Log In

Reviews

Review: Arrested Development – Fakin’ It (episódio 50)

Pin it

cena de Fakin' ItSérie: Arrested Development
Episódio: Fakin’ It
Temporada:
Número do Episódio: 50
Data de Exibição nos EUA: 10/2/2006
Data de Exibição no Brasil: 9/5/2006
Emissora no Brasil: FX

A série vai chegando ao fim e mesmo sendo meio corrido esse final, os últimos episódios são todos ótimos. Judge Reinhold (do filme Picardias Estudantis) e William Hung (competidor do American Idol) participam do episódio, que tem ainda um casamento inesperado e a volta do famoso boneco do Gob: Franklin.

O julgamento do George Sr. está chegando e uma advogada sugere que eles participem de um julgamento de mentira para treinarem para o real, que seria realizado no novo programa de Judge Reinhold chamado Mock Trial With J. Reinhold, onde ele interpreta o Juiz (sic). Todos da família foram intimados para depor e o Gob conseguiu até que o Franklin fosse chamado. O George Sr. fala que ninguém trairá a família e como irão estar sob juramento Buster se apavora – no passado, Lucille bebia demais e toda noite ia até a cama do Buster e contava para ele, que fingia estar dormindo (apesar de ela saber disso), todos os podres da família. Buster se apavora e resolve fingir que está em coma para fugir do julgamento. Todos vão para o hospital e recebem o diagnostico do médico:

Para os leigos, isso pode ser considerado um cochilo muito pesado.

O legal é que todo mundo sabe que ele está fingindo e como ele tem seguro até o medico fala para deixarem ele lá para ver no que vai dar.

Na lista das testemunhas aparece um nome estranho: N. Bluth. Michael fica desconfiado. começa a investigar e descobre que a casa modelo tem um quarto secreto, onde o seu pai guardava todos os documentos e coisas relacionadas a família. Todo mundo já conhecia o quarto, Tobias o usava para fazer exercícios, George Michael ia para ficar um pouco sozinho, etc. Ele acaba descobrindo sua certidão de nascimento e seu nome está como Nichael Bluth. Como a promotoria havia dito ter uma conta nesse nome com dinheiro, Michael ficou preocupado, mas na verdade era apenas um erro de digitação. No final ele olha novamente no quarto secreto e acha uma foto dele bebê com uma suposta irmã mais velha, com o nome de Nellie. Será que ele teria uma irmã mais velha?

O promotor encontra o Michael e o ameaça, mas Michael grava está conversa com ele e a usa para a defesa de mentira e depois também a usará para o de verdade. Ele consegue reproduzir essa conversa gravada com uma testemunha nada usual: o boneco do Gob, Franklin.

Falando no Gob, foi ele que roubou a cena no episódio. Nem citarei o momento mais engraçado, porque foram todos que tiveram o Gob participando, e em especial aqueles que ele tenta criar um modo para interagir com o Franklin, desde usar a revista com a gravação “My Name Is Judge!” até quando roubou o gravador do médico e o usou para tentar criar uma conversa com o boneco, e ainda quando foi testemunhar e estava sem o Franklin e foi pedido para ele dizer seu nome e usou a revista “My Name Is Judge!”. Todos foram momentos muito engraçados.

cena de Fakin' ItAgora vamos ao George Michael, ele gosta da Maeby desde que a reviu no 1° episódio da série, tentou evitar essa paixão proibida de todo modo mais no último episódio da 2° acabam se beijando, ficando claro que Maeby também gostava dele. Ele vem tentando evitar, mas nessa temporada ele não consegue mais esconder isto e nesse episódio aparece para ele uma oportunidade de beijar sua prima novamente num casamento de mentira que o hospital promove para ajudar os paciente vítimas de Alzheimer. Maeby foge no meio do casamento por achar meio esquisito, mas o George Michael como o próprio narrador diz “realmente queria esse beijo.”. E o George Michael depois de ser o bonzinho por muito tempo, resolve contar umas mentiras para fazer a Maeby voltar atrás e terminarem o casamento pelo bem dos pacientes e para ele ganhar o beijo. Só que o padre de mentira teve que ir atender um paciente e um padre de verdade realizou a cerimônia pensando que se tratava de uma de verdade. E como o narrador disse:

E foi assim que os garotos se casaram.

A figura do narrador na série é um diferencial, não consigo imaginar ela sem isso e o trabalho que o Ron Howard faz é incrível e perfeito. Não tem outro que poderia fazer igual e ele só vem melhorando a cada temporada.

Só para acabar, as revistas mostradas com o chip de áudio “My Name Is Judge!”, foram uma referência ao mesmo tipo de propaganda usado para promover a série My Name Is Earl.

Séries citadas:

6 Comments

  1. fer

    pois é, só da segunda vez q eu fui perceber q o “my name is judge” é uma citação a “my name is earl”.

    e o narrador, pra mim, é tão personagem da série qto qqer outro. me fez inclusive gostar de filmes do ron howard, hehehehe.

  2. Anderson Vidoni

    Realmente o cara além de narrador e de ser um dos produtores ainda sempre deu um super apoio para a série. Ele tem todo o meu respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account