Log In

Preview

Preview: 30 Rock

Pin it

Cena 30 RockEstréia nesta quarta feira na Sony a melhor sitcom da nova temporada. Criada, estrelada, produzida e roteirizada por Tina Fey, que além de ter atuado e de ter sido uma das roteiristas do Saturday Night Live, tem ainda no seu currículo o roteiro do filme Garotas Malvadas. Mas se isso não é o suficiente para chamar sua atenção, a série ainda tem no elenco o excelente Alec Baldwin, a bela Jane Krakowski (Ally McBeal) e Tracy Morgan (ex-SNL), entre outras novas figuras muito engraçadas.

Liz Lemon (Fey) é a roteirista chefe do programa The Girlie Show (na linha do SNL), mas que tem um apelo mais feminino. Além de escrever o programa ela também tem que manter seus astros na linha, principalmente a Jenna (Krakowski), que é um pouco paranóica e tem um pouco de baixa auto-estima.

O clima na sala dos redatores é bem engraçado. Numa divertida cena, por exemplo, é mostrado outro astro do show tentando imitar o Jay Leno do Tonight Show, sem sucesso. No final ele se sai bem imitando o Ray Romano. Essa é uma das vantagens do programa, ele utiliza comediantes de verdade nos papeis, o que dá um clima mais verídico para a série.

Então surge Jack (Baldwin). A primeira aparição dele se dá de uma maneira espalhafatosa, mas engraçada. Jack foi mandado pela emissora para aumentar e diversificar a audiência do programa. Ele também possuiu um assistente, que está sempre com um post it a mão, sempre com importantes notas para Jack. As aparições do nada dele e as reações do Baldwin são sempre engraçadas.

Jack demonstra conhecer bem, mas muito bem mesmo, todos a sua volta. Sempre descrevendo perfeitamente as pessoas, ele se orgulha disso. No terceiro episódio isso irá gerar cenas muito engraçadas em um jogo de pôquer – um dos personagens não demonstra o que está sentindo, porque na verdade ele não pensa, fazendo com que o Jack não consiga entendê-lo, o deixando frustrado e nos fazendo rir.

Voltando ao piloto, bele Jack conta que a estrela do show, Jenna, é popular com mulheres e gays velhos, e o astro, popular com as mulheres. Mesmo com o sucesso do show, falta um importante nicho, os homens de 18 a 49 anos. É então que ele sugere que contratem o astro negro do cinema, Tracy Jordan (Tracy Morgan). Numa cena bem engraçada, é mostrado um dos filmes que ele fez, onde ele finge ser uma velha. Alguém aí lembrou de Vovó… Zona?

Jack marca um almoço de Liz com Tracy. Liz, mesmo relutante, concord com a condição de só contratá-lo se ela e Jordan entrarem em acordo. Ela parte então para o encontro.

Então vamos conhecer o Tracy Jordan. O cara é maluco, loucão mesmo, mas estou falando literalmente. Anos atrás ele, num surto, sai correndo no meio de uma avenida, só de cueca, com um sabre de luz de brinquedo, gritando:

Eu sou um Jedi! Eu sou um Jedi!

Outras história de Jordan: ele caiu no sono no telhado do Ted Danson (isso é falado nos próximos episódios, mas é feita uma alusão a esse fato no piloto, fiquem ligados), além de ter mordido a Dakota Fanning na cara, mas a Liz diz que quem ouvir a versão dele, verá que ela estava meio que pedindo por isso. Esses dois fatos serão apresentados nos próximos episódios.

Liz chega ao encontro, em um restaurante chique. Mas depois de o garçom recomendar o ravióli de abóbora, Tracy fica meio transtornado, a cena é muito engraçada, Tracy fala então:

Deixa eu perguntar a todos aqui na mesa. Ele falou a palavra abóbora pra mim?

Então se retiram do restaurante e vão para uma lanchonete do antigo bairro de Tracy. Em meio às negociações, ele fala:

Se eu for fazer, quero fazer do meu jeito. Sabe, quero que seja animal, estilo HBO.

Então Liz fala:

Bem, não é HBO, é TV.

O programa ainda possui uma secretária que sempre vai vestida com roupas extravagantes e cobrindo a menor parte possível do corpo. Ela pode. Há um roteirista totalmente nerd no estilo dos personagens do Wayne’s World do SNL, e outro que dizem ser o único negro nerd da história (além de ele não gostar de outros negros).

O piloto não é aquela maravilha que muitos podem estar esperando. Mas pilotos de comédias normalmente não são excelente, pelo menos eu não lembro agora de nenhum. Apesar disso, eu achei um bom piloto, com varias cenas engraçadas.

Cena 30 RockMas, com Tina Fey e Alec Baldwin, alguém dúvida que eles não vão melhorar? Eu não. E ainda o resto do elenco é bom, com destaque para o Tracy Morgan, que está mais engraçado do que nunca. O Baldwin está simplesmente fantástico, quem conhece ele sabe do que ele é capaz, ele é a melhor coisa da série. Por outro lado a Tina Fey também me surpreendeu, ela está muito melhor do que eu imaginava, extremamente carismática, além de muito bonita.

Enquanto estréia por aqui quarta feira, no dia seguinte ela começa a jogar a sua sorte no EUA. 30 Rock estreou com a boa audiência de 8,13 milhões, mas seu último episódio teve apenas 4,80 milhões.

A NBC, vendo seu potencial, mudou seu dia de exibição. Ela passará a ser exibida nas quintas após Office, Earl e antes de Scrubs. Serão duas horas de comédia, algo cada vez mais raro por lá. Enquanto Scrubs não estréia, as outras três séries serão turbinadas com episódios de 40 minutos cada.

Acho que ela tem boas chances de ter a temporada completa, isso pelas atitudes da NBC, que já pediu novos episódios para Studio 60 e está perto de dar para Friday Night Lights, mesmo com elas não tendo grandes audiências.

Mas a concorrência será grande também. 30 Rock vai enfrentar Greys Anatomy, CSI, The O.C. e Supernatural. É, vendo agora, não vai ser nada fácil.

Séries citadas:

33 Comments

  1. Paulo Antunes

    Esta piada da HBO é muito boa!

    Bom, eu já estava com vontade de ver a série, agora fiquei com mais ainda. Só fiquei chateado de ver que o Tracy Morgan terá um papel grande na série, não curto muito ele. Na minha cabeça ele é um Chris Rock que não deu certo…

  2. Lucas R.

    “está perto de dar para Friday Night Lights, mesmo com elas tendo grandes audiências.”

    Erro nesse ponto. Faltou a palavra NÃO. … mesmo elas NÃO tendo…

  3. Webmaster

    Lucas, fizemos a correção que você falou. Foi um erro de edição no texto do Anderson.

  4. Anderson Vidoni

    Os 2 estão certos :D

    Mas eu escrevi antes da confirmação, hehehe.

    Editor, realmente a maioria das pessoas que conheço não gostam no Tracy Morgan, mas eu adoro ele, eu adorava o quadro dele no SNL onde ele fazia um astronalta, achava muito engraçado.

  5. Miguel

    “a melhor sitcom da nova temporada” – Anderson, como você gosta de Arrested Development e gostou disso!?!?

    Achei 30 Rock muito ruim, absurdamente sem graça e um desperdício total do potencial cômico do Alec Baldwin. Estava até animado pra ver, já que a Tina Fey escreveu o roteiro do filme Meninas Malvadas, que eu gostei, mas ela não convence como protagonista. O Tracy Morgan é insuportável e é o tipo que você sente que se acha muito engraçado.

    O roteiro é cheio de pausas, como se para indicar algo muito engraçado, mas é simplesmente muito sem graça. Essa cena que você destacou do Tracy correndo e gritando que é um jedi, é tão sem graça que eu não entendo como foi destacada.

    Para não criticar a série 100%, reconheço que a tirada com o slogan da HBO foi criativa, mas só isso. O resto é descartável.

  6. Anderson Vidoni

    Miguel, qual outra comédia melhor que ela estreou? Happy Days, The Class, The Game, ‘Til Death?

    Eu usei isso em favor da série, hehehe. Outra coisa, se já não gosta desse jeito do Tracy, então já é meio caminho andado para não gostar da série.

    Eu falei que o piloto não é aquela maravilha que imaginavamos, eu esperava mais. Mas como falei, pelas pessoas envolvidas, a série pode progredir muito.

  7. Miguel

    Anderson, esse é que o problema, não há UMA nova série de comédia boa! Happy Hour (e não Happy Days, essa já acabou há muito tempo) era sem graça, The Class, mais ainda, e as outras duas eu nem dei chance. Afinal, como já disse uma vez, nunca agüentei Everybody Loves Raymond, e muito menos o Brad Garrett. E The Game, pelos previews que eu vi, parecia algo como Love, Inc., ou seja, ruim.

    A única série de comédia que eu gosto, que ainda está no ar, é The Office, a única que me faz rir. My Name Is Earl é outra que eu assisto, mas é muito irregular, às vezes um episódio inteiro pode ser sem graça. Mas como eu gosto do Jason Lee, e acho que a Jaime Pressly pode ser muito engraçada como a Joy, continuo assistindo.

    Fiquei mesmo decepcionado com 30 Rock, achava que tinha potencial. Como eu disse acima, gostei de Meninas Malvadas e sou fã do Alec Baldwin, mas não foi mesmo o que eu esperava. Sobre o Tracy, não é que eu já não gostasse dele, apenas o tinha visto rapidamente uma ou outra vez no SNL, mas achei a atuação dele no piloto péssima, e claro, o roteiro não ajudou. Talvez eu assista na semana que vem, mas sem a menor expectativa.

  8. Miguel

    Anderson, um aviso muito importante off-topic, não abra a parte de comentários do último episódio de Dexter do blog Falando Série, um cara postou um mega spoiler sobre o mistério do ITK!!!!!! Tô com uma raiva que você não tem idéia!!! Então, tá avisado.

  9. Anderson Vidoni

    Miguel, valeu o toque, ainda mais que não vi o episódio ainda. E puta merda, hhuauahauha, não acredito que coloquei Happy Days, tava vendo sobre o Henry Winkler e o pulo do tubarão e ficou na cabeça.

    E concordo com o Juliano, é uma das melhores coisas do piloto o Morgan de Jedi, por isso que coloquei nos destaques.

    A sim, também acho The Office a melhor comédia no ar. Tem outras comédias boas no ar atualmente, além de Earl tem, Everybory Hates Chris e Psych.

    O negocio com o Tracy então é que não foi com a cara dele, não é uma coisa que já vem de tempos, viu e não gostou, como eu adoro, gostei do piloto.

    E tente ver mais alguns episódios, acho que a Tina Fey e o Baldwin merecem.

  10. Eric Fernandes

    Concordo com o Vidoni e o Juliano. O Morgan como Jedi é demais!! Muito engraçado.

    Assim, a série é de longe a melhor comédia da temporada. A piada da HBO é inteligente, dei varias risadas ao longo do piloto mas ainda assim não achei “O” piloto. Concordo mais uma vez com o Vidoni, a série tem potencial.

    Mais cá entre nós, ver a Tina Fey requebrando lá na boate foi impagável! Demais!!

  11. Júlia

    Não costumo gostar de Two and a half man, mas alguém viu o último episódio? Para minha surpresa gostei, achei muito engraçado. E o diálogo entre o irmão de Charlie e o Steve Tyler?
    “Perdi minha virgindade com vc…”
    “Tem muita coisa dos anos 70 que eu não me lembro…”
    Não é que achei o episódio bacana?

  12. Também não achei o piloto a maior maravilha, mas dá para sentir que tem muito potencial. Algumas cenas foram bárbaras: a do Jedi, a Tina dançando na boate, a escolha do gato que não era “ator”, aquele assistente com os post it, os redatores. E a melhor para mim, na fila do hot dog, qdo ela briga com o cara que fura a fila e então aparece ela com uma caixa de hot dogs, não sobrou nada para ele. Mulher decidida!
    Agora engraçado e o Alec Baldwin de repente virar este grande ator que todos estão achando. Para mim ele foi sempre um grande canastrão. Tomara que tenha realmente aprendido a atuar.

  13. Juh

    E não é que Alec levou o Golden Globe por seu papel em 30 Rock?!?! Esta série tem dividido opiniões, mas acho mesmo que são as diferenças culturais que impedem a gente de achar tudo isso tão engraçado quanto os americanos, ou seja, tem coisas que só farão sentido para mesmo para os americanos. Alec Baldwin e Tina Fey tem potencial para comédia sim e para quem acha que algumas piadas são sem graça ou ridículas, eu diria que são engraçadas exatamente por isso.

  14. Pingback: 30 Rock «

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account