Log In

Preview

Primeiras Impressões – Agent Carter

Pin it

Se você é fã de HQ’s, sabe que o Universo Marvel é extenso e expansivo, não delimitando os personagens à apenas uma série, mas interligando-os. É interessante ver o MCU (Marvel Cinematic Universe) explorando ainda mais essa característica da Marvel, usando dos próprios quadrinhos e inovando, a fim de sempre intrigar o público que conhece bem as histórias em papel, e não deixar de fora aqueles que não conhecem a fundo o aclamado universo da Marvel.

Pois bem, o último dia 6 trouxe consigo a estreia de Marvel’s Agent Carter, na emissora ABC, no horário de Agents of Shield. As duas primeiras horas do seriado representaram bem aquele cenário noir que os anos 40 pedem, com caracterização dos personagens, ambientação do cenário e fotografia que logo já me deixaram apaixonada pela série quanto seus aspectos técnicos. O seriado optou pela qualidade à quantidade, com uma temporada curta de apenas 8 episódios, assim, é possível gastar mais por episódio resultando na qualidade de imagem que se pode observar.

Quanto à história, é importante pensar em Agent Carter como parte integrante do MCU, e não apenas mais um seriado da Marvel, mesmo que muitos pensem que o seriado será apenas uma homenagem à personagem e que seus acontecimentos não influenciarão no MCU, Agent Carter também pode ser considerada uma Avenger, além de sua importância para o desenvolvimento da S.H.I.E.L.D. Além disso, trata-se de uma obra da Marvel, se você acompanha Agents of S.H.I.E.L.D., já sabe que o seriado já está preparando o terreno para os filmes anunciados da fase três, é de se esperar que Marvel’s Agent Carter também tenha algo preparado.

O seriado começa após a Segunda Guerra, no ano de 1946. Peggy Carter trabalha na SSR, agência que provavelmente virá a ser conhecida como S.H.I.E.L.D. e, ao contrário do esperado (por mim pelo menos, que evitei ao máximo spoilers da série), é diferente da mulher respeitada como agente em Capitão América. Carter ainda é uma mulher em anos (mais) misóginos, não é vista como igual por seus colegas de trabalho. Mesmo diante disso, Peggy Carter é uma personagem feroz que não quer se provar diante das pessoas que a menospreza, ao contrário, em vários momentos durante o episódio ela usou do preconceito das pessoas para seu benefício, a fim de poder fazer o que acha correto, bem parecido com nosso queridinho Capitão.

E por falar nele, o seriado foi inteligente em colocar as cenas de Captain America: The First Avenger em flashbacks, fazendo de Steve Rogers o terceiro Avenger a aparecer na telinha (mesmo que não diretamente) depois das aparições de Maria Hill e Nick Fury em AoS. E como shipper, não podia deixar de falar que os flashbacks foram um certo golpe baixo, e lembrete do quanto eu gostei do casal no filme. Além disso, doeu ao ver que para Peggy o herói é aquele cara magrelinho de 1,73m e 40kg, na cena em que ela pega a foto dele no arquivo e praticamente ignora as fotos do Capitão América que vê todos os dias nos jornais.

Outro fato importante ligado aos filmes, agora Iron Man 2, foi ver que Anton Vanko (pai do vilão) e Howard Stark ainda trabalham juntos. Os episódios trarão vários futuros vilões das HQ’s clássicas da Marvel e vai ser interessante ver o que os produtores do seriado têm preparado para os fãs.

Ainda falando da família Stark, Jarvis de carne e osso foi uma grande e agradável surpresa – caso não se lembre, o mordomo é a inspiração para a inteligência artificial J.A.R.V.I.S (Just A Rather Very Intelligent System) que regula a vida de Tony Stark. No seriado, Jarvis assumiu o papel de sidekick de Peggy, trazendo ao seriado um ar mais leve e cômico, no mais a química de James D’Arcy e Hayley Atwell é inegável. A amizade do par será um grande trunfo para o seriado.

Todo o cast foi muito bem escolhido, e eu não poderia estar mais feliz com as atuações. Mas é claro, não podia deixar de dar um destaque maior à Hayley Atwell, pois é ela quem dá o tom todo especial do seriado. Mesmo com toda a qualidade de imagem é direção, é difícil imaginar que a série tão magnífica (sem exageros, sério) sem a irreverência da atriz britânica emprestada para a personagem.

Agent Carter

(cuidado, a partir de agora traremos mais fatos dos quadrinhos e possíveis spoilers para a série)

Em se tratando da Marvel, não posso deixar de falar dos Easter Eggs e destaques do episódio:

– Este nem se trata de Easter Egg, mas a Roxxon é a entidade que é responsável pela morte de Howard e Maria Stark. Roxxon também já apareceu nos filmes da Marvel (Iron Man 3);

– Leviatã seria o equivalente da União Soviética para Hydra;

– Vi muitas pessoas comentando que Peggy Carter se envolverá romanticamente com alguém por causa da existência de Sharon Carter. Entretanto, originalmente, Sharon é sobrinha-neta de Peggy, mas não tenho ideia de como será a relação entre as duas no MCU. Mas, se Peggy realmente casar, a escolha óbvia seria o Agente Souza, mas não duvido se houver uma reviravolta no comportamento do personagem de Chad Michael Murray (me desculpem, mas não lembro o nome).

– Algo me diz que a personagem de Lyndsy Fonseca vai aumentar seus horizontes. No alto de toda aquela astúcia, não é difícil imaginar que ela logo descobrirá o segredo de Peggy. Quem sabe ela não se torne uma agente futuramente?

– Peggy foi retratada como igual ao Capitão América, mesmos ideais, mesma paixão ao lutar por eles. Usaram até a mesma paleta de cores de Steve nas roupas de Carter.

* * *

Agent Carter estreou nos EUA no dia 6 de janeiro, na rede ABC. No Brasil, a série estreou no último dia 15 de janeiro, quinta-feira, no canal Sony.

Séries citadas:

Estudante universitária, equilibra seu tempo entre livros acadêmicos, seriados e a regência do mundo livre. Depois de muito procurar, encontrou uma dobra no tempo que a permitiu continuar sendo seriadora, e assim mantêm em dia Castle, Suits, Doctor Who e Game of Thrones, entre outros milhares de seriado. É a responsável pelas reviews de Homeland.

3 Comments

  1. Mateus Santos

    Achei incrível sua review, a serie também é ótima… Parabéns :)

  2. Antonio Filho Oliveira

    infelizmente ta caindo na audiencia nos estados unidos,que significa que poderá nao ser renovada !

  3. bruno lima

    Assisti a série toda achei incrível…muito boa e não sou de falar de bem de séries passei a ser muito fã! E espero q tenha uma 2ª temporada, pois tantas séries descartáveis a tem porquê não essa que teve uma 1ª temporada ótima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account