falta dele.

  4. Simone Miletic

    Mel,

    Nem eu, eu até tinha começado o review assim. Mas no da semana passada eu tinha falado isso e não queria me tornar repetitiva.

    No de ontem então, nem se fala. Ainda fico pensando porque trouxeram o Montegna.

    Thata você está certa, Prentiss e Hotch têm aparecido bastante, mas acredito que isso é decorrente do que aconteceu com eles no fim da temporada anterior e começo dessa: eles foram os que mais mudaram, amadureceram.

  5. Paulo Antunes

    Eu sinto falta do Gideon. Acho que a Prentiss e o Hotch cresceram com a saída dele, mas ainda assim sinto falta da personalidade dele, de alguém que não está só coletando pistas, mas analisando o caso como um todo. No episódio desta semana, do shopping, isto ficou ainda mais evidente.

    E o Francis Capra, hein? Só faz papel de bandido latino. Que sina….

  6. Pingback: Para vocês não dizerem que eu não faço nada « Só Seriados de TV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account