Log In

Notícias

Rede Globo estreia Na Forma da Lei

Pin it

Na Forma da Lei

Um dos temas mais desperdiçados pela dramaturgia seriada brasileira parece que terá chances de finalmente ser explorado. A rede Globo estreia esta noite, às 22h40, a minissérie Na Forma da Lei, drama que se apoia no sistema judiciário brasileiro tradicionalmente conhecido por sua precariedade, lerdeza e, muitas vezes, injustiças. Resta conferir se a produção será dramática ou apenas mais um melodrama novelístico temperado com narrativa didática e moralista (pelas cenas divulgadas, o ambiente é de novela).

Criada por Antonio Calmon, com colaboração de Leandra Pires e Guilherme Vasconcellos, a produção tem oito episódios dirigidos por Wolf Maya, Emerson Muzelli e Miguel Rodrigues. Estrelada por Ana Paula Arósio, Luana Piovani, Leonardo Machado, Henri Castelli e Samuel de Assis, a minissérie faz um cruzamento entre ação policial, jornalismo investigativo, drama jurídico e relacionamentos pessoais.

Na história, um grupo de cinco amigos formados em direito segue com suas vidas sete anos após o assassinato de um de seus colegas. Eduardo (Thiago Fragoso) foi morto por Maurício (Márcio Garcia) na noite em que celebrava seu noivado com Ana Beatriz (Ana Paula Arósio), que agora trabalha como promotora pública. Apesar das testemunhas Maurício, filho do Senador João Carlos Viegas (Luís Melo), é absolvido pela justiça.

Os demais membros do grupo são Célio (Leonardo Machado), juiz apaixonado por Ana; Edgar (Henri Castelli), advogado; Gabriela (Luana Piovani), delegada de polícia; e Ademir (Samuel de Assis), jornalista. O primeiro episódio tem início no passado, com a formatura do grupo, passando para o tempo presente quando Maurício ataca novamente, desta vez matando sua amante, Denise (Ellen Roche). Com o novo crime, surge outra oportunidade para o grupo, agora fazendo parte do sistema judiciário, de incriminar e condenar Maurício, considerado um psicopata.

No elenco também está Eva Wilma, como terapeuta de Ana. Por curiosidade, em início de carreira, Eva estrelou a série As Confissões de Penélope, a qual tinha como enredo as visitas da protagonista ao terapeuta, para quem inventava histórias ou coloria sua interpretação dos fatos ocorridos.

* * *

Texto gentilmente cedido pelo weblog Revista TV Séries.

Séries citadas:

43 Comments

  1. Fernando dos Santos

    “(pelas cenas divulgadas, o ambiente é de novela).”

    E levando em conta o elenco e o autor também parece que vai ser um melodrama novelesco.Espero estar enganado.
    A premissa até que é interessante.Juntar profissionais de diferentes áreas(promotora,juiz,advogado,delegada de polícia,jornalista) e colocá-los empenhados em uma mesma missão, cada um contribuindo de acordo com sua profissão.O problema é que o tratamento que a idéia vai receber parece não fugir muito do novelesco a julgar pelas chamadas.

  2. Hanna Nazine

    Eu estou torcendo para ser bom. Mas estou sentindo uma “vibe” de politicamente correto no ar. Espero estar enganada

  3. Leonardo Toma

    Globo tem uma dificuldade em explorar outras formas de filmagem sem ser a de novela… Na verdade não só Globo, todas as redes do Brasil…

  4. Fernando dos Santos

    “Globo tem uma dificuldade em explorar outras formas de filmagem sem ser a de novela… Na verdade não só Globo, todas as redes do Brasil…”(2)

    Nas poucas vezes em que a Globo conseguiu sair um pouco da linguagem de novela, foi através de raras parcerias com produtoras independentes como nas séries Carandiru-Outras Histórias e Cidade dos Homens.Infelizmente a emissora teima em produzir sozinha quase todas as suas obras dramaturgicas.

  5. Fe

    Só pelo fato de ter a intragável Luana Piovanni, nem vou me dar ao trabalho de ver…

  6. maga

    Assisti e achei bacana,principalmente a atuação de Luiz Melo,excelente como sempre,na pele do senador pai do assassino Márcio Garcia.A história é interessante.Resta saber se Luana Piovani e Márcio Garcia vão dar conta do recado.O jornalista da turma está mais ou menos,um pouquinho exagerado.O que eu já percebi mas muitos fazem questão de não enxergar é que a Globo começou a investir neste tipo de seriado policial(tb Força Tarefa)depois do sucesso de Vidas Opostas e A Lei e o Crime,da Record.Até a novela Duas Caras foi claramente “inspirada” em Vidas Opostas.O povo critica a Record mas fecha os olhos qdo a Globo faz o mesmo.

  7. Walber

    Se Ellen Roche não morresse no começo, valeria a pena dá uma olhada.
    E realmente parece Reunion jurídico com um quê de The Forgotten.

  8. bia mafra

    Um elenco pessimo, o unico que considero realmente ator ai eh o luis mello, que deve fazer uma parte muito pequena. luana piovanni como delegada nao da para aturar, se bem que a arosio no papel de vitima cai bem. o resto eu nao conheço ou eh um bando de canastrao.

  9. Lara Lima

    Bia, até que a Luana eu aguento, o que não dá mesmo é a Ambrosio com aquela cara de Juliana (Terra Nostra)chorando por causa do namorado assassinado.

    Eu assisti ontem, no elenco tem ainda Carolina Ferraz e Angela Vieira. E nossa, o Marcio Garcia é limitado, mas como “vilão” eu não sinto tanta vergonha por ele como foi em Caminho nas Índias.

  10. Edmar

    Eu gostei do seriado, cada um tem seu gosto, vcs podem achar uma porcaria, mas tem gente que não acha, afinal gosto não se discuti. Força-Tarefa foi um exemplo de seriado bom e de qualidade. Na Forma da Lei foi líder em audiência no horário, é sinal que mais da metade do povo assistiu. Agora quer dizer que se a Globo e Record produzirem mais seriados eles vão ter que pedir opiniões aos leitores do TeleSéries ? Vcs são quem? Vcs não gostam, mas tem gente que gosta. Eu sou fã de seriado americano, mas sei reconhecer quando uma série brasileira é bem produzida. Só sabem criticar. Por que vcs não pedem aos roteiristas dos seriados americanos para pedir suas opiniões? Nem tudo é perfeito e como a gente quer. Fato!!!!!!!!!!

  11. Anderson

    Eu gostei bastante, um ótimo elenco, direção bem produzida, fotografia idem, as interpretações boas e pra mim é melhor doq muitas séries americanas. sr maga, a Globo ñ copiou nada, viu? pq bem antes de A Lei e o Crime teve séries na Globo em anosss A justiceira, Plantão de Policia, Malu MUlher etc.

  12. Mara

    Nem adianta perder tempo com essas pessoas que comentam aquí. Eles acham que tudo que não for Americano, é sempre porcaria. Temos ótimos roteiristas, atores, diretores e tudo mais. Mas não adianta. Pode ser o que for. Foi produção nacional,eles criticam de uma forma terrível e as vezes até com certo ódio. Assisto e gosto de alguns seriados americanos. Mas isso não quer dizer que o Brasil não faça seriados de qualidade. Alguns Brasileiro tem que parar com essa mania de so valorizar o produto estrangeiro.

  13. Maria

    Tem umas pessoas aquí que tem tanta raiva de produção nacional, que nem sequer ver o seriado e ainda assim fala mal. Concordo que os seriados americanos são muito bons,mas não podemos desmerecer as produçoes nacionais.

  14. antonium

    “..a série As Confissões de Penélope, a qual tinha como enredo as visitas da protagonista ao terapeuta, para quem inventava histórias ou coloria sua interpretação dos fatos ocorridos.”

    eu gostaria que a globo pudesse fazer uma reedição dessa ideia, isso posibilitaria da globo poder explorar novas dramaturgias e formatos sem ser novelistico pois eles poderiam explorar a linguagem de uma forma bem inovadora como foi o armação ilimitada pois gostei dessa ideia de misturar uma narrativa onirica com a realidade dos fatos.
    espero que a globo consiga algum dia sair de seus lugares comuns sem ser uma mini serie especial passada tarde da noite e possibilite ter um respiro de inteligência no meio de tanto “humorístico/jornalismo politicamente correto” e romeu-e-julieta teledramaturgico” que assola as nossas tvs nos limitados canais abertos brazucas.

  15. mauricio

    Por enquanto estou gostando. Claro que tem umas situações e diálogos exagerados que demonstram como a ausência de roteiristas “de verdade” prejudicam as produções brasileiras. Adorei a cena da conversa entre o Luiz Melo e o filho bastardo dele logo depois da descoberta do segundo crime.

  16. Aurélio

    Assisti o 1º episódio e achei muito bom, a partir de uma história bem construída e um elenco afinado.Destaque para a linda, deculpem, lindíssima, Ana Paula Arósio( que olhos!)e Marcio Garcia muito bem no papel de vilão.
    Nós brasileiros devemos nos orgulhar de contarmos com uma emissora do quilate de uma Rede Globo, a 4ª melhor do mundo, e a que mais se preocupa em valorizar autores, diretores, roteiristas e atores nacionais, dando-lhes espaço e o devido respeito.
    REDER GLOBO DE TELEVISÃO, MÃOS PARA BAIXO.

  17. Lu

    Eu dei uma olhada ontem e até achei interessante. a melhor atuação é do Luis Melo, o que não é surpresa considerando o elenco escolhido.

    Minha única reclamação é que a Globo parece se descuidar da pesquisa. O tribunal que eles mostram é um tribunal americanizado. É um híbrido da justiça americana e a nossa. E que nada tem a ver com a realidade. Tudo bem, é uma minissérie.
    É pra entreter, etc. Mas falta esse tipo de cuidado nas produções da Globo. Fiquei com a impressão de estar vendo uma versão tupiniquim de L&O.

    Enfim, eu não desgosto do produto nacional. A Globo já produziu minisséries maravilhosas. Só que na hora de produzir seriados, a Globo peca por querer copiar dos americanos. E isso é desnecessário.

  18. Nessa

    Gostei bastante, foi um primeiro episódio muito bem feito fiquei surpresa, realmente o nível das séries da Globo subiu muito nos últimos 3 anos tá no nível internacional, só tenho q dar meus parabéns e dizer para Globo q ela continui assim, investindo muito em séries, nós agradecemos.

  19. Giselle

    Assisti ,gostei e vou acompanhar.
    Achei muito bom o episódio piloto. Me surpreendeu.
    O Luis Melo realmente teve a melhor atuação.
    Ana Paula Arósio e a Luana Piovani tiveram uma atuação boa.
    O Marcio Garcia está legal como vilão.
    Também gostei muito do Jackson Costa. Ótima a participação dele.

  20. alessandro

    CAda comentário besta de pessoas preconceituosas que leio nesse site que só deus.
    EU vi o Seriado e gostei muito, tomara que seja no nivel da justiceira

  21. Nanda

    Que tal parar de ofender os outros só porque não possuem a mesma opinião de vocês? Que saco.

    Não gostei. Isso quer dizer que sou preconceituosa, anti-patriota, anti-Globo, anti…

    Se liga.

  22. douglas

    eu ateh tentei ver. mas oq foi aquilo?? atuações péssimas de luana piovani, marcio garcia e aquele carinha que queria matar a loirinha na chuva. pq eu nem sei oq aconteceu depois pq eu nao aguentei mais ver!

  23. Vanderson

    Exelente série, uma fotografia brilhante, interpretações corretas destaque para bela atuação de Luis Melo q robou a cena da série toda pra ele, os protagonista estão bem, Marcio Garcia me surpriendeu fez um ótimo vilão, parabéns

  24. Eliane Moura

    É o patriotismo vira-lata: vc tem que gostar de qualquer porcaria brasileira pq foi feita por brasileiros. E vai ver que é por isso que eles continuam a fazer porcarias, pq tem gente que gosta e vê! Eles não aprendem, pq ninguém ousa criticar.
    Nos USA, tem um zilhão de críticos e raramente um filme ou série recebe total aprovação. Quando o filme ou série de TV é ruim, eles malham mesmo.
    Aqui, o som é ruim, os atores não sabem representar, o diretor não tem a menor idéia do que é dirigir, mas, ei! São brasileiros, temos que gostar deles, mesmo que eles façam merda!
    Eu gosto de produções americanas, mas quando o episódio é ruim, eu meto o pau, como vcs podem ver no review de SVU.
    Eu até tento de vez emquando ver alguma coisa brasileira, mas começa que eu não entendo o que eles falam, pq a dicção do ator brasileiro é péssima, aí, não dá!
    Gostei de Tropa de elite pq o Wagner Moura É um ator, grande ator. Ele sente o que está dizendo, não está simplesmente declamando as palavras.
    Vai ver tb que é por isso que o país tá um puteiro, pq ninguém pode criticar a roubalheira, a patifaria, a cleptocracia, pq é anti-patriota.

  25. mauricio

    Eliane, uma coisa é vc menosprezar a produção televisiva e cinematográfica brasileira, o que já demonstra certa ignorância, já que existem produções belissímas, principalmente nos cinemas, (como comparação vc vem dizer que gostou de Tropa de Elite, me poupe!!!) outra coisa é vc dizer que “o país tá um puteiro”!!!!. Tenho certeza que a putaria do nosso país não é diferente da putaria dos outros países, inclusive, os EUA.

  26. Maria de Fatima Cosme Marreiros

    Eu acho a globo D , sempre explorando a realidade que nos vivemos neste pais.
    Parabens pelo o seriado os atores maravilhosos.
    Fatima – 17.06.2010

  27. mazinha

    Gente cada um tem um gosto…isso é fato…eu ja assisti seriados nacionais dos quais gostei muito (os normais e a A grande familia são exemplos), a gente precisa parar de achar que só porque é nacional tem que achar bom…se é ruim e eu critico mesmo, mas quando é bom eu também reconheço..mas não é porque sou brasileira que vou engolir todo o lixo que me apresentam , assim como quando um seriado americano é ruim nem me dou ao luxo de ver…vamos deixar de ser ignorantes…eu sei que tem gente inteligente aqui…por favor

  28. Ricardo

    Dois aspectos: realmente não é necessário ser condescendente com a produção nacional – se o seriado ou filme for ruim, deve mesmo ser criticado, sem “paternalismo patriótico”.

    No entanto, acho louvável que nos últimos anos a Globo venha investindo na produção de séries rotativas, com temporadas curtas (a exceção é A Grande Família). O nível geral ainda é fraco, mas só na base da tentativa e erro é que a emissora vai aperfeiçoar suas obras.

    Só o que repudio mesmo é a idéia de que todos os atores brasileiros são canastrões. Em primeiro lugar, deve-se lembrar que o ritmo de gravação de uma novela (que é o referencial maior quando se trata do trabalho dos atores de nosso país) é muito mais puxado que o de um seriado – isso não é desculpa para canastrices, mas ajuda a entender que muitas vezes não há o tempo de preparação para uma cena ficar melhor.

    De qualquer forma, ninguém vai me convencer que a Kristen Bell seja mais atriz que a Leandra Leal ou que o Antônio Fagundes seja inferior ao Alec Baldwin, por exemplo… atores ruins existem em todo o mundo.

  29. Isabelle

    Concordo com a Mara lá em cima, assisti e é mito bom. Tem muita gente que tem mania de criticar as coisas nacionais, só é bom o que é estrangeiro, eles produzem muita coisa ruim por aí.
    Tá todo mundo de parabéns, roteirista, elenco, diretor.

  30. Aurélio

    Ainda bem que estou tendo o prazer de ler alguns comentários coerentes, sem passionalismo ou radicalismo.Eu elogiei a série porque assisti e gostei.Se fosse o contrário também diria. Porque não? Não devo nada a Rede Globo de Televisão.Entretanto entendo que ser patriota, não sei nem se o termo cabe bem aqui, é criticar quando não se gosta,e quando se tem fundamento para tal, mas também elogiar quando é merecedor.
    Tenho lido aqui opiniões negativas de pessoas que depois revelam que nem assistiram o programa. Quanta incoerência.

  31. Daniel Olinas

    tava assistindo até a parte em que do nada Marcio Garcia arranja uma gangue que faz rapel e ataca o cara.
    Depois disso sai da sala.

  32. Manuka

    A minissérie é péssima, o texto não ajuda os atores, em sua maioria desprovidos talento, um dramalhão piegas…é a melhor definição. Mesmo reconhecendo as falhas de A lei e o Crime, considero a trama muito mais envolvente. As personagens de Arósio e Piovani, não chegam de longe à força emprestada à Delegada Catarina por Francisca Queiroz, que conseguiu harmonizar fragilidade e força.

  33. Jacque

    Não, não dá! Definitivamente, o texto é pobre os diálogos são pobres, e vamos combinar que a coisa foge mesmo da realidade.
    Fui……………….

  34. Jacque

    ….só pra não esquecer Luana Piovani está péssima…muito forçada….

  35. Iranilde

    …gostei muito pois a minessérie fala da ipunidade que nossos políticos tem e destaca um dos poucos crimes cometidos no nosso país,sem falar do dinheiro público que é desviado e os mesmos são absorvidos NA FORMA DA LEI.

  36. Thais

    Estou acompanhando a série a pouco tempo e estou gostando muito. Até que enfim a TV brasileira nos permite um conteúdo interessante e de qualidade. No entanto, acredito que deveriam investir mais tempo na série para enriquecer as cenas e os diálogos. Que tal se colocassem a série no dia e horário do Zorra total? Ou talvez tirassem o casseta e planeta… é uma sugestão.

  37. Douglas Gigante

    Acompanhei a série desde o primeiro episódio, pois sou da área jurídica (Ministério Público) e queria ver como passariam a realidade da justiça para leigos. Apesar de algumas falhas q muitos q não são profissionais da área não pegaram, como por exemplo um tribunal do juri da justiça estadual querendo julgar um senador por desvio de verba *rsrs, até q a série conseguiu prender a atenção e tinha seus picos. Mas o final foi algo decepcionante por demasia. Se a idéia da série era de mostrar q ainda há esperança de justiça na nova geração, tdo foi por água abaixo no último episódio, visto que se tratava de um grupo de “justiceiros” q faziam tdo na forma da lei e caçavam ferozmente um assassino para q o mesmo pagasse perante a justiça, para, por fim, igualar-se ao mesmo, promovendo uma verdadeira incursão atrás dele e matando-o da mesma forma como ele fazia com suas vítimas. Será que realmente a justiça foi feita com o então Senador Viegas representado por seu filho psicopata? Foi essa pergunta com teor de decepção q restou do último episódio de uma série que tinha tudo pra ser melhor.
    Digo de passagem, que não sou defensor de Direitos Humanos ou algo do tipo, até concordo q em certos casos, não adianta querer agir estritamente na forma da lei, é necessário um pouco de emoção para se garantir a lei e a ordem, mesmo que custe a vida de quem causa o desequilíbrio. Só estou analisando de um ponto crítico os fatos ocorridos na trama e seu desvio de objetivos e ideiais, pois desde o início vende-se a idéia de justiça feita da forma correta e no final, os próprios heróis se rendem ao métodos q eles criticavam.
    Obs: Até hoje nunca vi tb um delegado federal ser capturado de maneira tão tacanha.

  38. Patricia Cohen

    A série estava boa até eles se perderem no final.
    Foi muito ruim a expectativa do último episodio
    Patricia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account