Log In

Reviews

Review: Brothers & Sisters – The Missionary Imposition

Pin it

Brothers & Sisters - The Missionary ImpositionSérie: Brothers & Sisters
Episódio: A Volta do Missionário (The Missionary Imposition)
Temporada:
Número do Episódio: 27 (2×11)
Data de Exibição nos EUA: 10/2/2008
Data de Exibição no Brasil: 3/12/2008
Emissora no Brasil: Universal

Foi um episódio sem grandes surpresas que serviu mais para preparar o que vem a frente. Também foi um episódio sobre como lidar com a perda de confiança. Primeiro temos Nora e Isaac dando continuidade, ao que parece, um romance que veio para ficar. E uma engraçada troca: Nora recebendo conselhos amorosos de Kitty. Insegura se Isaac está ou não interessado em continuar o relacionamento, ela primeiro sonda com a filha e finalmente resolve ir até ao comitê eleitoral e chamá-lo para almoçar. O almoço acaba se tornando um jantar. E mais uma vez a química entre os atores mostra-se cada vez mais perfeita. A melhor parte foi quando ele pergunta a ela como ela está e Nora responde sobre os problemas dos filhos e ele diz:

Nora, eu perguntei, como vai você e não os seus filhos.

E ela responde:

Como eu estou? Eu não tenho idéia.

Muitas vezes nos anulamos cuidando do problema dos outros. E isso não acontece só com as mães. Quantas vezes tentamos arrumar a vida dos amigos, namorados(as), familiares e quando percebemos passamos meses e meses esquecendo de pensar em resolver nossos problemas, esquecendo que um pouco de individualismo faz parte da vida e não deve ser considerado egoísmo?! No final ainda temos Kitty a informar para mãe por telefone que Isaac gostou do encontro e aconselhando Nora a não ceder logo no início. Encerrando a inversão divertida de papéis.

Sarah continua dedicando sua vida a Ojai e, indiretamente, a Graham. Nada contra. Confesso que sinto falta dela com as crianças e entendo que provavelmente estamos presenciando os dias da vida dela que os filhos não estão em sua responsabilidade, mas sinto falta de mais ligações, nem que sejam por telefone. Tirando isso, eu estou adorando esse não-romance. Rachel Griffiths consegue mostrar só com o olhar o quanto é complicado voltar a confiar e enfrentar os medos do fracasso. Graham realmente parece ser o tipo de homem que Sarah gostaria mas até que ponto todo o charme não é apenas uma maneira de ter sucesso nos negócios?! Uma coisa é certa: ele está fazendo um trabalho impecável em conquistá-la, usando a velha tática de recuar e ao mesmo tempo a instigando. Ela está cedendo aos poucos e espero que isso seja bom. Não gostaria da Sara sofrendo novamente.

Parece que a tentativa de triângulo entre Justin-Lena-Tommy chegou ao seu final. E sem grandes dramas na verdade. Aliás, acho que a forma tratada foi a melhor possível para uma história tão chata. Tommy finalmente colocou para a fora toda sua mágoa com Julia e ela fez o mesmo. E, pensando bem, os dois têm suas razões. Ambos erraram feio mas ambos estavam igualmente fragilizados. E Lena percebeu o momento de se retirar, inclusive da vida de Justin. Gostei dos irmãos juntos numa conversa civilizada para variar.

Justin notou que estava usando sua relação com Lena como um escape e no final ainda teve que escutar de Rebecca a frase que ninguém gosta de ouvir: ‘eu te avisei’.

Brothers & Sisters - The Missionary ImpositionEsse episódio de longe não foi o meu favorito. E, talvez, vá entrar para a lista de um dos mais fracos. Contudo, eu adorei como as coisas entre Jason, Kevin e Scotty se resolveram. Aliás, adorei o Scotty. Primeiro, fica difícil não dizer o quanto Luke MacFarlane é bonito. Voltando a personagem, Scotty partiu pra o tudo ou nada com relação a seu relacionamento com Kevin. Apareceu meio do acerto de contas do namorado com Jason. Primeiro tentando passar segurança e se mostrando compreensivo e depois percebendo que tentar manter a indiferença não é nada fácil. Até porque, o Kevin não facilita as coisas. Eu fiquei com receio e por alguns momentos achei que ele fosse optar por Jason. É o que sempre digo sobre o Kevin: ele é o mais machão dos Walkers. E isso não é um elogio. No final ele se redime e parece que os dois vão continuar o relacionamento e eu torço muito para isso. Esse episódio serviu para eu ter certeza que não gostava do Jason. Ele me passa a mesma arrogância do Robert só que falta o carisma do Rob Lowe, que faz com que esqueçamos que o senador não é tão legal assim.

No final, o que ficou para mim foi a mensagem que reconquistar a confiança não é algo simples. Seja a confiança em você mesmo ou a confiança no outro. E que recomeçar tem que ser encarado como um novo caminho. Muitas vezes reconstruir do zero, do pó. Como Tommy e Julia parecem que irão fazer. O passado ficou no passado. O que resta é olhar para frente e aceitar que nada vai ser como antes, mas isso não quer dizer que não será melhor.

Tati Leite está substituindo interinamente a colunista Bárbara Reis.

Séries citadas:

Pós-graduada em História Contemporânea, pretende fazer mestrado usando séries como fonte. Seriados fazem parte da sua vida desde sempre. Magnum, Casal 20, Macgyver, Super Vicky são alguns deles. Assiste aproximadamente 40 séries (incluindo algumas já canceladas). Está aprendendo a abandonar séries mas sempre acaba colocando outras no lugar.

11 Comments

  1. marília

    pois eu amei esse episódio!

    Pq foi simples e resolutivo! As séries precisam disso pras tramas não ficarem soltas e sem sentido.

    Mas gostei mesmo pq Kevin e Scotty são dois lindos, que eu amo assistir!!! Na próxima reencarnação quero vir homem e gay!!!!

    as cenas foram divertidas e bonitas… ver kevin finalmente dizendo o que quer sem ironia, foi lindo!

    e o luke mcfarlane realmente ofusca todo mundo, pra mim, nem rob lowe é páreo pra ele!

    e um VIVA bem alto pela sáida da ChatoLENA!!!!

    e outro VIVA pelo Tommy ter dito finalmente a julia o que ela causou a ele acusando-o da morte do filho!!!

    EU AMO B&S!!!!

  2. anderson

    Essa temporada esta realmente muito boa.
    A cada episódio me envolvo mais com a série.
    Não achei um episódio fraco, mas concordo que foi um episódio “preparativo” para o que vem a seguir.
    (acompanho pela tv, então não sei o que vem a seguir, mas deve ser ótimo)
    Sally Field como sempre dando um show e Danny Glover acrescentando ainda mais talento a série.

    Estou sentindo falta do Saul, acho que tem uma história linda a ser contada sobre ele, seus passado e seus dilemas.
    E sério, Scotty e Kevin tem a química perfeita.

    Parabéns pelo review, ótimo como sempre.

  3. Edite Mesquita

    Adorei, como sempre, esse último episódio. Pena que o horário não é tão atraente assim, às vezes vejo S&B no horário alternativo, mas sempre vale a pena.
    Ótimo review!!!!!

  4. Glica

    Adorei o review! B&S é uma das minhas séries favoritas e este episódio foi tudo de bom, simples e sem aquela enrolação que a gente assiste em alguns seriados (e nas novelas da TV aberta).

  5. Andrea

    Obrigada pelo review! Está ótimo!

    “É o que sempre digo sobre o Kevin: ele é o mais machão dos Walkers. E isso não é um elogio.”

    Ótima percepção. O Kevin é assim mesmo.

    Amei a cena do Jason, Scotty e Kevin juntos.

    O Jason é mesmo um arrogante. Aquele ofendido “escolhi Deus a você” foi ridículo. Já o Scotty é lindinho, sensível e chef de cozinha. Só sendo muito besta para deixá-lo pelo outro.

    Não sei por que, mas não confio no Graham. Talvez seja porque geralmente os filmes que vejo do Steven Weber, ele faz papel de cretino.

  6. Edvaldo

    Estou começando a acompanhar a série agora e gostei bastante, realmente me envolveu e mesmo entendendo pouca coisa por não ter uma base eu achei interessante.

    Vou ver se vejo a primeira temporada pela internet e acompanho a segunda pelo universal. ^^

  7. Mônica A.

    Eu gostei bastante do episódio. Adoro o Kevin e o Scotty juntos. Também fiquei com medo que o Kevin resolvesse ficar com o Jason, mas ainda bem que ele preferiu o lindinho do Scotty.

    Nora e Isaac são perfeitos. É até redundância falar da atuação da Sally Field e do Danny Glover. Os dois são fantásticos!!!

    Ai, que bom que a Lena foi embora. Nunca gostei dela. Parecia uma versão jovem da Holly. Aliás, a Holly é uma que podia sumir da face da terra que não faria falta. Eita mulher nojenta.

    Tati, parabéns pelo review.

  8. Eu também adorei o desenrolar da história kevin, Scotty e Jason. Mas ao contrário de todos não acho que o Kevin escolheu o Scotty acho que ele tinha a esperança de reatar com o Jason, mas também não queria ficar sozinho e por isso não dispensou o Scotty de cara.

    Não concordei com a atitude dele… tá certo que ele o Jason tinham que resolver umas coisas, como o Scotty mesmo disse… mas tinha que ser no apartamento onde ele tá morando com outro? Achei muita cretinice (se existe esta palavra) da parte dele. Foi por isso que o Scotty disse que não sente dono do apto e sim um hóspede, por que afinal de contas se o Kevin tivesse reatado com o Jason como seria? O Kevin iria simplesmente dizer que foi bom enquanto durou e que é pra ele ir embora? Na verdade eu adorei os dois terem ficado juntos mas acho que o Kevin precisa mudar a postura dele com relaçao ao Scotty.

  9. Patrícia

    Gostei do episódio, resolveu algumas coisas, a Lena foi embora…

    A review também foi ótima, parabéns!

  10. Arthur

    Eu nao consegui assistir esse capitulo, agora to correnso contra a tempo para poder baixa-lo antes de hj a noitequando vai passar o proximo, mas nao to conseguindo. Alguem sabe algum site que ei possa baixar??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account