Log In

Notícias

‘Que Talento!’ estreia no Disney Channel

Pin it

Estreia em 24 de maio, às 19h30, Que Talento!, a nova série para o Disney Channel produzida pela Cinefilm e coproduzida pela Buena Vista International. Dirigida por Juliana Vonlanten e Daniel Caselli, a produção brasileira contará as histórias de um grupo de adolescentes em uma agência de talentos nada convencional.

Que Talento!, protagonizada por Mayra Arduini (Mayra) e Bruno Martini (Bruno), da promissora banda College11, e Gabriel Calamari (Champ) fala sobre as aventuras de um grupo de amigos que se reúne na Barulho Talents, uma agência de talentos instalada na garagem da casa de Champ, primo de Mayra. A única regra do grupo é a de que cada um pode ter sucesso contanto que use o seu próprio talento.

Além dos integrantes do College11, a Barulho Talents conta com: Champ, responsável por dirigir a agência; Frank, um ator que sonha em ser galã, mas só consegue papéis como monstros e vilões; Carter, um jovem que diz ser capaz de hipnotizar animais e pessoas; Shirley, uma jovem que deseja quebrar recordes inusitados e Chororô, uma milionária que ainda está em busca do seu talento. Os talentos disponíveis na agência são bem diversificados, prova disso é Cai Não Cai, um cachorro equilibrista que é o mascote da Barulho Talents. Também participam do elenco: Hirochi, braço direito de Champ, João e Carol, seus irmãos, e Astronauta e Dona Santinha, pais deles.

“Durante a criação da série entendemos que para dar força ao formato, trabalhamos o entendimento do personagem pelo ator e em como ele se relacionaria nesse grupo. Isso ajudou a alimentar uma relação verdadeira entre todos, que foi muito além da atuação. Mesmo nos bastidores, nos tornamos todos parte da Barulho, os barulhentos!”, comenta a diretora Juliana Vonlanten.

As histórias são contadas por meio da Barulho Cam: para divulgar as notícias da empresa, a Barulho Talents usa uma plataforma digital – denominada por eles de Barulho Cam – pela qual os membros se conectam para realizar videoconferências entre todos os participantes. Os integrantes da Barulho se unem para contar suas histórias, aventuras e desventuras. A partir destas conversas, o público acompanha o que acontece na casa de Champ, na escola E=MC2 (onde todos eles estudam) e nos shows do College11.

Todos os episódios abordam o ambiente tecnológico em que vivem crianças e jovens nos dias de hoje. Vídeos que se tornam virais, situações que acontecem na Internet, muita música e facilidade na comunicação por meio de dispositivos são destaques no conteúdo da série.

“As histórias são universais, os assuntos e cenas estão no imaginário dos jovens e o que realizamos aqui foi uma série nacional com qualidade internacional. Cenários impecáveis, fotografia impecável”, completa o diretor Daniel Caselli. Para dar conta de tantos detalhes, Flávio Vonlanten, sócio da Cinefilm e produtor executivo da série diz que foram construídos 450m2 de cenários fixos e mais diversos cenários temporários dentro de dois estúdios. “Montamos uma estrutura muito grande, onde pudemos filmar em 360 graus, com a qualidade do Disney Channel, mas também com toques da cultura brasileira na direção de arte para localizar o contexto da série”, afirma.

André Rodrigues, roteirista e showrunner da série  comenta que a narrativa usada foi criada pensando no universo atual dos jovens, que usam muita tecnologia e estão conectados o tempo todo. “O formato é original, pois a história é contada como se fosse por meio da internet. Como se levássemos o computador para dentro da televisão.”, diz.

Rodrigues acompanhou de perto todas as gravações de Que Talento!, de forma que seus roteiros pudessem sofrer alterações consistentes com a trama, tornando a dinâmica do seriado mais interessante de acompanhar. O showrunner também participou da edição dos episódios, a fim de oferecer para a audiência um produto fechado, com uma trama consistente e sem “furos” na continuidade.

Com informações cedidas pela assessoria de imprensa do canal.

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account