Log In

Reviews

Parks and Recreation – Ann’s Decision e Emergency Response

Pin it
Série: Parks and Recreation
Episódios: Ann's Decision e Emergency Response
Número Episódios: 5x12 e 5x13
Exibição nos EUA: 07/02/2013 e 14/02/2013
91
4.5
1

Sem dúvidas, de volta ao topo.

Se o começo da temporada de Parks tinha dado alguma dúvida para seus fãs, não temam mais. Parks realmente começou 2013 com uma leva de ótimos episódios, trazendo toda aquela beleza de volta, com ótimos diálogos, cenas e desenvolvimento de personagem. Sem perder de vista o que realmente importa, claro: nos encantar mais ainda.

Com a campanha da temporada passada colocando Leslie na vanguarda de quase todos os episódios, houve uma mudança notável na quinta temporada para se concentrar no crescimento de outros personagens, sendo Ron encontrando um amor de verdade, ou Chris, tentando encontrar alguma felicidade real em sua vida. O 5×12 coloca as duas personagens que mais se divergem: Ann e April, nos entregando um episódio fantástico de duas mulheres tentando encontrar sua própria identidade no mundo.

Essa busca se manifesta de formas muito diferentes: as tentativas iniciais de April em abraçar as atitudes de Leslie sobre o governo claramente não estavam em seu favor, e a repentina decisão de Ann para encontrar um doador de esperma para acabar com sua personalidade de camaleão. Ter um bebê daria um propósito maior, um senso de definição e identificação e no caso de April, abraçar as atitudes de Leslie é uma maneira de encontrar uma maneira de se apegar ao trabalho que ela finalmente está se deliciando, canalizando sua própria voz e paixão.

Foi bom ver Ann finalmente tendo algum destaque, e os caras que apareceram como prováveis doadores com certeza também fizeram uma boa (ou má) impressão. Não sou, porém, o maior fã do plot de Ann. A ideia de ser mãe solteira sendo que ainda é extremamente viável que Channing Tatum seja seu marido pode acabar tendo resultados completamente diferentes.

Porém, a série já provou que consegue administrar bem enredos extremamente loucos e improváveis, então não há dúvidas de que eles devam conseguir lidar com esse plot da maneira correta.

Deixe para Parks and Recreation fazer piadas sobre um leilão e gripe aviária em um só episódio. É provavelmente uma das únicas comédias que consegue tal feito. E o episódio 13 não só fez comédia, como também foi a vitrine perfeita para Leslie Knope. Sim, ela mostra sua natureza de esperença e otimismo, como sempre, mas ela também  sacrifica seu registro de casamento para organizar um evento de angariação de fundos para Pawnee Commons. Mas o fato dela não poder ajudar a configurar o evento por causa de um teste de treinamento de emergência para a cidade (um teste que ela normalmente anteciparia e conseguiria superar com desenvoltura) oferece um desafio interessante para Leslie: Será que ela sacrificaria a reputação de sua cidade para o bem de seu parque?

No começo parecia que ela iria perder o próprio evento por causa do teste de preparação para a sua cidade, o que teria sido um final compreensível, mas completamente previsível. É por isso que é muito mais divertido quando Leslie decide que não pode deixar Jamm ganhar, já que ele marcou o teste no mesmo dia que sua gala, e acaba com o teste. Toda a sequência de MORTE da cidade foi ótima, mas nada foi tão excitante do que vê-la anunciar que Jamm também foi morto pela gripe aviária. Claro que queríamos que ele tivesse morrido na vida real, para que Leslie finalmente conseguisse o que queria, mas como é uma comédia e não um drama, não iria acontecer (ainda).

Vídeos instrutivos de Leslie que ela fez antes do teste deram o tom de criatividade do episódio, criando noticiários falsos sobre desastres atingindo a cidade e dar nomes aos seus personagens como, por exemplo, Jessica Wrabbrit. Esses detalhes fazem toda a diferença e mostra a versatilidade da sempre ótima Amy Poehler, a sempre injustiçada nas premiações.

Infelizmente, a história de Andy não termina tão como a de Leslie. Como Andy é um cara legal, é claro que ele emprestaria a arma para um garot do colegial, afinal ele não teria outra oportunidade. Não é muito surpreendente que Andy não tenha passado na prova de personalidade da polícia. Felizmente ainda há esperança para o personagem, já que aparentemente ele é um gênio da escrita. É bom ver que os roteiristas ainda tem vontade de dar mais espaço para o personagem crescer, não o mantendo na mesma situação o tempo todo.

Apesar dos acontecimentos da semana passada, Ann voltou a se tornar uma personagem descartável. Só teve um bom momento no episódio inteiro: quando ela rouba uma das batatas fritas do restaurante inimigo. Não há mesmo outra coisa para Ann fazer, produção?

Agora, vamos combinar, né? Ron Swanson precisa de um talk show, pra ontem. Simplesmente inapagável os momentos em que ele dá as melhores dicas para os ouvintes, enquanto Joan morria pelo estúdio, em várias posições. Um dos melhores momentos da série inteira.

Séries citadas:

Cinéfilo e viciado em séries. É também um podcaster, blogueiro e estudante de Letras e Jornalismo. Acompanha mais de 60 séries, sem contar as milhares que já passaram. Gosta de todo tipo de série, não discrimina. Usa o sarcasmo, a ironia e a acidez para lidar com as situações ordinárias. Pode ser encontrado no twitter pelo user @marcoacpontes.

Website: http://www.mundodaseries.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account