Log In

Reviews

Parenthood – Vegas

Pin it

Série: Parenthood
Episódio: Vegas
Número do Episódio: 6×01
Exibição nos EUA: 25/09/2014
Nota do Episódio: 4.5

É (quase) chegada a hora da despedida. E como vai ser difícil ficar sem os Braverman!

Carisma. Acho que este é o adjetivo que melhor define esta família que conquistou os nossos corações. Prova disso é que Parenthood nunca foi exatamente um sucesso estrondoso de audiência, e sua renovação, temporada após temporada, se deu muito mais pelo amor e lealdade de seus poucos mas apaixonados fãs do que por seus números propriamente ditos. Desta vez não foi diferente: sofremos (muito!) com a indecisão da NBC, que depois de uma negociação que parecia interminável, decidiu dar à série uma última temporada, com 13 preciosos episódios que darão um ponto final à história desta família tão querida.

Diante da incerteza de uma sexta temporada, a season finale passada nos deixou com um gostinho melancólico de series finale. A casa de Zeek e Camille foi finalmente vendida, Julia e Joel deram sinais de que uma reconciliação seria possível, Sarah e Hank se reencontraram, Kristina e Adam estavam cada vez mais perto de realizar o sonho de construir uma escola para Max, e Amber… ah, Amber! A primogênita de Sarah terminou a última temporada com um teste de gravidez nas mãos.

Jason Katims, criador da série, disse em entrevista recente que esta será, sem dúvida, a sua temporada mais emocionante (Deus nos ajude!), e que ela deve girar em torno de um grande arco principal. Alguém duvida que muitas lágrimas rolarão até a series finale? Pois peguem seus lencinhos: a 6ª temporada de Parenthood começou!

Ao que tudo indica, esse tal arco grandioso será sobre a saúde deteriorada de Zeek, e o meu coração já ficou bem apertadinho ao imaginar onde essa história poderá nos levar daqui a exatos 12 episódios. O que seria dos Braverman sem um de seus principais alicerces? A possibilidade da morte de Zeek é assustadora, mas quase palpável, mesmo que ainda estejamos na season premiere.

O que era para ter sido uma viagem divertida e relaxante, rapidamente se transformou num pesadelo. O destino era Las Vegas, mas a comemoração do aniversário de Zeek é interrompida quando ele sofre um mal súbito em pleno cassino. Com direito a muitas reclamações e resmungos por parte do patriarca ranzinza, vimos toda a família se unir, de uma maneira ou de outra, para cuidar dele. Sarah, Adam e Crosby acabam cedendo à sua teimosia (e quem resistiria?), e aquela cena do “jogo em família” em Vegas já começou a soar como uma despedida. Será?

Baby

Mas se para alguns a vida pode estar chegando ao fim, para outros é apenas o começo. E vem um novo Braverman por aí! O mistério não durou muito: logo no primeiro segundo da season premiere, vimos o bebê de Amber. Pois é, Sarah será vovó.

Confesso que, apesar de Amber ser a minha Braverman favorita (como não amá-la, gente?), a equação “Amber + Ryan” já vinha me cansando há algum tempo, e acredito que o casal durou muito mais do que deveria. Quem aí não teve vontade de socar a cara de Ryan quando ele partiu o coração de Amber para voltar ao Afeganistão?

Aliás, para falar a verdade, acho que só senti empatia por Ryan e sua atitude de menino-traumatizado-pelos-horrores-da-guerra em seus primeiros cinco minutos de tela. Por isso mesmo, revirei os olhos quando o personagem voltou para a série no final da última temporada, e não sei bem o que esperar desta gravidez. Não acredito que Amber optará pelo aborto, e sua reação ao ouvir a batida do coração de seu filho não me deixa mentir. Fato é que eu definitivamente não gostaria de vê-los juntos novamente. Se Ryan não consegue nem cuidar de si mesmo, como diabos criará um filho com ela?

Além disso, como Sarah vai reagir diante desta notícia bombástica?

KristinaMax

E se Amber é a minha Braverman favorita, não posso negar que Adam e Kristina não ficam muito atrás. Adam é uma daquelas pessoas que qualquer um gostaria de ter por perto: bom pai, marido, irmão e amigo, é ele o grande responsável pela união da família. Se as nossas suspeitas se confirmarem e os dias de Zeek realmente estiverem contados, ele pode descansar em paz: seu primogênito é um ser humano fantástico. Junto com Kristina, Haddie, Max e Norah, foi provavelmente responsável também por grande parte das lágrimas que choramos até hoje nessas cinco temporadas.

Aliás, a maneira como Parenthood sempre abordou a Síndrome de Asperger no personagem de Max é de uma delicadeza e bom senso incríveis, e nunca falha em me emocionar. Pontual e impecável, a performance de Max Burkholder, mesmo em meio a um elenco de peso, sempre foi, pelo menos para mim, um dos pontos altos de toda a série.

Max não gosta de metáforas. Isso não é nenhuma novidade. E apesar de todo o esforço e dedicação de Adam e Kristina, observar a tinta da parede secar não diminuiu a sua relutância em frequentar a tão sonhada Chambers Academy (saudade, Gwen!). A conversa de pai para filho que finalmente o convenceu do contrário ilustra perfeitamente por que eu tenho tanto respeito por Adam. E o que dizer de Kristina? Quantos pais você conhece por aí que construíram uma escola do zero para garantir que seu filho tenha a chance de desenvolver todo o seu potencial, não importa o quão especial ele seja? Isso é amor incondicional. A felicidade estampada no rosto de Kristina ao receber Max na porta da escola em seu primeiro dia de aula não tem preço, e acho que este é um dos arcos mais promissores da temporada.

JuliaJoel

E o que dizer de Joel e Julia? Em quase nada eles lembram aquele que um dia foi o “casal perfeito”, e isso é muito triste. Ao contrário do que sugeriu a season finale, vimos que Julia cansou de pedir perdão ao (ex)marido e seguiu com sua vida – e como! Foi um soco na boca do estômago vê-la totalmente entregue e envolvida em uma nova relação logo nos primeiros minutos do episódio. Mas, por mais que eu entenda e até mesmo apoie a atitude dela, como é difícil vê-los separados! Torço pelo casal, mas Joel foi duro demais com Julia num passado não tão distante, e agora pode ser tarde demais. Espero que este não seja o caso, e foi muito bom ver Joel ali, pronto para abraçá-la quando as notícias sobre o colapso de Zeek chegaram (e para ajudar nos retoques finais da construção da escola de Kristina. Uma vez Braverman, sempre Braverman!).

Em tempos de temporada reduzida, gostei bastante do que vi nesta season premiere. O que será que nos aguarda nesta Farewell Season? Eu estou ansiosa para descobrir, e fico feliz de dizer que, a partir de agora, serei a responsável pelas reviews semanais da série (a desta semana atrasou um pouquinho, mas a próxima sairá em dia, prometo!). E vocês? O que acharam?

ZeekCamille

PS: Um personagem que não funcionou nem mesmo por cinco minutos e que me irrita profundamente sempre que aparece? Hank. O arco do fotógrafo nesta temporada parece ser uma receita feita sob medida para o tédio. Quem se importa com Ruby, suas más decisões, péssima atitude e sua mãe desesperada? Elas jamais deveriam ter voltado de Minnesota. Hank tinha mais chances de dar certo como o “amigo” compreensivo de Max. Sarah merece coisa muito melhor. Saudade, Mr. Cyr!

PS2: Volte logo, Haddie. Sentimos falta da sua amizade com a Amber! <3

Séries citadas:

é Analista de Relações Internacionais, graduada em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba e em Letras pela UFPR. Apaixonada por livros, música e séries de tv, será eternamente uma "Garota Gilmore", mas também assiste The Good Wife, Castle, Orphan Black, Grey's Anatomy, Hart of Dixie, Nashville, Parenthood - entre um milhão de outras - e jura amar todas.

5 Comments

  1. Dri

    Nossa eu assino embaixo e com letras maiúsculas, especialmente com relação a Amber, Max e Hank. Amei a review expressou tudo que senti ao assistir essa Premiere. A relação de Zeek com os filhos, especialmente Sarah, sempre me traz doces lembranças. Continua nesse caminho Gabi, pq amo me sentir representada ;)

    PS.: Saudades da Gwen? A Season Premiere de Castle está aí pra isso… Adoro quando meus mundos colidem!

  2. Elaine Cristina

    A review só me fez amar ainda mais essa família tão querida. Ainda estamos só no início dessa Farewell Season, mas já sinto saudades dos Braverman! Ah não quero que acabe!
    “Uma vez Braverman, sempre Braverman!” Adorei…suas palavras foram perfeitas. Concordo em número, gênero e grau sobre os personagens destacados e reforço: fora Hank, volte Mr. Cyr :P
    Mal posso esperar para ler a próxima review :D

  3. Gabi Guimarães

    hahaha SABIA que vc ia gostar do que eu falei sobre o Hank! :P
    Mas só falei verdades: para mim, o pior personagem da série, hands down.
    Que bom que gostou da review, xuxu! Espero que volte sempre pra gente se despedir dos Braverman juntas… ;)

  4. Gabi Guimarães

    Eu viiiii a Rose Abdoo como a psiquiatra do Castle! Eu viii! hahaha #fandomcollision
    Bem que podia aparecer mais vezes, pra ver se ele lembra logo do que diabos aconteceu nos dois meses em que ele sumiu… Poor Beckett…
    Voltando à Parenthood… Tenho muitas expectativas pra essa última temporada, e acho que vamos chorar muito até a series finale.
    Espero conseguir a review do último episódio logo, e que vc venha me acompanhar até o último episódio! ;)

  5. Pingback: Destaques na TV – segunda, 20/07 » TeleSéries

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account