Log In

Reviews

Review: 24 Horas – Day 7: 01:00 P.M. – 02:00 P.M.

Pin it

24 Horas - Day 7: 01:00 P.M. - 02:00 P.M.Série: 24 Horas
Episódio: Day 7: 01:00 P.M. – 02:00 P.M.
Temporada:
Número do Episódio: 150 (7×06)
Data de Exibição nos EUA: 26/1/2009
Data de Exibição no Brasil: 19/5/2009
Emissora no Brasil: Fox

Confesso que na empolgação do momento, quando Renee foi enterrada, esqueci completamente que Bill e Chloe estavam monitorando Jack e Tony à distância, o que facilitou muito o resgate de Renee. Mas acho que exageraram um pouco na parte da ressucitação, mesmo que fosse para criar uma tensão maior, pareceu-me um pouco forçado.

Novamente, mais explicações sobre como Tony foi resgatado da CTU. Parece que eles realmente se esforçaram para dar sentido ao retorno de Tony nesta temporada. Mas o envolvimento de Henderson, e a explicação do resgate do corpo de Tony ainda não é uma coisa muito crível, mas já é uma justificativa um pouco mais aceitável do que a explicação dada no começo da temporada.

Em seguida tivemos uma cena que deixou todo mundo estático: Tony atirando em Anderson quando este ameaça matar Jack, desconfiando das intenções de Tony. Não foi “headshot”, mas foi por pouco! Se alguém tinha receio de que lado Tony estava, parece que as dúvidas acabam aqui. Jack consegue convencer Matobo e sua mulher a seguir seu plano e Tony realmente ficou abalado com a morte de Anderson.

24 Horas - Day 7: 01:00 P.M. - 02:00 P.M.E numa ousada demonstração de força, Dubaku faz com que dois aviões se choquem no ar em frente a Casa Branca. A presidenta fica estarrecida. Aliás cabe citar que Cherry Jones vem fazendo um ótimo trabalho como a presidenta Taylor. A cena onde ela vê os dois aviões se chocando ficou muito bem feita, somando-se o seu eloqüente discurso junto ao seu Gabinete apontando suas razões para manter a ajuda a Sangala.

E no apartamento de Samantha, fortes emoções. Quando ela chega, o segurança de Henry a mata friamente. Um assassinato bem brutal diga-se de passagem. Mas quando o efeito da droga paralisante começa a se esvair, Henry consegue empurrar seu algoz sacada abaixo, matando-o na queda. Dublê que deve sofrer nessa hora, a queda era bem alta. E fica a grande dúvida: o que Henry irá fazer, qual será seu próximo passo?

E com Matobo e sua mulher entregues a Dubako, o plano de Jack e Tony é posto em curso. Dubaku promete mais mortes frente à decisão da presidenta em manter sua tropas quando decide destruir uma empresa de produtos químicos. A série está em aberto e muito coisa pode acontecer.

Apesar de ter sido o 150º episódio da série, ele ficou abaixo em termos de ação do episódio anterior, mas mesmo assim foi bom. Mas cabe ressaltar que em uma série, cuja proposta é contar uma parte da história em uma hora, nem sempre é fácil fazer com que várias coisas aconteçam ao mesmo tempo nos diferentes núcleos do seriado. Mas parece que a série mantêm uma boa história e por enquanto parece que irá apagar a má impressão deixada pela 6ª temporada.

Séries citadas:

Luiz Marcelo é advogado. Fã de Lei & Ordem, Desperate Housewives, Grey's Anatomy, 24 Horas, The Good Wife e The Shield.

5 Comments

  1. Eduardo

    Mais um roteiro consistente e tenso das mãos de Manny Coto e Brannon Braga, ex-produtores de Star Trek. Braga fará falta com a produção de Flash Forward em andamento. Espero que ele consiga contribuir alguns roteiros de 24 Horas como produtor/consultor na 8ª temporada.

    A direção de Jon Cassar não deixa por menos. O canadense sabe trabalhar com os roteiros de 24 Horas, e possui familiaridade com Kiefer Sutherland, sempre criando um resultado bom de assistir na TV. Esse é um diretor que fará falta na próxima temporada, mas Brad Turner e Michael Klick com certeza conseguirão manter o ritmo e a tensão na direção.

    O choque entre os dois aviões foi bem executado, e a reação da presidenta Allison Taylor (nome de uma personagem dos Simpsons) foi perfeita.

    A estória de Renee prossegue de forma admirável. Annie Wersching foi uma grande aposta de Howard Gordon e Evan Katz que deu certo. A mulher encaixou-se bem no universo de Jack Bauer.

    Colm Feore continua dando um show como o primeiro-marido. A cena em que ele mata seu agente de proteção foi chocante e aliviante ao mesmo tempo.

    O enredo central da temporada mantém-se consistente. Jack Bauer sacrificou muita coisa nas temporadas passadas, e agora começa o caminho de volta, tentando restaurar a si próprio, e a necessidade de ter órgãos “black-ops”, como a CTU. Os EUA politicamente correto de Obama entra em conflito com a mentalidade “24”, tornando-se o conflito central da temporada.

    Tony não deixa por menos. Ele sabe conquistar o público e surpreender quando menos se espera.

  2. marilia

    pra gostar de 24 tem que ter mente aberta e coração tbm, pra acreditar em tudo. Se Tony me diz que foi obra de Henderson, eu acredito na hora… eu acreditei no puma atrás da kim… então isso é fichinha.

    não gosto da renee… nem um pingo. ela só não é pior que a audrey.

    eu tô adorando essa temporada. a presidenta já me conquistou e não vejo a hora de jack meter asmãos em dubaku!

  3. Carlos T.

    Annie Wersching é, sem dúvidas, uma das melhores adição ao elenco da série, mas concordo com a marilia que a Audrey era um pé no saco.

  4. anderson migna

    Com certeza esta seríe e uma das melhores que já vi, só perdendo em termos de ação para a terceira , quem estiver de acordo que mande um recado assim que ver esta mensagem
    jack is back !!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Giselle

    Episódio muito bom.
    Fiquei meio apreensiva com aquela situação do Henry. E concordo com o Eduardo. O Colm Feore está ótimo. Já vi ele em alguns filmes e o cara é bom.

    Sobre a Renee por enquanto nada contra.
    Acho que só a Kim consegue ser pior que a Audrey.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account