Log In

Reviews

Parenthood – Happy Birthday, Zeek

Pin it

Série: Parenthood
Episódio: Happy Birthday, Zeek
Número do Episódio: 6×02
Exibição nos EUA: 02/10/2014
Nota do Episódio: 10

Feliz Aniversário, Zeek!

Que delícia de episódio! Happy Birthday, Zeek, o segundo desta Farewell Season, nos presenteou com aquilo que Parenthood tem de melhor. Tivemos um pouquinho de tudo: lágrimas, risos, conflitos familiares e até uma festa de aniversário fabulosa.

Como já esperávamos, o arco central do episódio girou mais uma vez em torno da saúde de Zeek e da cirurgia cardíaca de que ele tanto precisa se quiser continuar ao lado de sua família. Cabeça-dura, teimoso e orgulhoso, a sua resistência inicial à ideia não foi exatamente uma surpresa.

Genial, entretanto, foi a maneira como o roteiro tratou de amolecer o coração do vovô mais sensacional da televisão – e, com ele, os nossos. A comemoração de seu 72º aniversário, desta vez com toda a família presente (exceto Haddie), foi a ocasião perfeita para mostrar ao patriarca dos Braverman que “sim, nós te amamos e precisamos de você em nossas vidas”. E quer jeito melhor de se dar conta disso do que receber de presente uma gravação com os seus netinhos cantando uma canção em sua homenagem? (fica aqui um singelo agradecimento à Crosby e aos poderes milagrosos do auto tune.)

FamilyCrosby bem que tentou – ou não –, mas foi Adam que mais uma vez me arrancou lágrimas ao fazer aquele apelo emocionado ao pai.

“Se você não fizer a cirurgia, você pode morrer, pai. O que eu faria então?” – Adam

“Se eu morrer, espalhe as minhas cinzas no campo do Marine Park, e jogue uma partida de baseball em cima de mim. Porque eu vou morrer nos meus termos.” – Zeek

Zeek quer lidar com a situação de sua própria maneira, e isso é compreensível. Mas compreensível também é a preocupação e o amor de Camille, Adam, Sarah, Julia e Crosby. No fim das contas, foi Amber e seu bisneto ainda nem nascido que o fizeram tomar a decisão mais difícil de sua vida. Vimos Zeek mudar de ideia quase que de forma palpável, ao vislumbrar a possibilidade de não estar ali para ver seu bisneto nascer. Para ver Max, Nora, Sydney, Victor, Jabbar e Aida crescerem. É, ainda vale lutar pela sua vida, vovô.

AmberZeekE em um episódio recheado de cenas emocionantes, a minha preferida sem dúvidas foi aquela entre Amber e Zeek. Ela se sentia desprotegida e desesperada desde o momento em que soube de sua gravidez. A reação de Sarah, a princípio, não foi das melhores (mas quem pode culpá-la?). Ele, por outro lado, precisava de um belo incentivo para continuar vivendo. O encontro dos dois naquela varanda foi, talvez, a salvação de ambos. Como foi linda a emoção e a alegria de Zeek ao receber a notícia! Meio que sem saber, ele acabou dando à Amber o conforto e o amor de que ela tanto precisava naquele momento.

Sarah não demorou a se redimir. Passado o susto e o discurso frustrado, lá estava ela, pronta para apoiar sua filha.

“Eu percebi que esqueci de te contar sobre todas as coisas boas. Tudo vai ficar bem.” – Sarah

JuliaJoel

E o que dizer de Julia e Joel? Por mais que meu coração tenha se partido (mais uma vez) em um milhão de pedacinhos, foi um alento ver Julia finalmente reagir.

“Você nos destruiu! Destruiu a todos nós!” – Julia

Sim, Joel. Você destruiu a linda família que tinha ao adotar um comportamento que, a mim, pareceu bastante desproporcional, e por que não até mesmo aleatório. Sim, Julia também teve sua parcela de culpa quando se deixou envolver por Ed, mas não merecia ser tratada assim. Na temporada passada, vimos um Joel ressentido e magoado preferir a saída mais fácil e covarde ao se recusar a sequer conversar com Julia, que implorava por seu perdão. Saiu de casa, deixando dolorosamente claro que seu casamento havia acabado.

Não, Joel. Como Julia bem apontou, agora, só porque você se sente (um pouco) melhor e (muito) arrependido, você não tem o direito de fingir que nada aconteceu, que você não a destruiu. Por mais de um ano, Julia foi paciente, esperançosa. Mas o tempo (felizmente) passou, e a vida seguiu em frente.

“Eu estou quase bem.” – Julia

Sydney, por outro lado, está longe disso. A menina, que sempre foi mimada, e talvez tenha sido a parte mais afetada pela separação dos pais, agora resolve odiá-los e… fazer do bullying o seu esporte favorito. Fiquemos atentos às cenas dos próximos capítulos…

Happy Birthday, Zeek foi um daqueles episódios que só mesmo Parenthood poderia nos proporcionar. Maravilhoso e emocionante – o que, aliás, é uma marca registrada da série –, foi um verdadeiro presente para os seus fãs que, como eu, estão em completa negação sobre a despedida iminente.

Faltam 11 episódios para a series finale.

PS: Desta vez, achei que o plot “gluten free” da Chambers Academy ficou um pouquinho deslocado em meio a tantas fortes emoções. Espero, entretanto, que ele não seja esquecido nos próximos episódios e que nós tenhamos a chance de ver Adam literalmente colocando a “mão na massa”, se envolvendo de forma mais ativa com a escola e seus alunos.

Séries citadas:

é Analista de Relações Internacionais, graduada em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba e em Letras pela UFPR. Apaixonada por livros, música e séries de tv, será eternamente uma "Garota Gilmore", mas também assiste The Good Wife, Castle, Orphan Black, Grey's Anatomy, Hart of Dixie, Nashville, Parenthood - entre um milhão de outras - e jura amar todas.

1 Comment

  1. Pingback: Destaques na TV – terça, 21/07 » TeleSéries

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account