Log In

Reviews

Review: Battlestar Galactica – Precipice

Pin it

Cena de PrecipiceSérie: Battlestar Galactica
Episódio: Precípicio (Precipice)
Temporada:
Número do Episódio: 40
Data de Exibição nos EUA: 6/10/2007
Data de Exibição no Brasil: 10/3/2007
Emissora no Brasil: TNT

Graças aos deuses chegou o dia do segundo episódio da terceira temporada, mas antes de começar o meu review quero comentar em off uma coisa da semana passada. Quem acompanha The Office e Battlestar Galactica deve ter adorado, pra quem não acompanha vou transcrever o que se passou.

Em uma cena de The Office, o Dwight teve o seguinte diálogo com um figurante:

Você assiste Battlestar Galactica?

Após a resposta negativa com a cabeça do pobre coitado, Dwight desfere a frase:

Então você é um idiota.

Brincadeiras a parte (espero que ninguém que não assista Battlestar Galactica se chateie) começo meu segundo review.

Precipício, nome melhor pro episódio impossível, mostra o que aconteceu depois de sermos tragados pela explosão no final da season premiere. Nos Estados Unidos eles tiveram a sorte de assistir os dois episódios em uma season premiere de 2 horas, enquanto aqui os dois foram exibidos com uma semana de diferença. Se isso foi ruim, acredito que não assim tivemos mais tempo pra nos questionar acerca do atentado terrorista que vimos no ultimo episódio.

Ataques suicidas. Logo de cara vemos um debate entre a ex-presidente Roslin e o ex-presidente (já que sua presidência permanece apenas no papel) Gaius sobre o tema. Existem limites? Uma guerra, uma invasão de um planeta, a miséria, a fome, as mortes sem nenhuma razão, as prisões sem motivo na calada da noite, o toque de recolher, os estupros, as torturas, existe limites pra se reagir a esses absurdos? Bom, Laura nos da à resposta.

Pessoas desesperadas tomam medidas desesperadas.

Mas o final do debate é ainda melhor, Gaius fala pra Laura que espera que ela obedeça a sua consciência, algo que ele sempre fez, e escuta como resposta:

Disso não tenho duvida.

Fazendo o papel de advogado do diabo, eu me pergunto por um lado se não seria valido prender alguém, mesmo sem acusações formais, pra tentarmos obter informações sobre terroristas ou se seria válido os ataques terroristas como resposta as prisões? No final do texto eu espero chegar à resposta.

Logo depois, o episódio nos põem frente a mais um dilema ético, humanos trabalhando junto (ou melhor, trabalhando para) os cylons. A Polícia de Nova Caprica, mesmo após o atentado terrorista vai as ruas mascarada e com a cobertura de centuriões, prender cidadãos, tudo com a melhor das intenções com os mesmos da sua espécies. Será? Após as indagações de Jammer dizendo que conhece aquelas pessoas, Cylon Irmão Cavil rebate que “são todos rebeldes” (e ele não esta falando do RBD) e alega que essas pessoas devem ser presas por conta disso. Mas e as provas? Os cylons não se importam com isso. A seqüência das prisões gravadas com aquela imagem esverdeada simulando uma filmagem noturna, foram um detalhe a parte no episódio. Alguma semelhança com algo ocorrido aqui mesmo no nosso Brasil?

Enquanto planejam o próximo ataque terrorista, Saul Tigh, Galen Tyrol e Samuel Anders se questionam sobre a validade dos atentados terroristas. O Coronel Tigh pretendia atacar o mercado público, mas pro azar dele o mesmo parece que será fechado. Chief (Chefe) Tyrol não se conforma, dado o número de civis que seriam atingidos e pergunta de que lado eles estão e escuta uma frase que marca o episódio:

Estamos do lado dos demônios, Chief. Somos homens maus e guardas do paraíso, mandados pela força da morte para espalhar devastações e destruição por onde formos.

Alguma semelhança com alguém que vocês conheçam? É os roteiristas foram fundo em mostra o outro lado da moeda e não só a costumeira visão estadunidense dos conflitos.

Na seqüência do episódio entra em cena a filha de Kara “Starbuck” Thrace apresentada pelo cylon Leoben. Será ela filha mesmo ou apenas mais um joguete dos cylons? Não podemos afirmar nada. Mas que Leoben consegue despertar o sentido materno de Kara isso é visível. Principalmente após a queda da menina na escada. Essa Kara passiva me incomoda um pouco, mas as cenas têm conseguido me convencer sobre essa atenuada na personalidade e no humor peculiar da personagem.

Mas a surpresa do episódio com certeza não foi essa, acho que vocês assim como eu, ficaram chocados com a decisão de Adama de confiar em Shanon “Agathon”, a cylon casada com Helo. Adama decide mandá-la pra missão que pode salvar a raça humana ou extingui-la de vez, mas o trunfo de Adama é que por ser Cylon, Shanon pode facilmente ser confundida por outro de seus modelos, passando assim despercebida em meio aos outros modelos número oito.

Durante o episódio eu pensei será agora que a cylon finalmente se revelará contra os humanos? Uma vez que Shanon que convenceu indiretamente Adama a voltar pra buscar o resto dos humanos. Mas não, Shanon se mostrou de fato mais humana que muitos dos humanos. Por causa disso eu quero ver como ela vai reagir quando descobrir que a sua filha está viva, mas não teremos resposta sobre essa questão tão cedo. A cena dela sendo nomeada Tenente e usando (novamente) o uniforme foi emocionante e achei extremamente merecido, apesar da irritação de Tigh ao saber da nomeação de Shanon posteriormente.

O importante disso é que essa decisão do Almirante serviu pra separar a frota, enquanto Adama pai vai tentar resgatar os sobreviventes de Nova Caprica, o Adama filho (Apollo) vai assegurar a sobrevivência da humanidade indo com as suas naves pra longe do conflito, em busca da Terra. Parece um bom plano e fiquei feliz, quem sabe agora o Lee não toma vergonha e emagrece um pouco.

Outra cena memorável desse episódio foi o debate entre Laura e Tigh sobre os homens bombas (tema recorrente nesse episódio) Laura diz que é errado e que eles devem parar, mas Tigh não convencido e malcriado como sempre rebate:

Você está trabalhando para os cylons agora?

No que recebe então da ex-presidente um belo de um tapa na cara (!!!).

Mas Tigh nem se importa, ele mesmo diz que coisas como essa agora não importam, tudo que ele quer é criar um precipício pra quando Adama chegar os cylons estarem fora de posição e como as explosões chamaram a atenção dos cylons ele não vai desistir delas. Relevante esse posicionamento de Tigh, desvalorizando algumas vidas humanas pra poder salvar outras, eu dependendo do caso sou adepto desse idéia também, mas nesse não concordo em nada com Tigh, mas o melhor da cena foi a visão dele sobre Laura que foi muito perspicaz:

Às vezes acho que você tem água congelada correndo nas suas veias, às vezes acho que você é apenas uma professorazinha ingênua.

A cena entre a cylon Shanon Valerii, Boomer (a do tiro no Adama) e a cylon número Seis, Valerii aponta que as prisões efetuadas só causaram mais ressentimento e mais inimigos, mas Seis rebate que elas são necessárias pra que se mande um aviso pra que se pare com as bombas, aqui vemos o famoso bordão da Tostines como citaram nos comentários do último episódio (Tostines vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais?) as bombas acontecem por conta da péssima postura dos cylons ao lidarem com os humanos ou a péssima postura dos cylons decorrem das bombas?

Depois de Jammer alertar a cylon Boomer que Cally estava na detenção e esta se demonstrar propensa a ajudar, criei grande expectativa para o encontro entre Cally e Boomer. Mas foi uma cena comum. Esperava mais tensão por parte da cylon, uma vez que Cally que “matou” Boomer a bordo da Galactica, mas devido ao fato de estar desesperada., Cally tratou Boomer de forma branda.

Finalmente o episódio chega ao seu ápice em mais um atentado suicida, dessa vez uma mulher se explode dentro de uma estação de energia causando a morte de cylons e humanos. O interessante dessa vez é que o debate se passa dentro da sala de Baltar, todos os cylons debatendo sobre o tema, Cavil como sempre exaltado desfere:

Ou aumentamos o controle, ou perdemos o controle…

E assim os cylons chegam à conclusão que esta na hora de medidas mais duras (!!!) para o desgosto da cylon Caprica e da cylon Boomer. Assim, os cylons forçam Baltar a assinar uma “lista de morte” de detentos, autorizando uma série de execuções. Caprica tenta defender Gaius, falando pra não arrastarem ele pra seus pecados, mas D’Anna convenientemente relembra que Caprica foi o primeiro cylon a matar outro na história, pecado maior que matar alguém da própria espécie não deve haver. Mas o segundo atentado cylon contra cylon ocorre logo depois – com a negativa de Gaius, os cylons atiram na cabeça de Caprica para coagí-lo. E ele, fraco como sempre (e após uma nova visão com Caprica), finalmente cede e assina.

Pressionada pelas ameaças de Cavil “tirar mais do que um olho” de Tigh, Ellen resolve salvar o marido (depois de traí-lo fisicamente falando) e após trair toda humanidade roubando um mapa com o ponto de encontro entre a resistência e os que chegam da Galactica para entregar aos cylons. Mais uma vez não consegui ter 100% de ódio da inescrupulosa e vadia Ellen. Mas, claro, não senti pena da mesma.

Cena de PrecipiceAo saírem dos Raptors e tentarem se encontrar com Anders, a população da Galactica que desceu a Nova Caprica é recebida pelos centuriões (graças a Ellen, e nessa hora sim eu consegui odiar a cadela). E nesse pedaço tem uma ótima frase de Anders ao reencontrar Shanon “Agathon”. Após a cylon dizer que é muito bom vê-lo, ouve como resposta:

Engraçado, sinto que te vejo todos os dias.

Chegando ao fim do episódio temos um dos maiores absurdos já cometidos pela humanidade botado em questão: o extermínio de população rebelde. A Polícia de Nova Caprica prende todos cujo nome estava na lista e os leva pra um local não especificado para matá-los. Dos nomes na lista reconhecemos Laura, Cally e o vice-presidente Tom Zarek (que ironia… um ex-terrorista morrendo executado como terrorista sem dessa vez ter nenhum envolvimento com os atentados!!!).

O caminhão pára e ordenam pra que os prisioneiros descansem um pouco. Neste momento, Laura conversa com Zarek e questionada se tentou roubar nas últimas eleições Laura confirma as suspeitas do vice-presidente. Ele ri e diz:

Queria que tivesse conseguido.

Claro, presidente como Baltar existem muitos iguais, mas infelizmente o povo só percebe isso depois de eleger os mesmos. Jammer, talvez arrependido de ter entrado pra Polícia, tenta salvar Cally, solta suas amarras e manda ela correr. Seu ato pode ter salvado a vida da mesma, uma vez que logo após, os centuriões aparecem para fuzilar todos.

Assim encerra o meu segundo review. Sobre essa questão de prisões arbitrárias e penas sem julgamento, foi bem levantada pro Franz Kafka no seu livro “O Processo”. Quem nunca teve a oportunidade de ler vai ai a minha indicação. Formado em Direito Kafka parece usar bem da ausência dele neste livro, claro que o livro não se resume a isso e quem já leu outras obras de Kafka sabe como o mesmo constrói sua narrativa, no entanto essa temática é de grande relevância dentro do livro.

Sobre as perguntas levantadas dentro do episódio me sinto na obrigação de responder algumas. A resposta obvia acerca da validade dos atentados, da validade das prisões e de quase todas as questões levantadas nesse episódio é não: eles não tem validade, afinal à morte de pessoas não é um preço justo a se pagar, porém muitos defendem o contrário. Eu acredito na vida humana acima de tudo, matar alguém seja como homem bomba, seja como modo de evitar uma rebelião, não leva a lugar nenhum. Nesse caso os dois lados estão errados e os dois lados tem muito a perder. Ao invés de levar adiante uma guerra sem sentido ambos podiam sentar e conversar e tentarem viver em consenso e caso isso não seja possível devia cada um seguir seu caminho e não interferir no modo de vida do outro. Infelizmente isso é pedir demais pra Cylons e Humanos, assim como parece ser pedir demais nos conflitos existentes ao longo da história da humanidade e principalmente nos conflitos atuais.

Curiosidade do episódio: Essa cena final do caminhão foi claramente inspirada numa cena similar do filme Fugindo do Inferno (The Great Escape) que trata da Segunda Guerra Mundial (!). O seja, qualquer semelhança no episódio com a Segunda Guerra, e isso obviamente inclui o Nazismo, não é mera coincidência.

Séries citadas:

Viciado em séries desde 1998, quando gravava os episódios em fitas cassetes para assistir depois (estou ficando velho). Minhas séries prediletas são: Battlestar Galactica, Boston Legal, Ally Mcbeal, Quantum Leap, Dexter, X-Files, GoT, TWD, Seinfeld, dentre outras! Atualmente sigo buscando séries que forneçam algo mais do que um passatempo de qualidade, ainda que para tanto precise recorrer a séries antigas que não vi.

56 Comments

  1. Luciano Bruce

    Pois é, uma das melhores séries da atulidade e a TNN colocou em um dos piores horários. Sábado as 16 ainda vai, mas conferir a reprise nas segundas às 16h é dose. Ngm trabalha não??? Esse episódio eu perdi, e vou ter q me contentar em ler a review, pra não ficar voando nos episódios q se seguem…

    =(

  2. Lucas Barreto Gomes Leal

    bleh comeu um comment meu antes desse…
    vou postar de novo
    Simone aconselho a vc ver sim!!!
    eu aconteceu isso, te tanto falaram pra eu ver, eu peguei e vi a mini-série e gostei mto…ai depois de conseguir pegar a primeira e segunda temporadas completas eu sentei pra assitir MESMO
    em 15 dias eu assisti os 33 episodios!
    13 da primeira temporada
    e 20 da segunda
    e hj eu amo a série e não consigo perder um episodio!!!
    Luciano o horario realmente é pavoroso…mas aconselho a quem gosta e não quer perder o episodio usar da boa e velha fita cassete pra deixar gravando!
    ;)
    e como já disse espero que tenham gostado do review!

  3. Eric Fernandes

    Lucas ótimo review. A citação no episódio de The Office foi bem legal. Alias, o episódio foi genial.

    Gostei do que você disse no penúltimo paragrafo. Não acredito que as duas raças possam viver em harmonia. Tudo que os cylos fizeram não foi em vão. Eles não esperaram 40 anos para voltarem pra tentar selar um acordo. Seria patético da parte deles, não acha?

    Eu assisti a 2ª temporada de Galactina num dia só. Comecei de manhã e só acabei de madrugada. Foi uma experiência matadora e a temporada é espetacular. Muito bom. Sai do quarto chamando até minha mãe de cylon.

  4. Lucas Barreto Gomes Leal

    Eric obrigado ;)
    essa citação de The Office assim que eu vi eu rolava de rir e pensei “tenho que abrir o review com ela”
    uhhuahuauha e caraca Eric 20 episódios em um dia!!!
    o maximo que já fiz foi com The X-Files 10 em um dia!
    então eu tb não acredito em harmonia entre cylons e humanos…assim como não acredito em harmonia no conflito no oriente médio e nem entre eua e oriente…
    o que eles deveriam fazer é conviver sem um se meter nos negocios dos outros…isso é relativamente facil entre eua e oriente…mas entre eles mesmos é dificil devido a proximidade e a complexidade dos conflitos…mas é uma guerra que eles mesmos não sabem mais o pq estam lutando…é um guerra que não é deles e eles continuam lutando pq no livro diz tal coisa…enfim
    sobre cylons e humanos…cara vc já vi uma visão diferente em alguns cylons como a Boomer e a Caprica…mas infelizmente elas são duas em meio a milhares de cylons que nem cogitam a hipotese de conviver em paz…e como diz a abertura os cylons tem um plano…e com CTZ não é viver em paz com os humanos!hehehe

  5. Rô Floripa

    Lucas valeu pelo review. Como não tenho conseguido assistir neste horário imbecil que a TNT insiste, tenho acompanhado pelas tuas reviews. E vc está encontrando o tom certo entre a descrição e a análise do ep. Acho que ou ter que comrpar um gravador de DVD, pois elndo as reviews fico com mais vonatde de assistir.

  6. Alessandro

    Esse horário da TNT é ridículo! A gente tem mais é que baixar tudo da internet mesmo! Inclusive, se preparem pois vem bomba por aí… o episódio 18 foi polêmico!
    abraços!

  7. Lucas Barreto Gomes Leal

    é eu sou totalmente favoravel ao download uma vez que eu não tenho acesso a tv a cabo aonde eu moro no momento (na casa da minha mãe sim eu tenho, mas somente passo as férias lá)
    mas a falta de respeito com quem paga beira o absurdo
    uma pena a série ser exibida pela TNT talvez se fosse por um canal mais especialista em séries ela fosse tratada com mais carinho, mas pra quem não tem condições de ver como eu disse…a boa e velha fita cassete tá ai pra isso gente!
    ou o jeito é procurarem outros meios de assistir

  8. Darth Cesar

    Com certeza a melhor serie do momento e muito corajosa ao lidar com o tema OCUPAÇÃO, alias, pelo jeito é a única a fazê-lo, e tem gente q ainda fala mal da ficção cientifica hein?

    Nesse papo todo de que o que vale é salvar a espécie humana, se fosse pra valer, a Galáctica tinha é q seguir seu curso e não deixar rastro, pois os cylons estão contando com um resgate pra capturar o resto dos humanos, acho estranho eles não mencionarem em nenhum momento sobre o que houve a Galáctica, custa acreditar q eles dependam dos serviços da esposa infiel do comandante pra obter informações, que raios de naves são aquelas que não conseguem captar um viper boiando em órbita.

    Fiquei sabendo q a serie passava na rede mulher, pois bem, assisti ao um sábado as 21:00 no outro fui ver e cadê o programa? Sumiu!!! Pulou no hiperespaço!!!

  9. Darth Cesar

    Desculpe minha grosseria Lucas, é minha primeira vez aqui neste forum e nem cumprimentei o pessoal, portanto um ola a todos! Ficou muito bom o seu review.

  10. João da Silva

    Só sei que os cylons estão corretíssimos em matar estes animais terroristas.

  11. Lucas Barreto Gomes Leal

    darth cesar seja bem-vindo apareça sempre que puder…o site é mto bom…e fico feliz que vc tenha gostado do review!!!toda segunda deve ter o novo review!apareça ;)
    e sobre a rede mulher realmente os canais abertos não respeitam em nada as séries…uma pena!
    sobre o que vc comentou…acho que os cylons não esperam uma tentativa de resgate…
    o grande trunfo dos humanos foi usar a Shanon “Agathon” e ali reside a esperança da humanidade!caso contrario não vai funcionar o plano deles!
    joão explique a sua opinião…discordo totalmente de vc, matar não resolve nada, só cria mais desconforto entre os que ficam vivos e pra cada terrorista que se mata nascem 10!

  12. João da Silva

    Lucas Barreto, se para cada terrorista que se mata nascem 10, é só matar estes novos que surgem também. O que não pode é deixar terroristas à solta.

  13. Lucas Barreto Gomes Leal

    o que não pode é achar que tirar uma vida resolve o problema!!!
    isso é endemico…não adianta se resolver dessa forma João!
    não sou a favor de deixar terrorista solto não…mas matar não resolve absolutamente NADA!

  14. João da Silva

    Terroristas não respeitam a vida de ninguém, por que que temos que respeitar a vida deles? Só sentindo no próprio corpo o que as suas vítimas sofreram que poderemos derrotar os terroristas e o terrorismo.

    E, claro, também deixando os terroristas sem dinheiro, sem casa, sem direitos, sem liberdade, sem comida etc também.

    Se deixarmos terroristas vivos, vai acontecer igual o que acontece com os bandidos aqui no Brasil (lembre-se do caso da criança João Hélio, que morreu de forma cruel). Eles vão sair matando mais violentamente que já fazem, pois vão saber que não correm nenhum risco de vida.

    Para derrotar o terrorismo, temos que fazer os terroristas perceberem que perdem mais do que ganham praticando terrorismo.

  15. Anderson Vidoni

    É tão lindo o que Galactica fez nestes dois episódios. Simplesmente maravilhoso. Mostrar os humanos sendo oprimidos por uma raça (nação), com um poderio superior. Mostrar o que somos capazes de fazer submetidos em certos ambientes. É claro, muitos não concordam com as atitudes tomadas, terrorismo, etc. Mas é impossivel não entender porque fizeram isso.

    Toda as conversas entre os Cylons que estão no poder, o lado que imaginava que toda a invasão seria bonitinha, que todos viveriam em paz e harmonia. Em contraste com os que sabiam o que iria ocorrer e que, vamos dizer, manipularam os outros. Tudo foi maravilhoso.

    O Tigh, que já teve momentos que eu não gostava dele. Virou meu herói, o cara ta maravilhoso.

    O Adamão aceitando a Boomer, como um dos humanos. Foi outra coisa extremamente bem explorada.

    Eu tenho que dizer que eu ficaria extremamente feliz se Battlestar Galactica tivesse toda a terceira temporada, sobre a resistência em New Caprica. Seria a melhor coisa possivel.

    Olhando isoladamente aos episódios. O próximo é o melhor da série. Mesmo com estes dois sendo totalmente perfeitos.

    Bom trabalho, Lucas.

  16. Anderson Vidoni

    João, terrorismo se combate com terrorismo? Interessante essa sua visão. E não concordo em nada com ela. Tem uma frase interessante que diz bem ao o que isso leva:

    “De olho por olho e dente por dente o mundo acabará cego e sem dentes.” Mahatma Gandhi

  17. João da Silva

    E o que você acha que deve-se fazer para se combater o terrorismo, Anderson Vidoni?

  18. Darth Cesar

    Deixa eu participar também porque ta muito bom esse papo, realmente muito complicada essa questão, não sou a favor do olho por olho, mas fico pensando, e se fosse um parente meu morto por terrorista? Ou por uma força de ocupação? Osama Bin Laden já atuava muito antes dos EUA invadirem o Iraque. Essa questão com terrorista se você reage gera mais violência, se não reage eles acham que ta liberado, pois você é fraco, se não for atrás deles, eles vem até você, muito complicado.
    Ontem colocaram uma bomba caseira num caminhão aqui no Brasil, por que??!!! Infelizmente esta virando moda essa forma brutal de assassinato, fora colocar fogo em onibus cheio.

  19. Lucas Barreto Gomes Leal

    “Terroristas não respeitam a vida de ninguém, por que que temos que respeitar a vida deles?”
    vc mesmo respondeu a pergunta João…temos que respeitar a deles se não seremos tão terroristas quanto eles!
    “Eles vão sair matando mais violentamente que já fazem, pois vão saber que não correm nenhum risco de vida.”
    isso não resulta da falta de penas severas…isso resulta da falta de punição!os terroristas assim como todo e qualquer criminoso deve sim ser punido mas não com pena de morte!
    tá ai o personagem do Tom Zarek pra mostrar que o terror depende apenas do ponto de vista e do posicionamente das pessoas…quer terrorista maior no mundo hj que o Bush!?
    “Para derrotar o terrorismo, temos que fazer os terroristas perceberem que perdem mais do que ganham praticando terrorismo.”
    João tá parecendo o Bush falando…o terror não se combate com terror…terror se combate com politicas sociais, politicas punitivas e educativas!
    “O Tigh, que já teve momentos que eu não gostava dele. Virou meu herói, o cara ta maravilhoso.

    O Adamão aceitando a Boomer, como um dos humanos. Foi outra coisa extremamente bem explorada.”
    duas das minhas coisas prediletas nessa terceira temporada até agora!

    “Eu tenho que dizer que eu ficaria extremamente feliz se Battlestar Galactica tivesse toda a terceira temporada, sobre a resistência em New Caprica. Seria a melhor coisa possivel.”
    tivesse não se tiver!!! (tah pra mim esta correto mas pra quem não viu os proximos episodios…)
    “Olhando isoladamente aos episódios. O próximo é o melhor da série. Mesmo com estes dois sendo totalmente perfeitos.

    Bom trabalho, Lucas. ”
    obrigado Anderson…e acho que o melhor dessa temporada é o quarto episodio Colaboradores
    quanto o da série acho o melhor o Download que mostrou uma outra perspectiva dos cylons e aquela coisa da Seis ter um Baltar na cabeça foi genial!
    e Darth Cesar boa visão “Essa questão com terrorista se você reage gera mais violência, se não reage eles acham que ta liberado, pois você é fraco, se não for atrás deles, eles vem até você, muito complicado.

    …é o famoso bordão da Tostines é um problema mto complexo…

    e pra fechar…João…e se vc tivesse um parente morto pela invasão estadunidense no Iraque?
    como já disse os terroristas é apenas um ponto de vista e apenas o momento…afinal não estariam os iraquianos, homens bombas, apenas reagindo as manobras estadunidenses…pq eles são terroristas e o estados unidos não?quer maior terror que o causado por uma invasão?
    acho que BSG deixa isso nitido nesses dois episodios e nos proximos que viram…

  20. Marcelos

    Simone, vc ainda não conseguiu assistir pq o horário de BSG é simplesmente um dos piores horários para se exibir um programa de tão boa qualidade. Sábado a tarde seria um dos últimos horário q eu escolheria para assitir um programa em casa. Sem condições.

  21. Marcelos

    Pessoal, desculpa dizer, mas essa conversa sobre terrorismo não leva a nada. Acho q se focar na série pode até ajudar a discussão de vc´s. Lembram que no final do último capítulo a ex-presidente foi pedir ao chefe da resistência (acho q é coronel Tigh) para parar com os ataques terroristas? não importa a motivação, sempre morre gente inocente o q é algo inaceitável e covarde. Existem tropas americanas e britânicas até hoje na Alemanha, e eles são o terceiro país mais rico do mundo. Existem formas mais inteligentes de reagir a uma ocupação.
    Abraço a todos.

  22. Anderson Vidoni

    Bom, o pessoal complementou bem o que penso, é um assunto muito complexo mesmo. Mas gostei das respostas.

    Mini Spoiler? :D Entendi, na empolgação falei. Mas seria tão bom, hehehe.

    E pra mim se for considerado como um episódio só. Occupation/Precipice é o melhor episódio da série. Isolado fico com o próximo mesmo. Mas esse começo é maravilhoso e qualquer episódio que falar que é o melhor, está bem escolhido.

  23. Lucas Barreto Gomes Leal

    “Existem tropas americanas e britânicas até hoje na Alemanha, e eles são o terceiro país mais rico do mundo. Existem formas mais inteligentes de reagir a uma ocupação.
    Abraço a todos. ”
    e tb se existe uma forma mais inteligente de combater o terrorismo!
    pergunta pq na alemanha ganha força um movimento neo-nazista!??!
    “Mini Spoiler? Entendi, na empolgação falei. Mas seria tão bom, hehehe.”
    de fato foi mas acho que só eu percebi!auhauhauhahu
    ¬¬

  24. João da Silva

    Neo-nazismo não é terrorismo, é criminoso, mas não é terrorista (mas seria bom se fosse eliminado também).
    Os terroristas iraquianos matam muito mais civis iraquianos que militares americanos. Xiitas e sunitas ficam brigando entre si, usando terroristas uns contra os outros. Estes terroristas não dão a mínima para os americanos no Iraque.

    Combater o terror com politicas sociais, politicas punitivas e educativas nunca vai dar certo. Isto seria visto pelos que estão sendo ajudados como imperialismo e imposição de cultura, além de violar a soberania daquele país. Além do mais, isto não resolveria nada, já que os terroristas continuariam a fazer atentados porque achariam que sua cultura está sendo oprimida. Sem contar que o custo disso seria altíssimo, e só funcionaria se o povo ajudado quisesse receber a ajuda, o que dificilmente aconteceria pelas razões acima expostas.

    No caso de Galactica, a melhor solução para os humanos é tentar lidar com os cylons com movimentos não armados e não violentos, já que os cylons não morrem em definitivo mesmo, e o terrorismo só dá razão às atitudes cylons.

  25. Lucas Barreto Gomes Leal

    “Neo-nazismo não é terrorismo, é criminoso, mas não é terrorista (mas seria bom se fosse eliminado também).
    Os terroristas iraquianos matam muito mais civis iraquianos que militares americanos.”
    bom os ideiais nazista pra mim causam mto mais terror do que qualquer terrorista!
    e os terroristas matam mais civis que militares, assim como os militares americanos matam mto mais civis e terroristas iraquianos que o atentado do 11 de setembro!
    quem destruiu o pais de quem!?
    “Combater o terror com politicas sociais, politicas punitivas e educativas nunca vai dar certo. Isto seria visto pelos que estão sendo ajudados como imperialismo e imposição de cultura, além de violar a soberania daquele país.”
    quem disse que eu sugeri isso como politica externa?isso é problema de policia interna, cada pais deveria combater com a sua cultura, a sua educação e a sua politica punitiva, os conflitos só deveriam se resolver na esfera intenacional quando o fato botasse em risco a soberania de outros paises…se alguem me explicar o pq do eua estar no iraque por exemplo (sem contar os fatores de exploração do pais) eu vou poder entender

    “No caso de Galactica, a melhor solução para os humanos é tentar lidar com os cylons com movimentos não armados e não violentos, já que os cylons não morrem em definitivo mesmo, e o terrorismo só dá razão às atitudes cylons. ”
    essa é a grande questão…eles não lutam pra lidar com os cylons…eles lutam pelo que diz o Tigh pq eles tão ali pra causar terror…antes morrer do que viver submisso sem direito a nada e comandado por quem vc tem mais nojo do que tudo no mundo…e acho que mtos dos iraquianos pensam igual aos humanos a respeito dos cylons e estadunidenses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account