Log In

Reviews

Review: Brothers & Sisters – Holy Matrimony

Pin it

Brothers & Sisters - Holy MatrimonySérie: Brothers & Sisters
Episódio: Santo Matrimônio! (Holy Matrimony)
Temporada:
Número do Episódio: 32 (2×09)
Data de Exibição nos EUA: 2/12/2007
Data de Exibição no Brasil: 19/11/2008
Emissora no Brasil: Universal

Episódios de casamento geralmente são interessantes. E não falo isso porque sou uma romântica quase incurável. Muitas vezes esses episódios servem como um ritual de passagem para novas abordagens na vida das personagens. Afinal, assim como na vida real, casamento trás mudanças, não necessariamente apenas para quem está casando. A dinâmica muda.

Era um tanto óbvio que o casamento de Kitty e Robert não aconteceria na calmaria. Afinal, é uma Walker se casando. E nada com os Walkers pode ser simples. Gostei da atitude do roteirista em mostrar isso através da visão do Justin sobre os últimos eventos em que a família se reuniu. Serviu para quem de repente não acompanhou a série desde o início, ter um idéia do que poderia acontecer em seguida.

Não seguirei uma ordem cronológica ao comentar o episódio. Vou comentando o que chamou a minha atenção. A parte cômica ficou com as ‘prisões’ feitas pelo serviço secreto. Eu sempre encaro essas cenas como uma tirada de sarro do que muitas vezes é um excesso de segurança. Os prisioneiros: o ex-namorado de Nora por fumar maconha (palavra que não foi usada de fato, provavelmente, por ser na TV aberta); Tommy e Justin por brigarem, teoricamente, por causa da Lena (para mim eles brigaram muito mais pela eterna disputa de quem é o filho do papai) e a melhor ‘prisão’ de todas – Kevin por ameaçar de morte o Senador. Eu o adorei dizendo:

Eu só estava sendo “eu”.

Kevin e Kitty são os irmãos de personalidades mais semelhantes. Toda vez que eles resolvem ser eles mesmos, acabam fazendo algo errado. Eles sofrem de um mal muito ‘perigoso’ – e que confesso sofrer um pouco também – verborragia . E quando falamos palavras demais a chance de ser mal interpretados é bem maior. Kevin não suportou a idéia de ser ignorado pela família McCallister devido a seu rompimento com Jason. Eu, honestamente, acho que Kevin errou mesmo em levar Scotty à festa. Primeiro porque o noivo era o irmão do seu ex, segundo porque estava óbvio que tudo era muito recente e ele não daria ao novo-velho namorado a atenção devida. Essa história de embolar relacionamentos não dava certo nem em Melrose, tudo tem um limite. Agora, a reação do Robert foi um tanto exagerada. O irmão dele partiu para ajudar os necessitados. Tudo muito bonito. Concordo. Acontece que a pessoa quando opta por esse tipo de vida não pode querer que todos a sua volta entendam. Relacionamentos precisam de cuidados. A dor maior é a sua dor. O fato do trabalho dele ser importante não significa que o restante seja insignificante. Excesso de altruísmo também é egoísmo.

Rebecca parece ter aprendido mesmo que segredos e Walkers não andam juntos e acabou contando a Justin sobre Lena e Tommy. (E no final revelando a Sarah). O que causou o confronto entre os irmãos. E eu tenho ainda mais certeza que Becca está apaixonada pelo irmão. Depois daquele final e da forma como a Holly tirou a foto da filha das mãos do amigo, ficou meio na cara o rumo que as coisas irão tomar. Rebecca não é uma Walker. Eu lembro quando anunciaram que a série passaria a focar nos mais jovens, a minha primeira idéia foi que a Rebecca não seria filha da Holly com o Sr. Walker. E confesso que não gostei muito da idéia. Voltando a briga, Justin pega pesado com seu irmão mais velho ao dizer:

Você está sempre tentando ser igual ao papai, mas você sabe que até ele teve bom senso suficiente para não transar com a secretária.

Eu concordo em parte. Não acredito que Lena possa ser comparada a Holly. Não sabemos exatamente em que circunstâncias o relacionamento dela e de William Walker começou (gostaria de um flashback sobre o assunto). E está mais que provado que não foi um caso passageiro. Custa-me acreditar que Tommy tenha desenvolvido qualquer sentimento mais profundo por Lena. Foi mais carência. Ela apenas estava lá quando ele se sentiu sozinho. Afirmo mais uma vez que não estou justificando o que ele fez. Apenas tentando compreender o ponto de vista dele. O que a Holly diz ao Tio Saul sobre relacionamentos define bem isso:

Não é fácil encontrar a pessoa certa no momento certo. Eu estava apaixonada por um homem que eu não deveria estar. Eu não tive a intenção. Apenas estava apaixonada.

Acredito que finalmente estão encontrando um lugar para a personagem. Dando uma complexidade maior que apenas o papel da amante que chega para destruir a harmonia da família. As coisas são muito mais complicadas. E são raros os casos que alguém é responsável 100% por algo. Com o passar do tempo, ao analisarmos momentos de dor, muitas vezes compreendemos que algumas atitudes nossas poderiam ter ajudado a evitar certos problemas.

Eu estou simplesmente adorando a participação do Danny Glover. Seu Isaac Marshall está impecável. Eu tenho calafrios quando ele aparece. Talvez porque ao pensar em Glover eu sempre penso imediatamente em Máquina Mortífera e esqueço o quão bom ator ele é. Assistam A Cor Púrpura e saberão o que estou falando.

Parece que a Sra. Walker arranjou um novo republicano para brigar. Espero que essa história tenha continuidade. Estou adorando as cenas dele com a Sally Field. Bom, nesse episódio a função dele é tentar ajudar a manter o segredo de Robert não ser um herói de guerra (confesso que essa expressão me incomoda porque acho que herói e guerra são duas coisas que não combinam). Aparentemente, todo esforço de Kevin e Kitty foi em vão e a história vazou. Eu acredito que por ver (e ler) histórias policiais e políticas demais desconfio um pouco da ajuda dele. Algo me diz que ele surgiu justamente para impedir Robert de vencer. E me faz pensar também o que vai ser da personagem do Rob Lowe depois que essa parte política acabar. Porque não acredito que será criado um universo paralelo com Kitty morando na Casa Branca.

Brothers & Sisters - Holy MatrimonyUma coisa eu não tenho mais dúvida. Robert realmente ama Kitty. E vice-versa. Eu fiquei o episódio todo acreditando que o casamento não iria acontecer. E que Tommy perderia a aposta. Aliás, a história da aposta foi bem divertida. E será mais divertido ainda se Kitty descobrir. Principalmente o fato do Kevin acreditar que ela não se casaria nunca.

A cena da Nora levando Kitty ao altar, tentando se desculpar por não ter conseguido acalmá-la horas antes da cerimônia e falando para a filha o quanto a ama foi muito emocionante. Só senti falta de um maior espaço para Sara. Apesar que os poucos momentos que a Rachel Griffiths aparece ela consegue roubar a cena. Quando ela confessa a Rebecca que só contou que elas eram irmãs para infernizar a Holly, foi ótima. E a cara dela quando descobre que o Tommy estava dormindo com a Lena também. Eu adoro a Sara bêbada. (risos).

Séries citadas:

Pós-graduada em História Contemporânea, pretende fazer mestrado usando séries como fonte. Seriados fazem parte da sua vida desde sempre. Magnum, Casal 20, Macgyver, Super Vicky são alguns deles. Assiste aproximadamente 40 séries (incluindo algumas já canceladas). Está aprendendo a abandonar séries mas sempre acaba colocando outras no lugar.

17 Comments

  1. anderson

    Essa quarta não pude ver o episódio, e claro q vou atras dele o mais breve possível, porém seu review é muito bom. Da pra ter uma boa noçao do que aconteceu, e o texto não fica com a impressão de só estar “resumindo” a história. Muito bom, até que enfim B&S esta tendo reviews da qualidade que a série merece.

  2. Rodrigo de L Oliveira

    Meu Deus…
    Não sei se eu xingo a Srta. Tati Leite ou respiro fundo.
    Devo ser meio burro mas eu não cheguei a pensar que a Rebecca não era uma Walker.
    E nesse review maravilhoso [ ironia ] a querida vem e fala.

    Parabéns.

    Ah, e a Nora falou que “maconha” quando o ex-namorado contou pra ela que ele foi preso.
    Vá prestar atenção nos diálogos.

    Aff, tchau

  3. Tati Leite

    Rodrigo: eu acabei de rever o episódio e percebi que realmente a Nora fala. Foi um erro meu.

    Quanto a Rebecca ser ou não uma Walker eu quero deixar claro que eu não li spoilers da série, estou acompanhando pela TV. Não é uma afirmação, é uma teoria em cima do que assisti. Eu posso estar completamente errada.

  4. FerNanda

    Eu andava meio desconfiada da paixonite da Rebecca pelo Justin. Na hora que Lena conversa sobre o protecionismo dela com o “irmão”, fiquei ainda mais desconfiada e a cena da foto me fez ter certeza que ela não é uma Walker. Acho que Tati não soltou um spoiler, a própria série já quer deixar isso subentendido.

  5. Rodrigo de L Oliveira

    Ah, Tati. Me exaltei.
    Perdão =)

    Fui meio grosso! Me desculpe

  6. Carol

    Tati Leite, vc deveria ser pra sempre a pessoa quem escreve os reviewS. É simplesmente MARAVILHOSO!!!
    Você escreve muito bem, garota. Parabéns. O episódio vem na cabeça todinho.
    Sou apaixonada pela série, fico esperando por 4ª feira anciosamente.
    É meio intuitivo pelos episódios anteriores que a REbecca não é uma Walker. Ela tem se mostrado “apaixonada” pelo Justin. Nora e Sara sem comentários.
    Enfim, tudo de bom. O episódio que vem promete emoções fortes, já que a Júlia certamente irá saber da Lena.
    Até.
    Carolina

  7. Mica

    Olha, eu também não leio spoilers de Brothers & Sisters e acompanho pela tv e desde o início eu achei que Rebecca e Justin teriam um caso. Sobre ela ser ou não irmã dele, eu só passei a pensar na hipótese dela não ser de verdade uma Walker nesta temporada, então o que a Tati disse veio ao encontro dos meus pensamentos. (mas confesso que gostaria ainda mais se os dois se apaixonassem mesmo sendo irmãos. Tenho um sério caso de amor com incestos na tv)

  8. Patrícia

    Ótima review!

    Quando vi a cena da foto também fiquei desconfiada que Rebecca não é uma Walker… e também achei que o casamento não ia acontecer no final… engraçada a aposta dos irmãos.

  9. Giselle

    Excelente review !
    Concordo com tudo.
    Sobre a Rebecca não ser uma Walker desde que ela
    apareceu tinha as minhas dúvidas. Eles acreditaram na palavra da Holly. Tinha que ser feito um DNA.
    E depois deste episódio ficou meio óbvio que ela não é uma Walker.

    Achei hilário o lance da aposta.
    Tomara que o Danny Glover apareça bastante.
    E o Rob Lowe é lindoooooo !

  10. Vania

    Aguardei ansiosamente a review. E valeu a pena.
    :)
    Também não consigo imaginar a Kitty na Casa Branca, ou o Robert derrotado.
    O que será, né?
    Tanta coisa para dizer, mas acho que já disseram tudo.

  11. Babi

    Tati, este review foi infinitamente melhor que o epi [risos].
    “Excesso de altruísmo também é egoísmo”.Perfeito, parabéns e obrigada!!

  12. Andréa

    Tati, estou amando seus reviews! São mesmo excelentes.
    Eu leio spoilers, então vou tentar evitar comentários sobre episódios futuros. Mas já digo que não gosto da notícia de que a série passaria a focar mais no elenco jovem. Todas as gerações de B&S são maravilhosas e não deveriam perder espaço.

    Adorei o episódio. As prisões, a aposta, os votos (o casa não casa), Rebecca espalhando o segredo da Lena e do Tommy, a conversa dela com a Sarah. Tudo perfeito.

    Awww, e tô torcendo para ter mais Nora-Isaac. Incrível como a Nora consegue o que quer do Isaac: primeiro com como seria e quem organizaria o casamento e agora sobre não estragar a noite de núpcias do casal Robert-Kitty com a notícia que tinha vazado.

    Vou discordar sobre que o Kevin não deveria ter levado o Scotty ao casamento. O Jason não apenas viajou para viver distante: ele passou a ignorar os telefonemas do Kevin. Esses “perdidos” podem ser entendidos também como uma forma de romper o relacionamento. Se a família McCallister estava hostil com o Kevin é, a meu ver, culpa de como o Jason contou a história. Se o Kevin foi incorreto com alguém, foi com o coitado do Scotty ao falar tanto do Jason.

    Quem não tinha que ter ido ao casamento é a Lena. Ela queria armar confusão e está conseguindo. E a Lena não está nem aí nem para o fato do Tommy e do Justin serem irmãos da Rebecca.

    Mica, sério mesmo que você queria um incesto entre Justin e Rebecca??? Calcula a família descobrindo? haha

  13. marília

    tati, eu simplesmente adouro suas reviews!

    tbm adoro a sara em manguaçada!

    aliás, eu adoro tudo em B&S… menos lena. essa, eu quero que se exploda.

    anto Rebecca não ser uma Walker, não me agrada pq é jogar o fim da 1ª temporada no lixo. e pior, é pensar que holly só inventou isso pra ficar com o dinheiro de william. e, pasmem, eu estou começando a gostar da holly.

  14. Tati Leite

    Mica: Incesto na TV = Six Feet Under. A relação da Brenda (a Rachel Griffts) e o irmão. Aquilo era doentio. Mas muito interessante de ver. Bizarro, eu sei. rsrsrs. Dúvido que façam o mesmo em B&S.

    Gisele: Concordo. Robbie Lowe é lindo. Para mim está mais bonito agora.

    Babi: Obrigada a você. Estou escrevendo com todo carinho.

    Andréa: Justamente por ele não ter sido correto com o Scotty é que eu acredito que ele não deveria ter levado o pobre coitado ao casamento. Porque fatalmente isso iria acontecer.

    Marília: Eu também estou gostando na Holly. rsrsrs. E acredito que ela sempre teve a dúvida e por isso relutou em não contar nada a filha. E acho que ela receberia o dinheiro do mesmo jeito.

  15. Pingback: Danny Glover em How I Met Your Mother | boxfechado.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account