Log In

Reviews

Review: Brothers & Sisters – Moral Hazard

Pin it

Brothers & Sisters - Moral HazardSérie: Brothers & Sisters
Episódio: Risco Moral (Moral Hazard)
Temporada:
Número do Episódio: 31 (2×15)
Data de Exibição nos EUA: 4/5/2008
Data de Exibição no Brasil: 14/1/2008
Emissora no Brasil: Universal

A única coisa que veio a minha cabeça quando terminou o episódio foi: como resistir e não baixar o episódio final? Principalmente porque eu caí na besteira de assistir a chamada da Universal e fiquei mais ansiosa e/ou curiosa ainda. Realmente foi um episódio bem amarrado. Escreverei começando pelo que menos gostei até chegar à parte em que eu me emocionei muito.

A história de Robert e Kitty tinha tudo para me comover. Lembro que em Friends, quando o mesmo assunto foi tratado, eu sofria com a vontade da Monica em ser mãe. E era uma comédia. No caso deles, eu não sei, sempre que aparecem os dois em fico torcendo pra cena acabar logo porque estou muito mais interessada nas outras histórias. E acredito que em parte é porque eu sinto que a personagem da Kitty perdeu um pouco sua força e sua função. E Robert não me convence que decidiu querer ser pai. Não há muito que dizer sobre eles. Apenas esperarmos se Kitty vai ficar grávida e como o casal será tratado daqui pra frente.

Justin a apaixonado por Rebecca e achando que é um pervertido. Ele se interessar por ela já era mais que previsto. Agora a cena dele confessando seus sentimentos ao Kevin foi muito divertida. Principalmente com as reações de Kevin. Talvez tenha sido mais engraçado porque nós espectadores estavam na situação confortável de saber que todo o desespero dele era infundado. Ele no cinema, tentando fugir de qualquer aproximação da Rebecca também foi engraçado e serviu para deixar o episódio mais leve. Até porque, a reação dele ao descobrir a verdade até então era uma incógnita. Na minha opinião, o autor foi feliz ao decidir que a primeira reação dele fosse de raiva. Becca mentiu. Não importa o motivo, ela mentiu justamente para aquele que sempre esteve ao lado dela. Falando nela….

Eu entendo a revolta com a mãe, mas tenho que admitir que por um lado Holly tem razão. Ela sempre fez de tudo pela filha, ao que parece, e a filha nunca se mostrou satisfeita. A comparação com a Nora foi no mínimo injusta. Isso não justifica as mentiras e o fato dela jogar nas costas da filha que abriu mão de outras coisas para cuidar dela. Quando abrimos mão de algo é porque a decisão é nossa. E se não der certo, devemos culpar apenas a nós mesmos. Claro que é difícil deduzir isso quando as emoções estão em jogo. Resta saber para onde Rebecca irá. Os amigos dela até aonde sabemos eram Lena e Justin e acredito que com eles ela não poderá contar mais.

Cada vez mais aumenta minha simpatia pela Sarah. Assumir a culpa pelo tio e aturar os desaforos de Tommy realmente só com muita força. Ela realmente leva a sério ser a mais velha dos irmãos e como boa primogênita acaba levando o mundo nas costas. A atuação da Rachel foi maravilhosa principalmente quando Nora a procura para pedir desculpas. Eu gostei muito quando a Sra. Walker diz:

Ele (o Sr. Walker) nunca te deu escolha. Ele escolheu você.

Isso define bem o que vem sendo a vida de Sarah. Ela assumiu a função de líder mais até que ponto ela queria mesmo isso. Ela afirmou que sim. A verdade é que nem mesmo ela tem como saber. Muitas vezes deixamos nossos desejos se misturar com a vontade de fazer o outro feliz. E chega um momento que fica difícil separar.
Brothers & Sisters - Moral Hazard
O destaque desse episódio com certeza foi o Kevin. A atuação de Matthew Rhys foi surpreendente. Acho que nunca o vi tão bem. Primeiro tiveram as cenas engraçadas com o Justin. E depois a cena com tio Saul. Essa cena só não foi a melhor do episódio porque o final realmente foi lindo. Primeiro quero falar dele com Saul. O diálogo dos dois foi muito bonito. Principalmente quando o tio pergunta:

Saul:

Diga-me como posso ser um homem gay na minha idade?

E Kevin responde:

Eu não sei como ser um homem gay na minha idade, mas eu entendo que você está com medo.

Foi de uma delicadeza. Eu realmente gostei. E como conseqüência dessa conversa temos o melhor fechamento de episódio até aqui. Kevin pede Scotty em casamento. Eu não me emocionava tanto com um pedido de casamento em seriado desde Monica e Chandler em Friends. Kevin diz a Scotty tudo que uma pessoa apaixonada adoraria ouvir e quem já ouviu ao menos parte do que ele diz sabe muito bem do que estou falando. Eu gostaria de escrever todo o texto aqui, mas selecionei uma parte que foi a que me tocou mais. Ele diz assim:

… Eu sou completamente, completamente apaixonado por você. Eu amo até mesmo as coisas que odeio em você. Porque você me faz sentir que eu não preciso ser ninguém diferente do que eu sou. E isso para mim é família. E é isso que eu quero que sejamos.

O bonito dessa cena foi que conseguiram fazer desse pedido de casamento uma coisa simples, bonita. Não importando se eram dois homens, duas mulheres, um homem e uma mulher. Foi apenas uma cena bonita, com um diálogo comovente. Independente das crenças de cada um não tem como não se emocionar com palavras tão simples, tão bem colocadas. E que venha o final.

Tati Leite está substituindo interinamente a colunista Bárbara Reis.

Séries citadas:

Pós-graduada em História Contemporânea, pretende fazer mestrado usando séries como fonte. Seriados fazem parte da sua vida desde sempre. Magnum, Casal 20, Macgyver, Super Vicky são alguns deles. Assiste aproximadamente 40 séries (incluindo algumas já canceladas). Está aprendendo a abandonar séries mas sempre acaba colocando outras no lugar.

23 Comments

  1. Lucía

    Eu realmente ADORO B&S e lembro que quando assisti esse episódio (já estou na outra temporada) amei…

    Sempre gostei muito do Kevin mas nesse episódio realmente ele foi o máximo!!

  2. Mônica A.

    Eu também já estou na 3ª temporada, mas esse episódio foi o máximo. Kevin e Scotty são super fofos. Adoro eles!

    Quanto à Becca, eu entendo o motivo de ela ter mentido pro Justin, mas também entendo a raiva dele. Ele foi o primeiro da família a querer se aproximar dela e sempre esteve do lado dela pra o que desse e viesse.

    Já não concordo com você, Tati, em relação à Holly. Ela é uma fdp mentirosa, egoísta e interesseira e mentiu pra própria fila. E não foi uma mentirinha qualquer. Uma mentira dessas pode acabar com a vida de uma pessoa que não tenha a cabeça bem estruturada. Ok, vocês já devem estar cansados de saber que eu ODEIO a Holly, né? Quero mais que ela se exploda.

  3. anderson

    Eu estava com medo. Muito na verdade.
    O episodio da volta das “férias” do Universal foi tao decepcionante que eu nem comentei no review.
    Todos os episodios desta temporada me deram arrepios, de verdade, cabelos do braço em pé mesmo. E em alguns eu nem conseguia dormir muito, ficava com episodio matutando na cabeça.
    E nesse episódio da volta das ferias e o da semana passada ate a metade eu estava com essa sensaçao, me peguei pensando, oq houve? o q fizeram com essa série? será reflexo da greve?
    Mas ai a magia começou, Sally Field brilhou novamente. Saul se revelou, acho q numa das cenas mais tocantes de toda historia da série. Justin se rebelou contra a sua ex-irmã, num diálogo forte e doloroso.
    e por fim, kevin, em uma dos pedidos de casamentos mais emocionantes em muito tempo. La estava eu novamente, cabelos arrepiados e sonhando acordado no travesseiro antes de dormir.
    Minha B&S estava de volta.

  4. anderson

    Só mais uma coisa, tenho um admiração pelo universal, pelo respeito com os assinantes e tudo mais. Porém é mancada colocar propagandas de um maratona que vai acontecer daqui duas semanas, recheada de cenas dos episósios inéditos.
    Meio como uma spoiler sem querer.
    Deve existir um outro jeito de divulgar uma maratona de episódios sem ter q exibir cenas inéditas.

  5. Amanda

    Muito bom esse episódio. Agora qual o mistério que ficou pro final que a Universal diz?

  6. Pedro Luiz

    além do casamento das meninas..vai sobrar espaço pra resolver tantos problemas na trama ou vai ficar quase tudo para a proxima temporada?

  7. fabio

    meninas? q preconceito pedro luiz..

    essa temporada ta impecavel, melhor que a primeira, e muito melhor que a terceira. ta otima mesmo. um episodio mais emocionante que o outro, foram poucos mas todos otimos.

    parabens a brothers and sisters

  8. marilia

    EU NÃO VI.

    TÔ DESESPERADA!!!

    NÃO DÁ PRA BAIXAR DO MEU COMPUTADOR!!!

    ALGUÉM SABE SE VAI TER MARATONA?

  9. Simone Miletic

    A segunda temporada de B&S superou em muito a segunda, a cada episódio você se emociona com uma história, uma perda ou uma conquista.

    E é verdadeiro que a única trama fraquinha é a de Kitty e Robert, talvez por Robert ser tão fraquinho…

  10. ana melo

    marilia dia 25 maratona dos 4 ultimos , acho que com começa as 13:00 no universal .
    Eu ameiiiiii esse episodio .

  11. Natalia

    Adoro B&S. O Universal bem que poderia começar logo a terceira temporada, que estou ansiosa para assistir. Espero que passem a terceira temporada ainda no primeiro semestre de 2009.

  12. Ana

    ana melo
    Começa meio-dia, acho.

    Ah, esse epi foi tão lindo! A cena final que você colocou… foi simplesmente maravilhosa.
    Alguém sabe quando que a terceira temporada estreia no Universal?

  13. Edvaldo

    Esse episódio realmente foi perfeito, B&S já se tornou uma das minhas séries preferidas.

    Acho que o Universal(e também todos os canais de séries) deveriam tomar a atitude da sony, adiantando todas as série afim de que fiquem o mais próximo possível de quando passa no EUA, é a melhor forma de combater os downloads. Eu mesmo to acompanhando pelo universal, mas to me controlando pra não baixar logo a 3ª temporada, e se o universal enrolar demais e não estrear logo, é isso que eu vou fazer.

    Ah, pedro luiz, vê se cresce pra tentar aparecer.

  14. Carina

    Os personagens que mais brilharam neste episódio, Sarah e Kevin, são os meus preferidos desde sempre. As palavras de Kevin para o Scotty no fim do episódio é tudo aquilo que qualquer pessoa deseja ouvir em um pedido de casamento ou declaração de amor. Pode ser piegas o que eu disse mas, quem disse que o amor não se constrói de momentos piegas assim? Foi uma cena linda.

  15. Ângelo Romão

    Depois de ter dito que minha paixão pela série tinha sumido, esse episódio me fez morder a língua. Tudo que faz de B&S uma delícia tava ali, sem tirar nem pôr.

    Sarah e Kevin também são meus Walkers favoritos, e vou nadar contra a corrente e dizer que se a Holly é tão odiada é porque a atriz está fazendo um excelente trabalho. Eu amo odiá-la e a chantagem de só conceder o empréstimo à Ojai caso ela se tornasse sócia, e ainda por cima, a manda chuva da companhia foi brilhante!

    Que venha o final!

  16. Andrea

    Tati, excelente review como sempre! Só não sei se concordo muito com você nisto: “[a Holly] sempre fez de tudo pela filha, ao que parece, e a filha nunca se mostrou satisfeita”. A Holly primeiro omite e depois mente sobre quem é o verdadeiro pai da filha. A rebeldia seria uma retribuição esperada para essa decisão unilateral da mãe.

    Se a mentira da Rebecca confundiu e feriu o Justin, a da Holly é ainda mais avassaladora para a Rebecca, que por um tempo se alimentou da ilusão de pertencer a uma grande família, ter irmãos. Além da tristeza, há a humilhação de fazer parte de uma fraude contra os Walker…

    A comparação que ela faz da Holly com a Nora, a meu ver, foi só para magoar a mãe na hora da raiva. Mas é fato também que não é o primeiro episódio em que essa diferença de Holly (melhor amante) versus Nora (protótipo de mãe) é levantada na série: não foi este o grande ponto do bate-boca mix com guerra de comida entre as duas na temporada passada?

    Agora do lindo que foi o Kevin em todo o episódio e o que foi um dos mais bonitos pedidos de casamento em seriado, não tenho o que acrescentar ao que vc escreveu. Foi delicado. A cada novo episódio eu adoro mais e mais o Scotty. Já a Sarah eu sempre adorei e minha admiração por ela só cresce.

    No todo, foi um episódio lindo e estou louca para ver o final amanhã. Acho que vou baixar a terceira temporada, pq não quero esperar meeeeeeeeeses até o Universal decidir passá-la no Brasil.

  17. Tati Leite

    Acho que preciso explicar melhor o que penso sobre a Holly. rsrsrs.

    Não a defendo. Por isso coloquei ‘ao que parece’. A vida dela com a Rebecca (e até mesmo com o William) não está muito clara. Eu tenho esse hábito de quando leio um livro ou assisto um filme e/ou seriado comparar um pouco com experiências minhas ou de pessoas próximas. Até porque, acredito que os autores utilizam suas experiências para contar a história. O que me chamou a atenção em B&S é que ninguém é 100% certo ali. E isso não exclui a Becca e a Holly.

    Eu tenho um pensamento que o fato do outro está errado não quer dizer que eu tenho que errar também. As duas são parecidas no sentido de quando percebem que tem a perder, mentem. Holly é responsável pela criação da filha e, provavelmente passou valores errados, mas Rebecca já está grandinha para começar a pensar por si. E não toda vez que fica irritada sair batendo a porta.

    Eu continuo não gostando da Holly mas de uns tempos pra cá passei a gostar da forma como tratam a personagem. Ela não é só chata. Está ganhando uma história. Está fazendo sentido ela ali. Porque não tinha nenhum.

    E essa comparação da mulher que serve para amante e da mulher que fica em casa com os filhos é realmente interessante. Porque vemos que o William tinha um jeito machista de encarar a vida. E, no fundo, ele até deveria achar certo o que fazia porque ‘precisa de um tempo para descansar, um tempo pra ele’. Coisa que a Nora nunca teve. E isso existe. O serviço doméstico ainda é desvalorizado por muitos, inclusive por mulheres. E não é bem assim, a vida é feita de opções. E existem momentos que vc precisa abrir mão. E isso é justamente, na minha opinião, a base da série. Todos ali estão sofrendo as consequências de suas decisões e tentando lidar com isso da melhor maneira possível. Incluindo a Holly.

  18. Filipe

    O episódio foi mesmo bom. Mas está na cara que o Justin vai perdoar a Rebecca. Não quero de jeito nenhum um relacionamento entre eles. Odeio a Rebecca. Pra mim ela ainda vai se mostrar como a safada que ela é. Lembram dela no começo da 2ª temporada? “Ah, Kittyinha, eu tenho ser sua amiguinha, mas você só vem de patada, sua vaquinha!” – Era praticamente isso que ela falava! E vocês acreditaram mesmo que ela beijou o Joe pra se vingar da Sarah? Ela beijou o Joe porque é uma vagabundinha.

    Eu gostei muito do jeito que a Holly tratou a Rebecca. Sempre a achei muito ingrata. A mãe diz que acha que o Joe não a beijou do nada e ela responde chamando a mãe de piranha, entre outras atitudes dela. Isso não se faz. A Holly sempre se deixou ser o saco depancadas dela, mas aela resolveu por um fim nisso… E gostei como isso foi conduzido.

    Kevin e Scotty – lindo de doer. Mas eu tô achando o Scotty meio chatinho… Vamos ver se ele muda.

  19. Filipe

    Outra coisa: acho que a Rebecca se impôs aos Walkers. Quem ela pensa que é para ir morar com a Nora? E daí se ela é/era filha do William!

    Acho que foi por isso que o criador saiu… E por isso que a segunda temporada foi tão fraca em seu saldo final.

    E eu ainda acho o Robert muito falso. Lembro de questões a respeiro dele que surgiram na 1ª temporada e ainda estão pendentes.

  20. meninas? q preconceito pedro luiz..(2)

    O Kevin e a Sara são os melhores personagens desta série e o Scotty é um fofo. Só ele mesmo pra mudar o Kevin.

  21. Filipe

    Anderson, a segunda temporada foi bem fraca sim. A 1ª foi inesquecível.

  22. Giselle

    Gostei muito deste episódio.
    Já odiei mais a Rebecca mas agora estou começando a gostar um pouquinho dela. Agora a Holly não tem jeito. Detesto esta mulher.
    A Sara ótima como sempre. Só achei que a Kitty e o Robert apareceram pouco.
    E hoje é o último. Não posso perder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account