Log In

Reviews

Pretty Little Liars – This is a Dark Ride

Pin it
Série: Pretty Little Liars
Episodio: This Is a Dark Ride
Número do episódio: 03x13
Exibição nos EUA: 23/10/2012
99
4.9
2

Eis que o episódio especial de Halloween chegou, Little Liars! E o Trem Fantasma passou por cima dos corações dos espectadores e como sempre, deixando muitos mistérios no ar.

Em This Is a Dark Ride, tivemos o primeiro contato com Toby depois da revelação de que ele faz parte do Team A. E agora, mais do que no início da primeira temporada, Toby parece ser o bad boy problemático que está correndo atrás de vingança. Eu ainda me recuso a acreditar que ele é genuinamente do Team A e acho que tem muita coisa envolvida nessa interação dele com o povinho do capuz preto, mas confesso que o arrepio na espinha foi inevitável na primeira cena do moço, mandando Garrett ir embora da casa de Spencer. O tal arrepio aumentou quando o menino assumiu uma atitude de macho alfa, como disse a aprendiz de Lucy Liu, Spencer. E uma coisa que o antigo Toby nunca faria seria aquela brincadeira com Jenna em relação à visão da ex-cega. Tem caroço nessa sopa, e eu não vejo a hora de descobrir a verdade por trás dos planos de Toby.

Depois de ser usada como fantoche pelo Team A por mais de dois anos, Hanna realmente achou que conseguiria esconder o relacionamento dela com Caleb da onipresença dessas pessoas com super poderes? É claro que Mona, Toby e companhia sabiam que eles estavam juntos. A porta de um estoque de consultório dentário não ia impedir pessoas que estiveram envolvidas em assassinatos, sequestros, chantagens e derivados. Foi inocência sua, Hanna Banana.

Emily voltou a não ter muita utilidade nesse episódio. Eu espero realmente que ela não volte a ser figurante no cast principal da série, de verdade. Ao contrário dela, Paige mostrou utilidade pela primeira vez salvando Spencer. Desculpa sociedade, mas a carinha de mosca morta dela não me compra. Ok, as desconfianças contra ela foram desmentidas, mas no início, todos desconfiavam de Toby e passaram a confiar para descobrir que deviam ter continuado nas desconfianças… Ela ainda tem coisa escondida por baixo dos panos.

E a liar mor de Rosewood resolveu dar as caras de novo nesse episódio para deixar tudo mais interessante, meu povo! Alison DiLaurentis apareceu na noite em que foi assassinada – com o cabelo diferente das aparições anteriores, diga-se de passagem – por flashbacks, enquanto Garrett tentava contar a verdade sobre o que sabia para Spencer. Ele realmente não matou Alison, mas soltou uma bomba no nosso colo: Alison encontrou com o dear daddy da Aria momentos antes de morrer. Não que Byron fosse capaz de matá-la, na minha opinião. Mas que ela sabia de coisas que podiam colocar o professor em apuros, ela sabia.

Aí você se pergunta, querido leitor: “Por que essa menina resolveu acreditar no Garrett agora?”. Porque ele morreu, minha gente. Garrett foi assassinado justamente quando tinha decidido contar tudo o que sabia para Spencer. E como ela contou para o Toby, fica subentendido que quem matou o Garrett foi o Team A.

Quem quase foi junto com ele foi a pobre da Aria. A namoradinha do professor, que não tomava um susto sério há muito tempo, pagou pelos dias de tranquilidade depois de ser sedada, presa numa caixa e quase ser jogada para fora do trem em movimento… Com a companhia agradável do corpo de Garrett. Mas quem eram as duas pessoas tentando jogar a caixa para fora? Eu procurei alguém sangrando no final do episódio, mas ninguém parecia ter sido machucado pela chave de fenda que Aria usou para se defender.

Como se isso não bastasse para deixar todos nós de queixo caído, Mona saiu de Radley mais uma vez. E, com certeza, estava no trem. Resta descobrir qual era a fantasia dela. O diabo ou o segundo Fantasma da Ópera?

Por último, mas não menos importante… Acharam um corpo no trem, meu povo. Tudo o que eles estavam bebendo estava num baú de gelo que tinha um corpo dentro… Seria Alison ou algum outro corpo aleatório plantado dentro do trem? Titia Marlene King dando nó nos nossos neurônios, como sempre.

PS 1: Vale ressaltar que as fantasias desse episódio de Halloween foram muito melhores do que as do episódio anterior. Hanna de Marilyn Monroe, Aria de Daisy, do The Great Gatsby, Emily de Barbarella – um filme de ficção científica dos anos 60 – e Spencer de atriz dos anos 40 – a melhor de todas, na minha opinião.

PS 2: O que foi aquela menininha da história que Alison contou no início de The First Secret surgindo na casa das Marin enquanto Ashley e Ted faziam a alegria da criançada dando doces?

PS 3: Só eu não comprei aquela desculpa do Ezra para não ir à festa no trem?

PS 4: O cadáver se mexeu, little liars! Eu só reparei quando assisti à cena da Aria sendo liberta da caixa pela quinta ou sexta vez, mas quando ela sai, Garrett – que devia estar imóvel – se ajeita. E ainda tem outro erro de continuação nessa cena. O braço dele que estava por fora do cobertor quando Aria sai da caixa, fica por dentro misteriosamente quando a câmera dá o close que confirma a morte do ex-policial.

PS 5: Para quem não sabe, aquele cantor que se apresentou no trem não é fictício. É o Adam Lambert, e as músicas que ele cantou foram Cuckoo e Trespassing. O som dele é bem legal, quem não conhece, vale a pena conferir.

Séries citadas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account