Log In

Reviews

Revenge – Renaissence

Pin it

Série: Revenge
Episódio: Renaissence
Número do Episódio: 4×01
Exibição nos EUA: 28/09/2014

A terceira temporada de Revenge, que terminou há quase cinco meses, nos deu um encerramento nunca antes visto na história da série: Emily finalmente consegue se livrar dos seus dois maiores algozes: enquanto Conrad é esfaqueado por um ressuscitado David Clarke, Victoria é internada em um hospício. Ah, e perdemos Pascal e Aiden como efeito colateral desse desfecho também. R.I.P. Depois de prolongar a vingança por três temporadas, o que mesmo com a agilidade do roteiro por vezes resultou num tom arrastado, a fórmula de Revenge parecia esgotada. Não havia muito mais rostos para serem marcados na foto que servia como checklist para a vingança, e o principal mistério da série, a identidade de Emily, já não era segredo para as pessoas mais importantes na vida da loira: seu antigo amor e sua maior inimiga.

Como dar um frescor, então, para o início da quarta temporada? Iniciar uma nova vingança, é claro! A estratégia já usada em outros momentos da série – como quando a falsa Amanda Clarke morreu no barco e deu mais um motivo para odiar os Greyson -, dessa vez foi mais radical: a vingança da vez é de Victoria. A personagem até ganhou a narração do início do episódio (aquela que muitas vezes a gente não presta atenção porque está checando se a legenda tá sincronizada, e muitas outras vezes também não fazem sentido). Destruída depois de ter sido internada, ficado viúva, perdido seu dinheiro pro governo (em um processo muito mal explicado) e sido afastada de seus filhos, que também não andam em seus melhores dias, Victoria tem motivos de sobra pra traçar sua agenda de vingança. E o alvo, é claro, Emily.

Depois de seis meses dos acontecimentos da última temporada, as duas personagens principais parecem não ter mudado muito. Victoria fez do hospício um novo lugar para suas manipulações. Convenhamos que manipular gente desequilibrada deve ser muito mais fácil. Eu até pensei que esse núcleo seria mais explorado, até senti uma vibe Orange Is The New  Black, mas não deu metade do episódio e Vic já conseguiu fugir, claro, com a ajuda das amigas.

Já Emily, que agora é dona da antiga mansão Greyson, tenta seguir sua vida dando festas sem climão, mas é claro que não consegue. Em sua festa de Memorial Day, coloca na mesma lista de convidados uma viúva e o assassino de seu marido, faz com que a verdade seja revelada no meio do discurso (essas festas sempre tem discursos) e tudo termina em closes e gritos.

Parece não haver outro caminho para as duas personagens. Ainda no hospício, quando Victoria consegue ligar para a sua antiga casa e é Emily quem atende, a Greyson propõe uma trégua, um fim ao ciclo de ódio que as une. Porém, o que cada uma quer em troca é impossível: Emily nunca terá sua infância de volta (e nesse momento a personagem fala da infância e de Aiden, e não de seu pai, que já sabemos que está vivo) e Victoria nunca terá Pascal. A vida das duas depende desse ódio, e elas não sabem viver sem manipular as pessoas. Nolan até acusa Emily de ser viciada no jogo da vingança, o que ela realmente é. Por isso a alegria da loira ao ver Victoria em sua porta depois da fuga. De volta ao jogo.

Como season premiere o episódio foi fraco. A baixa audiência mostra que o público não se empolgou muito. As storylines de Jack, que decidiu virar policial (e realmente ficou parecendo um stripper no uniforme, como Nolan diz), Daniel, que assume cada vez mais a personalidade agressiva e arrogante do pai, e cuja falência iminente o faz vender seus bens  (mas ainda paga o aluguel absurdo de sete mil dólares de sua irmã), e de Charlotte, que parece ter passado os seis meses de hiato se drogando, não empolgaram muito. Apesar do ator não colaborar muito, Daniel parece ser o mais promissor em sua ascensão à vilania sem competição depois que seu pai saiu do páreo. E é impressionante como Charlotte continua sendo umas das personagens mais insuportáveis da televisão atual.

Mas se há algo que Revenge sabe fazer são cliffhangers. Na última cena do episódio, depois de fugir e ir bater na porta da casa da inimiga (o que faz pouco sentido, já que é uma fugitiva, mas depois da cena carnavalesca da fuga, as definições de verossimilhança foram atualizadas), Victoria é capturada por David. Eu não achei que o pai de Emily fosse se revelar logo no primeiro episódio da temporada, mas isso muda muita coisa. Agora resta saber se ele continuará sua própria agenda de vingança após sequestrar tão facilmente sua ex-amante e delatora. Mas como sabemos, nada em Revenge é fácil.

P.S.1: O novo cabelo da Margeaux. Não!

P.S.2: O novo penteado do Nolan. Não!

Séries citadas:

1 Comment

  1. Felipe Ameno

    Resumo do episódio: Emily, a Paladina das Vinganças. Muito fraco o episódio, mas já achei a chamada do próximo boa. Prometeram uma “reunião familiar”. Deu pra ver uma possível tentativa de suicídio da Charlotte! Já podemos torcer de agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account