Log In

Reviews

Parenthood – The Ring

Pin it
Série: Parenthood
Episodio: The Ring
Número do Episódio: 5×08
Exibição nos EUA: 14/11/2013

A cena inicial com Zeek foi muito boa e eu fiquei esperando ele aparecer escorregando só de meias pela sala ao som de Old Time Rock’n Roll, de Bob Segar. Ele falando com Camille pelo Skype foi muito fofo. Imagino que só assim para Zeek aprender a usar um computador e a internet. Estou cada vez mais curiosa para saber o que vai acontecer quando ela voltar.

Enquanto isso, Sarah foge da vida social e se esconde em casa com o pai. Como disse Carl, o vizinho e aparentemente futuro par romântico de Sarah, ela não deveria passar o sábado a noite trancada em casa. E não é uma questão de estar solteira, nem de achar um namorado, mas de sair, encontrar pessoas, ter uma vida vida social. O que será que ela faz tanto em casa? Joga Candy Crush?

E mais um assunto polêmico que eu gostei de como foi tratado: Jabbar resolveu seguir os passos da mãe e começou a fazer ballet ao invés de basketball. Crosby tentou lidar da melhor forma com isso, e o que eu achei mais legal foi que me pareceu que o maior problema dele não era o machismo (que a família Braverman costuma demonstrar com certa frequência) ou com o fato de Jabbar ser menino e ballet ser coisa de menina. O que me pareceu foi que Crosby estava triste por ter sido deixado de lado, por Jabbar ter escolhido algo em comum com a mãe e não com ele.

E Kristina indo cada vez melhor nas pesquisas da eleição e com cada vez mais chance. Eu ainda estou divida, torço muito por ela, mas ao mesmo tempo não sei se ela – e principalmente se o Adam – aguenta essa pressão. Bob Little já provou não ser uma pessoa com muita ética, então temo pelo futuro de Kristina na política. A prova disso foi a dúvida que ela ficou se usava ou não a antiga história de Amber com Bob Little na campanha. Não acho que Bob Little teria a menor dúvida do que fazer no lugar dela…

Amber continua projetando seus problemas no anel. Até a banda que está gravando no estúdio que ela trabalha estava mais empolgada com o anel do que ela mesma. Está claro que o problema da Amber não é só com o dinheiro gasto no anel, até acho que ela teria razão, caso realmente nao quisesse que Ryan gastasse tanto em algo que ela não fazia questão. Fiquei com a impressão de que no fundo ela esperava que Ryan ficasse bravo e terminasse com ela e ela poderia escapar desse casamento.

Victor é só mais um dos problemas de Julia e Joel e agora ficou claro como o casamento dele não está bem. Até Sydney percebeu, se bem que ela não conta, já que é uma pequena gênia. E fiquei com muita dó de Victor, parece pouco para um adulto, mas voltar um ano, ainda mais no meio do ano letivo, é bem dramático para uma criança. É nesse momento que ele realmente precisa dos pais e Julia e Joel estão cada vez mais distantes.

Detalhe para a cena em que Julia abraça Ed na escola. Os closes muito próximos dos atores ajudaram a passar o desespero e a confusão de Julia naquela hora e a aproximação dela com Ed. Uma maneira delicada de fazer com que os telespectadores se identifiquem com eles e com aquele momento, apesar da “quase traição” a Joel.

Séries citadas:

Formada em Engenharia de Computação, mestre em Ciência da Computação e tentando virar doutora. Assiste séries demais para citar (mas odeia novelas), ama rock'n'roll (mas também é muito fã das Spice Girls), torce fervorosamente para o Miami Dolphins, time de futebol americano, (mas odeia o futebol "normal") e ama viajar (sem exceções aqui).

Website: http://unfolding-europe.blogspot.fr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account