Log In

Notícias

Repórter do The New York Times passa a noite nos sets de filmagem de ‘Bates Motel’

Pin it

Ser jornalista do The New York Times tem muitas suas vantagens e uma delas é justamente poder passar a noite no hotel mais macabro da televisão antes mesmo que ele seja inaugurado.

Não entendeu nada? É que o repórter Neil Genzlinger, crítico de televisão do maior periódico dos Estados Unidos, gravou um vídeo nos sets de filmagem da nova série da A&E, Bates Motel, e tinha uma missão: pernoitar no lugar.

“Os produtores do seriado acharam que eu era louco quando disse que queria dormir no set… E talvez eu fosse”, diz o repórter com uma voz sombria, no vídeo disponibilizado no site do jornal. “Mas eles disseram ‘Claro’ [dá uma risadinha] ‘É o seu funeral'”, completou.

O vídeo, é claro, foi feito com tom de humor, mas, a todo momento, o jornalista tenta criar um clima de tensão e fazer referências ao filme clássico Psicose, do mestre do terror Hitchcock, que foi lançado em 1960 e no qual a série é inspirada.

Dentre as menções, estão a patrulha de polícia que percorre o lugar de madrugada e o vulto visto na janela da casa principal, que fica numa colina ao fundo do hotel. Genzlinger, no entanto, tinha um desafio maior ainda: sobreviver ao banho em seu quarto de hotel – já que, no filme, a mocinha Janet Leigh é esfaqueada ali.

NOTÍCIAS | Divulgado o primeiro trailer detalhado de ‘Bates Motel’

Diário de set

Já na reportagem escrita sobre a nova série, o jornalista narrou o que viu durante as gravações do programa. “Tudo [o cenário] é surpreendentemente parecido com o filme original, exceto que a casa – na verdade, apenas uma fachada – não tem telhado (que é adicionado digitalmente para o show)”, escreveu ele.

Genzlinger considera que fazer um seriado sobre um filme de terror clássico é um território traiçoeiro e produtora-executiva do programa, Kerry Ehrin (Friday Night Lights), sabe do risco. “Há tantos jeitos disso ser feito de uma maneira horrível. Mas, no fim do dia, o material que tínhamos era tão sedutor que eu acredito que, em determinado momento, não havia como não fazermos a série”, contou.

No filme original, a mãe do serial killer Norman Bates já estava morta e mumificada, mas o jornalista, que é especializado em cinema, diz ter a impressão de que o público acredita conhecer a personagem – uma megera.

NOTÍCIAS | Veja o trailer de 4 minutos de ‘Bates Motel’, série inspirada no filme de terror ‘Psicose’

A atriz nomeada ao Oscar Vera Farmiga (Amor Sem Escalas) interpreta a matrica na versão da A&E e diz que também não queria mostrar a mãe como alguém dócil. “Eu, como uma espécie de advogada nomeada pelo tribunal, queria defender essa personagem. Ela é um ímã para o desastre, mas ela é tão resistente, e isso é o que eu amo sobre ela”, falou Farmiga.

Bates Motel se passa antes do filme Psicose, quando o psicopata Norman Bates era ainda um adolescente. A história pretende mostrar com a relação doentia do garoto com a mãe o transformou no serial killer mais célebre do cinema. Freddie Highmore, de A Fantástica Fábrica de Chocolate, vai dar vida ao jovem instável e tem sido bastante elogiado pelos colegas de trabalho.

Prelúdio que se passa depois

Apesar de servir de prelúdio para o filme, lançado há mais de meio século, Bates Motel não é uma produção de época e se passa nos dias modernos. Algo que foge completamente à lógica, sim. Mas, de acordo com os produtores, tudo é uma questão de licença poética. “Se fizéssemos uma produção de época, o filme se aproximaria de uma forma tão intensa que não encontraríamos um ‘escape'”, disse Carlton Cuse (Lost), o outro produtor-executivo do show. “Nós criamos nossa própria mitologia, o que, eu acho, que se subverteu em muitas expectativas”, argumentou ele, dizendo que criativamente era importante para o programa acontecer nos dias de hoje.

NOTÍCIAS | Novo site da série ‘Bates Motel’, prelúdio de ‘Psicose’, permite que o usuário passeie pelo lugar

Brincadeiras nos bastidores

Depois de entrevistar a equipe de frente e de trás das câmeras de Bates Motel, o jornalista contou que quando pediu para passar a noite no lugar, a produção da série ressaltou que aquilo era apenas um set de filmagem, não um hotel de verdade – mas poderia fazer a vontade do repórter acontecer. A equipe, então, tentou assustar o jornalista, dizendo que o set havia sido construído sobre um antigo cemitério indígena.

Até Vera Farmiga entrou na brincadeira. “Que quarto vocês vão dar a ele? Nem cogitem a ideia de colocá-lo no quarto 5, com o espírito de Perkins [Anthony Perkins, o ator que viveu Norman Bates no filme original].”

O jornalista ficou no quarto de número 4 e para assistir a essa aventura, clique no play.

Bates Motel foi gravada na cidade de Aldergrove, British Columbia, no Canadá, e tem 10 episódios encomendados. A estreia da série – que já teve os seis primeiros minutos do piloto divulgados – acontece daqui exatamente uma semana nos Estados Unidos, no dia 18 de março, pelo canal A&E. Ainda não há data prevista para o Brasil.

Com informações do The New York Times.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

1 Comment

  1. Pingback: Produtor diz que narrativa de ‘Bates Motel’ fica entre ‘Breaking Bed’ e ‘Homeland’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account