Log In

Reviews Spoilers

Review: 24 Horas – Day 8: 5:00 A.M.-6:00 A.M.

Pin it

24 Horas - Day 8: 5:00 A.M.-6:00 A.M.

Série: 24 Horas
Episódio: Day 8: 5:00 A.M.-6:00 A.M.
Temporada: 8ª
Número do Episódio: 182 (8×14)
Data de Exibição nos EUA: 29/3/2010

Gostaria de pedir que as pessoas sejam mais pacientes com Dana.

Com essa frase, Howard Gordon mostra o incrível fenômeno que ocorre atualmente na série. A temporada está ruim? Sim. Alguns personagens estão praticamente fazendo número nos episódios? Afirmativo. Mas não dá para passar batido o que está ocorrendo com a personagem de Katee Sackhoff. É uma verdadeira enxurrada de críticas que se contrapõe a alguns depoimentos em defesa da personagem. Nada na série parece despertar tanta discussão quanto ela. Acho que nem a volta de Tony trouxe tanta polêmica assim, já que a participação dele e a temporada passada tiveram mais qualidade e isso meio que “acobertou” esse furo.

Confesso que esperava que Katee Sackhoff tivesse um grande destaque na série depois de chegar da elogiadíssima Battlestar Galactica. Acredito até que muitos fãs da Starbuck a seguiram em 24. Mas sua história desde o começo pareceu-me muito mal feita. A revelação que na verdade ela era uma traidora fez com que o conceito de seu personagem caísse ainda mais junto aos fãs. Mas por mais paradoxal que possa ser, sua personagem é a que gera mais comentários e teorias contra e a favor dela. Associada a ela, são muitas as críticas a série.

Neste episódio Dana ajuda os terroristas a se livrarem do cerco policial e poderem se movimentar pela cidade tranquilamente com os materiais radioativos. Já no núcleo presidencial, Weiss juntamente com o general das forças armadas tramam entregar Hassan para os terroristas, um pedido dos terroristas em troca de não explodirem a bomba nuclear. Essa parte também foi uma repetição de temporadas passadas. Alguém acha que o presidente está tomando as decisões erradas para o país e faz algo que acha ser o melhor na ocasião.

A trama até estava interessante, mas o “providencial” princípio de enfarte de Ethan, bem no momento mais agudo dessa história, tirou um pouco o brilho dessa parte. Entretanto, como ele parece que não morreu, fiquei curioso em saber o que ele vai fazer e quais serão as conseqüências para Weiss. Bom, claro que o plano de resgatar Hassan acaba fracassando. Mas mesmo assim essa ação pode gerar graves consequências, já que Hassan pode se achar no direito de acreditar que os EUA não mais se importam com a sua segurança e pode agora tomar uma medida que prejudique os EUA.

Foi legal ver Jack, Renee e Hassan juntos, mas acho que já deveriam explorar mais o Cole nessa temporada. Depois do episódio Kevin/Dana ele está muito apagado na série me parece que ele pode render bem mais.

24 Horas - Day 8: 5:00 A.M.-6:00 A.M.

Nos últimos três episódios, a série deu uma melhorada, mas ainda não é nada que impressione. Mas, quem sabe, com os acontecimentos deste episódio a série possa melhorar, já que a bomba está armada e muito provavelmente ela será detonada. E como agora teremos dois episódios seguidos, se de fato a temporada estiver em ascensão, podemos ter muitas surpresas por ai.

Séries citadas:

Luiz Marcelo é advogado. Fã de Lei & Ordem, Desperate Housewives, Grey's Anatomy, 24 Horas, The Good Wife e The Shield.

4 Comments

  1. Bruno

    Também acho que nesses ultimos episodios a serie melhorou… qt a Dana, bem, deveria ter dito q ela era terrorista desde o inicio, assim, criticas a historia ruim teriam sido poupadas…

  2. Gabriel Paixão

    Melhorou um pouco o ep. passado, mas continua muito fraco. O sopro de esperança que me bate é a participação de Charles Logan no próximo Ep., meu 2º presidente favorito de 24.

  3. Eduardo

    LOGAN???? Pra que foi botar um spoiler desses, matando qualquer possibilidade de surpresa minha???

    Foi um dos melhores episódios da temporada. Evan Katz acertou a mão em cheio ao simplificar as tramas dessa madrugada em ações simples e diretas. E o roteiro do produtor Alex Gansa conseguiu demonstrar isso. Colocar Jack sempre à frente de seus adversários e do público que assiste é um dos melhores aspectos do personagem.

    Anil Kapoor fez bonito no tiroteio, assim como Annie Wersching. Milan Cheylov orquestra essas cenas como ninguém.

    Nunca tive o desdém pela Dana Walsh que muita gente tem. Acho que ela se adaptou bem ao papel de espiã (lembra um pouco o jeitão da Nina Myers no primeiro ano). O fato dela não servir diretamente aos terroristas foi um detalhe interessante.

    Mas o melhor dessa hora mesmo foi a traição de Rob Weiss (uma referência óbvia ao seriado Entourage). Essa foi uma forma excelente de reciclar a traição contra as políticas de Wayne Palmer no sexto ano, mas fazendo essa trama da forma certa.

    Colocar Ethan Kanin e realçar sua arrtimia, já estabelecida no início da temporada foi uma bela forma de dar credibilidade a essa situação. Dá mais ódio ainda a Rob Weiss, apesar do ator colocar uma boa dose de culpa e arrependimento no personagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account