Log In

Opinião

Pilotos! Pilotos! Pilotos!

Pin it

O melhor da segunda-feira não foi Charmed, Joan ou Dead Like Me. Foi a oportunidade de se ver ou rever oito episódios pilotos de grandes séries. Foi durante a tarde que eu fiz a festa!

O piloto de Smallville é uma das estréias mais impecáveis que eu já vi na televisão. A vontade que dá após assistir é procurar na estante a origem do Super-Homem recontada pelo John Byrne atrás das referências originais e das alterações. E que alterações! O colar de kryptonita da Lana, a careca de Lex, o S de “scarecrow”. Tudo é genial no piloto. E a verdade é: o piloto é mil vezes melhor do que a série que se seguiu.

O piloto de Melrose Place não é muito organizado, tem aquele monte de histórias desconectadas e aquelas participações alienígenas de Kelly, Donna, David e Steve. Mas é delicioso. Eu tinha me esquecido que Melrose Place era gostosa e divertida antes de começarem os complôs, as traições e assassinatos. A química entre Allison (Courtney Thorne-Smith) e Billy (Andrew Shue) é ótima.

Dawson´s Creek eu já tinha assistido faz pouco em DVD e até comentei aqui no blog. Mas achei curiosa a abertura do episódio, com uma canção que não é aquela da Paula Cole. Isto não tem no DVD, né? Ou eu que não prestei atenção?

Faz sete anos que o piloto de Wil & Grace foi exibido no Brasil, mas eu assisti ele há algum tempo atrás na Rede 21 e nas duas vezes a sensação é a mesma: é um choque rever este episódio. Parece outra série! O foco do seriado era o drama de Grace e sua paixão platônica por Will, tema esgotado sete anos depois, e Jack e Karen são apenas assessorios no primeiro programa. É tudo tão estranho e diferente!

Já com That ´70s Show a minha relação é diferente. Há sete anos atrás eu fiquei chocado ao ver aquelas referências diretas ao consumo de maconha serem tratadas com tanta liberalidade na televisão. Hoje parece tão inofensivo… O piloto é muito engraçado e é mais engraçado ainda ver a performance do Ashton Kutcher antes de virar o popstar que acabou se tornando.

O piloto de Third Watch eu nunca tinha visto e… puxa! John Wells introduz com perfeição os personagens e no final do primeiro programa já deixou claro o carrossel de ações e emoções que pensava para a série. É engraçado ver o Sully (Skipp Sudduth) agindo como um super-herói, sabendo que anos depois ele chegará ao fundo do poço. Outra coisa maravilhosa do episódio é a performance Jason Wiles. Eu realmente não gosto do ator, mas no episódio piloto ele caiu como uma luva no papel do policial italiano brigão. A primeira cena, da perseguição dele ao garoto que riscou o seu carro-patrulha é fenomenal.

Nota 10 é o piloto de CSI, repleto de conflitos, dramas pessoais e aquele final clássico e completamente inesperado: a novata Holly Gribbs (Chandra West) sendo baleada. Nascia um mito.

O piloto de The West Wing merece um post só para ele. Eu tenho o DVD aqui, já assisti duas vezes, e sempre observo uma coisa diferente. E sou suspeito para falar. Alguém já postou aqui, “seu fã de The West Wing!”, como se fosse uma doença. Sou doente por The West Wing mesmo.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account