Log In

Reviews Spoilers

Review: 24 Horas – Day 8: 10:00 A.M.-11:00 A.M.

Pin it

24 Horas - Day 8: 10:00 A.M.-11:00 A.M.

Série: 24 Horas
Episódio: Day 8: 10:00 A.M.-11:00 A.M.
Temporada: 8ª
Número do Episódio: 187 (8×19)
Data de Exibição nos EUA: 26/4/2010

Todo mundo esperava que neste episódio de 24 Horas Jack iria liberar toda a sua fúria para cima dos russos. Mas não foi exatamente isso que aconteceu. Tivemos um episódio parado e sem muitas surpresas. Jack conseguiu fugir da CTU, mas percebe-se claramente que Chloe está querendo ajudá-lo em sua empreitada. O acordo de paz parecia fadado ao fracasso, mas Logan querendo manter seu legado dá uma cartada para que Taylor possa salvar o acordo.

O problema desta ajuda é que vai contra tudo que Taylor acredita. A personagem começou a se distanciar muito de seus princípios apresentados até agora. Ela concorda com que Dana seja submetida a tortura a fim de revelar onde está a evidência que implica os russos. Particularmente eu não gosto disso, mesmo que seja para dar seguimento a história. E acaba parecendo que Taylor está sendo facilmente manipulada por Logan e pelo que foi apresentado na temporada anterior, ele não é facilmente enganada assim.

Outra incongruência foi a armadilha que Chloe tentou armar para pegar Jack. Conhecendo ele como ela conhece, a emboscada carecia de mais agentes para obter sucesso. Foi extremamente fácil para Jack se livrar da armadilha e convencer Cole a ficar do seu lado. E por falar em Cole, tudo bem que Jack parece confiar muito nele, tanto em suas convicções como em sua qualidade como agente. Mas para mim ele exagerou ao se arriscar em uma operação que tinha como objetivo prendê-lo só para conseguir com que Cole ficasse ao seu lado.

24 Horas - Day 8: 10:00 A.M.-11:00 A.M.

Quem acabou sendo coerente com tudo aquilo que seu personagem apresentou no contexto geral foi Ethan que, sem aceitar a decisão de Taylor, acabou se afastando do seu cargo. Até este o momento ele me parece o personagem mais coerente, demonstrando isso ao tentar apontar para Taylor que suas decisões estão erradas.

Eu esperava muito mais desta hora. Muito mais ação por parte de Jack e um plano bem mais elaborado para apanhá-lo. Pareceu-me um episódio de transição, depois de tudo que aconteceu, mas na reta final da temporada fica difícil aceitar que a série não engrene depois de uma sequência interessante de episódios. O meu consolo é que finalmente Jack e Cole irão atuar lado a lado, coisa que era esperada por mim logo no começo da série. Vamos ver agora como essa dupla irá se sair, e como Jack vai tentar apanhar Dana e a prova que ela alega ter contra os russos.

Séries citadas:

Luiz Marcelo é advogado. Fã de Lei & Ordem, Desperate Housewives, Grey's Anatomy, 24 Horas, The Good Wife e The Shield.

9 Comments

  1. Bruno

    Acho que este episodio foi muito bom e nao concordo com suas criticas. Acho que a presidente estah sendo muito coerente com o que se esperava: cara, o mandato dela todo se apoiou nesse tratado! ela vai tentar salva-lo de qualquer maneira! Ethan foi excelente! gostei demais! e Jack por mais q seja Jack nao iria conseguir entrar num predio fortemente vigiado sozinho… outra coisa: ele precisava do Cole pra dizer ONDE Dana estah. Acho q este episodio fez jus aos que temos visto nas ultimas semanas… []s

  2. Thiago Sampaio

    Luiz, não sei se foi tão parado assim. Concordo com o Bruno: ele foi é muito bom. Tá bem que a gente tá doido pra ver o Jack lunático, matando um inimigo por segundo e talvez até invadindo a ONU e sequestrando a nova presidente da IRK (já pensou) pra falar dos russos, mas… se isso acontecer, teremos tempo pra isso.

    Negócio que fiquei impressionado com a força dos diálogos nesse episódio. O núcleo presidencial só tem atores de peso e nenhum momento foi ruim. Pelo contrário: eu estava ligado atentamente a tudo, a ponto de deixar Bauer de lado…

    Enfim, bom episódio e que venha a reta final!

  3. Eduardo

    Logan e Ethan deixaram bem claros: Allison Taylor é uma mulher que sacrificou a vida pessoal dela por completo pela presidência, perdendo ambos os filhos e o marido. Como alguém encontra significado pra tudo que fez depois disso tudo? O tratado tornou-se uma válvula de escape na qual ela resolveu depositar suas esperanças, mesmo ciente da natureza desleal dos russos.

    O paralelo se fecha com Dalia Hassan cujo casamento estava em ruínas, mas se colocou na posição do marido porque acredita naquilo que ele trabalhava ao ponto de igualmente sacrificar a família.

    O problema desse episódio foi que o roteiro de Manny Coto e Brannon Braga não conseguiu passar essa questão de forma mais direta, devido as próprias limitações do formato de tempo-real da série.

    Por outro lado, a direção do produtor Michael Klick sempre dá certo, principalmente nas seqüências de ação como a perseguição no início.

    Colocar Jack e Cole juntos é uma boa forma de trazer Cole de volta pro centro da temporada, principalmente pelo fato de Dana ser essencial nessa busca. E era óbvio que Jack jamais cairia numa cilada vinda de alguém que ele conhece tão bem.

    Mesmo que pouca coisa tenha acontecido nesse episódio, foi uma bela hora de transição (assim como o 19° tem sido na maioria das temporadas). Apesar das incongruências, Coto e Braga conseguiram criar mais uma bela hora de se assistir, mesmo dando a impressão que Allison Taylor teve sua moral assassinada.

  4. Eduardo

    O bom desse final de série é que fica cada vez mais claro que não há chance de um final feliz e amarrado pra 24 Hotas. Vai terminar tudo da forma mais bagunçada e estragada possível pra esses personagens, algo que eu sempre quis de uma certa forma.

  5. Tom

    Acho que sou o único até agora a concordar totalmente com a review… a Taylor tá mto diferente do que foi apresentado na temporada anterior, até pensava nela como um Palmer versão feminina… Como disse o Luiz Marcelo, o Ethan é o único que está sendo o mais coerente….
    Apesar de descaracterizarem a Taylor, tou achando o núcleo presidencial mto bom, o trio Logan/Taylor/Ethan tão arrasando

  6. Luiz Marcelo

    Eu não queria um Jack psicopata, mas que foi fácil para ele se livrar da armadilha da Chloe foi, e não achei que essa sequência foi interessante. E acho que a Taylor tinha uma linha de conduta, representada quando entregou sua filha para a justiça, e agora que ela também teria que entregar os assassinos de Hassan, ela se omitiu!

  7. Celso

    Spoiler: Se vc não quiser saber oq vai acontecer, não leia o próximo parágrafo.

    Jack se sente traido pela nação e decide acabar com o pais se juntando e dando apoio a grupos terroristas do oriente médio.

    O episódio final mostrará Jack matando a presidenta e dando um sorriso. Este será a última cena da série.

  8. Carlos T.

    Esse episódio foi melhor que o anterior, mas também concordo com o Luiz, deixou um pouco a desejar. Pra mim as melhores partes foram as cenas da presidente Taylor. Sinceramente, quando ela disse que ia cancelar o acrodo eu tinha certeza que logo em seguida ia acontcer alguma coisa que ia fazer ela voltar atrás…

    Como o Luiz disse, também não estou esperando um Jack psicopata, mas as cenas dele não me deram tanta tensão como eu pensei.

    O episódio pode ter tido até ótimos diálogos e até um pouco de ação com o Jack, agora é aguardar o próximo episódio pra ver se a temporada volta a me empolgar porque os dois últimos episódios não me empolgaram, mas ainda estou confiante que apesar dos pesares não vou me decepcionar no final.

  9. Rodney

    O comentário do Tom fala da descaracterização da presidente Taylor, mas esse é um problema que acontece com vários personagens de 24 Horas: cito como exemplos Tony Almeida e o próprio Charles Logan, que de vilão passou para bonzinho e agora vira vilão novamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account