Log In

Preview

Preview: The Good Wife e o fascínio pela humilhação pública

Pin it

The Good Wife - Piloto

O prólogo de The Good Wife, novo drama da CBS que estreia esta segunda-feira no Universal Chanbnel, possui uma das melhores sequências da TV aberta nos últimos anos: Alicia e Peter Florrick, de mãos dadas, atrás de uma porta. Do outro lado desta porta, milhares de jornalistas esperam por uma coletiva de Peter (interpretado por Chris Noth, o Mr. Big de Sex And the City), político do estado de Illinois acusado de desviar dinheiro público e flagrado em câmera praticando sexo com prostitutas. A cena inteira tem como trilha sonora a batida violenta do coração de Alicia, magistralmente interpretada por Julianna Margulies, a boa esposa que dá título ao seriado.

Com constantes revelações de escândalos políticos nos Estados Unidos, The Good Wife não poderia ter vindo em melhor hora. Além de preencher um espaço vazio que outrora já foi de séries como The West Wing, Spin City e até Commander in Chief, a série tem uma áurea “Damages para TV aberta”, ou seja, uma trama complexa mas com menos reviravoltas e sem flashbacks.

O piloto avança seis meses. Após a prisão de Peter, que sempre que possível alega inocência – pelo menos no que se refere as acusações de desvio de dinheiro público -, Alicia é obrigada a enfrentar o papel de chefe da família, retomando sua carreira de advogada, a qual não exercia há 13 anos, tempo dedicado exclusivamente aos filhos e ao marido. Ela é contratada por uma grande firma de advocacia, onde se torna uma associada-junior e sofre com os maltratos da única sócia do sexo feminino da firma: Diane, em ótima interpretação de Christine Baranski (Cybill). Alicia é quase uma figura pública e sua chegada na firma se torna conversa de corredor, mas como diz Diane em determinado momento do piloto, apontando para uma foto sua com Hilary Clinton:

Se ela consegue, você consegue.

A protagonista é logo designada para um caso praticamente perdido pela firma por falta de novas testemunhas a favor do acusado. Enquanto corre contra o tempo para provar que é capaz de dar um novo rumo ao julgamento, ela precisa se preocupar com o jovem Cary Agos (Matt Czuchry, o Logan de Gilmore Girls), outro novo associado-junior da firma, que disputa com ela um único cargo de sócio que será aberto pela firma alguns meses dalí, além de sofrer nas mãos de juízes e promotores, muitos deles inimigos de seu marido.

Fora do trabalho, Alicia ainda tem sua sogra que agora cuida de seus filhos (Grace e Zach) e a desilusão de Peter, que acredita que uma apelação de seu caso esteja muito próxima de acontecer. Ao mesmo tempo em que demonstra o mínimo de compaixão indo visitar seu marido na cadeia, a interpretação de Margulies passa a imagem de uma mulher segura, que sim, decidiu permanecer ao lado de seu marido, mas é tão fria e tão distante que sua raiva se torna clara ao dizer para Peter que está pouco se lixando para sua apelação, enquanto circula na Internet um vídeo dele chupando os dedos de uma prostituta.

The Good Wife - Piloto

O perigo de uma série como The Good Wife é justamente sua superioridade intelectual perante ao básico da programação de TV aberta. Mas os criadores, Robert e Michelle King (marido e mulher), parecem buscar um balanço pleno entre o drama serializado de uma mulher traida e humilhada, e a história de uma mulher com um novo emprego disposta a dar a volta por cima. The Good Wife não possui um grande mistério que demorará toda uma temporada para se desvendar, o que ajuda a criar mais facilmente uma base de telespectadores – um público menos exigente que busca apenas entretenimento. O fato de ser um show com boa publicidade e ser exibido pela CBS ajuda muito, já que qualquer arroz com feijão na emissora, quando bem trabalhado, logo torna-se um hit.

* * *

The Good Wife estreia oficialmente nesta segunda-feira, dia 9/11, às 22h, no Universal Channel.

Texto publicado originalmente no weblog de Pedro Beck.

Séries citadas:

30 Comments

  1. Pingback: Tweets that mention Preview: The Good Wife e o fascínio pela humilhação pública » TeleSéries -- Topsy.com

  2. Thais Afonso

    “O prólogo de The Good Wife, novo drama da CBS que estreia esta segunda-feira no Universal Chanbnel, possui uma das melhores sequências da TV aberta nos últimos anos”

    Concordo plenamente. A série depois disso mantém um nível de qualidade muito alto, mas ainda não conseguiu fazer nada tão devastador quanto essa sequência de abertura. Margulies está fantástica, fico torcendo pra indicação a qualquer coisa, mas não sei se vai acontecer por causa de formato meio misturado da série. É um procedural de tribunal com algumas coisas de investigação, é serializado com a parte da vida pessoal de Alicia e o caso de seu marido.

  3. Aline

    Juliane PWNS! Adorei esse primeiro episódio, superou todas as expectativas que eu tinha pra série. E engraçado que nesse tipo de situação eu normalmente torceria pro Peter se dar mal, mas acabou que gostei dele apesar dos pesares. Seria interessante ver o casal tentando recuperar o casamento.

    Pensei q a série fosse ser exibida nas quartas, o ruim de ser na segunda é que daqui a pouco estreia Grey’s *le sigh*

  4. anderson

    “Damages para TV aberta”
    Julianna Margulies
    Christine Baranski

    O q mais eu quero?? amanha nao perco de jeito nenhum.

  5. Hanna Nazine

    Estou baixando, já cheguei no quarto episódio e a cada semana, só fica melhor.

    Recomendadíssimo.

  6. Hanna Nazine

    PS: Ótimo review, só esqueceu de falar do Will, o chefe dela, interpretado pelo Josh Charles (adoro ele desde o marido da terapia de casal da primeira temporada de In Treatment).

  7. Rubens Fructuoso

    Adorei esse seriado!
    Christine Baranski e Julianna Margulies estão ótimas!
    Não acho que a falta de um grande mistério signifique – necessariamente – um público menos exigente!
    É preciso uma boa história com desenvolvimento…acho que essa série está no caminho correto!

  8. Raruiz

    Excelente review!!
    Já assisti os episódios que foram exibidos nos EUA e a série mantém a qualidade do piloto ao longo dos episódios.
    E o elenco está ótimo!!
    E olha que não sou fã das séries de “tribunais”, mas este ano fui pego por The Goid Wife e Drop Dead Diva que também vale a pena assistir!

  9. Mônica A.

    Adorei o texto, parabéns, Pedro!

    Estou gostando bastante de The Good Wife. Vi até o terceiro episódio e, até agora, a série não decepcionou. E a Julianna Margulies está fantástica. E linda!

  10. Danilo

    Tenho muita vontade de ver e agora fiquei com mais. Vou tentar começar a ver, e pelo que ouvi falar eu vou gostar.

  11. Leonardo Toma

    Ótimo texto. Fiquei realmente ansioso pra assistir essa série. E adorei a última frase descrevendo a CBS: “O fato de ser um show com boa publicidade e ser exibido pela CBS ajuda muito, já que qualquer arroz com feijão na emissora, quando bem trabalhado, logo torna-se um hit”.

    Mais verídico, impossível.

  12. Pedro Paulo

    Concordo com o Leonardo e o Pedro, que fez a review. Tudo na CBS é muito arroz-com-feijão e é hit, mas desaparecem em premiações. The Good Wife é a única série desta que merece EMMYS.

  13. Tati Siqueira

    Tbém gostei bastante da série, a única coisa ruim é que vai ser na segunda, onde tem milhões de coisas para assistir……..sacanagem.

  14. Daniele

    Eu adorei.

    A Julianna tá a cara da Famke Janssen nessa foto(2) e sempre qdo passa a propaganda na Universal parece a Famke também.

  15. Thiago Sampaio

    Ótimo texto, Beck

    Vendo o piloto, passei superficialmente pela cena inicial, mas dando uma analisada mesmo… ela foi um ponto de partida perfeito pra série. Fui assistir de curiosidade só por causa da Margulies (linda!), que era perfeita em ER e agora está perfeita em TGW. Pelo jeito, ela vai ganhar seu segundo Emmy… ou no mínimo, dificultar as coisas pra Patty de Glenn Close (TGW é mesmo a Damages da TV aberta)

    Boa série, com uma trama bem amarrada, casos de tribunal que não desafiam a inteligência de ninguém (apesar de ser da TV aberta, nada não complexo quanto em Damages), com um bom elenco (obrigado Hanna-8, eu já tava ficando maluco pra querer saber onde q vi esse ator antes!) e ainda tem como produtores executivos os irmão Tony e Ridley Scott. Tipo, estão lá só por nome, mas.. damn!

    Recomendo mesmo

  16. Caroline®

    Eu vi os 3 primeiros episódios neste fim de semana e adorei. Sempre gosto de séries policiais e de tribunal, e esse viés atual – autoridade envolvida em escândalo sexual – é o diferencial da série. Julliana está ótima, a investigadora indiana é muito divertida, e estou torcendo pra um futuro envolvimento entre Alicia e Will. Vida longa a The Good Wife!

  17. tio_johc

    Adoro a série.
    Já vi os 6 episódios exibidos nos EUA.

    goo TGW

  18. Carlos T.

    A série é ótima, fui assistir o piloto só por causa da Julianna Margulies (sou um dos órfãos de ER) e adorei, que bom que vai passar no Universal, vale a pena acompanhar, a Julianna está perfeita e o restante do elenco é ótimo.

  19. Tati Siqueira

    Thiago vc irá comentar sobre a serie sentimos sua falta nas “quintas feiras”. rsrsrsrsrsrs

  20. Rubens

    Engraçado mesmo é o motivo do tal “escândalo”: o cara foi flagrado transando com prostitutas… Tá. E o quico?… Quequisso tem de mais?… Só americano mesmo…

  21. Mônica A.

    Rubens, não é só isso. Ele também foi acusado de desviar dinheiro público, o que ele nega veemente. Por isso, inclusive ele vai preso.

    E transar com prostitutas é demais sim. Não sou puritana nem nada do estilo mas acho que ninguém deveria trair seus companheiros, a não ser, é claro, que o relacionamento seja aberto. Se bem que aí não seria traição.

  22. Thais Afonso

    “Ótimo review, só esqueceu de falar do Will, o chefe dela, interpretado pelo Josh Charles (adoro ele desde o marido da terapia de casal da primeira temporada de In Treatment).”

    Nossa, Hannah, estou há semanas tentando lembrar de onde o conheço (e é claro que nem fui olhar no IMDB, idiota). Não lembrei dele de jeito nenhum, e olha que o segmento dele e da Embeth era o meu favorito depois do da Sophie.

  23. Hanna Nazine

    Sobre o comentário do Pedro Paulo (28)-
    Thiago NEEEEM vai assistir hahahaha

    Sobre Thais(27) e Thiago (17)
    Bom saber que não fui só eu que fiquei louca querendo saber de onde conhecia o homem.
    Fiquei tentando lembrar por um tempão, mas só fui lembrar no meio do segundo episódio. Nem pensei em olhar no IMDB também hahahahahaha

  24. Pingback: Destaques da segunda-feira, 9/11/2009 » TeleSéries

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account