Log In

Reviews

Review: Brazil’s Next Top Model

Pin it

Brazil's Next Top ModelEstreou a versão brasileira do programa de Tyra Banks que é, provavelmente, um dos mais divertidos guilty pleasures do mundo televisivo (o termo guilty pleasure é só para iniciados. Vamos ver quem consegue explicar melhor nos comentários). É sempre injusto fazer uma crítica assistindo apenas um primeiro episódio – ainda mais de um reality show. Mas o mundo não é justo. Injusto, sejamos, então.

Desfila pra cá, desfila pra lá, o Brazil´s Next Top Model estreou bem e Fernanda Motta, a apresentadora, foi quem enfrentou o maior desafio da noite. Não é a super-estrela que o programa exigia, não tem a personalidade polêmica que apimenta a atração, é desconhecida do grande público, mas provou que dá conta do recado. Se vai surpreender e tomar conta do programa – como a dona do original, ainda é cedo pra dizer. O júri também marcou território: os comentários que passaram pela edição chegaram afiados, divertidos, coerentes.

O país que exporta Tops ofereceu matéria prima interessante para o time de garotas. Diga-se, aliás, que é programa pra todos os gostos: se versa exclusivamente sobre moda, ainda tem muita exibição dos corpos feminimos pros marmanjos e altíssima dosagem de maldade e humor para quem gosta. E, bem vendido como foi, fosse eu executivo de qualquer rede aberta teria feito parceria para a exibição, principalmente às quartas, no horário do futebol.

Técnica, iluminação, sonororização e a já citada edição estavam no ponto. Até o grafismo vai além do agradável e é criativo e eficiente, ao contrário do show de mau gosto que o canal vem exibindo nas vinhetas e nos intervalos.

Brazil's Next Top ModelPara chegar ao tal prazer incofessável que é assistir ao original, faltam as rusgas, chiliques, ódios e amores entre as próprias competidores e entre o espectador e as modelos. Isso, esperamos, vem com o tempo, que também trará as justiças e injustiças que nos divertem tanto.

47 Comments

  1. Beck

    Se você der uma lida nos textos aqui do TeleSéries verá que a maioria dos colunistas usam o termo “guilty pleasure”.

    Achei o programa muito bom. Principalmente pelo Herchcovitch. Mas a Erika ali não tem nada a ver. Que colocassem a Glorinha Kalil.

    Ou até a Julia Petit, que faz muito mais esse tipo glamour do que a Erika, que é um trapinho só.

  2. Simone

    Eu que estou acostumada com o programa original da Top Tyra, não gostei nem um pouco da versão brasileira, pois faltou o principal na minha opiniãoque é mostrar a melhor foto da candidata e os comentários na hora da eliminação aonde da todo o charme no programa original, os jurados não chegam nem aos pés dos jurados do programa de Tyra .

  3. Alessandro

    Eu achei os jurados tão insossos e inexpressivos!! E a Fernanda Motta por mais que tenha tentado, acho que jamais vai conseguir transmitir todo o carisma da Tyra!! Parecia que ela tinha as falas decoradas!! Principalmente no final quando ela eliminava as garotas!

  4. Roberto

    Para mim foi uma agradável surpresa. A Fernanda mostrou desenvoltura, charme e para uma iniciante foi além do esperado. Os outros jurados também estão à altura do programa. Acho que o programa irá esquentar mesmo a partir do segundo episódio, quando elas estiverem aquarteladas.Um guilty pleasure garantido desde já.

  5. MÔNICA

    Não gostei. Achei a apresentadora muito fraca e realmente parecia que estava respetindo as falas da Tyra. Uma lástima.

  6. digo

    Eu adorei o programa! Sério mesmo. Tem seus defeitos, claro, mas foi muito bom ;D

    Cheguei até a pensar que o formato na versão brasileira ficou melhor que na versão americana, mas tudo bem…

  7. Gisele

    Complicado foram os merchandisings escancarados de absorvente Always e de shampoo Seda. Até parece que alguma modelo no mundo vai detonar o cabelo com Seda, enfim…
    Também achei a Fernanda bem forçada, mas acho que ela supera isso. O júri para mim está ótimo, só senti falta do Paulo Borges no primeiro episódio, mas já me disseram que ele faltou na gravação, mas aparece nos próximos. Os comentários têm que ser assim mesmo: ácidos. Amei o Ale medindo o quadril das meninas!

    Abraço

  8. Camila Santiago

    Achei o programa muito bom!! Os jurados não foram tão apimentados como s versão original, mas esse ainda foi o 1o episódio, depois eles ficam mais à vontade… E também ainda vai aparecer o Paulo Borges!!!

    Só não consegui ainda identificar todas as meninas, tem umas que são parecidas!!

    Mas acho q o programa não precisa ficar engessado no original, aos poucos ele vai ganhando características próprias…

  9. Raineri

    A Tyra também só repete o mesmo texto o tempo todo.

    Eu me surpreendi. Nao foi tao bom quanto antm, mas foi bom diferente do que estamos acostumados a ver na tv brasileira. Acho q tem muito a melhorar, principalmente nas cenas que sao usadas pra encher linguica (jurados conversando sem som, mostrar modelos acordando…). Mesmo assim, pode ser um grande programa

  10. Lucíola Abreu

    Não gostei mesmo!!! Muito fraca a apresentadora Fernanda Motta e ela é mesmo uma top?? Pois nem parece…muito sem graça,coitada!!!Não chega aos pés de Tyra e seu carisma,isso sem falar doa apresentadores q são fraquíssimoss! Não vai deslanchar se continuar com esta equipe

  11. Diego

    Cara, normalmente não concordo com 80% das críticas do Teleséries em questão de produções brasileiras, agora, essa sua Review esta ESPETACULAR!!
    Falou tudo que eu pensei enquanto eu assistia. Na minha opnião é um dos melhores programas “brasileiros”, é visualmente bonito ( a parte gráfica e musical foram originais e interessantes) e Fernanda Motta esta fantástica no comando da atração, dando o mesmo pulso firme que Tyra mesmo não imitando-a. E as rixas vão vir… é so esperar

  12. Antenadissimo

    Hmmm… curioso, a Fernanda não é MESMO uma unanimidade, não é?

    Bem, nada mais óbvio, afinal ela não é uma personalidade conhecida nem nada disso.

    Podia ser um desastre, mas não foi. Por isso mesmo, como disseram aqui, foi uma surpresa agradável.

    Ah, sobre o “guilty pleasure”, eu sei que qualquer colunista sabe o que signfica. Mas eu não escrevo para os colunistas, né? Só quis propor uma brincadeira entre os próprios leitores. Se todos sabem o que é, melhor…

  13. Mônica

    Eu gostei do programa. E embora tenha achado que a Fernanda estava parecendo a Tyra no final do programa com aquele lance de ‘temos 16 lindas meninas aqui mas só 13 continuarão no programa’, ela carismática e com o tempo vai se soltar mais. E ela é linda sim, vai.
    E as meninas são muito mais bonitas que as americanas. Mas isso não chega a ser uma novidade, né?

  14. “Guilty Pleasure”: aquilo que a gente tem vergonha de gostar, que não admite publicamente que gosta ou que enxerga todos os defeitos, mesmo assim gosta. Tipo assistir Xena com a porta do quarto fechada, volume baixo e com o controle remoto na mão, caso alguém entre … ops, etou trocando de canal.
    Satisfeito Antenadíssimo?

  15. Everton

    Eu gostei muito, só não gostei da final… quando ela fez maior discurso Tyra pra menina acreditar mais nela, que ela tinha força…. tipico da Tyra

    Até a menina ficou sem graça, porque ela era uma das mais convencidas e chatas e que tinha certeza que ela ia ganhar… esse discurso não combinou com a atitude da modelo….

    E que a Miss J faz falta faz…..

  16. Kelly

    Gostei do programa, mas ODIEI quando a apresentadora disse: “Éstou te dando uma chance, e é a última chance que vou te dar.” Ela disse isso pra duas garotas. Também ODIEI quando ela disse pra uma das eliminadas: “O sonho de ser top model acabou”, ou algo parecido. Minha nossa! Não dava pra pegar mais leve no discurso? Achei isso pesadíssimo! Se eu fosse uma das participantes, processava o programa.

  17. Mônica

    Kelly, também não gostei quando ela disse isso. Fora que não é só o BNTM que transforma meninas em tops. Elas têm chance de se dar bem em outros concursos ou simplesmente por terem aparecido no programa.

  18. Goncalves

    Não entendi essa. A própria coluna já tem a melhor tradução para “guilty pleasure” em seu final: prazer inconfessável. Acho até melhor que a versão em inglês já que no caso muitas vezes existe mais vergonha do que culpa. É muito raro você precisar de um termo em inglês se você souber bem português e fizer um esforço. Mas tem gente que acha que dizendo em inglês é melhor… Sem bem que estas pessoas geralmente não falam inglês bem…. Daí saem coisas como shopping center, outdoor, smoking, etc; que apesar de serem em inglês americano nenhum usaria no sentido que usamos :-)

  19. Ricardo

    Nunca fui muito fã de “ANTM”, assistia às vezes mais para dar risada com as brigas das modelos do que para acompanhar o mundo da moda, e sempre achei um programa muito bem-feito. Portanto, tinha expectativas baixas para com a versão nacional, mas o pouco que eu vi me agradou muito, em relação à qualidade geral do programa. A Sony fez tanta propaganda que tinha que ser um programa bom, afinal.

  20. Neto Paes

    Posso dizer que achei bacana o que vi. Ficou na escala do bom que pode melhorar, afinal, é o primeiro episódio. É claro, a principio a Fernanda não chega aos pés da Tyra, mas com o tempo vai aquirir estilo próprio. Eu nunca assisti a nenhum primeiro episódio dos ciclos do ANTM, sempre acompanhei da dispusta das 13 em diante, então não tenho como comparar. Mas tb achei pesado esse negócio de última chance e talz. Mas achei hilário uma das garotas dizer que era superfã de moda, que entendia tudo, ligada nas tendências e talz, no entanto chamou o Alexandre Hercovitch (acho q é assim que escreve) de “costureiro que tava sentado na ponta”. Fala sério! E qto as participantes, vamos ter um pouco do que tivemos no ANTM até hj: menina antipática se achando melhor de todas, menina chorando pra não cortar o cabelo, olhar de inveja de uma pra outra, essas coisas.

  21. mauro

    Não teve nada a ver o discurso da Fernanda para cima da última concorrente selecionada. Ela disse que a garota tinha que acreditar mais em si. A questão não era essa. A menina era bonita, mas não agradou porque era chata e pedante. Na verdade a apresentadora tinha que ter falado a verdade, que os jurados não gostaram da personalidade dela ou algo parecido. Não combinou o discurso. Parece que quem escreveu aquele texto não estava acompanhando o programa. Ficou desconectado. A Fernanda devia ter percebido isso e se imposto, ou pelo menos um dos jurados. já que o programa é gravado, acho que não teria problema nenhum dar uma pusa naquele momento para arrumar o texto. Televisão é assim , é tudo fake. Em ANTM com certeza é tudo calculado. Para mim o programa foi até bom,. O problema foi o amadorismo da equipe.

  22. Antenadissimo

    A equipe não foi amadora. Acho que em determinados momentos, fez até milagre.

    Também prestei atenção nesse momento (o do “acredite mais em si”, quando na verdade cabia um “baixa a bola”) mas vai saber tudo o que Fernanda disse na hora e foi editado, né?

    Acho que saquei. A maiora das pessas tinha uma expectativa do programa ser um desastre. Pra essas, o resultado foi altamente positivo e até surpreendente (como eu). Quem já esperava algo melhor ou foi pego de surpresa acabou achando tudo meio morno.

    O lance é que é apenas o primeiro episódio da primeira temporada. Ninguém ali tem traquejo, nem de TV, nem dentro da própria estrutura do programa. Como disse, acho quem julgamente real e mais justo só lá pelo décimo episódio. Vou pedir ao editor pra fazer um re-review assim que tiver o andamento necessário. Acho… digno!

  23. Priscila Karen

    Primeiro: não tem nem como comparar a Fernanda com a Tyra, né! Amo a Tyra \o/

    Eu achei que o programa ia ser chato e, a princípio, não tinha gostado da apresentadora. Mas eu acho que ela se saiu bem (não foi ótima nem péssima) e acho que, com o tempo, ela criará mais desenvoltura.

    Uma coisa que eu gostei no programa, é que, ao meu ver, eles não plagiaram abertamente o ANTM e isso contou bastante pontos pra mim. Tudo bem que aquele discurso no final foi totalmente equivocado (e eu nem queria que a garota ficasse xD), mas eu fiquei TÃO feliz quando ela não falou “apenas 13 ficarão na disputa pra ser a próxima ‘Brazil’s Next Top Model'”… Detalhe que eu ODEIO quando a Tyra fala “America’s Next Top Model”, de todo meu coração, eu até coloco mudo!

    Eu acredito que, com o tempo, vai melhorar ainda mais. E no geral eu gostei do programa, me surpreendeu positivamente.

    Ah, e que venham as brigas e as intrigas!
    hahahahaha

  24. Priscila Karen

    Ps.: E as meninas são muito mais bonitas que as americanas. Mas isso não chega a ser uma novidade, né? [2]

  25. Leandro

    Só não concordo com uma coisa do review: que as vinhetas da Sony são de mau gosto. Das vinhetas, a única coisa imbecil é aquela menina que aparece dando uns textos nos intervalos do Mentes Perigosas. Fora isso, nossa!… o grafismo da Sony, pra mim, é excelente. Irrevente, descolado e moderno. A Sony quer ser a MTV/VH1 dos canais de seriados. Muito melhor que aquela poluição que são as novas vinhetas do Universal Channel, por exemplo.

  26. Dr. Bambei

    Desculpe ao autor desse review mas ele deve ter visto outro programa. Li uma outra coluna e concordei inteiramente com o autor dela. Este programa ridículo foi exatamente o contrário de tudo que você falou.

  27. Antenadissimo

    Desculpa, Dr. Bambei, mas foi só vc e o tal outro colunista. Vc notou?

    É porque o programa não é pra vocës. É o mesmo que por uma mulher pra fazer a critica de um campeonato de futebol ou um executivo pra fazer a critica do Saia Justa. Não dá.

  28. Antenadíssimo,
    Peraí com o preconceito! Eu sou mulher, adoro futebol e posso fazer análise de futebol sim.
    Abraços,

  29. Li

    Quem é Fernanda Motta?

    Viva a Preta Gil e a Regina Casé.

    Vamos colocar pimenta nas produções brasileiras. Não é disso que nos gabamos por ai?

  30. Ju

    Antenadíssimo e preconceituoso desse jeito??? Por acaso não viu a seleção feminina recente/e?? Quer dizer que um executivo não pode ter opinião sobre o Saia Justa e mulher, sobre futebol?? O que é vc então, fazendo crítica sobre programa de moda meu bem????? Acho que vc foi o responsável pela musiquinha idiota da Sony “machos de respeito”.Ô pessoal do Teleséries, que tal melhorar a qualidade/ conteúdo dos colunistas !!!!!!

  31. Pedro Jayme

    Puxa, será que tentaram a Fernanda Lima? Se sairia bem melhor que a Motta. Ou a Betty Lago. A Fernanda Motta, além de parecer dura e artificial, não pareceu se importar em nenhum momento com o destino das meninas. Os jurados? Arrogantes, maldosos e até invejosos, e por falha de edição, todos falando ao mesmo tempo e de forma quase incompreensível (ÔO audiozinho ruim). Quanto às modelos, foram apresentadas de forma rápida com truquezinhos de edição (existe um motivo para efeitos e camera tremida). Ou seja, ao contrario de ANTM original, não deu pra torcer, pra se identificar com esta ou aquela candidata. Faltou o essencial, carisma e personalidade ao programa.

  32. Antenadissimo

    Não foi preconceito, foi generalização mesmo. Há uma grande diferença.

    Ou vá me dizer que o público alvo de futebol é mulher? Ou que o público alvo do Saia Justa são executivos?

    Não é proibido mulher entender de futebol nem executivo gostar do Saia Justa. Talvez, na tentativa de ser breve, minhas palavras tenham sido mal escolhidas.

  33. Antenadissimo

    Enfim, percebi, afinal, que assim como o americano, é um programa polêmico.

    A crítica foi feita. Há quem ame e odeie o BNTM. Mas tentei julgar com imparcialidade.

    Não adianta tentar encontrar problemas técnicos porque não foi o caso. A edição pode ter parecido picotada mas foi a solução encontrada pra salvar alguns momentos, e até imagino os porques. Eles não importam, o que chegou ao vídeo foi, assim como o original, divertido, maldoso e polêmico (como as opiniões que os cercam).

    Terá mesmo faltado uma certa dose de “carisma e personalidade”? Talvez. Mas é apenas o primeiro programa, quase um piloto, baseado em figuras sem experiência em televisão, e que mesmo assim, fizeram o mínimo necessário. É precoce, precipitado e injusto julgar por tal ângulo.

    É por aí…

    http://www.antenadissimo.zip.net

  34. italo

    Eu também pensei a mesma coisa.. a Record podia ter mais um trunfo nas mãos se resolvesse exibir esse reality…

  35. Jujuba

    A namo do meu primo participou..voltou hj pro Rio e eu jah sei quem foi a ganhadora..mas nem vou falar ne? rss

  36. Jujuba

    As gravacoes começaram há uns 2 meses e ontem foi gravado o final..q aparece a menina q ganhou..q foi a……………(kkkk)
    criancice minha ne? mas po..se falar perde a graça..rs
    Soh vou dar uma dica..o nome da menina q ganhou começa com *M*.. :oP

  37. Mica

    Todas meio roliças!??? O.O Meu Deus!!! É por isso que as modelos estão morrendo tudo sem comer….a maioria ali era esquálida!!!
    Fiquei tão feliz de ver a moça de Passo Fundo. Amo Passo Fundo, heehehe ^_^.
    A minha preferida é a Anne (a ruiva). Acho lindo pessoas ruivas (ai meu Deus, vão tosar o cabelo da menina. Que pecado!).
    Também gostei da garota esquálida de cabelo curto e preto (que é bem exótica).

    Não gostei da Fernanda. A única coisa que presta nela (desculpem-me os fãs) são os olhos. Lindos! Mas ela tem um sotaque estranho, fala arrastada, péssima presença de tela, carisma zero e nem ao menos tem um rosto bonito para compensar.
    Eu não gosto muito da Tyra, mas a Fernanda está num patamar infinitas vezes inferior (o que é péssimo).

    Como é a primeira edição e primeiro episódio, eu dou um desconto. Talvez as coisas melhorem, mas…os discursos foram péssimos. Do jeito que eles falavam as coisas parecia que tinham sido dados milhões de chances antes e não que era o primeiro episódio. Arf!
    Pelo menos os jurados eram menos cruéis que os americanos. Bom, no primeiro episódio pelo menos, hehehe.

  38. Zé.fexion

    Ô Rapazzzzz…que xerooo de materia paga, hein. Fala pra nois vai..quanto ce levo nessa pra fala bem dessa bos…. Ô jabazão, hehehe!!

  39. Mel

    Achei que BNTM seria pior, foi mais ou menos… Como vários já disseram, é preciso mais tempo para saber se o pessoal pegou o jeito ou não.
    Mas quero mesmo falar da Sony, que além da programação desastrosa nos últimos meses (não consigo acompanhar mais nada), realmente consegue piorar mais a cada nova edição de grafismos e vinhetas… deselegância e mau gosto… Credo!!

  40. Thaís Farias

    Assisti hoje os dois primeiros episódios do Brazil´s Next Top Model e fiquei indignada com a atitude de extremo desrespeito a uma, de dentre várias, culturas do Brasil, a Nordestina. Após a apresentação da candidata paraibana, Roberta Guerra, a apresentadora Fernanda Motta zombou do sotaque nordestino com um irônico “Boa Sorte” imitando o nosso (sim, sou nordestina) sotaque. É incrível como uma celebridade, uma pessoa pública, em um veículo nacional pode demonstrar tamanho desrespeito e ignorância com a cultura Nordestina, que possui uma enorme riqueza de valores e diferenças, assim como as demais regiões, não sendo portanto nem mais, nem menos importante que nenhuma outra região do país. Lembrando que não estou me referindo ao comportamento da candidata paraibana, ou ao que ela falou, ou ao seu merecimento. Refiro-me apenas ao deboche feito pela apresentadora, que como modelo , nunca nem ouvi falar, e como apresentadora mostrou-se terrível.

  41. Julia p

    a ganhadora é a Mariana de cabelo curtinho. ela mereceu até. =)

  42. esgardo

    libia tu eres la mejor y eres la que va ha ganar eres muy bella tu tienes que ganar por que te lo mereces

  43. Nicole

    ODIEI a velho ter ganahdo, eu estava torcendo pra Livia. Eta pessoalzinho preconceituoso, ela tem muitas tatoos mas e daí? É a que mais tem estilo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account