Log In

Notícias

“Atuar nunca foi o foco da minha vida”, diz Freddie Highmore, protagonista de ‘Bates Motel’

Pin it

Bates Motel vai chegar à TV brasileira no dia 4 de julho, no Universal Channel, e para falar do sucesso da série baseada no filme Psicose, de Alfred Hitchcock, o ator Freddie Highmore,  que interpreta o jovem Norman Bates, conversou nesta quinta-feira (20) com a imprensa brasileira sobre sobre suas influências, a convivência com o elenco da série e a responsabilidade de interpretar um personagem tão icônico.

Logo que entrou na sala de imprensa, Freddie se motrou calmo, brincalhão e, em alguns momentos, até ensaiou um sotaque carioca desengonçado durante a entrevista no Hotel Fasano, no Rio de Janeiro. O ator inglês parecia estar encantado com o Brasil e chegou a dizer que pretende voltar, no ano que vem, para a Copa do Mundo. “Brasil e Inglaterra vão se enfrentar na final e, me desculpem, mas nós vamos ganhar”, disparou ele para cerca de 30 jornalistas presentes no evento.

A descontração não parou por aí! Surpresa foi quando o ator – que com apenas 21 anos possui uma carreira recheada de papéis memoráveis – contou que atuar nunca foi o foco da sua vida. “Eu estudava, ia para a faculdade, saía, conseguia sempre relacionar com a minha vida pessoal. Mas não significa que eu não levava a sério – eu só fiz disso [atuar] uma diversão”, diz Freddie, que retornará com seu curso de Letras em Cambridge [faculdade inglesa] assim que acabarem as gravações da segunda temporada de Bates Motel.

Isso não significa que ele não tenha ambições longe das salas de aula. Nos corredores do hotel macabro, o trabalho é árduo. O personagem de serial killer adolescente, Norman Bates, revela uma face ainda não conhecida de Highmore. Com um histórico de bons moços, em Bates Motel ele mostra que também pode ser flexível, e toda essa mudança vem de acordo com o amadurecimento e a vontade de galgar degraus maiores, segundo o ator. “Acho que é parte do desafio. Você vai crescendo e vai pegando papéis maiores, diferentes e mais desafiadores.”

A influência de Vera Farmiga e Johnny Depp

Ao falar de Vera Farmiga, sua mãe fictícia, o ator não poupou elogios. “É muito motivador trabalhar com a Vera. Ela está sempre te botando para cima, sempre interferindo no texto, mudando algo, te fazendo crescer. Vejo Vera como uma nova melhor amiga. Nos damos bem no set.”, disse Freddie.

Vera não é a única atriz com mais experiência com quem Freddie já trabalhou. Quando era mais novo, ele atuou em A Fantástica Fábrica de Chocolate Em Busca da Terra do Nunca  com Johnny Depp. Sabendo isso, o TeleSéries, então, perguntou: “Como a experiência de trabalhar duas vezes com Johnny influenciou a sua carreira?”. Freddie respondeu, “Ele foi uma grande influencia pra mim, como ator e como pessoa. Johnny é uma pessoa ótima, ainda mais fora das câmeras. A forma que ele se comporta no set, a chance de ver como ele trabalha, como ele não se acha uma pessoa melhor do que as outras apesar de ser um ator incrível…”, detalhou. “É muito bom admirar um ator e ver como ele se comporta porque você tende a copiá-lo. As mudanças de personagem que ele fazia me fizeram querer ser versátil também.”

Psicose e o século 21

Finalmente, quando perguntado sobre Psicose, clássico do terror no cinema que inspirou a série, Freddie identificou mais uma influência: Anthony Perkins, ator que interpretou Norman Bates no longa. “É claro que Anthony Perkins influenciou o meu trabalho, mas nós queremos trazer Norman para a atualidade [Bates Motel se passa nos dias atuais]. Assistir ao filme e me basear nele foi bom para tornar meu trabalho mais verossímil”. A cena do chuveiro, a mais conhecida do filme, não assustou o intérprete do jovem serial killer na primeira vez em que ele assistiu, com 13 anos, por não ser algo explícito. “A gente tem que fazer uma linha entre o filme e a série para não passarmos dos limites, mas acho que o papel da série vai ser mais interessante porque tem aquela coisa de você não saber o que vai acontecer. As pessoas têm a esperança da série ser diferente do filme porque o personagem pode seguir vários caminhos”.

Confira algumas fotos tiradas durante a coletiva na galeria abaixo:

As nossas fotos, na íntegra, você pode ver no álbum da coletiva na página do TeleSéries no facebook.

Ficou animado para assistir Bates Motel? A série estreia aqui no Brasil, pelo Universal Channel, dia 4 de julho, às 22h. Não perca!

PS: E se você é do tipo que gosta de spoilers… A primeira temporada completa de Bates Motel já tem reviews aqui no site.

Entrevista feita pelas colaboradoras Ana Botelho e Ariel Cristina.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

9 Comments

  1. Gabriela Pagano

    Sim, o Hopkins era o Hannibal! Desculpe a falha, já arrumamos! Obrigada :-)

  2. Gabriela Pagano

    Adorei o texto, as fotos, tudo, meninas! O Freddie é tão fofinho e maduro! Acompanho o trabalho dele há um tempão, muito legal ver a entrevista dele por aqui! :D

  3. biancavani

    Gostava do ator, agora estou gostando também da pessoa: menino culto, que pensa por si mesmo (isto é tão raro).
    Mas, afinal, qual é o foco dele? Ou não era atuar e passou a ser?

  4. Ana Botelho

    Bianca, ele leva a atuação como um hobby. O foco, pelo oq ele deixou a entender, é estudar e ao mesmo tempo conciliar com a atuação

  5. Ana Botelho

    Bianca, ele leva a atuação como um hobby. O foco, pelo oq ele deixou a entender, é estudar e ao mesmo tempo conciliar com a atuação

  6. Pingback: O estilo vintage-floral de Norma Bates

  7. Pingback: Novos personagens, novos amores e uma aparição inesperada marcam ‘Bates Motel’ na Comic Con

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account