Log In

Reviews

Review: Arrested Development – Exit Strategy (episódio 52)

Pin it

Cena de Exit StrategySérie: Arrested Development
Episódio: Exit Strategy
Temporada:
Número do Episódio: 52
Data de Exibição nos EUA: 10/2/2006
Data de Exibição no Brasil: 23/5/2006
Emissora no Brasil: FX

E lá se foi o penúltimo episódio da história da série. Ele teve a participação especial de Gary Cole (The West Wing) e Richard Belzer (Law & Order: SVU). Alías, Richard Belzer faz aqui em Arrested Development sua sétima participação em séries diferentes interpretando o mesmo papel, o do detetive John Munch. A lista completa dele é essa: Homicide: Life on the Street, Law & Order: Special Victims Unit, Law & Order, Law & Order: Trial by Jury, The X-Files, The Beat e agora aqui. É um recorde e tanto e apesar de ser curtíssima a participação dele, ela é bem interessante.

O interessante nesse episódio é que ele é muito melhor do que aparenta. Quando eu penso nele não acho tão bom quanto ele é, mas ao lembrarmos das cenas ótimas que ele possui vemos que são muitas. Na minha opinião estamos diante de um dos melhores episódios da série.

O dia do depoimento chega e todos os Bluths arrumam uma desculpa para não aparecerem. Primeiro Lucille e a Lindsay fingem que vão para a reabilitação, mas os promotores descobrem que elas não foram aonde diziam e como, uma lição, elas ficam num lugar onde não tem bebida alcoólica. Gob vai para o Iraque, Buster ainda está em coma e no final até o George Sr. tenta fingir um coma para escapar.

Cena de Exit StrategyE Tobias ao ser chamado para depor, pensa estar diante de uma proposta para fazer um show da CBS chamado “The Prossecution”. Foi muito legal ele na frente dos promotores fazendo “os monólogos da vagina” e quando recebe uma critica negativa ele faz uma cara bizarra e muito engraçada.

Gob vai para o Iraque numa daquelas turnês que a ONU faz com artistas, apresentar um novo truque que bolou com sua nova namorada cristã. Claro que o George Sr. faz um pedido especial – se Gob passar perto de uma das casas modelos que ele construiu deve botar fogo nelas. Mas Gob acaba preso depois de fazer um truque na rua, ao apresentar uma das últimas grandes ilusões de Jesus: “The Burning Bush”. É claro que uma apresentação com esse titulo foi um sucesso no Iraque e todo mundo ficou gritando “Buning Bush”!!! E Gob foi preso por incitar um protesto anti-americano.

Buster desperta do coma por causa da enfermeira por quem esta apaixonado mas por ele ter fingido ela agora o ignora. Para provar para ela que ele é corajoso, ele parte, junto com seu irmão Michael, para o Iraque para salvar Gob. Depois que eles conseguem soltar o Gob, Michael resolve passar na casa modelo que seu pai construiu no Iraque para dar uma verificada e descobrimos que nela vivem vários sósias de Saddam Husseim. Então descobrem que o motorista que os levou até lá é um agente da CIA, e todos descobrem que havia uma escuta na casa modelo e que ela foi posta pela CIA.

E finalmente descobrimos a verdade, George Sr. foi contratado por uma empresa inglesa (lembram-se de toda as historias dessa temporada com os ingleses e a Rita?) que era controlada pela CIA para construir uma casa no Iraque e poderem colocarem essas escutas. Na verdade o George Sr. foi um vitima, ele não estava mentindo.

E finalmente, é aniversário da Maeby. George Michael é o único que se preocupa com a data e prepara um aniversário para ela, só que com toda a confusão do episódio ninguém aparece. George Michael conta o fato de ele ter ouvido uma vez que ela poderia ser adotada e então, com eles bêbados (na verdade não estão) eles finalmente se entregam um ao outro e como disse o narrador

Foi nessa noite que George Michael e Maeby avançaram para a segunda base.

Mas para jogar um balde de água fria nos dois, Tobias no final mostra para os dois um álbum que fez para o aniversario dela com diversas fotos da Lindsay grávida e dela na hora do parto.

E a palavra do episódio é: “Faker”! mesmo ela já tendo aparecido em outros episódios. E também não posso deixar de falar da enfermeira com varias cenas de outros pacientes que também estavam mentindo sobre suas situações e também estavam fingindo.

Essa também foi a última vez que vemos o nome de Steve Holt \o/ ser citado na série, quando George Michael resolve não convidá-lo para a festa da Maeby.

E para terminar uma das piadas que fazem com o Michael que eu adoro, quando o Michael chega na prisão do Iraque para salvar o Gob, ele começa a chorar e vendo que o Michael não esta demonstrando nenhuma emoção ele diz:

Oh, senti tanta sua falta, Michael! Ou devo dizer robô? Talvez não tenha RAM suficiente para entender isso, Michael, mas existe um negocio chamado amor de irmão!

Séries citadas:

18 Comments

  1. Gonçalo

    Só uma correção:
    A turnê que leva os artistas para locais onde ewstão as tropas americanas se chama USO. Não é ONU que organiza e sim o próprio exército americano.

  2. Anderson Vidoni

    Gonçalo valeu pela correção, realmente não tem nada a ver com a ONU.

  3. Paulo Antunes

    TeleSéries também é cultura. Adorei a pesquisa sobre o Richard Belzer. Pelo que li no IMDB (que está desatualizado), quando ele participou da sexta série no papel do Munch ele já havia batido o recorde. Agora em Arrested ele se distanciou!
    O recorde anterior, com cinco participações, era de dois atores do elenco de Cheers.

  4. fer

    “the burning bush” é o ponto alto do episódio, com certeza. ah, eu adoro o Gob tentanto escapar da prisão, e o Buster falando árabe. huehehehe.

    mas eu acho as conclusões finais do episódio meio apressadas. sei lá, acho q é aquilo q a gente já comentou, eles tiveram cinco episódios pra terminar tudo e essa impressão acaba ficando nos últimos episódios.

    agora espero pela última review, e por mais reviews das minhas séries favoritas. já pensou em falar sobre V-Mars ou House?

    beijos!

  5. theo

    ah, vale lembrar que o ator que interpreta o taxista/agente da CIA é o Cole, que vive Conrad Rose na série Wanted, exibida no Brasil pelo AXN e também cancelada.

  6. Anderson Vidoni

    Obrigado editor!

    fer, sobre V-Mars o Paulo Fiaes já está fazendo um ótimo travalho, sobre House quem sabe.

    E theo, eu falei sobre o Cole lá no começo só que coloquei a referencia dele como sendo West Wing, que é um série mais conhecida. Eu vi uns episódio de Wanted e ele estava muito bem na série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account