Log In

Reviews

Revenge – Resurrection

Pin it
Série: Revenge
Nome do Episódio: Resurrection
Número do Episódio: 2x02
Exibição nos EUA: 07/10/2012
95.75
4.7
4

Algo que me chama atenção em todos os episódios de Revenge são as pequenas filosofias de Emily sobre determinados assuntos. Nesse caso, a Ressurreição foi tratada de modo bem simbológico ao se referir ao retorno do sucúbico demoníaco para o Hampstons. Por essa, Emily não esperava.

Já começando falando sobre coisas tristes, chegamos ao ápice do relacionamento entre Charlotte e Emily. Nunca pensei, mas essas duas personagens tão distantes, se aproximaram e muito nesse começo de temporada e está sendo muito bacana presenciar o desenvolvimento dessa amizade entre irmãs. Mas como Emily abandonou a sua antiga vida, ela foi obrigada a presenciar o encontro de Charlotte com a falsa Amanda para obrigar a mesma a ficar em Hampstons e não fugir com Victoria. É nesses momentos que vem aquele grande questionamento: vale a pena sacrificar toda a sua vida para uma vingança?

Momento ‘a revolta do telespectador’

Somente eu fiquei revoltado ao assistir aquela cena medíocre entre Emily e o homem do cabelo grisalho? Que papel amigável é aquele dela pedindo conselhos para ele e perguntando onde estava a sua mãe numa calma? Emily, come on! Você é a vingadora! Você não tem que ficar sentada calmamente esperando uma resposta simples. A resposta é trancafiá-lo num calabouço e começar os jogos mortais, oras!

“Uma vez, fiz uma entrevista por vídeo com Katie Couric pelado na minha jacuzzi. Ela não faz ideia” – #FrasesComicasDeNolanRoss

E para aqueles que estão se perguntando, eu ainda não aceitei o fato de Emily não ter se vingado de David adequadamente. Ainda espero por essa vingança, de modo indireto é claro. O infeliz do homem grisalho morreu por um cara misterioso que não sabemos quem é ou por que ele não vai deixar Emily fazer a sua vingança. Qual é o lance entre ele e o Takeda, afinal de contas? Ele gosta de treinar pessoas para se vingarem? Qual é a história dele?

Voltando para o drama dos Grayson…

Achei mais do que apropriado a Emily se aproximar novamente de Daniel para conseguir libertar Charlotte da reabilitação. Eu não engoli essa história da Emily deixar o Jack viver com a Amanda no ‘felizes para sempre’, enquanto ela está sofrendo em busca de sua mãe. Ela pode muito bem, se vingar e ficar com ele depois. Seria uma surpreendentemente final feliz. Mas como eu sei que a vingança é um caminho longo, vamos nos contentar com as sobras.

E que cena terrível foi aquela entre Conrad e Victoria, hein? Só para acabar com a vida do homem grisalho, a Victoria se sentiu obrigada a pedir para o Conrad bater nela. Que coisa mais masoquista! Terrível! E o pior foi ver a Victoria em seu momento Samara amaldiçoando o assassino de David, enquanto ela estava amarrada na parede. É muita cara de pau para uma pessoa só.

E a Ashley, nada boba, né? Está trabalhando para o Conrad para tentar despistar o Daniel dos planos do chefe. Sinceramente, ainda me pergunto o que Ashley ainda está fazendo na série. É incrível! Ela não tem história! E a cada episódio eu encontro uma nova profissão para ela. Depois de ser designer, programadora, organizadora de tarefas, governanta, mulher da vida, locutora e agora, apresentadora de reuniões. Até o final da temporada, descobriremos que ela é literalmente um Bombril.

“Nem o próprio diabo de quis” – Conrad Grayson 

Agora indo para o núcleo necessitado da série, o Declan vai começar a se meter numa maior roubada com esse novo amiguinho dele. Ele vai acabar sendo preso, somente por causa de um dinheiro. Se fosse assim, não seria melhor ele conseguir outro trabalho? O Hampstons até que é uma grande cidade. Tenho certeza que ele conseguiria dinheiro muito mais fácil e que não fosse ilegal.

Outro personagem que também se infiltrou nessa trama vingativa, foi a analista contábil do Nolan. Ela não teve nenhum contexto no episódio, mas é o que eu sempre digo: um personagem não entra na série por motivos fúteis. Ela contribuirá com algo muito valioso na série que temos que esperar para ver. Esse é aquele momento que começamos a interligar os personagens desconhecidos. Será que ela tem alguma relação com o novo amiguinho vingativo da Emily?

Depois de muita vingança e muita reviravolta, a rainha do terror está de volta e ela é a única chance de Emily descobrir o que aconteceu de fato com a sua mãe. E tenho certeza que ela conseguirá! Mesmo que ela tenha que mudar novamente alguns resultados de exame para provar que Ashley é um fantasma e que está na série errada.

Séries citadas:

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade São Judas Tadeu. Nasceu em São Paulo, Brasil, no ano de 1993. Trabalha com desenvolvimento de software na Foster, empresa afiliada a WPP, estuda teatro e desenvolve vários experimentos em seu Laboratório. Assiste Once Upon a Time, Nashville, Downton Abbey e muitas outras.

Website: http://www.mariomadureira.com.br

5 Comments

  1. Bianca Mafra

    Eu gostei da assistente do Nolan, acho que veio dar uma leveza a série, já que o Nolan tá cada vez mais enrolado com a vingança. e o Declan, só faz M

  2. biancavani

    Pois é, Declan percebe motivações ocultas na atitude de outras pessoas, consegue enxergar a alma do irmão, etc., e cai como uma menininha na lábia do “amigo”? São coisinhas assim que levam uma série a ser referida como “novelão”.

  3. Giullya Rangel

    Concordo, o Declan só faz M… Fiquei triste pelo Jack ser pai do filho da Amanda…. E Que a vingança continue…. Amo a série!

  4. Pingback: Destaques na TV – Terça, 27/11

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account