Log In

Reviews Spoilers

Reality Time: Celebrity Apprentice, American Idol, The Amazing Race e Survivor

Pin it

American Idol - The Top 11 Finalists Take The Stage Live

A coluna Reality Time vem com força total esta semana – depois de uma semana fora do ar, o Survivor retorna em grande forma. E temos ainda bons episódios de Celebrity Apprentice, The Amazing Race e… bom… Parece que os shows do Top 11 do American Idol não foram dos melhores – mas o lado bom disto é que podemos ver o Simon arrasando com os candidatos. Confira a seguir e deixe seu comentário.

American Idol: The Top 11 Finalists Take The Stage Live (9×24) e Find Out Who Is The Next Finalist To Be Eliminated (9×24)
Data de exibição nos EUA: 23 e 24/3/2010
Data de exibição no Brasil: 27/3/2010
MVP: Crystal Bowersox e Siobhan Magnus
LVP: Tim Urban

Todas nossos programas favoritos sempre têm aqueles episódios que não são muito bons. Não há exceção. O último de American Idol conseguiu ser um pouco pior do que os episódios ruins do caça-talentos musical. Não fosse duas concorrentes, Crystal Bowersox (veja a performance) e Siobhan Magnus, os jurados e nós, público, teriamos deixado de acreditar que alguma daquelas 11 pessoas irá se tornar o próximo ídolo americano.

De acordo com os quatro jurados, o maior problema dos candidatos se refere a escolha da música. E algo muito estranho aconteceu nesta semana. Com o tema #1’s Billboards, os participantes tinham milhares de músicas extremamente interessantes e que poderiam causar um ótimo impacto positivo, mas, mais uma vez, 90% deles foram infelizes em suas escolhas. E aqui faço um parêntese: é por isso que prefiro o The X-factor, lá os candidatos são aconselhados por mentores que, como são pessoas experientes, conseguem ter um maior aproveitamento de cada participante.

Bom, voltando à fase de vacas magras do American Idol. A estrela musical convidada para participar do reality foi ninguém menos que Miley Cyrus. Os fãs que me desculpem, mas o que diabos se passou pela cabeça dos produtores do show de colocarem a guria pra ser mentora?! Coicidentemente, nenhum dos conselhos que ela deu, gerou um comentário positivo por parte dos jurados. E mais uma vez os patinhos dos candidatos se deram mal.

Diante da fragilidade artistica apresentada pelos atuais aspirantes a ídolos, não resta muito se não esperar (e torcer) para que os extremamente menos talentosos, como Tim Urban e Katie Stevens sejam logo eliminados para a competição realmente começar. Ah, sim, a eliminada foi Paige Miles, que não deixará saudades. (Ivan Guevara)

Eliminada:
American Idol - Find Out Who Is The Next Finalist To Be Eliminated

The Amazing Race 16: Cathy Drone (16×06)
Data de exibição: 21/3/2010
MVP: Carol e Brandy
LVP: Jordan e Jeff e Brent e Caite

The Amazing Race 16 - Cathy Drone

Engraçado como essa temporada de The Amazing Race é uma montanha-russa – uma hora é excelente, outra é péssima, sem contar as muitas vezes em que ela é mediana. Na primeira situação, eu colocaria o episódio passado, voltado para a I Guerra Mundial; na segunda, os primeiros episódios; na terceira, este sexto, que foi, na melhor das hipóteses, correto. Não houve provas mal elaboradas como vimos nesta ou outras edições, mas também não houve nenhuma que chamasse a atenção.

A corrida continuou na França, e pelo menos inovou ao fazer os times viajarem para outras cidades a cada prova cumprida, o que poderia fazer os times se perderem (o que realmente aconteceu). Só que, em The Amazing Race, para cada acerto, há um erro. No episódio, pela segunda vez seguida, não houve qualquer equalizador. Esse tipo de decisão deixa a corrida mais previsível, pois a recuperação dos times do pelotão de trás é mais difícil. O resultado nós vimos: mais uma vitória de Michael e Louie e a eliminação de Jordan e Jeff, que estavam duas horas atrás dos líderes.

Sobre os desafios, os times tiveram que achar uma garrafa em uma adega no Bloqueio, e, para o Desvio, escolher entre encontrar um cacho de uvas num terreno enorme, ou equilibrar copos de vidro em uma pirâmide e depois despejar champagne sem que ela desabe. Tudo muito francês, mas dessas, a única levemente interessante e que rendeu alguma coisa foi a última prova, quando a pirâmide de Brent e Caite desabou. Como a maioria dos times foi procurar (jogada esperta, porque só de olhar, o desafio parecia dificílimo e muito demorado), ficou muito chato vê-los procurando coisas o episódio inteiro.

Mas, se tem uma coisa que impediu essa etapa de ser ruim como os primeiros episódios, foi o elenco. Como há menos times agora, a edição consegue mostrar um pouco mais de cada time, e todos eles renderam em algum momento, seja com comentários engraçados (Dan e Jordan são os campeões nessa categoria), burros (Allie achando que Joana D’Arc em francês era “Arc de alguma coisa, como o Arco do Triunfo” e Jordan confundindo-a com NOÉ – aquele da Arca!) ou decisões acertadas ou estúpidas (vários times foram para cidades erradas). Os times estão rendendo, e acho que vai continuar assim. Vamos falar deles em particular, agora:

1 – Michael e Louie: Se houvesse um equalizador, creio que teriam perdido a primeira posição para Carol e Brandy. Como na última etapa, a vantagem que tinham e a rápida execução das provas foi o suficiente para se manterem no topo.

2 – Carol e Brandy: Fizeram sua melhor etapa até agora, passando três times. Checaram bem suas informações e não se perderam, além de não brigarem. Se continuarem assim, vão longe.

3 – Steve e Allie: Hoje apareceram apenas para mostrar suas burradas, mas pelo menos apareceram e agora mostraram ter um pouco de personalidade.

4 – Jet e Cord: Os caubóis erraram feio hoje, indo para a cidade errada DUAS VEZES. O engano deles é imperdoável porque, da primeira vez, eles apenas supuseram que, pela prova envolver champagne, eles tinham que ir para a cidade de mesmo nome. Eles estão lembrando o Jet e Cord da Etapa 1, e isso não é bom…

5 – Dan e Jordan: Foram os que mais apareceram hoje graças às frases hilárias. Ficaram de repente simpaticíssimos e o episódio foi deles. Pena que demoraram demais no Desvio dos copos, caso contrário poderiam ter conseguido uma posição melhor.

6 – Brent e Caite: Continuam errando a torto e a direito (dessa vez pularam o Desvio – pode uma coisa dessas?), e ainda discutindo o tempo inteiro. Será que alguém ainda torce por eles?

7 – Jordan e Jeff: Tinham contra eles o fato de não haver equalizador, mas também não fizeram nada para reverter a situação: perderam-se e escolheram o Desvio mais demorado, o dos copos. Ainda bem que saíram, porque não aguentava mais tantas burradas. Agora, elas serão “propriedade exclusiva” de Brent e Caite. (Bruno Piola)

Eliminados:
The Amazing Race 16 - Jordan e Jeff

Survivor – Heroes Versus Villains: Banana Etiquette (20×06)
Data de exibição: 24/3/2010
MVP: Russell e Rob
LVP: Tyson

Survivor - Heroes Versus Villains - Banana Etiquette

Meu Deus, o que está acontecendo com Survivor? De uma temporada espetacular, passou para a MELHOR temporada (isto é, se ela terminasse aqui) de todas! A produção tem muita sorte, porque Survivor é um programa que depende quase que inteiramente no elenco para ser bem-sucedido ou não. E os participantes estão melhores do que nunca, jogando o melhor jogo social possível e bolando as estratégias mais geniais! Não tem como ficar melhor.

Hoje tivemos um episódio inevitável numa temporada com 20 participantes: o de eliminação dupla (um de cada time). Embora eu ache esse tipo de episódio chato porque aconteça o que acontecer, as duas equipes tem que eliminar alguém, hoje foi a exceção: o jogo estratégico foi tão interessante dos dois lados que valeu a pena dois terem saído.

A prova de cordas/obstáculos (de imunidade e recompensa) se mostrou emocionante já que houve bastante disputa. Nela, um participante de cada tribo ganhava a imunidade. Depois, os dois vencedores disputavam entre eles e o vencedor ganhava cachorros quentes e refrigentes, além de assistir o Conselho Tribal da outra equipe. Interessante, não? O resultado foi excelente: ganhou quem estava ameaçado de sair – Boston Rob dos Vilões (estava na mira de Russell) e Candice (na mira de praticamente todos por ter planejado votar em James no episódio passado). Rob ganhou na segunda rodada, e assim, mais uma vez, os Vilões massacram os Heróis.

Aí chega a parte boa: quem deve sair das duas tribos? Entre os Heróis, os alvos óbvios eram o excluído Colby e o machucado, mas parte da aliança dominante, James. Colby parecia até conformado com sua eliminação iminente, mas, no final, para sua surpresa (e nossa também) a tribo eliminou James por ter se tornado um peso morto. Será interessante ver como Colby vai se virar depois desse episódio – se ele se aliar à Candice e conseguir chamar JT de volta, pode virar totalmente o jogo.

Mas foram os Vilões, é claro, que apresentaram as melhores jogadas. Primeiro foi Russell tentando sair da mira de Rob (claro que não funcionou); depois Rob avisando que Russell ia sair, quando na verdade estava mirando em Parvati no caso de Russell ter o ídolo (também não funcionou); em seguida, Rob mostrou toda sua inteligência ao tentar dividir os 6 votos de sua aliança em Russell e Parvati – se um dos dois usassem o ídolo, o outro sairia (teria funcionado). Aí, finalmente, vem Russell e diz a Tyson que votará em Parvati, e o panaca ACREDITA e RESOLVE VOTAR NELA TAMBÉM! Burrice-mor! No final, Parvati usa o Ídolo e Tyson é eliminado sumariamente!

A saída de Tyson mostra que as estratégias foram levadas a um nível superior aos dos outros episódios: todos ali são mestres do jogo (tirando Tyson e Danielle, que só aparece quando Jeff fala com ela), e farão de tudo para continuar. Resultado: o show está excelente e parece que só vai melhorar. Rob e Russell ainda estão no páreo, e deve vir muita briga por aí. Eu aposto em Rob, porque ele é o líder da aliança dominante e não parece que haverá novos ídolos, pelo menos por enquanto. Aliás, os ídolos foram a melhor coisa que já apareceram na série: a dinâmica foi totalmente afetada por ele e há inúmeras possibilidades de usá-lo.

Em poucas palavras, Survivor está simplesmente imperdível. (Bruno Piola)

Eliminados:
Survivor - Heroes Versus Villains - Banana Etiquette

The Apprentice: Episódio 9×02
Data de exibição nos EUA: 21/3/2010
MVP: Maria Kanellis
LVP: Bret Michaels, Sinbad, Cyndi Lauper e Sharon Osbourne

The Apprentice - Episódio 9x02

Está difícil acompanhar The Apprentice e quase abortei a review esta semana. Primeiro é que, convenhamos, a NBC meio que abusa do meu tempo exibindo uma hora e meia de programa por semana. Em segundo lugar tem o fato de que a versão americana do reality realmente não pegou no Brasil, e não há disponível nenhuma legendinha meia boca, quanto mais uma equipe de legenders ágeis trabalhando na tradução dos episódios. Assistir sem legendas é complicado… Mas sigo tentando.

Quando Trump falou que a empresa da área de fotografia favorita dele era a Kodak, meu sexto sentido disparou. Afinal foi justamente em uma prova envolvendo a Kodak, na primeira edição com celebridades do programa, que o figuraça Gene Simmons foi demitido – e parte do charme daquela temporada se foi com ele.

E quando Cyndi Lauper perguntou pros chefões da Kodak como se apagava uma foto numa câmera portátil eu pensei… Fedeu, ela é que vai sair na segunda semana! Ao longo do episódio, no entanto, comecei a desejar (e suas colegas também) que Cyndi Lauper fosse mesmo pra casa. É muito nonsense para um indivíduo só.

O episódio foi realmente legal, com uma prova sem levantamento de fundos (o que eu particularmente prefiro), com a es-pe-ta-cu-lar Maria Kanellis liderando o time feminino e o mala Sinbad o masculino. Torci pelas mulheres desta vez, até porque a impressão que dava, durante a organização do evento para a Kodak, era a de que Sinbad e os homens não faziam nada (nitidamente eles perderam por excesso de confiança). Depois, tive a impressão de que as mulheres iriam perder – o conceito dos homens era melhor, e elas ainda sofreram com quedas de energia e com Sharon Osbourne contaminando as cupcakes com sua virose.

Felizmente, a vitória foi das mulheres, equilibrando o jogo, por conta da falta de organização do evento e de promoção dos produtos da Kodak por conta dos homens. Na sala de diretoria, ficaram reunidos os três patetas da semana: Bret, Rod e Sinbad. O mais inútil saiu: Sinbad.

Ah, não posso encerrar sem dizer que tivemos um dos momentos mais engraçados da TV americana na temporada (ali, ali com o Sheldon falando “bazzinga” na piscina de bolinhas): duas garotas confundindo o Rod Blagojevich com o Donny Osmond! (Paulo Serpa Antunes)

Eliminado:
The Apprentice - Episódio 9x02

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

5 Comments

  1. filmeskeuvi

    Vejo todas.
    Os ídolos estão meio fracos este ano. Mas a que saiu, esteve mesmo mal. Acho que até nos fazia-mos melhor.
    Fiquei triste com a eliminação do Jack e da Jordan na Amazing Race. Era risada certa, que loira hem?
    Russel continua em grande, eu gostava que ele ganha-se mas é um alvo todas as semanas. Esta semana fez mais uma jogada de mestre.
    O aprendiz acho que ainda vai no inicio , mas só posso com concordar com “a es-pe-ta-cu-lar Maria Kanellis” que avião.
    Agora… legendas, para Reality? Desisti faz tempo. E sempre dá para treinar um pouco o inglês :)

  2. robfarah

    Survivor tá demais mesmo.
    Por um momento achei que Russel e Rob aproveitariam que eram os únicos acordados de madrugada e fariam uma aliança, que seria matadora e levaria os dois à final, sem dúvidas.
    Não aconteceu isso, mas o final do episódio compensou essa pequena frustração.

    Só um reparo, sempre que ídolo secreto é utilizado ou retirado do jogo (se o dono é eliminado), um novo é escondido.
    Então temos um ídolo escondido em cada tribo – não duvido que Russel encontre.

    A torcida agora é pra Russel e Rob permanecerem até a união das tribos, pelo menos (queria que fossem até a final, mas isso é praticamente impossível).
    Seria uma batalha final sensacional e o voto chave seria o do JT

  3. Aristóteles

    SURVIVOR está indescritivel…
    Foi como Russel falou: não está mais jogando com os bobos da S19 e sim com feras do jogo.
    Ainda acredito no potencial de Danielle, tipo uma Erinn de S18 fazendo a do contra e se aliando aos outros…
    E ainda achei q Parvati seria eliminada quando o Russel se levantou pra usar o HII.

  4. Claudemir

    Estou acompanhando e gostando muito, sim, do “THE AMAZING RACE”. Mas o melhor dos realities está mesmo em “SURVIVOR”, principalmente na tribo dos vilões. É inpossível não ficar nervoso ou impassível com o embate entre Rob e Russell (dois magníficos “personagens”: quem diria que iríamos conhecer um Rob tão centrado e cabeça no lugar-excelente!!!), mas parece que termina logo (uma pena!!!), *** CENSURADO POR CONTER SPOILER ***. Uma pena, eu acho,mas o programa tem cacife para continuar com este excelente pique.

  5. Bruno Piola

    Claudemir, por favor, não poste spoilers nos comentários, nem todo mundo gosta de lê-los. Espero que em breve seu comentário seja excluído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account