Log In

Reviews

Review: Battlestar Galactica – A Measure of Salvation

Pin it

Cena de A Measure of Salvation
Série: Battlestar Galactica
Episódio: Medidas de Sobrevivência (A Measure of Salvation)
Temporada:
Número do Episódio: 45
Data de Exibição nos EUA: 10/11/2006
Data de Exibição no Brasil: 14/4/2007
Emissora no Brasil: TNT

Graças aos Deuses chega mais um sábado e com ele mais um episódio de Battlestar Galactica, o sétimo episódio da terceira temporada, que esta sendo bem diferente das anteriores, mas com a qualidade tão boa quanto.

Genocídio foi à palavra chave desse episódio. Antes de mais nada acho que a humanidade já viu o suficiente de raças, povos sendo exterminados a troco de nada, guerras étnicas como em Ruanda onde mais de 800mil morreram ou guerras por motivos econômicos como a do Iraque aonde dados extra-oficiais (leia não reconhecidos pelos estadunidenses) mostram mais de 650 mil mortos. Todos esses números e essas guerras não se comparam ao Genocídio, esse com letra maiúscula mesmo, dos judeus. Estima-se que mais de 5 milhões de morreram durante o Holocausto. E a série Battlestar Galactica, na minha humilde opinião, tratou do tema genocídio com uma maturidade e sensibilidade espetacular, dada essas considerações vamos ao episódio.

Após Athena ter encontrado a nebulosa da cabeça de leão e a Basestar abandonada, ela reza aos deuses, e avisa a Galactica da situação. Vemos então Raptors tripulados, liderado por Apollo e Athena, pousando na Basestar pra averiguar o que acontece com a nave.

A equipe enviada a Basestar adentra a nave e descobre os corpos dos humanóides cylons, Athena tenta acessar os dados do Hibrido, mas não consegue e nesse momento os humanos começam a perceber que alguns dos cylons infectados na verdade ainda estão vivos. Os cylons explicam a Athena o que aconteceu, o artefato que foi recolhido naquela coordenada tinha um vírus, o qual estava matando a raça deles.

Como vimos Baltar entrar na nave no último episódio e sair de lá bem, sabemos que os humanos não corriam riscos, porém Athena por ser uma cylon pode ser infectada. Mas como os humanos não sabem que eles não correm riscos, o Dr. Cottle prepara a quarentena para os que retornam da Basestar e pede pra eles trazerem o os prisioneiros. No exato momento que os humanos retornam a Galactica, a Basestar se explode, mas por sorte eles já estavam distantes o suficiente da nave e nada aconteceu aos tripulantes.

De volta a Galactica Cottle descobre que o vírus não infecta os humanos, só os cylons, e neste momento Athena é deixada isolada na quarentena, Cottle ainda não tem o resultado do exame de sangue da mesma, a pergunta que me surge é se o vírus só infecta os cylons, e o único cylon na nave é Athena, por que raios deixá-la na quarentena? Mas como vimos ela não estava sequer infectada por conta dos anticorpos humanos que adquiriu durante a gravidez.

Cottle examina os cylons prisioneiros, acaba por descobrir o vírus e a sua cura, mas ela precisa ser ministrada em períodos regulares, ou seja, os cylons infectados podem ser curados, assim Athena mesmo que infectada estaria a salvo, mas Roslin comenta:

Devo fazer a pergunta óbvia?

Evidente eles não tem intenção nenhuma de manter os cylons vivos, mas Helo sugere mantê-los vivos por um tempo para interrogá-los, Adama concorda e eles decidem por ora não matar os cylons e tentar trocar informações pela cura.

Assim eles chamam o cylon Simon pra interrogatório, ele explica da infecção e conta que eles foram abandonados, pois caso ressuscitassem eles levariam o vírus ao fazer o download e infectariam toda a raça. Após ser questionado pelo Almirante Simon revela também que os cylons estavam naquele local devido a instruções de Baltar, o que com certeza não deixou Adama nem um pouco feliz.

Nesse momento começa o ápice do episódio, Lee tem a idéia do genocídio. Uma vez que os prisioneiros não podem fazer o download para não infectar toda raça cylon, mas não estão curados, os humanos matariam os prisioneiros perto de uma nave da Ressurreição, infectando assim todos os cylons.

Agora me pergunto: vale o olho por olho, dente por dente defendido por Lee? Se os cylons erraram a cometer um genocídio dos mais absurdos, fazer o mesmo com eles não seria se tornar igual a eles? Bom eu deixo claro a minha posição desde o início e só por formular essas perguntas já fica evidente que eu concordo com o Helo, mas gostaria que quem discorda explicasse o porquê e apontasse os motivos, pois sinceramente não vejo por onde defender moralmente a idéia do Lee, idéia essa apoiada por todos os líderes da frota ao que parece.

Assim Helo se questiona ao ver todos sequer pensarem no que faziam pergunta:

Um Genocídio? É isso que fazemos agora?

Mas Lee defende que os cylons não são humanos, bom assim como os hutus defendiam essas idéias a cerca dos tutsi em Ruanda, assim como os nazistas defendiam isso em relação aos judeus e etc.

Helo segue defendendo seu ponto de vista afirmando que ao cometer genocídio os humanos se tornariam iguais aos cylons, Roslin alega que os cylons atacaram primeiro logo legitimam o genocídio, nesse momento Helo comete a meu ver uma grande gafe:

Eles tentaram viver conosco em Nova Caprica.

Roslin não se conforma com o que ouviu, dizer que uma invasão, uma ocupação, foi uma tentativa de viver junto, ela releva o que Helo disse e diz:

Vou fingir que não escutei nada.

Helo segue falando, diz que se eles cometerem o genocídio eles perderam um pedaço de suas almas, cita Athena, fala que ela é mais humana que muitos humanos e como eles podem saber que não existem outros cylons assim? Ele termina dizendo:

(…) Exterminá-los com uma arma biológica é um crime contra… a humanidade.

Eu aqui concordo com ele, não por que os cylons são humanos, mas porque seria um crime contra os próprios humanos, contra a nossa forma de pensar, contra nossa moral, nossos valores, contra o que é certo e errado como bem disse Helo.

Helo conta pra Athena do genocídio, a cylon chora, mas não ameaça fazer nada pra salvar sua raça. Ela apenas diz ao marido que vai manter a palavra de lealdade aos humanos, mesmo que seja pra dizer que ela é a ultima cylon do universo. Será que ela vai manter essa frase quando descobrir que sua filha está viva?

E os humanos seguem com o plano adiante, saltam para próximo dos cylons e esperam ser atacados para executarem os prisioneiros, mas Helo tem outro plano, matar os cylons, retirando-lhes o ar, antes da nave da Ressurreição se aproximar. Gaeta da à ordem para que se executem os prisioneiros, mas ao chegar lá o plano de Helo havia dado certo, os cylons já estavam mortos.

A Galactica salta para longe dos cylons, o plano não funcionou, Adama ao investigar descobre como morreram os cylons. Ele sabe que foi Helo ou Athena quem cometeu o ato, mas surpreendentemente dá uma de Roslin e o perdoa, afirmanado que não fará uma investigação para descobrir o(s)s culpado(s). Ao contrário de Roslin, que dessa vez pelo jeito queria a cabeça de Helo ou Athena e fala para o Almirante:

Que conveniente!

Eles terminam a conversa constatando após informações de Cottle, que o vírus tem 3000 anos e que o satélite foi deixado ali pela 13ª Colônia. Assim sendo, eles estão no caminho certo rumo a Terra, mas os cylons também.

Na Basestar de Gaius, ele é acorda e é sabatinado pela Caprica e por D’Anna, sendo assim Baltar acaba admitindo que descobriu o satélite, mas que não tinha nada a ver com o vírus, mas como mesmo que isso fosse verdade essa seria a sua resposta as cylons não se convencem. Baltar ainda alega ao se referir ao satélite:

(…) Eu teria contado a vocês antes, mas não era o caso.

E agora que ele corre risco de morte se tornou o caso.

Cena de A Measure of SalvationNesse momento um centurião se aproxima, achei que Gaius ia ser morto ali de imediato, mas as cylons “só” queriam torturá-lo para ver se ele estava mentindo ou não. Mais uma vez a Seis aparece em sua mente na praia e tenta fazê-lo passar pela tortura, detalhe a cena é extremamente semelhante a do ultimo episódio, isso por que ela inicialmente foi gravada pra esse episódio mais acabou sendo utilizada também no anterior, por isso a semelhança.

Gaius instruído pela Seis acaba conseguindo superar a tortura e consegue através do sexo com a cylon em sua mente vencer a dor e mostrar fibra a D’Anna:

Quero que você acredite em mim. Não pare, por favor, não pare.

Engraçada a cena Baltar pedia mais sexo e recebeu em troca mais tortura, mas ele acaba por convencer D’Anna ao que parece.

Pra finalizar o tema Helo afirmou:

Fiz o que julgava certo, se cometi um erro tudo bem, posso viver com isso.

Então termino perguntando: Helo cometeu um erro?

Curiosidades do episódio:
• População 41,420; duas mortes do último episódio para este, mortes não mostradas em cena.
• O tema do episódio sobre o vírus, foi baseado em um acontecimento real, em 1967 antes do lançamento de uma nave, a câmera foi infectada com uma bactéria, quando a câmera foi resgatada pela nave Apollo 12 a bactéria voltou à vida, após 2 anos e meio no vácuo, tendo sobrevivido a temperaturas extremas e radiação.
• Primeiro episódio da série que Tigh não aparece, cumprindo a promessa a Adama de que ele ia desaparecer (?). Os únicos personagens agora que apareceram em todos os episódios foram Roslin e Adama, sendo o segundo inconsciente em uma cama em várias cenas durante a segunda temporada.
• Starbuck recebeu de volta licença para voar, provavelmente por seus atos mais humanos no final do episódio anterior.
• Helo foi promovido a capitão.

Séries citadas:

Viciado em séries desde 1998, quando gravava os episódios em fitas cassetes para assistir depois (estou ficando velho). Minhas séries prediletas são: Battlestar Galactica, Boston Legal, Ally Mcbeal, Quantum Leap, Dexter, X-Files, GoT, TWD, Seinfeld, dentre outras! Atualmente sigo buscando séries que forneçam algo mais do que um passatempo de qualidade, ainda que para tanto precise recorrer a séries antigas que não vi.

136 Comments

  1. Lucas Leal

    Alessandro ai eu volto pro que eu falei…quem queria exterminar quem primeiro?!?!?!
    será que o ataque dos cylons não foi motivado?
    será que eles não atacaram exatamente pra eles não serem os exterminados!?não seria a legitima defesa dos cylons???e em direito não existe legitima defesa de legitima defesa, assim sendo numa analise juridica, dentro da otica dos cylons estarem em legitima defesa, os humanos não teriam o direito legal de cometer genocidio!!! e será que eles não pensaram duas vezes antes de matar os humanos que sobraram!?!?!tem ctz disso Alessandro!?!??!pensa um pouco…

    pq não o fizeram então em Nova Caprica?!?!tinham a chance de matar 90% da população humana restante ali…e não fizeram (tá cometeram outras atrocidades mas não o exterminio que vc disse que eles não pensariam duas vezes)
    as pessoas mudam…as situações mudam e tenho ctz que até o fim cylons e humanos podem sim se exterminar…mas podem tb acabarem se “aceitando” jamais vão viver juntos isso é um fato…mas podem cada um viver a sua forma longe e em ‘paz’
    Alessandro eu respeito totalmente sua opinião, por sinal muitos concordam com vc, só não concordo com ela nem um pouco ;)
    guerra gera guerra
    violencia gera violencia
    se um dos lados não fizer o que o Helo fez jamais existira paz…tanto na Galactica quanto na vida real!

  2. Eduardo

    Sobre o Helo e Athena, me surgiu uma dúvida. Sabe-se que os Cylons podem procriar com humanos. Mas e entre eles mesmos, porque será que os Cylons não tentam procriar entre eles mesmos ?
    Será que pelo fato de serem originários de uma mesma matriz genética, se tentassem procriar entre sí não seria o mesmo que sexo entre irmãos ? ( Se eu não me engano, me parece que eu ouvi esse papo de serem de uma mesma matriz genética no episódio anterior. Quem puder confirmar, eu agradeceria! )
    Dessa forma, os Cylons humanóides mais parecem “clones” do que robôs, vocês não acham ?
    E agora uma questão interessante: se eles utilizaram alguma matriz genética para criar os primeiros Cylons biológicos, eles provavelmente podem ter utilizado a matriz genética de algum ser humano, modificando-a. Se for assim, os Cylons humanóides poderiam também ser considerados como mutantes, não poderiam ?
    Se for assim, de uma forma ou de outra, os Cylons humanóides poderiam ser considerados “parentes” dos seres humanos, não poderiam ?
    Me desculpem, mas acho que eu estou viajando demais ! Nessas minhas últimas divagações, devo ter ultrapassado a órbita de Saturno !!!

  3. Jorge

    Não acho que o debate interessante seja determinar o quê os Cylons deveriam ter feito ou não…. Da realidade para o Show BSG, os Cylons são ficção, já os humanos… bem, há um aqui.
    Isso me lembra o comercial do G1…. Tipo, se eu soubesse que ‘ela’ iria engravidar, não teria deixado camisinha no bolso da calça! Os arguentos são legais para gerar o debate sobre como vamos fazer nossas escolhas, em família, com amigos e vizinhos, nos bairros, nas cidades, no trabalho…. com a camada de ozônio, com a coleção de carros importados ou o milésio gol do Romário….

  4. Jorge

    Já conciderando mais os argumantos do Show BSG, os Cylons Humanóides são compatíveis com os humanos! Afinal a Shannon do Helo engravidou dele, não? Então, ela é de qual raça afinal? Vulcana, Bajoriana, Cardasiana, Andoriana, Klingon…? Sei, tá mais pra Borg!

  5. Paulo Fiaes

    essa discussão me faz ver que em poucas séries teremos debates como esse.
    e ja que a idéia é pensar sobre o que são os cylons,
    eu penso que eles são sim uma forma de vida, assim como os humanos, e os filhos que nascem entre os dois são a futura especie da humanidade.
    ou Hera quando crescer será robô??
    e Lucas tem razão, os humanos ficaram 40 anos em trégua com os cylons, mas sempre preparando uma forma de poder ataca-los, para pega-los desprevinidos. os cylons erraram no genocidio, mas os humanos errariam também em fazer o mesmo, para aqueles que pensam que violência combate violência, guerra combate guerra, então deve ta a favor do que o governo bush faz,(possível spoiler) ou até mesmo o que alguns personagens querem fazer em 24 horas(fim do spoiler). a paz vence a guerra e o amor vence a violência, por isso devemos cultivar como ter paz, como amar e ser amado e não fazermos palestras sobre a guerra ou a violência, pois mesmo que estejamos tentando evita-las, estamos falando sobre ela, ou seja, estamos no foco errado.

  6. Darth Cesar

    Concordo com todas as ideias pacifistas aqui mencionadas, mas em sei la, em 10 mil anos de historia humana, ficou provado q as vezes tem q se pegar em armas (não sou a favor, mas fazer o que), não acredito no futuro pacifista de Jornada, veja um exemplo, se os aliados não fizesem nada contra o nazismo, ele ia tomar conta de tudo, inclusive o Brasil, e ai como fica?
    Se um lado esta disposto a ir até o fim, fica dificil o outro não enfrentar.

  7. Lucas Leal

    (possivel spoiler sobre 24h)
    **************************************
    Paulo Fiaes vc lembrou bem mesmo o plano em 24h muita gente aqui é capaz de se mostrar favoravel!
    *************************************

    Darth Cesar
    e tb ficou mostrado que as vezes não precisamos ir as armas(Mahatma Gandhi)…e ficou mostrado também que na maioria das vezes que achamos que precisamos recorer as armas na verdade não precisavamos…(vide guerra do Iraque, Vietna, etc etc etc)
    Darth Cesar os “aliados”, a Onu, o Vaticano, todos os paises de primeiro mundo, ninguém fez nada pela guerra em Ruanda, NINGUEM!e mesmo assim a guerra foi impedida…depois de 100 dias e mais vitimas por dia que o Holocausto!(é se formos ver sobre esse prisma a guerra de Ruanda foi pior que o Holocausto) a guerra chegou ao fim!tudo bem que chegou ao fim pq os rebeldes foram reprimidos e mortos…mas nem por isso mataram toda a população Hutu, assim como quando os nazistas foram reprimidos não mataram todos os alemães e muito menos todos os que podiam ser considerados nazistas…matar todos os cylons seria tomar a mesma atitude ao meu ver…podia sim matar boa parte dos centuriões, destruir todas as naves da Ressurreição, eliminar boa parte dos Raiders, agora matar TODOS e principalmente os cylons humanoides EU acho que seria invalido e que anularia qualquer ato posterior dos humanos!
    mais pra frente vc talvez veja que os cylons mudam…e mudam mais do que nos podemos imaginar!(apesar que já os vimos mudando o suficiente pra tirarmos uma base!) Athena se apaixonou por Helo, Seis se apaixonou por Baltar, Boomer era apaixonada pelo Chief mas preferiu ficar do lado dos cylons…ou seja eles tomam decisões, eles mudam e eles tentam mudar a visão dos outros!
    e como eu disse…se os cylons tivessem MESMO dispostos de ir até o fim não teriam matado todos logo de uma vez em Nova Caprica!?!?(por mais que eles tenham tentado fazer isso aos poucos)
    eles tão tentando mudar ao meu ver…ainda cometendo muitos erros, com pouca inteligencia emocional, mas acho que até o fim da série eles vão “aceitar” os humanos e deixa-los em paz!

  8. Mica

    Lucas, mais uma vez eu preciso dizer…a Boomer não escolheu levianamente ficar do lado dos cylons, ela precisou fazer uma escolha e essa foi a única que teve….e depois honrou a escolha que fez. Diferente da Athena, ela nunca foi acolhida por qualquer humano, e a única chance que ela teria de viver, seria abraçar a causa cylon. Eu tenho certeza plena que à ela tivesse sido dada uma única chance, como foi dada à Athena, ela teria escolhido sem pestanejar os humanos.

    Quanto ao genocídio, eu estava lendo o que o Eduardo escreveu, e uma coisa que me pergunto desde o primeiro episódio da série é justamente essa: o que faz de nós melhores que os cylons? Pq somos mais humanos que eles? Pq nascemos de um pai e uma mãe? Isso é ridículo! O que faz dos humanos humanos é a capacidade de pensar, amar, escolher um posicionamento, tomar decisões…e tudo isso os cylons também fazem.
    Eu sei que os humanos precisam destruir os cylons para sobreviverem, mas que seja uma luta justa. A guerra aqui é necessária, e a morte vai acontecer em ambos os lados, mas se mais humanos conseguirem alcançar o ‘coração’ dos cylons, mais perto do fim essa guerra chegará. Sem exterminar raça alguma.

    Eu eu tinha mais alguma coisa a dizer, mas esqueci enquanto escrevia o restante :-(
    Ah! Lucas, vc mencionou o orkut. Qual comunidade? A do Teleseries ou alguma comunidade própria de BSG?

  9. Mica

    Lembrei!!! Era sobre os filhos cylons. Pelo que eu lembro, eles mencionaram em algum episódio que os cylons não conseguem engravidar deles mesmos….por isso que eles estavam fazendo as experiências com as mulheres lá em Caprica (onde a Starbuck foi presa, lembra?). Por alguma razão eles só conseguem procriar se for entre um humano e um cylon.

  10. Paulo Fiaes

    pessoal, eu ja tenho alguns anos que acompanho o TeleSeries. e uma coisa me deixou feliz nessa semana, lendo essa review pude constatar o grau de inteligência do público do site, isso aqui é um debate de alto nível, daqueles que a TV deveria promover. É com um debate desse que o site prova o seu valor. Parabéns ao site, para todos que colaboram com o site e para aqueles que acessam diariamente o site, todos nós juntos mostramos que é possível discutirmos de uma forma inteligente, assuntos que devem ser discutidos e que enriquecem a nós como pessoas. e pra terminar, esse debate realizado mostra porque eu insisto que assistam BSG. abraços

  11. Paulo Fiaes

    Mica,

    que tal na comunidade do TeleSeries, particularmente, prefiro evitar um pouco a comunidade de BSG pq ja li spoiler lá e algumas vezes discordo de algumas opiniões. me diga o que vc e Lucas acharem melhor, quero continuar a ter esse debate com vcs.

  12. Mica

    Não sei o que fazer em relação ao fórum, Paulo. vou falar com as meninas lá. Mas meu comentário nem é lá tão maravilhoso…a Paty (que é quem geralmente discute BSG e outras séries comigo) tem comentarios muito mais interessantes.

    Quanto ao orkut, legal ser no Teleséries. Vou entrar lá agora.

  13. Lucas Leal

    Mica pode ser em uma comunidade do Teleséries (não sei se tem) mas eu me referia a do BSG mesmo…mas caso contrário a gente pode trocar e-mails entre nos 3 sem problemas é só o Paulo Fiaes mandar o dele tb!!!!
    bom mas vou entrar na comunidade do Teleséries alguém cria um tópico lá sobre a terceira temporada de BSG (ponha que contem spoilers) e vamos discutir ;)
    e vou escrever o review de hj então até “já” no proximo review hehehe

  14. Darth Cesar

    Lucas, concordo plenamente com o que tu escreveu, só quis dizer que AS VEZES tem que se fazer aquilo.

    Eduardo valeu pela informação das leis p/ robôs, quem diria hein? Estamos vivendo a ficção cientifica dos nossos tataravôs.

  15. Jorge

    Tudo que diz respeito a como os roteiristas escrevem a série, pra mim, é especular sobre as idéias ‘deles’ (idem para as idéias deles maturadas por idéias outras). BSG pra mim é uma inspiração para autocrítica, para avaliar comportamento e interação humana. Mesmo, pq tudo está sempre partindo do “nosso” ponto de vista, humano de ser. Dito isso, salve Lost, salve Heroes, salve Grey’s…. e outras, mas BSG é muito humana, (do meu ponto de vista) mesmo os Cylons!

  16. Otto Skorzeny

    Caros

    Matar os cylons seria um erro, como erro foram muitas atitudes dos humanos na série! isso é que me fascina, os mocinhos de BSG não são estereótipos!! eles fazem besteira, as vezes quase se matam como no caso Pegasus X Galactica!! eu adoro esse drama coberto de coisas reais, é simplismente o contrário das outras séries de ficção com seus “capitão Kirk” cheios de boas intenções!!!
    O que eu queria mesmo era uma legião de fãs de BSG fazendo uma convenção no Brasil, ao estilo dos Trekkies!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account