Log In

Preview

Primeiras Impressões – Red Band Society

Pin it

Baseada na série espanhola Polseres Vermelles, a série Red Band Society estreou na última quarta-feira, dia 17/9, trazendo alguns aspectos inovadores para a nova versão americana – produzida pelo Steven Spielberg (Falling Skies).

“Sorte não é ter o que você quer. É sobreviver ao que não quer.”

A história se passa em torno de um grupo de adolescentes que acabam se tornando amigos em um hospital. Primeiro somos apresentados ao garotinho Charlie (Griffin Gluck, de Private Practice), que está em coma, e que com o seu jeito todo acolhedor nos narra a história de cada um dos “moradores” do hospital. Depois, ao longo dos 44 minutos do piloto, fomos apresentados ao resto do grupo de seis amigos que formam a Sociedade dos Pulseiras Vermelhas (em tradução livre): os dois garotos que tem câncer que dividem o quarto, o próprio garoto que está em coma, o jovem que tem fibrose, a anoréxica e a jovem líder de torcida que tem problemas cardíacos e que precisa de um novo coração.

RedBandSociety-101_0988

Tentarei não comparar Red Band Society com a produção original, pois esse nova versão é totalmente independente e insere alguns aspectos americanizado na trama, como por exemplo a uso de iPhones, tanto para jogar Candy Crush como para fazer ligações de emergência, a referência ao livro Crepúsculo e a linguagem jovial, o que acaba tornando a série uma dramédia acaba divertindo a todos que a assiste, apesar de todos os clichês apresentados de uma forma bem descontraída.

“Sua alma é você e nunca poderão mexer nela.”

Outro aspecto interessante é que o seriado foca na vida dos pacientes e não nos grandes dramas dos médicos, que são o foco de grandes sucessos como Grey’s Anatomy e House. A partir de tal fato, o hospital pode ser um lugar transformador, apesar de toda a estereotipagem que se tem do mesmo, como um lugar frio e bastante triste. Com as vivências e as histórias de vida dos pacientes podemos ver que qualquer jovem ou pessoa doente pode sim ter uma vida boa e divertida no hospital, dentre de suas possibilidades. Para exemplificar: os quartos dos adolescentes tem uma decoração própria, com livros, CD’s, pufes pelo chão, e até o consumo de cigarros, bebidas alcoólicas e drogas (claro que tudo escondido).

Red Band Society

Para finalizar não posso deixar de mencionar a belíssima trilha sonora da trama, com músicas atuais e conhecidas por todos. As cenas finais do piloto foram ao som de Every Teardrop is a Waterfall da banda Coldplay, e que mostra que esses personagens que tem um grande potencial para se tornarem inesquecíveis.

P.S. 1: Se você deseja se tornar um Pulseira Vermelha igual a mim, venha me acompanhar semanalmente nas reviews da série aqui no TeleSéries;

P.S. 2: Menção honrosa a Polseres Vermelles que é uma excelente série espanhola e que será citada em breve na nossa coluna 15 Razões.

P.S. 3: Fiquem ao som do Colplay como o pontapé para vocês assistirem ao piloto.

Séries citadas:

19 anos, técnico em Química, mineiro de Beagá. Atualmente é vestibulando de Medicina e pretende se formar pela Faculdade de Medicina da UFMG. Quando aparece um tempo livre, tenta acompanhar a maioria das séries médicas, mas elas nunca acabam! Um dia pretende finalizar ER, Grey's Anatomy e Dr. House. Acompanha também: 2 Broke Girls, Bates Motel, Fargo, Sherlock, Supernatural, The Walking Dead, The Big Bang Theory e muitas outras.

Website: https://medcine.wordpress.com/

31 Comments

  1. Giselle Prudente

    Muito bom , Arthur .
    Eu vou assistir a espanhola primeiro depois confiro esta .

  2. Gabriela Pagano

    Não assisti ainda, mas vou dar uma chance com toda a certeza! Vou te fazer companhia, então, nas reviews semanais, Arthur. Ótimo texto! =]

  3. Arthur Barbosa

    Agora os papéis se inverteram não é mesmo Gaby? hahaha Vem mesmo me fazer companhia, pois a sua pulseira vermelha já está garantida. Obrigado! Beijos!

  4. Raquel Perez

    Belíssima review, Thiago!! O tema me interessou profundamente… Mas, como não sei “comprar” vou ter que torcer para algum canal a cabo passar. De qualquer forma, parabéns pelo texto.

  5. Arthur Barbosa

    Raquel minha querida, acho que você se confundiu nos nomes hehe Me chamo Arthur e não Thiago! hehehe Obrigado pelo seu comentário e quando você puder assista mesmo, pois não vai se arrepender. Beijos

  6. Raquel Perez

    Arthur querido, desculpe esta velha esclerosada. Escrevi pensando em você, mas realmente troquei os nomes. Sorry, sorry!!

  7. Diego

    Você não falou as SUAS impressões sobre a série, só fez um resumo geral. Me interesso mais pelas suas impressões pessoais, pois o resumo objetivo e impessoal encontro facilmente. Então, que tal falar do que gostou, do que não gostou, o que mudaria, o que parece piegas, se acha que a série vai ser sucesso?

  8. Anderson Moura Ferreira

    Me apaixonei a primeira vista, deu aquela emocionada e aquela lágrima ao som de Coldplay…

  9. Arthur Barbosa

    Tudo bem Raquel, sem problemas. Thiago é um nome bonito também! Hehe Velha não, por favor, você é mais experiente! Beijão!

  10. Arthur Barbosa

    Caro Diego, eu dei sim as minhas primeiras impressões da série, principalmente sobre as características dos adolescentes e em relação a trilha sonora. Basta você ler novamente com atenção o meu pequeno texto sobre o piloto. Não posso dizer ainda o que eu mudaria porque só foi nos mostrado um único episódio e eu também evitei comparações com o seriado original. Vale lembrar também que muitas pessoas leem as Primeiras Impressões primeiro antes de assistir ao episódio, ou seja, devo ter o discernimento em relação as spoilers. Traduzindo: devo ter cuidado. Obrigado pelo seu comentário. Volte sempre que quiser! Abraços! =)

  11. rosangelaleo

    Muito Amor por Polseres Vermelles!! toda semana estarei aqui Arthur!! adorei!!

  12. Felipe Ameno

    Arthur, ainda não assisti, mas fiquei curioso: esse menino de boné na foto é o Astro, que participou do The X Factor US?

  13. Arthur Barbosa

    Acabei de pesquisar do IMDb e é ele mesmo Felipe! É o Astro de The X Factor US! Espero que esse seja mais um bom motivo para você me acompanhar toda semana nas reviews. Abraços! =)

  14. Matheus Caetano

    Simplesmente muito legal a série, não é aquele drama adolescente e também não é aquele drama médico, que todo mundo tá cansando de ver… Pelo o que eu vi a série promete muitas emoções ao decorrer da temporada, já estou me preparando emocionalmente para acompanhar a série…

  15. Arthur Barbosa

    Gostei muito do seu ponto de vista Matheus. A série vai tentar balancear entre drama e humor ao mesmo tempo, envolvendo médicos e pacientes jovens. Fico feliz que você acompanhará a série, assim como eu. Espero te ver em breve nas reviews! Abraços! =)

  16. Maria Carolina Louback

    Arthuuur! Gente, já tinha visto o primeiro episódio da versão espanhola, que é a Polseres Vermelles e tinha gostado bastante, mas não continuei acompanhando. Pois além de ver muitas séries, eu também achei muito intensa e me deixou um pouco triste tudo que eles estavam passando. (mesmo que eles estivessem se divertindo).
    Foi impossível, pra alguém como eu, já tendo assistido a outra versão não comparar uma com a outra. Essa ficou um pouco mais adolescente e mais leve até pelo tom e as coisas que mudaram. Ainda é cedo pra dizer se realmente vai ser boa, mas gostei bastante da série. Pretendo continuar acompanhando essa galerinha e fazer parte da Sociedade dos Pulseiras Vermelhas.

  17. Arthur Barbosa

    Laura o segundo episódio saiu ontem. Em breve sairá a minha review aqui no site. No total teremos 13 episódios nesta primeira temporada, igual a série original.

  18. Arthur Barbosa

    Você não sabe a satisfação que me dá ao ler um comentário como este. Tenho certeza que a série será boa que nem Polseres Vermelles, mas tentarei não comparar muito, já que são produções independentes. Seja bem vinda a Sociedade dos Pulseiras Vermelhas do TeleSéries! Te espero nas reviews! Muito obrigado e um grande abraço! =D

  19. Edy Nawda

    Assistir hj o primeiro EP e adorei!!!! Amei a música do Coldplay no final, chorei waterfall !!! Tbm comecei a gostar de séries depois que assistir The O.C, pra mim é a melhor série de dramas adolescentes! :D

  20. Arthur Barbosa

    Que bom que tenha gostado Edy! Continue a assistir a série, pois muitas emoções estão por vir ainda na história. The O.C. é clássico e não pode faltar de jeito maneira na lista de ninguém. Volte sempre! Obrigado pelo seu comentário! =D

  21. Paju

    Então… Palavras sábias suas quando você disse que americanizaram as coisas… Mas a real é que, após assistir Polseres Vermelles… Não dá mesmo para comparar.

  22. Pingback: 15 razões para você se tornar um verdadeiro Pulseira Vermelha! » TeleSéries

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account