Log In

Reviews

Review: Brothers and Sisters – Book Burning

Pin it

Brothers & Sisters - Book BurningSérie: Brothers & Sisters
Episódio: Book Burning
Temporada:
Número do Episódio: 41 (3×02)
Data de Exibição nos EUA: 5/10/2008
Data de Exibição no Brasil: 22/4/2009
Emissora no Brasil: Universal

Antes de qualquer coisa só quero escrever que criar um livro político tendo base a sua própria família me parece uma idéia bastante criativa e maravilhosa. Por mais que tenha gerado tanto problema na família, alguém tem que falar que a história é interessante. E um livro como este, definitivamente, seria um best-seller.

O bom desta história do Ryan, o sexto filho, é o fato de deixar Holly totalmente louca. A descoberta que William mentiu para ela da mesma maneira que mentiu para Nora, a deixa descontrolada e louca para assumir o controle da situação.

O relacionamento entre Holly e Rebecca só consegue piorar, e isso com todo o esforço da própria Holly. A intenção de liberar a herança de Rebecca pareceu uma tentativa de aproximação, que fracassou totalmente. E com isso Rebecca só cresce no meu conceito, por não aceitar o que foi lhe dado, não por direito, mas por culpa.

E a tentativa de um namoro normal entre ela e Justin parece que não estão dando certo. E como poderia? Há 10 minutos eles eram praticamente irmãos. O bom que e que eles tem consciência disto e querem ter um futuro neste relacionamento, não somente sexo. E conversa é base disto e pelo visto vão conversar bastante, não somente sobre sexo, mas tudo sobre um namoro onde, desde o princípio, se tem algo a perder.

Voltando ao livro, a grande história do episódio, que levou ao grande desastre no jantar, que foi preparado para a assistente social ter uma boa impressão dos Walkers. E infelizmente, ou felizmente para nós, o jantar foi o que sempre esperamos quando o clã se junta. Discussões e lágrimas, só faltou o vinho.

Brothers & Sisters - Book BurningE tudo se voltou a relação entre Nora e Kitty, que pensei que já tinham acertados seus problemas, mas não, eles sempre voltam, diferentes e bem atuais.
Bem, agora é só esperar pelo lançamento do livro ou não. E por que o Robert não pode ter alguém na sua equipe escrevendo livros? Afinal de contas, não é qualquer um, é a sua esposa.

E Holly, nos segundo finais, ainda consegue surpreender. Bitch!

Realmente acredito, apesar do Ryan, que esta temporada será ótima: Holly na Ojai, Kitty e Robert adotando, Sarah com insatisfação no trabalho, Kevin lutando para superar a demissão da empresa da família, Tommy aparecendo cada vez mais, Justin e Rebecca e, como sempre, Nora por trás de tudo.

Séries citadas:

10 Comments

  1. anderson

    Holly = Bitch!! mas eu adoro a atuaçao dela ehehe.
    Sally Field otima com sempre.

    Cade o Saul????

  2. Giselle

    Nossa eu não suporto a Holly.
    Torço pra ela se dar muito mal.
    Mulher insuportável.
    Agora a Rebecca subiu no conceito. Não gostava dela mas ela mudou tanto. Adoro ela com o Justin.
    E achei certa a atitude dos dois sobre não transarem ainda.
    Sobre o jantar adorei o Robert. Gosto da Nora mas de vez em quando ela exagera um pouquinho.

  3. Tati Leite

    Robert não pode ter alguém na equipe que tenha escrito um livro sobre os bastidores da campanha porque política – acima de tudo – lida com segredos. E você ter alguém na equipe revelando os bastidores, principalmente na posição de Kitty que participa diretamente das negociações ligadas a campanhas, faz com que as pessoas não se sintam à vontade em ‘negociar’. Além do quê, tem o fato que hoje eles são casados e felizes mas isso não garante o futuro e político – principalmente com ambições grandiosas como o Robert – tende a pensar sempre no futuro.

    A reação da família Walker ao livro da Kitty serve como exemplo que primeiros temos que ler para conhecer. As coisas fora de contexto podem sim trazer confusões. Por outro lado, acredito que a Kitty deveria sim ter avisado que pensava em escrever um livro sobre a família porque afinal de contas é a vida deles. E ela bem sabe o quanto todos eles são confusos e brigões.

    A Nora realmente pegou pesado mas o Robert também não ficou atrás. Tudo bem que ele defendeu a Kitty mas que ele não costuma ser muito feliz quando resolve comprar a briga alheia isso também é fato.

    Eu ainda acho que seria mil vezes melhor a Rebecca como Walker que como namorada do Justin, em todo caso, ao menos tiveram o bom senso de mostrar que nada seria tão rápido e fácil assim. Como vc mesma disse: eles acharam que eram irmãos.

    Quando vi a cena da Holly tentando liberar o dinheiro para Rebecca a primeira coisa que pensei foi: ela quer garantir – seja por amor a filha ou amo a ela mesma – a grana no caso do Ryan realmente aparecer e querer uma parte dessa grana. Porque podem falar o que quiser da Holly mas inteligente ela é. E sabe ser racional quando deve. A sensação que tenho é que a personagem ainda tem muito a revelar e nada que ela faz é por acaso.

  4. vinicius

    A Sarah é a melhor personagem da série. Forte mas sempre se controlando para ficar no mesmo nível que o resto da família. Suas cenas são sempre perfeitas. A atriz é excelente.

  5. marília

    pois tati leite! holy queria farantir as pilas dela, pq querendo ou não William – p**a doce- Walker deixou o dinheiro tbm pensando que tinha uma filha.

    pensei a mesma coisa no final BIYATCH!!!!!

    sobre o jantar não gostei do senado falando grosso, mas foi bom ele se posicionar defendendo a kitty qnd esta não consegui fazê-lo!

  6. Ricardo

    Adoro as reuniões da família mais disfuncional da TV. O Robert descreveu perfeitamente o clã dos Walker, quando deu uma bronca neles.

    Que bom que a Holly voltou a ser a bitch. Quero ver até quando a querida Sarah vai aguentar os desaforos dela.

    O Tommy me irrita, um banana que está sendo enrolado pela Holly.

    Eu vou estar na fila do lançamento do livro da Kitty. Quero meu autógrafo

  7. FIlipe

    “Sarah com insatisfação no trabalho” – já passou de insatisfação. A Holly quer a Sarah como little bitch dela. Mas a Sarah não vai deixar.
    E a Rebecca pode fazer o que quiser. Eu ainda não gosto dela. Não confio nela. De jeito nenhum.
    E eu não acho que o Tommy esteja sendo controlado pela Holly. Muito pelo contrário. Tudo o que ele faz na Ojai é decisão dele. Ele e a Holly são BFFs.
    Justecca para mim ainda é incesto. Falem o que quiserem.
    Ah, se eu estivesse lá e o marido da minha irmã começasse a berrar com a minha mamacita daquele jeito eu voava em cima dele. [E se fosse o Joe que falasse desse jeito, ou até mesmo a Julia, (o Scotty é café-com-leite) os Walkers não iam deixar ele falar.] Não gostei disso.

  8. Lena

    Adorei a descrição de “família mais disfuncional da TV”, perfeito!

    Gostei de ver o senador defendendo a Kitty, foi fofo, apesar dela ter pisado na bola com o lance do livro. Tudo bem, ele brigou com mamã, mas fora isso a casa era dele e ela estava passando dos limites.

    Holly nunca deixou de ser bitch, apenas aparentou ter mudado. E nunca me desceu muito bem aquela súbita simpatia-quase-amor da Nora com a Holly, que rolou antes… E concordo com o Filipe, Tommy é tão “bitch” quanto Holly, não se esqueçam que foi dele a decisão de demitir o irmão. Tudo farinha do mesmo saco!

  9. Patrícia

    Também pensei a mesma coisa quando a Holly resolveu liberar o dinheiro da herança pra Rebecca… ela quer garantir o dela… bitch!

    E estou gostando da Rebecca, já faz algum tempo, mas depois dela recusar toda a grana, melhorou mais ainda no meu conceito.

  10. Any

    Rebecca também não me desce, faça o que ela fizer. E Justin/Rebecca sempre vai ser incesto na minha mente. Ai gente como eles conseguem se beijar sendo que eram irmãos há dois dias atrás?
    Se bem que por algum motivo muito obscuro eu sempre achei que rolava um clima ali desde o dia que ele foi bater na porta dela pra conhecer a nova irmã :X

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account