Log In

Reviews

Parks and Recreation – Win, Lose or Draw

Pin it

Série: Parks and Recreation
Episódio: Win, Lose or Draw
Temporada: 4ª
Número do Episódio: 4×22 (Final de Temporada)
Data de Exibição nos EUA: 1o/05/2012

É a decisão final! Será que Leslie ganhará a eleição para city counselor, ou será seu rival mais próximo, Bobby Newport? O episódio foi todo intenso e digno de um final de temporada. Mas o resultado da eleição não foi o único motivo de apreensão. Ben teve que tomar uma decisão importante, enquanto Leslie se via dividida entre torcer pelo próprio sonho e a possível partida de seu amado.

Ao ver o excelente desempenho que Ben havia conseguido como gerente de campanha de Leslie, Jen Barkley, a gerente de campanha de Newport, ofereceu um emprego a Ben em sua agência, em Washington. Ben se vê frente a uma excelente oportunidade, mas também se vê com um grande dilema. Passar seis meses em Washington… e longe da Leslie?

Quando ele conta a Leslie, ela fica arrasada, entra na cabine de votação e começa a chorar, enquanto vota para ela mesma. O melhor momento de sua vida até então foi arruinado com uma coisa daquelas. Leslie sabe que os últimos meses foram meio conturbados; eles já começaram a namorar quando a campanha já havia começado, ou seja, eles nunca tiveram muito tempo para o relacionamento. Agora que as eleições haviam acabado eles teriam tempo de viver a vida de um casal normal. Mas se Ben for para Washington por seis meses, sabe-se lá o que poderia acontecer neste meio tempo.

Ben também não está curtindo esta necessidade de tomar uma decisão. Ele pensa da mesma maneira que Leslie e acaba decidindo não ir. Quando ele vai dizer a Leslie o que decidiu, antes mesmo que ele pudesse dizer qualquer coisa, Leslie pede para ele não ir. Então eles estão de acordo e tudo fica de boa. Mas neste momento Ann entra no recinto com o resultado da votação. Leslie não venceu.

Todo mundo fica arrasado! Principalmente a Leslie, né? Ela se sente responsável por toda a luta em vão que seus amigos desempenharam nos últimos meses, dedicando todo o seu tempo livre à campanha dela. Ela disse que nunca se perdoaria por aquilo, mas Ron diz que ninguém fez nada esperando uma recompensa pessoal. Todos que a ajudaram o fizeram porque acreditavam que ela podia mudar alguma coisa na cidade.

Leslie começou a rir histericamente quando viu o resultado na TV. Quando questionada sobre o motivo, ela disse que só estava rindo porque todos os seus sonhos e esperanças estavam acabados.

A diferença de voto entre Leslie e o primeiro colocado, Bobby Newport, foi de apenas 21 votos. Então Ben pediu uma recontagem que, pela diferença de votos, é garantida pela lei. Então, na recontagem, ainda teve 21 votos de diferença… só que para Leslie. Leslie venceu as eleições!

Bobby Newport deu uma entrevista dizendo que nunca se sentiu tão aliviado em toda a sua vida.

Momento de muita alegria e muito choro, e até quem estava assistindo se emocionou. Então Leslie diz que Ben deve ir a Washington. Ela está realizando o seu sonho, e não pode simplesmente pedir para que Ben não realize o que quer que ele possa vir a sonhar. Então ele aceita o tal emprego que Jen o havia oferecido.

Por falar em Jen, no episódio anterior, vimos que Jen e Chris tiveram um vuco-vuco frenético. Chris curtiu a noite e disse a Ann (por que ele falou com a ex sobre isso?) que aquilo o deixou mais leve. Então, ele foi atrás dela antes que ela fosse embora. Jen dá um jeito ali no armário de suprimentos mesmo e manda Chris andar. Quando ela vai embora ela diz ser uma pena não poder se despedir de Chris, e Leslie diz que ele estava logo ali, uns dois metros de distância, e Jen diz que já está indo embora. Pelo jeito, ela só queria a coisa física mesmo. Tadinho do Chris, nunca tem sorte!

Tom ainda não desistiu de conseguir Ann de volta. Ele disse que teve um sonho na noite anterior que, depois do resultado das eleições, Ann chegava para ele, se declarava e eles voltavam. E, por mais incrível que possa parecer, isto aconteceu mesmo. Mas Ann estava extremamente bêbada, assim como o restante da galera; então ninguém tentou impedir o que aconteceu.

Ann se declarou. Disse que Tom era esquisito, mas que gostava dele mesmo assim. E ainda disse que eles deviam morar juntos. E Tom concordou, dizendo que não adiantava se arrepender depois quando ficasse sóbria.

April começou o episódio embaixo de uma mesa, pois tinha deletados TODOS os arquivos do Departamento de Parques e Recreação acidentalmente. (Sei lá o motivo de se esconder debaixo de uma mesa por causa disso) Andy chegou para resgatá-la, tentando fazer os arquivos voltarem ao computador soprando e batendo na máquina, como ele faz com seu X-box. Não deu certo, né? Depois de Andy planejar toda uma vida no exterior com April, escolher empregos para ambos e maneiras de disfarçar suas identidades (trocando de rosto e queimando suas digitais com ácido, de maneira que nem paparazzis conseguiriam encontrá-los), Donna aparece e com apenas um clique no teclado faz tudo voltar ao normal. Ela diz que é muito comum o Jerry “apagar tudo por acidente” então ela sempre tem um back up.

E por falar em Jerry… O cara mais atrapalhado e detestado da série fez uma trapalhada master e foi ainda mais detestado. Ele se esqueceu de votar! Jerry pensou que a votação ia até as 20h, mas ia até as 18h. Então ele pediu para Ron não contar à Leslie que ele não tinha votado para ela. Ron só disse para ele torcer para que Leslie não perdesse por um voto de diferença.

No final das contas, com Ron bêbado como todo o resto, ele acabou soltando que Jerry não havia votado. A última frase da tenmporada foi a frase mais dita pelos personagens desde o episódio piloto: “Damn it, Jerry!”

Como sempre, temos algumas coisas a serem resolvidas na próxima temporada. Ann e Tom vão morar juntos mesmo ou ela vai ficar sóbria e dar um jeito de mudar tudo? April disse para Andy seguir seu sonho de ser policial; será que isso vai acontecer? Nenhuma pessoa em sã consciência daria uma arma para Andy. Como ficará o relacionamento de Leslie e Ben quando ele se mudar para Washington. E, o mais importante de tudo, como será ter Leslie em uma posição no governo que a possibilite realizar tudo o que ela sempre quis mas nunca conseguiu por fazer parte de um departamento tão abandonado?

O jeito é esperar até a próxima temporada… e morrer de saudades até lá.

Séries citadas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account