Log In

Reviews

Review: Brothers and Sisters – Tug of War

Pin it

Brothers and Sisters - Tug of WarSérie: Brothers and Sisters
Episódio: Cabo de Guerra (Tug of War)
Temporada:
Número do Episódio: 42 (3×03)
Data de Exibição nos EUA: 12/10/2008
Data de Exibição no Brasil: 29/4/2009
Emissora no Brasil: Universal

Esta semana podemos acompanhar os problemas internos e externos da Ojai Foods. Tivemos o prazer de rever o tio Saul, que andava sumido, mas que veio com força total. Resumindo: Ojai Foods que é uma empresa da família Walker, no momento só possui um Walker, e o mais fraco de todos.

Saul, CFO da Ojai Foods por 40 anos, acompanhou a empresa desde a sua abertura. Vivendo os bons e os maus momentos, as glórias e as derrotas, a modernidade, as novidades, enfim, vivendo sua vida através da empresa, agora se demitiu. Como ele mesmo justificou, ele está vivendo um momento diferente na vida, se aceitando como ser humano, e viver em constante atrito e insatisfação não são o que ele quer para sua vida. Como diz o ditado: antes tarde do que nunca.

Sarah, a CEO escolhida pelo idealizador da empresa, William Walker, para conduzir a empresa ao futuro. Só que no momento ela simplesmente se tornou a mulher que não consegue confiar na Holly. E como é possível viver assim? Como é possível trabalhar, se sacrificar pela empresa, se não há confiança e nem senso de equipe?

A decisão dos dois foi correta? Somente o tempo dirá, contudo no momento foi necessário. Parafraseando Sarah: para ela a Ojai, no momento, estava sendo somente um trabalho. Mas, com certeza será estranho não ver Sarah e Saul nas reuniões da empresa. Agora a Ojai Food somente tem um Walker e uma Harper. Pelo menos podemos contar com Nora no Conselho. Ainda bem. E ela também tem seus méritos, uma ótima mulher de negócios. Agora a Ojai Foods está pronta para saldar sua dívida e acabar, pelo menos por agora, com seus grandes problemas de fluxo de caixa.

Outro Walker com problemas no trabalho é o Kevin. E parece que vai piorar. Voltar para o armário é tão problemático quanto sair, ainda quando é para ser socialmente aceito. Acredito que os roteiristas, como sempre, trouxeram leveza a um tema delicado como este, como todos envolvendo Kevin e Scotty.

Brothers and Sisters - Tug of WarE por falar em problemas profissionais, Rebecca e Justin não ficam atrás. Trabalhos temporários tendem a ser boring e no caso do Justin, também traumático. Estava louca para saber se e como os roteiristas iriam nos mostrar, ou não, detalhes da vida do Justin na guerra. E este episódio relatou uma vida que ele salvou e uma que ele perdeu. Tocante, mas exagerado ao mesmo tempo. Contudo a cena da discussão e a reconciliação dos dois entram para a minha lista das mais realistas e comoventes.

Mas não é só de fracassos profissionais que os Walkers vivem: a senhora Kitty já é praticamente uma escritora de sucesso após receber quatro ofertas de publicação. Contudo ainda está na dúvida da sua escolha: gabinete do marido ou o livro?

Alívio cômico: Robert e seu enxame de abelhas. O orgulho por ter resolvido o problema, juntamente com a ajuda de seu novo amigo Kevin, foi engraçado, o que foi totalmente contrário do episódio anterior, a sua explosão com a Nora. O que somente nos lembra que Rob Lowe é um excelente ator. E se pararmos para pensar, ele é o único agregado que tem, pelo menos um pouco, do respeito da família Walker.

Séries citadas:

4 Comments

  1. anderson

    Saul voltou!!, mas nao acho q foi com “força total’, o fato mais relevante, que é ele ter saido do armario, não esta sendo muito abordado.

    Kevin e Scotty sempre roubando a cena, e essa história deve render.

    A sarah sempre otima.

    Mas sou só eu ou realmente a Nora Walker esta muito sumida e sei la, passiva demais?

  2. FIlipe

    Primeiro, eu adorei a resenha! Parabéns, Bárbara!!!

    Sobre o episódio, a Rebecca estava um saco, sinceramente. Eu adorei ver a trama do Júnior. Embora tenha sido exagerado como você falou. E a história que ele conta do Charlie foi ainda mais exagerada. Brega. E o Dave provou ser mais que uma cara… feia. Em suma, Justecca ainda não me desce.

    O que a Sarah falou é verdade: ela só vê o que a Holly está “fazendo”. E eu realmente acho que ambos – e o Tommy também – querem salvar a empresa. Mas o Tommy ressente demais o fato de ter perdido uma vez para a Sarah que age com ela da mesma maneira que agiu com o Kev. O que ela falou no Conselho foi lindo! Vote Sarah!

    Saul realmente abandonou a Sarah. Uma coisa que eu gostei nesse episódio, é que ele teve cenas marcantes. A que Saul se demite foi uma delas. Quando a Sarah olha para trás e vê o Tommy e a Holly, eu pude captar toda a raiva que ela sentia daquilo. E de si mesma. E depois ela corre atrás dele, pedindo que ficasse. Lindo também. E a cena em que a Sarah avisa a mãe que se demitiu foi incrível também. Quem sabe veremos mais a Sarah Mãe.

    Tenho pena do Kev. Na minha opinião, não há coisa certa a se fazer. Emprego é importante. E o Scotty também. Não dá para escolher.

    Outra coisa que gostei foi ver o Júnior trabalhando. Ingressos da Nascar? E os valores que ele defenderia?! Adoro quando B&S toca nesses assuntos pois ela o faz com sutileza, sem levantar bandeiras, mostrando a realidade com ela é. Adorei essa cena também.

    E estou mega ansioso pelo próximo episódio!
    “Kevin! I found your break dance pants!” kkkkkkkkkkkkkkkk
    Adoro quando a Sarah dança! Ela fez a mesma coisa quando a Nora pede que ela vá junto ao jantar com o Isaac.

  3. Paulo Serpa Antunes

    Filipe,
    Eu não achei a Rebecca um saco no episódio, acho que ela estava no papel dela, de exibir comunicação do seu parceiro.

    Agora, infelizmente o Dave Annable é péssimo ator. Toda vez que ele ganha uma trama mais forte no episódio ele não dá conta, a cena sai menos dramática do que merecia.

  4. Filipe

    Paulo, eu já achei a Rebecca chata. Ela forçava tudo. O que eu vejo é que ela quer o nome Walker rapidinho na certidão dela. Se não é como filha bastarda, fica como esposa. Mas, eu gostei de quando ela briga com ele. O Justin precisa de alguém que ponha ele no lugar.

    Eu sou meio Sarah Walker. Do mesmo jeito que ela só vê a Holly como a usurpadora, eu só vejo a Rebecca com segundas intenções por trás de tudo o que ela faz. A personagem mudou muito, mas acho que é fingimento. Ela vai voltar a ser a bitch que beija o marido da meia-irmã e cuja mãe avisa a Nora para tirá-la de sua casa. Isso não aconteceu por acaso. E eu não engoli a desculpinha que ela deu na segunda temporada de que ela beijou o Joe só para se vingar da Sarah por ter contado para ela do William.

    O Dave é um péssimo ator. Mas nesse episódio eu não vi muitos problemas não. Achei que ele conseguiu segurar as pontas. Mas que ele atua mal ele atua. E precisa urgentemente de um Prestobarba. Não sei quem disse pra ele que ele ficava bem de barba. Não era amigo dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account