Log In

Reviews

Review: 24 Horas – Day 7: 03:00 P.M. – 04:00 P.M.

Pin it

24 Horas - Day 7: 03:00 P.M. - 04:00 P.M.Série: 24 Horas
Episódio: Day 7: 03:00 P.M. – 04:00 P.M.
Temporada:
Número do Episódio: 152 (7×08)
Data de Exibição nos EUA: 9/2/2009
Data de Exibição no Brasil: 2/6/2009
Emissora no Brasil: Fox

O resumo do episódio anterior às vezes é uma boa maneira de ver coisas que não percebemos ou não demos muita importância ao assistir o episódio pela primeira vez. Quem confirmou que o CIP foi destruído para Jack foi Tony. Mas o detalhe é que ele sabe muito bem que o aparelho não estava lá, afinal, do grupo, só ele conhece como é o aparelho, portanto sabe que ele não foi destruído! Tem algo muito estranho nisso!

E o encontro da Presidenta Taylor com Bill, Jack e Renee foi excelente, com uma alta carga de dramaticidade. Parecia que seria mais um simples encontro onde Jack explicaria todos os fatos que estão ocorrendo na administração dela, porém a perturbadora ligação de Dubaku e a ordem de cortar o dedo do seu marido alterou o rumo de tudo. Taylor, que estava confiante mostrou-se, mais vulnerável do que nunca. Jack como sempre tentando arrumar alguma saída, mesmo com as dúvidas da presidenta sobre o caráter dele.

With all due respect, Madam President, ask around.

Diz Jack a respeito da dúvida dela sobre “de que lado Jack está”. Por todas as ações de Jack e seus inúmeros serviços prestados, a frase foi firme e resume bem as intenções de Jack sobre seu país. Jack pode trair a todos, mas nunca traiu o seu país. E só eu ta detestando esse caso entre o Sean e a Erika? Me parece uma coisa tão pequena e tão sem sentido no meio de tudo que está acontecendo…

E agora um reencontro, de Renee com Larry. Tinha tudo para ser apenas uma cena rápida, mas também rendeu diálogos interessantes. Quando Jack pede que Renee ameace uma mulher e seu filho, ela hesita. Jack relembra a ela e Larry o que disse no primeiro episódio: os bandidos não seguem as regras, para algo acontecer é preciso fazer qualquer coisa para conseguir resultados.

24 Horas - Day 7: 03:00 P.M. - 04:00 P.M.Eu estou gostando muito da participação de Jeffrey R. Nordling, que interpreta o Larry. Ele esteve também na cultuada série Once and Again juntamente com a Ever Carradine (Erika). E Larry e Jack acabam sendo a consciência de Renee, cada um defendendo ideias opostas. Foi interessante ver a luta interna dela para saber a quem seguir. Ela cada vez mais começa a entrar no “mundo” de Jack, onde as regras são completamente diferentes do que ela está acostumada e onde a moral não existe.

Larry percebe que essa maneira de agir fez com que Jack perdesse tudo e que ele não irá deixar que o mesmo aconteça com Renee. Apesar disso Jack continua, Larry insiste que as regras é que nos tornam “melhores do que eles” (os bandidos) e que todo ato acarreta uma consequência. É claro que Jack sabe disso, mas para ele ter sucesso ele precisa agir de acordo com suas necessidades, tudo passa a ser secundário diante de todo o cenário, onde algumas perdas são aceitáveis e sempre se segue em frente, sem perder tempo se lamentando ou olhando para trás.

Apesar da cena de perseguição de Jack, o que nos deixou com mais curiosidade é o que Renee seria capaz de fazer com a mulher e o bebê do agente do FBI para obter as informações que precisava. A cena foi tensa, mesmo que nenhuma grande ameaça fosse feita além da presença da arma. Mas o bebê chorando e a mãe desesperada acabou criando um clima cada vez mais pesado com Renee indo em direção ao bebê. Dá para perceber que ela está bem hesitante, podendo desistir a qualquer momento. O que fica é uma curiosidade um tanto mórbida: o que ela seria capaz de fazer se não recebesse a informação que buscava. Para sorte dela e de sua consciência, essa pergunta ainda não tem uma resposta, entretanto esses fatos acabaram indicando que aquilo era demais para ela, e que talvez ela repense esse modo de agir.

Mas no final, a tentativa de resgate de Henry Taylor termina tendo um desfecho trágico e ele acaba sendo alvejado por um tiro ficando em situação crítica. As fortes emoções deste episódio foram intensas em uma temporada que se apresenta bem equilibrada até agora, criando uma expectativa bem grande que a série possa retomar sua trajetória de sucesso.

Séries citadas:

Luiz Marcelo é advogado. Fã de Lei & Ordem, Desperate Housewives, Grey's Anatomy, 24 Horas, The Good Wife e The Shield.

9 Comments

  1. Tina Lopes

    Mesma cena da primeira temporada, Jack achando a vítima presa na cadeira, com um tiro – a Terry. A série faz auto-referências. Tô curtindo (e é claro que o tal aparelho não ia só cair e quebrar, quer dizer, eu acho – mas o Dubaku então não estaria com ele?).

  2. Eduardo

    Grande episódio final dessa primeira leva, antes da greve dos roteiristas interromper a temporada.

    Renée foi a estrela do episódio. Ela começou a dar os passos cruciais no mundo de Jack Bauer, de forma a deixar qualquer um de cabelo arrepiado. Roteiristas como Evan Katz sempre se superam nesse departamento, ao deixar o público mais angustiado. Até que ponto essa gente irá para completar a missão? Esse é o arco dramático mais emocionante e satisfatório da temporada.

    Allison Taylor também não ficou por menos, e deixou claro que é tarefa impossível pra qualquer presidente colocar as necessidades familiares em equilíbrio com o futuro do país.

    Esse foi um grande roteiro final de Robert Cochran, criador da série, que deixou a produção executiva após o 12º episódio dessa temporada. Cochran sempre levou o andamento do enredo mais sério que a maioria dos roteiristas, sem nunca deixar o fio desse enredo esticar além do necessário. Ninguém escrevia finais de temporada como ele.

    Cochran fará falta em 24 Horas, que fica nas mãos de Howard Gordon e Evan Katz.

  3. marilia

    eu enlouqueci qnd jack falou isso!!! gritei YEAHHH!!!

    e eu tão acostumada coms os métodos de jack e da própria ctu que aceitava tudo que ele fazia, apesar das chatas resistências, ver renee e larry hesitantes soa tão estranho, quase surreal. qnd na verdade deveria ser o oposto.

    24 é coisa finíssima. sempre. agora episódio sem a nerd mais adorada do planeta não vale!!!

  4. Fernando dos Santos

    Eu ainda não entendi quem está financiando as atividades dos ex-CTU Bill,Chloe e Almeida.Já se sabe que não é o governo.
    Acho que a resposta virá na forma de uma reviravolta surpreendente, típica de 24 Horas.

  5. Roberto

    você tá viajando com a questão do aparelho CIP.

    ele foi destruído sim durante o tiroteio e isso foi bem claro.

    ele sequer será mencionado no resto da temporada.

  6. Regina Monteiro

    Nunca assisti uma temporada inteira de 24 Horas, então a cena em que o marido da presidente é baleado foi novidade e só conseguia pensar “pqp, depois de todo esse trabalho?”
    E ainda bem que o guri desatou a chorar porque a Renee não ia conseguir nem dar uns beliscões no garoto. Torturar criança? O Jack já conseguiu alguma vez?

    Faço meu ato de contrição com esta temporada. A ansiedade só não foi maior para assitir a série porque baixei todos os episódios e vi tudo em dois dias. Mas a temporada é tão boa que é angustiante mesmo quando revejo na Fox já sabendo no que vai dar.

    Genialidade de roteiro. Fico apreensiva com a informação dada pelo Eduardo (comentário 2) pois estou numa grande expectativa com a próxima temporada.

  7. Elaine

    Maravilhoso!!! Tudo de bom. Renee e Jack estão bem demais.
    Parabéns pelo review.

  8. Claudemir Antonio Zamproni

    Puxa vida, depois destes 08 primeiro episódios desta 7ª Temporada da série “24 HORAS”, acho que já tenho condições para confirmar: com todos os seus 24 episódios, a Temporada anterior, a 6ª, não chega nem aos pés desta primeira terça parte que ora assistimos. É “24 horas” em estado puro. Estava até com vontade de desitir dela, depois do fiasco (vá lá, o verdadeiro “lixo”) que foi a temporada anterior, mas esta está servindo para lavar a alma. Tudo no seu devido lugar, bons e maus fazendo direitinho suas bondades ou maldades, a espera pelas surpresas e reviravoltas, que sabenos que virão; enfim, é a “perfeição” de volta. E pensar que Kim Bauer estará em breve no pedaço… é muito, apesar de merecermos, depois do castigo da 6ª.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account