Log In

Preview

Primeiras Impressões – How to Get Away with Murder

Pin it

Os textos de Primeiras Impressões são sempre muito difíceis de se escrever, pelo menos para mim, pois por mais que você tenha estudado e pesquisado sobre a série, é muito complicado dizer se você gostou ou não do que viu baseado somente na primeira experiência (apesar desse ser o objetivo desse texto), ainda mais com a responsabilidade de influenciar, positiva ou negativamente, a opinião de outras pessoas.

Algumas histórias demoram um pouco mais para cativar o público e geralmente os produtores acabam seguindo a mesma “receita de bolo”, ou seja, optando por um episódio piloto que vai introduzir os personagens e um pouco da história. Só que isso acaba tornando o que vemos na telinha um pouco arrastado e desinteressante, porém esse “arrastamento” tem como finalidade render a história ao longo de aproximadamente vinte e poucos episódios (sim pessoal, por mais que doa escrever isso, sou contra essa quantidade de episódios, prefiro uma quantidade menor e uma qualidade maior).

Dito isso, vamos ao que interessa! How to Get Away with Murder, nova série da toda poderosa da ABC, Shonda Rhimes, passa por cima de todos esses problemas – como era de se esperar – e apresenta um episódio piloto de tirar o chapéu. Já comentei isso em algum outro texto meu, mais eu mensuro a qualidade do episódio pela quantidade de vezes que mexo no celular e paro para saber quantos minutos ainda falta para acabar. E posso dizer que mesmo cansado de uma semana intensa de trabalho e estudo, HTGAWM conseguiu me prender por 43 minutos de uma tal forma que já embarquei totalmente na história e não olhei nem o celular nem o relógio uma única vez.

Logo de cara já sabemos que algo ruim aconteceu, pois acompanhamos quatro jovens – Connor Walsh, Michaela Pratt, Rebecca Sutter e Wes Gibbins -, depois de uma discussão acalorada sem um consenso comum, decidindo o que fazer com um corpo através de um cara e coroa. As séries de Rhimes usam magistralmente o efeito de flashback e nessa não seria diferente. Ao longo do episódio podemos conhecer superficialmente alguns personagens, como aqueles quatro jovens se conheceram, a dificuldade de se desfazer do corpo e, principalmente, nos minutos finais, quem era o defunto. E você achando que ia ter que esperar o season finale para descobrir! O que provavelmente vai ficar para o final é mostrar a motivação do crime ou o que vai acontecer com eles, mas que pelo nome da série, já podemos imaginar o que talvez acontecerá.

Outra característica marcante nas séries da ShondaLand é a escalação do elenco, sempre impecável! Alguns nomes conhecidos como Liza Weil (a Paris de Gilmore Girls) e Matt McGorry (o Bennett de Orange is the New Black) brilharam no pouco que apareceram e alguns ainda desconhecidos do grande público, com destaque para Aja Naomi King (Michaela) e Jack Falahee (Connor), essa dupla ainda vai dar muito o que falar.

É claro que eu ia reservar um parágrafo especialmente para a estrela da série, Viola Davis. O que dizer dessa mulher? Sua Annalise Keating é simplesmente sensacional. Não só pela riqueza do personagem, mas pela forma que Davis a construiu. Fria, calculista e direta, ela consegue tudo que quer, mas ao mesmo tempo não parece ser uma pessoa do mal, daquelas que sente prazer em humilhar. Só mesmo uma grande atriz para andar nessa linha tênue, brilhar e ainda fazer escada para o elenco de apoio. Já estou abrindo a bolsa de apostas para o Globo de Ouro e SAG que acontecem no início do ano que vem! Viola na cabeça!

A televisão americana vem se transformado e se aproximado cada vez mais da linguagem do cinema. Isso pode ser visto na alta qualidade dos episódios que veem sendo apresentados e o piloto de How to Get Away with Murder é, sem sobra de dúvidas, um excelente exemplo dessa nova era da televisão.

E com muita alegria anuncio que estarei aqui no TeleSéries semanalmente comentando HTGAWM com vocês. Não esqueçam de deixar seus comentários e que venha It’s All Her Fault.

A estreia de How to Get Away with Muder aconteceu na última quinta, 25/09, e aqui no Brasil a séria será transmitida pelo Canal Sony no início de 2015, em dada ainda a ser divulgada.

Séries citadas:

Carioca, formado em Atuária e Estatística pela UERJ. Deixa os números de lado quando se trata de séries. Sem nenhuma experiência no mundo jornalístico, chegou ao TeleSéries com muita vontade de aprender e hoje faz parte do time de colaboradores de notícias e resenhas. Acompanha: Scandal, How to Get Away with Murder, Homeland, The Walking Dead, The Americans, Nashville, Parks and Recriation, Modern Family, Orphan Black, Devious Maids e atualmente está alucinado com The Good Wife. Já sonhou morar em Everwood, trabalhar na redação do News Night with Will Mcavoy, ser um bombeiro em Third Watch e ter como vizinhas às garotas Gilmore.

9 Comments

  1. Natielle Castex

    Eu estava esperando pela série com a expectativa lá no alto. E depois do piloto ela só cresceu. A Shonda monopolizou as noites de quinta graças a Grey’s Anatomy, e ainda bem que ela conseguiu esse feito, porque essa é mais uma série que eu tenho certeza que irá render mais temporadas. HTGAWM é uma produção bem característica da Tia Rhimes, e agora ela pode concentrar toda a sua criatividade voltada para ”As 1000 formas de morrer” nela. Que ela é gênio eu já sabia desde 2006 quando comecei com Grey’s, mas estou apostando bastante nesse drama. A Shonda soube selecionar a dedo o elenco e só pelo fato da série ser capitaneada pela Viola Davis já vale os 43 minutos. Essa mulher é sensacional!
    Das estreias, por enquanto, How to Get Away with Murder foi a melhor para mim. E graças a ela vou te acompanhar toda semana aqui, Felipe.

  2. Felipe Ameno

    Oi Natielle! Primeiro desculpe a demora. Semana complicada pra mim.
    Realmente a tia Shonda é DEMAIS. Confesso que já gostei muito de GA, mas larguei na 7ª. Gostava muito de Private Practice e sou FISSURADO em Scandal (apesar de achar que ela exagera um pouco).

    Sem sombra de dúvidas HTGAWM foi a melhor estreia do Fall Season, o elenco está demais e Viola é sinistra. Ficou difícil para as concorrentes agora. Quero ver alguém consegui bater essa quinta Rhimes!
    Hoje tem mais e espero libera o texto o quanto antes!
    Beijão

  3. Paullo Mendonça

    Muito bom o texto e a série também! Concordo com tudo!!! Só uma crítica mas não é nem a você e nem ao texto, o site ficou um pouco (tá bom muito) confuso, até agora estou procurando o local onde faz pesquisas heheeheh

  4. Felipe Ameno

    Paullo, desculpe a demora pra responder! Ainda bem que a Natielle te ajudou! A review do segundo episódio (que já adianto não achei lá grandes coisas) já está no ar. Aguardo seu comentário.

  5. Paullo Mendonça

    rsrsrsrs só agora vi seu comentário, é tempo viu… Tudo bom?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account