Log In

Reviews

Pretty Little Liars – My Name is Trouble

Pin it

Série: Pretty Little Liars
Episódio: My Name Is Trouble
Temporada:
Número do Episódio: 2×03
Data de Exibição nos EUA: 28/06/2011

Hanna: É como a Alisson dizia: “Você não está mentindo, só predizendo a verdade.”

Eu assisto Pretty Little Liars crente que no próximo episódio não tem como inventar mais alguma mentira, que alguém vai colocar as meninas na parede e sem escapatória vão confessar seus “crimes”. E todas as vezes eu me surpreendo.

Já que comecei com uma frase de Hanna, vamos falar dela, a protagonista mais encantadora. Não sei se dói mais, se a pessoa, por quem você está apaixonado, querer ser seu amigo ou não querer. Alguém mais aí ficou com pena do Lucas quando Hanna queria arrumar um encontro pra ele com Danielle? São nesses momentos que duvido se seria melhor os dois se envolverem porque Lucas faz tão bem a ela como amigo! E isso é justamente o que ela precisa agora.

Alem da mágoa com Caleb, Hanna está perdida sobre o que esperar desses encontros entre os pais ao mesmo tempo que não pode ficar feliz e querer que eles voltem pra não se decepcionar se isso não acontecer, também não pode evitar querer tudo isso. Pessoalmente acho que tava na hora da mãe dela ter um destaque, de todos os pais ali é a que mais gosto e nunca realmente entendi porque ela não tem nenhum namorado. E seu ex-marido parece ser bem interessante e pelo visto seus planos de casamento não vão lá muito bem, quem sabe a família se reúne novamente e rende boas tramas? Melhor que os pais de Aria com certeza deve render.

Falando nela, olha, eu sou suspeita pra falar, quem acompanha as reviews sabe que adoro Aria e Ezra. Mas não dá pra deixar de comentar que Ezra ser seu professor na escola não é o único problema, Aria é menor de idade e é crime esse relacionamento, ainda que com consentimento dela! Ninguém vai explicar isso não?

Outra coisa, eles estão namorando há algum tempo e sempre dentro do apartamento, mas a série nunca deixou claro se os dois já transaram. A cena dele de robe no sofá me faz pensar que sim, mas ainda tenho dúvidas. Se eles já se envolveram é mais um problema pra questão da idade e pra quando os pais dela descobrirem. Aliás, desde quando o pai dela tem que dar aula na faculdade pra saber que a filha anda beijando um professor da universidade? Olha o furo no roteiro, minha gente! E se eles ainda não se envolveram, vai me dizer que eles ficavam em casa o sábado inteiro lendo livro?? Faça-me o favor hein?!!

Eu só perdôo esses deslizes porque as aulas de esculturas serviram pra uma das melhores cenas da série. Jenna é sem dúvida a personagem mais dúbia da série. No início da primeira temporada eu não acreditava que ela era –A porque achava que era imaginação das meninas que se sentiam culpadas pelo acidente. Depois admiti essa possibilidade haja vista o que ela foi capaz de fazer com Toby. Mas depois da cena desse episódio voltei a estaca zero. Quase senti pena quando ela chora e, por um momento, achei que ela era uma garota normal. Jenna é a suspeita mais forte pra ser –A, mas por ser tão óbvio, talvez o roteiro não siga por este caminho.

Bom, Toby e Spencer só crescem no meu conceito. A trama, aliás, gira praticamente em torno deles no momento. Colocá-lo pra trabalhar na casa de Jason foi uma sacada e tanto. E depois quando Spencer acha a aliança de Melissa e a vende pra comprar a caminhonete logo pensei “vai dar merda isso!”, e foi dito e feito. –A comprou a aliança que Spencer voltaria pra pegar de volta na segunda-feira.

My Name is Trouble segue a qualidade dos episódios anteriores e deixou minha cabeça fervendo de perguntas. Primeiro, jamais imaginaria que Wren era a pessoa com quem Melissa falava no telefone aos sussurros (mas to feliz de ver novamente o Julian Morris ^^).

Melissa acaba de provar pra mim que é louca. Quando Ian apareceu, ela não o queria ver pintado e ouro, mas uma conversa de vinte minutos a fez mudar de idéia. Aí três episódios depois queria casar com ele. E agora ela está de amizade com Wren? O mesmo cara que beijou Spencer enquanto era noivo dela? Assinou atestado de demência essa daí.

E alguém sacou qual é a de Jason? Porque ele voltou? O que quer? E aquela casa mal assombrada? Que tanto lixo ele tira lá de dentro?

O jeito é roer as unhas até terça-feira que vem!

P.S: Já ia comentar que –A não está mandando tanto sms como antes, nem recadinhos, e ela aparece pra ajudar/atrapalhar Emily. Nem um pouco interessada em saber se ela vai pro Texas ou fica, mas que sinuca de bico essa. Como explicar pra mãe?

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

2 Comments

  1. Missmodern6

    Que ótima resenha, Lara!

    PLL tem buracos enormes no roteiro, mas consegue prender.

    jason é mesmo um mistério, mas eu já o achava meio esquisito na temporada passada. Agora começo a pensar que ele tem algo a ver com a morte de Alisson. Ou, quem sabe, seus amigos. Para mim, a melhor cena foi a da Ali chorando. Nunca achei que fosse possível.

    Achei a cena da Jenna com a Aria nonsense. Sei lá, a Jenna não me parece o tipo de se abre para estranhos, ainda mais a Aria/Anita que mal falou com ela direito.

    Começo a concordar com a galera que acha que o bebê não é do Ian e sim do Wren.

  2. Lara Lima

    Obrigada! =]

    Não gostei muito da cena da Ali, porque eu não gosto muito dela. Toda vez que ela aparece eu me pergunto como ela tinha amiga sendo tão egoísta. 

    E, você tem razão, Jenna não parece o tipo que se abre. Mas Jenna confunde muito, tem várias caras.

    Será que o bebê é do Wren? :O Nem tinha pensando nessa possibilidade! Mas pra quem tá tão desesperada porque o marido sumiu, não acho que Melissa o traiu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account