Log In

Opinião Reviews

Revendo: Família Soprano – The Legend of Tennessee Moltisanti

Pin it

Família Soprano - The Legend of Tennessee Moltisanti
Série: Família Soprano (The Sopranos)
Episódio: The Legend of Tennessee Moltisanti
Temporada:
Número do episódio: 8
Data de exibição nos EUA: 28/2/1999
Data da reprise na Warner: 26/10/2008

Sinopse: Durante um casamento, surgem rumores de que o FBI irá indiciar membros da máfia, que começam então uma operação para limpar suas casas. Christopher tem pesadelos e fica deprimido por não ser citado nas reportagens da televisão e acaba perdendo a cabeça, dando um tiro no pé do atendente de uma padaria. A família de Melfi discute se ela não deveria largar seu paciente com ligações com a máfia. Livia contra a Junior que Tony está fazendo terapia.

Opinião: Na semana passada escrevi justamente sobre as críticas queFamília Soprano recebeu por perpetuar um estereótipo dos ítalo-americanos. Este episódio parece ter sido escrito justamente como forma de responder estas críticas. Há vários diálogos, inclusive entre os mafiosos, reclamando da desconfiança com que são tratados os ítalo-americanos. Mais ainda, o episódio introduz na série a família de Melfi e temos em cena, portanto, uma família de italianos sem conexão com a máfia. Não há qualquer sutileza na abordagem do tema: o ex-marido de Melfi é identificado como membro de uma organização que combate o retrato negativo dos ítalo-americanos na mídia.

Acho o episódio realmente interessante e gosto da idéia de resposta que ele tenta dar. Mas acho os diálogos dele meio artificiais, exagerados. Sabe quando se tenta discutir alguma questão social na novela das oito? Em alguns momentos estes diálogos soam assim.

É bacana ver que a relação entre Melfi e Tony, que deveria interessar apenas aos dois, vai se tornando uma bola cada vez maior…

Olha, até o momento, o Christopher era o personagem que eu menos gostava da série. Mas aqui ele conquista minha simpatia com sua estupidez, entrando em crise por uma simples questão de vaidade.

Uma cena: Falando em Christopher. É muito legal a cena em que Paulie vai visitá-lo. Em crise, Christopher tenta explicar o que são “story arcs” e fala so de sua vida.

MVP: Michael Imperioli.

Família Soprano - The Legend of Tennessee MoltisantiCuriosidades:
• Mais um episódio sem vítimas. Contagem de corpos: seis.
• O episódio introduz diversos novos personagens na série. Os agentes do FBI Grasso e Harris, a família de Melfi, as esposas de Pussy e Silvio e também a primeira aparição do capo Jimmy Petrille.
• O episódio foi escrito por David Chase e Frank Renzulli. Renzulli é co-produtor executivo e roteirista da nova série Crash.
• Primeiro episódio dirigido pelo ítalo-americano Tim Van Patten, um dos principais diretores da série (ao todo dirigiu 20 episódios).
• O terapeuta da família Melfi, Sam, revela que toda família tem uma ovelha negra e conta que seu tio foi motorista de Louis “Lepke” Buchalter, mafioso de origem judaica que teria sido responsável por mais de 100 mortes nos anos 30.
• O título do episódio, The Legend of Tennessee Moltisanti, é uma referência a uma cena em Christopher está escrevendo seu roteiro e Adriana o chama de “Tennessee William”.

Um diálogo: Eu me diverti com este diálogo aqui, durante a janta dos Sopranos após a busca do FBI pela casa. Eu realmente não sabia, mas os italianos também tem o seu Santos Dummont, rerere.

Carmela:

Você sabia que um italiano inventou o telefone?

A.J.:

Alexander Graham Bell era italiano?

Tony:

Viu? Viu o que eu estou falando? Foi Antonio Meucci que inventou o telefone! Ele foi roubado e todo mundo sabe disto.

Um música: O episódio termina com Christopher roubando uma pilha de jornais com o seu nome, ao som de Cake, “Frank Sinatra”.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

7 Comments

  1. Anderson

    Mais um episódio inteligente.
    Christopher tambem é para mim uma personagem que até eñtão não acrescentava muita coisa, mas nesse episódio mostrou a que veio.
    A cena dele e Tony conversando no carro tambem é memorável, quando Tony pede se ele está depressivo, e Christopher responde que é “normal”. A reação de Tony é incrível, palmas para James Gandolfini.

  2. vlad

    A cena q eu mais gostei foi a do christopher na padaria, foi legal ver ele exercendo poder sobre alguem, axo q fez bem pro ego dele, ja q ele eh mais um garoto de recados pros mafiosos…

  3. Kelly

    E o pesadelo do Christopher? Dá até pra entender porque ele pensou que poderia escrever um roteiro, o pesadelo tinha até musiquinha…
    Pra mim, impagável é a mãe do Tony… Parece até madastra de estória infantil!

  4. Thiago

    Eu não suporto a mãe do Tony. Sei que planejaram ela pra ser essa pessoa que você não consegue gostar e… e acabaram conseguindo até demais comigo. Fico irado toda vez que ela aparece – mas ponto pra construção da personagem.

    Quanto ao Christopher… Bem, depois do Tony, é meu personagem preferido. Gosto muito dessa loooonga batalha que ele percorre pra conseguir ser alguém de respeito na organização.

  5. Fábio

    Nossa que legal vocês estarem fazendo esses comentários de Sopranos, já assisti a série toda e cada vez que assistia um episodio gostava de procurar informações sobre eles para discutir e coisa e tal, está sendo muito bom relembrar os episodios por aqui.
    Essa é uma das melhores séries que já vi, adoro Bons Companheiros.
    Bem quanto ao episódio, acho que a maioria dos mafiosos na série são meio imaturos para mim o Christopher é o 2° mais imaturo só perdendo para o meu personagem preferido o Paulie. A cena dele se sentindo mal e também por atirar no pé do cara (cena essa que lembra uma de Joe Pesci em Bons Companheiros).

  6. Frederico

    Os comentários de Sopranos estão muito bons!!!
    Mostram vàrios nuances da série que poucos expectadores conseguem ver.
    Quando vai sair o comentario do episodeo “Boca” ?

  7. Diogo

    curiosidade: em Os Bons Companheiros, o garoto que leva um tiro no pé do Joe Pesci é o Michael Imperioli, o mesmo ator que faz o Michael.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account