Log In

Preview

Primeiras Impressões – Manhattan Love Story

Pin it

Jack & Jill nunca teve um final. Acho que muita gente não se lembra dessa série, que passou entre 1999 e 2001, e era estrala pelas jovens Amanda Peet, Sarah Paulson e Jaime Pressly. Fiquei muito decepcionado pelo fato de nunca saber o que aconteceu com os dois protagonistas, já que a série foi cancelada somente depois de duas temporadas e terminou com um cliffhanger daqueles, que ficou sem solução.

Mas o que isso tem a ver com Manhattan Love Story? Além de ambas se passarem em Nova York, contarem a história de amor entre dois jovens adultos, terem um elenco coadjuvante muito bom e mostrarem os altos e baixos da vida adulta? Ok, não estou dizendo que uma é a cópia da outra, mas com certeza MLS veio tentar cobrir o “buraco”, ou seria cratera depois de tanto tempo, deixado por J&J.

Cada um começa a assistir uma série por alguns motivos. Eu tenho dois para estar aqui falando de Manhattan Love Story. O primeiro, eu citei acima e o segundo é que quando eu vi o trailer fiquei muito animado em saber que ela seria protagonizada pela belíssima atriz Analeigh Tipton. Para quem não conhece, ela participou de filmes como Amor a Toda Prova (um dos melhores filmes que eu já vi) e mais recentemente de Lucy (que ainda está em cartaz em alguns cinemas).

Só que muita gente não sabe, mas ela foi uma das finalistas do ciclo 11 do reality show America’s Next Top Model. Você deve estar se perguntando como eu sei isso? IMDB? Wikipedia? Google? Que nada, ANTM era meu guilty pleasure e sempre que estava passando no Canal Sony, eu assistia e inclusive torci por Tipton que acabou em terceiro lugar. Depois disso acabei acompanhando sua carreira e fiquei muito feliz em saber que ela protagonizaria uma série do horário nobre da ABC.

Apesar de estar bem qualificada (com dois pontos muito positivos) na minha “escala de qualidade”, eu ainda sim estava receoso quanto à série. E quando eu fico com essa pulga atrás da orelha, é difícil estar errado. Logo, todos os meus “medos”…  Acabaram se confirmando! Foi tudo muito clichê, com uma história batida e sinceramente não consigo ver um futuro. Afinal de contas, a lista de Dana uma hora vai acabar e não vou (vamos) ter muita paciência para aguentar as idas e vindas do casal protagonista (porque isso de FATO vai acontecer). Só mesmo a Malhação que consegue ficar 19 anos no ar com a mesma história entra ano e sai ano.

Tecnicamente falando, o piloto foi muito bem construído. Com uma edição rápida, consequência de um roteiro bem estruturado, uma fotografia incrível (eles deixaram Nova Iorque mais colorida), um elenco recheado de caras novas e principalmente com muita química. O ponto alto foram as narrações dos pensamentos de Dana e Peter, o que trouxe um ar mais “maduro” pra série, uma vez que esse tipo de recurso é mais utilizado em filmes.

Entretanto, eu ri. Algumas vezes. E fiquei com um gostinho de quero mais. Espero que os roteiristas não sejam muito gananciosos, criem reviravoltas mirabolantes ou queiram manter Manhattan Love Story muitos anos no ar. O escopo central da série tem um prazo de validade muito curto. É melhor acabar no topo e deixar uma lembrança boa do que como Jack & Jill e outras tantas séries sem fim que deixaram saudades.

Dana

Dana:

– Fui recompensada pela minha mediocridade.

Peter:

– Hoje você é uma americana!

P.S.: Não sei quanto a vocês, mas as cenas no escritório que Dana foi trabalhar me fizeram lembrar de Ugly Betty. Só que nesse caso ela é linda!

* * *

Manhattan Love Story estreou na última terça-feira, 30/09, nos EUA com uma tímida audiência de 1.5 ponto na amostra qualificada (18-49 anos) e um total de 4,7 milhões de telespectadores. A série ainda não tem previsão de exibição no Brasil.

Séries citadas:

Carioca, formado em Atuária e Estatística pela UERJ. Deixa os números de lado quando se trata de séries. Sem nenhuma experiência no mundo jornalístico, chegou ao TeleSéries com muita vontade de aprender e hoje faz parte do time de colaboradores de notícias e resenhas. Acompanha: Scandal, How to Get Away with Murder, Homeland, The Walking Dead, The Americans, Nashville, Parks and Recriation, Modern Family, Orphan Black, Devious Maids e atualmente está alucinado com The Good Wife. Já sonhou morar em Everwood, trabalhar na redação do News Night with Will Mcavoy, ser um bombeiro em Third Watch e ter como vizinhas às garotas Gilmore.

9 Comments

  1. Season Two

    Ah, Jack & Jill, adorava! Não sei se vi uma na outra, mas realmente, MLS é uma série para passar o tempo sem esperar que seja genial, apesar de ter preferido A to Z para essa posição.

  2. Paullo Mendonça

    Ahhhhhhh, lendo o começo do texto, estava sentindo uma certa familiaridade, eis que quando vejo quem escreveu….Descobri o por que rsrsrsr!! Ótimo texto Felipe (como sempre), também estava esperando essa estreia mas, só por causa da Analeigh (Amo ANTM :3 hahahaha), vou assistir agoraaaaa! Ei Adorava J&J mas, não lembrava que a Sarah tinha feito, por isso que quando vi a Sarah em Desperate Housewives pensei: Já assisti algo com ela… Tá assistindo Nashville? Abraços.

  3. Paulo Serpa Antunes

    Minha sensação foi parecida com a tua Felipe. Achei tudo muito clichê, mas ao mesmo tempo muito fofo. E fiquei querendo ver mais, mas com aquela pulga atrás da orelha de que não sei até onde isto pode ir.

    Outra coisa é que já existe uma comédia assim, que se alimenta de filmes românticos e é ambientada em Nova Iorque. Se chama The Mindy Project e é demais! Precisamos de outra?

  4. Felipe Ameno

    Exatamente, vc resumiu bem: um passa tempo. Vou esperar acumular uns episódios e ver tudo junto!

  5. Felipe Ameno

    Fala Paullo. Desculpe a demora pra responder! Obrigado pelos elogios. Vc viu o episódio? O que achou? Depois que a Sony deixou de passar ANTM, eu desisti. Mas me divertia com as tiradas da Tyra. J&J era muito boa, uma pena ter acabado.
    Agora sobre Nashville, eu ainda não vi, vou fazer igual temporada passada, que deixava acumular um pouco e via tudo de uma vez, mas a Gabriela já assistiu e a review já está no site.
    Abraços

  6. Felipe Ameno

    Então Paulo, eu também não sei onde isso vai parar. Não consigo enxergar mais de que duas temporadas, beeeem choradas, para essa série. Vou deixar acumular um poucos os episódios e ver tudo de uma vez (se não for cancelada antes). Sempre vejo os comentários sobre The Mindy Project, mas nunca vi. Vou procurar depois.

  7. Pingback: ‘Manhattan Love Story’ é a primeira série cancelada da temporada » TeleSéries

  8. Pingback: Hulu vai transmitir sete episódios da cancelada ‘Manhattan Love Story’ » TeleSéries

  9. Paullo Mendonça

    Pois é rapaz, também ando muito sem tempo, então eu adorei a série, pena que foi cancelado…Quanto a Nashville sempre amando hehehe abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account