Log In

Opinião Preview

Primeiras Impressões – ‘Up All Night´

Pin it
Conheça a nova comédia estrelada por Christina Applegate, Will Arnett e Maya Rudolph, Conheça a nova comédia estrelada por Christina Applegate, Will Arnett e Maya Rudolph

Christina Applegate, Will Arnett e Maya Rudolph foram o principal motivo para eu colocar Up All Night na minha lista de séries novas a conferir. E posso afirmar que não me decepcionei nem um pouquinho.

Up All Night, que estreou nesta quarta-feira na NBC, foi uma delícia de assistir. Não é sempre que pilotos me agradam de “cara” mas do da série me agradou muito. As atuações foram na medida certa. Mérito da escolha de atores mais experientes e com um bom (para não dizer ótimo) timming para comédia.

Séries sobre com bebês não são novidade, temos Raising Hope (que é excelente, por sinal) como exemplo mas sou da teoria que o tema pode se repetir, o que não pode é não tentar a “sua” maneira de contar a história.

A trama começa com um pequeno “prefácio” mostrando como foi que Reagan e Chris receberam a notícia que ganhariam um bebê. Sem perder tempo – o que achei ótimo – “pulamos” para o momento em que Reagan está pronta para retomar o trabalho, enquanto o marido, Chris, ficará em casa com a pequena Amy. Um ponto importante: não houve nenhuma crise, tudo foi tratado com a maior naturalidade sem maiores explicações na troca de “papéis”. Ponto para série.

Descobrimos que Amy é produtora de um programa de TV bem estilo Oprah. Maya Rudolph está impagável como a amiga e chefe (ela é a apresentadora do programa) da protagonista. Atenção para a abertura de “Ava” porque é bem divertida.

Com o cancelamento de um dos convidados Reagan se vê obrigada a cancelar a comemoração do seu aniversário de casamento mas acaba conseguindo saindo parar comemorar com Chris após perceber que não quer essa “culpa” no relacionamento deles. Temos uma sequência de cenas hilárias do casal se divertindo com Ava para depois culminar com os dois tendo que lidar com uma super ressaca e com os cuidados com a filha.

No final do episódio Ava aparece na casa deles (o que parece que será uma constante) exigindo a presença de Reagan num churrasco na tentativa de conseguir mais um entrevistado para seu programa. No entanto, a produtora/amiga acaba dizendo “não” e optando por ficar em casa com o marido e filha.

Eu não tenho filhos, mas curti muito a maneira menos romântica como a série mostra a chegada da bebê na vida do casal. Principalmente um casal que precisa, após sete anos de relacionamento, se readaptar essa nova realidade. Muito engraçado os dois elogiando a beleza da filha com palavrões, percebendo que precisam mudar a maneira de falar, para segundos depois soltarem todos os “fucks” possíveis.

Séries citadas:

Pós-graduada em História Contemporânea, pretende fazer mestrado usando séries como fonte. Seriados fazem parte da sua vida desde sempre. Magnum, Casal 20, Macgyver, Super Vicky são alguns deles. Assiste aproximadamente 40 séries (incluindo algumas já canceladas). Está aprendendo a abandonar séries mas sempre acaba colocando outras no lugar.

12 Comments

  1. Fernando dos Santos

    Um dia desses descobri num outro site que o Will Arnett está no elenco de uma sitcom inglesa chamada
    The Increasingly Poor
    Decisions of Todd Margaret.
    A primeira temporada foi ao ar na Inglaterra em 2010 e a segunda tem previsão de estréia pra janeiro de 2012.Além de Arnett, quem também está no elenco da série inglesa é o também americano David Cross(ex-companheiro de elenco do Arnett em Arrested Development).A segunda temporada vai ter ainda participações de outro ator americano, o John Hamm protagonista de Mad Men.

  2. Paulo Serpa Antunes

    A Tati me deixou animado!

    E é uma série de uma roteirista do SNL, né? Se você pensar, a NBC só tem emplacado séries de comédia de ex-SNL: 30 Rock, Parks… Ali é uma boa escola de bons atores e roteiristas.

  3. Maria Clara Lima

    Up All Night me conquistou pelas pequenas coisas. Não há nada de pretencioso no piloto, mas os detalhes dão qualidade para série. Um desses detalhes é da personagem principal não ser a “estrela” e sim a “melhor amiga”. Geralmente vemos sempre uma amiga a tira-colo da personagem principal. A situação em si me agrada, pois é um recomeço e um começo ao mesmo tempo. A série conseguiu tratar um assunto delicado com delizadeza e humor, afinal, ainda é uma comédia. Só me pergunto uma coisa: Pq apenas 30 minutos!?

  4. MicaRM

    Eu, que sou a pessoa mais anti-comédia que eu conheço fiquei empolgada! Será que me arrisco e baixo?

  5. Rafael Ruiz

    Como não assistir a série depois deste review da Tati…
    Tive que conferir… 
    Gostei do piloto e com certeza vou acompanhar mais episódios da série.
    Como sempre o Will Arnet com um excelente timming cômico… 
    E o programa da Ava é vergonha alheia! hahahah 
    Recomendo…

  6. Mariela Assmann

    Assisti e gostei! Não amei, mas acho que vai ficar ainda mais divertido, portanto vou continuar acompanhando. Ah, adorei a ‘abertura’ da série!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account